Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMIDA PELO VIZINHO DA FRENTE

Ola estou de volta com um novo conto que vou narrar agora, aconteceu no final desse ano de 2007. Eu tinha acabado de me mudar pra minha casa nova em Minas Gerais e quando cheguei, reparei num vizinho que tenho na casa em frente a minha, ele é charmoso, alto e tem 53 anos, negro e cabelos grisalhos. Eu sempre o via ao meio dia quando eu voltava em casa para almoçar e ele também e como a janela do meu quarto fica de frente pra sala da casa dele, notei que ele sempre ficava olhando lá da sala dele pra dentro do meu quarto. Numa sexta feira eu tinha acabado de tomar um banho antes do almoço, estava muito calor e eu tinha entrado de férias naquele dia, me esqueci de que a janela dava direto pra janela da sala dele e abri meu guarda roupas e peguei uma mini saia jeans, uma blusinha listrada de rosa e branco e uma sandália branca de salto alto e resolvi ficar meio montadinha dentro de casa, como minha janela fica mais baixa que a janela da sala dele, deu pra ele ver até a minha marquinha de tanguinha fio dental na minha bundinha queimadinha de sol que tomo nos fundos do quintal da minha casa, sá fui perceber que ele estava em casa e me olhando depois de eu ter passado creme hidratante no corpo, colocado a tanguinha fio dental branquinha e o resto das roupas, quando percebi que ele tava lá olhando gelei, mas ao mesmo tempo resolvi me exibir fazendo de conta de que eu não tinha visto ele lá. Resolvi provoca-lo e subi na minha cama com o falso pretexto de pegar algo em cima do meu guarda roupas e assim ele pode ver minha bundinha com a tanguinha fio dental enterradinha no meu reguinho com a mini sai subindo um pouco, pois eu estava bem tesudinha. Percebi que ele passava a mão no seu pau por cima da calça que ele usava, ele ficou me olhando, então olhei para trás e fiz sinal pra ele passando a mão na minha bundinha e chupando o meu dedo, nossa o cara ficou louco, chegou perto da janela da sala dele tirou o pau pra fora e me mostrou o tronco que ele tinha durão. Molhei um dos meus dedos com saliva, virei a bundinha na direção dele e enfiei de uma vez o meu dedo no meu cuzinho, nossa... arrepiei na hora, ele então fez sinal pra eu ir até lá e então fiz outro sinal pra ele ir até minha casa. Ele rapidamente saiu da casa dele, atravessou a rua e bateu na minha porta, passei então um batom rosinha, uma sombra marrom clara que tenho um brinco de pressão e fui atender a porta, ele então disse que tinha gostado muito do que tinha visto e me mostrou sua rola enorme e muito dura, quando vi sua rola confesso que senti um tesão muito grande, fiquei louca pra dar pra ele ali mesmo na porta da sala com ela aberta, pra quem quisesse ver, mas com muito esforço me contive, segurei naquela geba enorme e grossa, puxei ele pra dentro de vez, fechei a porta e comecei a punhetar ele, depois agachei e comecei a lamber e a chupar aquela rolona deliciosa, soquei o que deu tudo dentro da minha boca enquanto ele começava a gemer de tesão e prazer. Chupei por uns 5 minutos então ele me colocou de quatro no sofá e roçava seu pau em minha bunda, eu queria alucinadamente toda a porra daquele pau enorme lavando minha cara e minha garganta, e pressionava minha bunda contra o pau do Carlinhos esse era o seu nome. Eu queria ser fodida. Eu precisava ser comida e ele então puxou minha tanguinha fio dental para o lado e começou a chupar e meter a língua dentro do meu cuzinho fez isso por uns três minutos eu já gemia alto de tesão, então ele se levantou, colocou seu pau na entradinha do meu cuzinho rosadinho e empurrou com violência. Estava alucinada de tesão, queria gritar e por sorte tapou minha boca, pois caso contrário eu teria chamado a atenção da vizinhança toda naquele momento. Ele me abraçou forte por trás e começou a bombar com aquele cacetão socado todo dentro de mim e apertava meus peitinhos por baixo da minha blusinha, eu sentia as estocadas do Carlinhos no fundo do meu cuzinho. Num dado momento, o Carlinhos retirou seu pau de dentro de mim, me fez chupar mais e enfiou tudo de uma vez novamente. Aquilo me fez gemer alto. Carlinhos enfiava seu pau e me puxava pelos cabelos me chamando de putinha safada, ele dizia> TOMA VAGABUNDA, SAFADA, TOMA ROLA QUE É ISSO QUE VOCE MERECE, TOMA PICA PUTINHA SAFADA SENTE A ROLA DO NEGÃO TE ARROMBANDO, TE ARREGAÇANDO SUA VACA, nossa nessa hora eu fui à loucura. Comecei a rebolar e aquilo me dava mais tesão. O vai e vem começou a aumentar, eu rebolava mais, mais, até que ele começou a bombar com tudo e eu gemendo alto, aquilo foi me transformando completamente em fêmea, pois eu queria mais e mais rola, eu já me sentia arrombada totalmente com aquilo, ele já bombava sem dá, com força, fazendo assim seu pauzão entrar e sair todinho dentro de mim, aquilo me levou a loucura, eu gemia, gritava, tentava dar uma reboladinha e ele metendo sem dá, aquela rolona socada no meu cuzinho e ele não parava, eu sentia um tesão cada vez mais forte e queria mais e mais aquela rola dentro de mim. Ele percebendo que fiquei maluquinha com sua rolona dentro de mim dizia: TOMA SAFADA, É ROLA QUE VOCE QUER, ENTÃO É ROLA QUE VOCE VAI LEVAR, ele começou a me dar tapas fortes na minha bundinha, não sei porque, mas me deu um tesão tão imenso que eu já começava a gemer muito alto, cada vez querendo mais rola, ele continuou socando a rolona em mim, fiquei rebolando sentindo sua rola me comendo com muita vontade. Eu olhava para trás e via como era grande o tesão com que me comia, eu adoro dar meu cuzinho, sou louca por rola, adoro ser enrabada, comida, ser tratada como fêmea, cada vez eu queria mais rola socada dentro de mim. Ele começou a socar seu pauzão até o talo, me comendo como se fosse a ultima metida da sua vida. A cada estocada eu gemia, rebolava, me contorcia, Minhas pernas ficaram bem abertas. Eu rebolava com aquela rolona toda socada dentro de mim, eu gemia feita uma putinha e ele socando tudo sem dá e com força. Ficamos assim por 20 minutos até que ele e eu demos sinais de que iríamos gozar e logo veio o meu gozo, veio forte, me estremecendo toda, gozei muito e forte, quando percebi que ele iria gozar, tirei sua rolona do meu cuzinho e abocanhei tudo aquilo e recebi jatos fortes de porra deliciosa na minha boquinha, engoli tudo sem deixar derramar uma gota se quer, chupei, lambi, deixei aquela rola bem limpinha, depois de dez minutos, o Carlinhos me colocou de quatro novamente, eu me apoiando no encosto do sofá, ajeitou com carinho sua rolona no meu cuzinho e foi empurrando, ela foi entrando devagar dessa vez, aquilo sá foi me deixando mais maluca, quando ele já tinha enfiado um pouco dela eu forcei para trás fazendo ela entrar toda, então gemi alto, ele então disse: QUER DIZER QUE É PUTINHA MESMO NÉ, dizendo isso começou a bombar forte, aquilo sá me deixou louca, adoro dar o cuzinho, adoro ser fudida de todas as maneiras, ele então socava e arfava, metia tudo sem dá, Carlinhos então começou a dizer: VOCE GOSTA DE ROLONA NÉ? GOSTA, SENTE ESSA TE ARROMBANDO, SENTE, ELA TODA DENTRO DE VOCE..., eu comecei a dizer: ME COME GOSTOSO, ME FODE, SOU TUA PUTINHA FODE, ME ARROMBA, SOU SUA PUTA COME, SOCA TUDO DENTRO DE MIM, ele gemia e eu maluquinha, o Carlinhos socava com tanta força que avisei que iria gozar logo, ele então acelerou os movimentos, derrepente explodimos num gozo louco, alucinante, fiquei tão mole que caímos deitados no chão com o Carlinhos ainda com sua rolona socada no meu cuzinho, ficamos assim muito tempo, até que o Carlinhos começou a bombar novamente, sua rola ainda tava socada no meu cuzinho, eu estava de lado e de lado fiquei, ele então levantou minha perna e socou com vontade, me comeu com força, socando tudo, eu comecei a sentir um enorme tesão novamente, comecei a gemer, tava muito gostoso, ele me comeu gostoso me socando forte aquela rolona grossa, socou cada vez mais forte, aquilo me acendeu um fogo, ele socou com bastante força, me comeu durante 19 minutos daquele jeito, foi quando eu disse que ia gozar, ele disse então: EU TE QUERO COMO MINHA PUTA DE AGORA EM DIANTE, VOU TE ENCHER DE PORRA GOSTOSA, VAGABUNDA, SENTE MEU CARALHÃO TE COMENDO, VOCE GOSTA DE DAR A BUNDINHA E EU GOSTO DE COMER ESSA SUA BUNDINHA, VOCE É MINHA AGORA, SOU TEU DONO, TEU MACHO. Quando eu comecei a gozar ele acelerou os movimentos, gozei gostoso, quando chegou sua vez ele despejou toda sua porra gostosa dentro de mim, depois tirou seu pau da minha bundinha e deu pra eu chupar até limpar bem o pauzão do meu negão, depois que descansamos, fui no banheiro tomar banho e ele foi pra casa dele prometendo que voltaria no dia seguinte, mas essa foi melhor ainda, pois dei pra ele e pro filho mais velho dele e os dois me arrombaram, mas conto no práximo conto, vote nesse meu conto, por favor, se você me quiser como sua putinha me escreva, meu e-mail é. [email protected] , beijos na pica de cada um de vocês.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


sexo contos eróticos verídicos na minha casaconto erótico cunhada evangélica e gordaconto garoto esperimentei dar cucache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos de sexo gay minha esposa viajou e dei com sua calcinhahomens rústicos fodendo com garoto que dorme na sua casapau grande do meu filho contoscontos eroticos o menino de oito anos e minha mulherContos erotico Minhas mamas doem muitocasadasna zoofiiliacontoseroticos homens de calçinhaesposa santinha liberando o cuzinho para o sogrocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos de incestos e orgias com minha esposa gravida minha irma nudistascontos erotico dono de sitio meti com a esposa dos empregadocontos eroticos: mae bebendo o leite no peito da sua filha , mae submissarabinho da filha da vizinha com doze anos loca pra fude contos eroticospeito bicodu sexele me comeu a xana sem medo contos eroticosmae e cunhada gravidas do filho contostive que dar contos eróticoscontos eroticos me exibi nua pra elaArombaram meu cu na cabine eroticacontos eroticos de cunhada amarradacontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anoscontis eroticos peguei minha esposa enfiando a buceta na cabeceira da camaporno mamei micremeu marido dotado e nossa filha contoscontos eroticos nordestecontos eroticos amiga da minha mae velha coroa viuvaconto erotico paraense en salinas paraminha mulher me fez de corno na nossa cama com meu consentimentocontos exitantes comi a mulhersinha domeu patrão na cama deleEu, minha sogra e meu marido-contos-incestoSebastião, o vaqueiro que gostava de cavalgar 2contos eróticos com estrupo rola gggvideos putas chupando e achado q a pica e poucaconto erotico jogo da garrafatia sentar no colo do sobrinho no carro histórias eróticos completocontos comeu meu cu adolecenciawwwcontos eróticos garotas de programaconto erotico minha prina rafaelacontos erotivos de corno de porto alegrecontos esposa olhos vendados fudendocontos com lesbicas orgiaContos erotico de casada querendo ir para a praiacontos enrabado na saunavideo gay mandei meu amigo parar de fumar e ele me comeu chupei meu irmão na frente de todo mundo conto eroticomeus tios uma historia real 1Contos pornos-mostrei o pau duro pra minha maeconto porno 21cmcontos gay trans teenconto eróticos extremosmulher que tem bezerro na bucetaiconto erotico gay casado drogadocontos de vovo me comeu com seiss anosconto erotico gay cuzinho rosinha tapas socagozando na mão da menina - contos eroticosNinfetas mamando rola no cinema contoseroticosvideo travesti comeu amiguinha virgem de chortinho sozinha na casa delacontos fodi menininha por docesvideornpossconto erótico de pai fazendo o filho gay patinhag****** na xoxota da prima beijoscontos erotico eu minha esposa e meu primocontos gay chupei o pau do borracheirocontos eroticos gay deficientetitiocolocadevagarminha mulher se exibiu pra váriosconto lesbica humilhadacontos eróticos de estuprando uma anã a força sem ela quererConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zooconto desde pequena participo de orgias com minha familiacontos eroticos o filho do pastorconto erotico o pedreiroesposa com negro relato eroricocontos eróticos filha pequena Contos eroticos minha esposa quiz fazer boquete no mendigocontos exoticos comi minh minha irma detalhconto erotico minha irmã pedreirosconto - bundinha durinha , cuzinhoapertadoconto erotico video gamevoyeur de esposa conto eroticomeu cao meu machocontos eróticos no cu com cachorrocontos xupo pau desde novinhoos contos de sexo maois filias safamdasContos eroticos os muleque e a mamaecontos eróticos mulher de traficante dando pra galera todaconto erótico viadinho de calcinha é enrabado na construçãocontos eróticos enormes nadegas