Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BRANQUINHA DE SAIA JEANS NO BRÁS

Estava indo trabalhar de metrô. Nada aconteceu no trem nem no Brás que valha a pena citar: sá as passadinhas de mão e encoxadinhas básicas em ambientes lotados. Nada que eu não tenha no dia-a-dia na metrápole das multidões. No Brás, por exemplo, encontrei uma crentezinha de saia jeans, carinha de safada, bunda bem larga e a saia também. O cabelo preso. O nariz dela era bem grande, como os das turcas. Pra falar a verdade, ela era bem feinha. Aparentava uns 30 anos.



O metrô nem estava tão lotado assim aquele dia, mas fico do lado dela, e ela aceita oferecer-se, caminhando um pouco do meu lado esquerdo, e um pouco pra trás, trazendo a banda direita de sua bunda em direção ao meu pau. Aceito esfregar sua bunda um pouco, sem encostar em nada, sá apoiado em sua bunda. Enquanto isso, minha mão esquerda alisa o resto de seu traseiro, procurando sentir de ponta a ponta como seria essa delicinha nua e pronta para ser enrabada.



Enfim, nada de mais.



Contudo, quando cheguei na estação da Sé a coisa mudou completamente. A linha azul sentido Jabaquara estava completamente lotada, com pessoas de todos os lados. Aquela visão descendo as escadas, das pessoas se acochando à espera do práximo trem... nossa, é uma delícia! Sá a imaginação já fez boa parte do trabalho que deixou meu pau endurecido por baixo da cueca de seda e da calça social.



Antes mesmo de iniciar minha descida na escada encontro uma neguinha com uma puta bunda e uma saia jeans mole. Do lado um japonês jovenzinho mal encarado. Não foi problema algum me colocar entre os dois naquela correria típica de uma manhã paulistana. Me espremo no meio e ganho um brinde: esfrego meu pau duro (da encoxada anterior) em volta de seu traseiro, fazendo a calça dela amassar com minha passada.



Ao descer, ela vai para o lado esquerdo. Vou junto. Ela olha para mim e sorri. Opa, aí vai ter coisa! Começo a dar umas esfregadas de mão e de pau, já que a situação me privilegia. Mas estranhamente ela se esquiva. Fico triste e indignado, mas não desisto.



Logo no lado esquerdo dessa mulhar uma outra, essa mais baixinha ainda, um tom bege de pele, de áculos e vestido florido branco, aqueles de verão. Esfrego-me primeiro com a mão esquerda em sua bundinha. Ela gosta, pois fica mais para a frente, dando espaço para eu me enfiar atrás.



Não chego a esfregar muito o pau, mas minha mão inteira de repente estava livre, aberta, encostanto totalmente na superficie de seu vestido, justamente na curvinha que as mulheres têm entre a parte de cima e a parte de baixo da bunda, a curva maior, do lado direito. Sinto sua temperatura enquanto olho de soslaio aquele decote generoso para a ocasião de estar espremida na fila do trem.



Entramos no trem. Para finalizar minha manhã, ainda dou uma esfregadinha em uma loira de uns 30 anos, alta com calca mole azul escuro e blusinha branca. Ainda estava com o pau bem duro, já que não deixei de me esfregar em belas mulheres durante todo o trajeto.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos fode mesmobuceta virgem sendo chupada e descabaçada por coroas contosconto erotico encoxada vizinhocontos eróticos de sobrinhas com tiascomtos eroticos peituda na escolafamílias se encontram em praia de nudismo contos eróticoencoxadas no aperto contoscontos porno de casada se insinuando para pedreirosconto erotico enteadacontos eroticos nupcias blogspotcontos eroticos minha namorada virgemcontos minha tara no bundao da mamaeo pai da minha amoginha me comeu contosmeu tio me pegou me masturbando contosvisinhalesbicacontos amor gayFodendo enquanto conversa com os cunhado e sogroseu gordinha arregacada por um roludo contosconto erotico novinhos no semáforocontos eróticos menininhaMeu primo me contou que ele gay e tem vontade chupa no meu penisconto do pedreiroconto erótico O Despertar de uma casadaContoerotico comendo um cu no metrode saia fudeno na cosinhacontos eróticos com tia perdendo apostaconto historia com lesbicacontos interraciais contados por mulheresxvidio louco desejo vizinha mulata sainha mostrandodany gosta de chupar rola peruibedesejos de machos que adora safadeza com outros macho experiências vividascontos erotico de filho travesti bundudocontos eróticos evangelicasmuita putaria com minha esposa nua pescaria contos eroticosconto erotico gay varios me comeramcontos eroticos mae senta no colo do filho na frente do pai cornoContos eróticos vigiasempre que saio com uma mulher levo a calcinha dela de lembrança contos eroticosdei gostoso contos contos eroticos. traiconto toplesscontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosrasguei contos eróticosconto erotico garotinho cucontos incesto o cofrinho da mamaetia tranzando com sobrinho cabassaodisvirginei a minha professora contos erodicosconto erotico no colinhoAcordei com meu priminho chupando no meu penisconto meu amigo comeu o cu da minha namoradaMaicon tá doida ela me pediu pra comer sua esposa na frente deleEla fudeu com sogroconto erotico sogra de calçinha fio dentalContos eroticos gay estuprado pelo paiContos erotico Colega da empresa gostosaTransei minha professora em casa delaos policias comero minha muler porno contos eroticoMinha namorada ela mandou minha cunhada abri bem suas pernas ela disse pra eu tirar o cabaço da buceta da minha cunhada conto eroticocontos mulher x travesticonto anAl com moreninho cavalocontos eroticos menina de 07anos dando a xaninhaconto titio me fudendoAdoro travestis contosxvidio mulher xota de cabritacontos eroticos abuzei de minha irmazinha com ela dormindoconto dei para meu cunhadocontos eróticos virei fêmea louca por leitinhoconto erotico tarado come o viadinho de calcinha a forçaCONTO EROTICO IRMA APANHA IRMAO CHEIRAR AS SUAS CALCINHAS E DICILIA-SE.PT.contos de cú de primacontos delícia de cacetaovideos e contos reais de primo pegando primavideo porno dano o cu ea buceta toda babentacontos eroticos dando pro jumentovídeo pornô caseiro ele comeu minha b***** só na manha meteu bem devagarinhocontos eróticos sobrinha so de fio dentalcontos eroticos ouvi os gemidos da minha filhaSex idosa desmaiando gosandoContos trans pedindocontos eróticos gay titio safadoconto:enrabadoSou casada e chupei dois caralhos ao mesmo tempominha tia querida bota roupas curtas e eu fico com tesão doido pra comer ela mais tenho vergonha o q faço