Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PREFERIA QUE NÃO TIVESSE ACONTECIDO!

Conto de uma amiga



Voltávamos da noitada eu e meu gatinho. Como sempre acontece, nosso labrador nos acompanhou desde o portão da garagem até a porta de casa. Entramos em casa e nosso cãozinho entrou junto com a gente, pois ele dormia dentro de casa. Sentamos no sofá para conversar um pouco, animados por causa das bebedinhas que tomamos na boate resolvemos alongar um pouco a noite. Eu estava muito animada naquele dia. Durante a conversa fomos nos aproximando. Papo vai, papo vem, fiquei com uma vontade enorme de dar um belo trato em meu maridinho.



Coloquei a mão por cima de sua calça e percebi quanto ele queria aquele agrado. O pau estava pulsando, precisando da minha atenção. Sem demora enfiei ele inteiro na boca. Ajoelhada, em cima do sofá, ao lado do meu gatinho chupei com vontade. Mas a posição estava muito ruim, minha perna começou a doer. Passei para o chão. Fiquei ajoelhada no chão e meu homem sentadinho no sofá com a perna bem aberta. Pronto para receber meu rosto entre suas pernas para um belo tratamento. E assim fiz. Voltei à brincadeira que havia interrompido.



Distraída com os cuidados dedicados a meu amorzinho não percebi quando Rex, nosso labrador, aproximou-se de nás. Talvez estivesse atraído pelo cheiro que saía de mim. Eu estava com a bundinha pro alto. Minha bundinha é redonda e firme, nem grande, nem pequena. Quem vê quer experimentar. Parece que com Rex também não foi diferente.



O cachorro chegou pertinho e arfava perto da minha bucetinha, cheirava, lambia com força e empurrava o focinho contra minha xota. Eu não tinha tirado minha calça ainda, por este motivo não resisti e permiti aquela aproximação.



Perceber o cachorro interessado em mim excitou-me bastante. Passado algum tempo comecei a gostar daquela situação. De olhos bem fechados chupava meu marido. Surgiu em mim o receio de que meu gato não gostasse daquilo, mas resolvi. Se alguém fosse afastar o cão este alguém seria ele. Eu não queria mais afastar o cão então eu fingia que nada estava acontecendo.



Abri um dos olhos para ver a reação de meu amorzinho. Pra minha surpresa ele observava atentamente a atuação de Rex. Oque me deixou mais relaxada.



O cachorro ficava cada vez mais assanhado. Começou a agir mais violentamente. Neste momento ele resolveu me montar. Montou velozmente. Dava umas estocadas velozes. O pau duro batia na minha coxa, na minha bunda, na xoxota. Gostava daquilo, mas na hora me bateu uma vergonha. Senti muita vergonha e tive medo do que meu marido iria pensar. Então empurrei o cachorro pra longe. Queria deixar, mas não sabia o que meu gato pensava do assunto.



Adílio, meu marido, falou: "Deixa ele. Você tá de calça. Não vai te sujar."



As frases me deram um tesão. Voltei para minha posição e o cachorro montou de novo. Dessa vez o dog estava com mais vontade. Ótima posição, sensações maravilhosas percorriam meu corpo, mas nunca gozaria naquela posição. Agora aquele pau enorme batia com maior frequência sobre minha bucetinha. Falei: "Gato, quero gozar. Assim não vou conseguir."



Ele retroucou: "Estou adorando a cena. Abaixa a calça, mas não tira a calcinha."



Ouvi justamente o que queria ouvir. Ainda de joelhos abri a calça e a desci até o joelho. Realmente era melhor. A calcinha não mostrava a mesma resistência da calça. O tecido era mais macio, pude sentir melhor aquele pau. Parecia que o pau entraria a qualquer momento. Estimulava a minha buceta. Não acreditava que um cachorro iria me fazer gozar. O mais surpreendente era tirar prazer de uma coisa tão nojenta. Eu estava louca de tesão. Queria muito aquela pica dentro de mim e aquela altura logo eu gozaria.



Como Adílio encontrava-se de olhos fechados concentrando-se em seu práprio gozo resolvi pensar no meu. De olhos abertos eu vigiei para ver se ele abria os olhos. Não abriu. Então levei minha mão para trás e puxei para o lado a parte da calcinha que cobria minha xoxota. Deste jeito facilitei o acesso a minha bucetinha. O cachorro desceu, me lambeu um pouco e montou-me novamente. Eu estava tão molhada, tinha certeza que ele não teria dificuldade em acertar o buraco. Eu estava certa.



Me acertou com tanta violência e me comia com vigor. Muita violência, eu balançava tanto que tive que parar a chupada. Meu marido olhou e percebeu oque estava acontecendo. Adílio saiu debaixo de mim, sentou-se no braço do sofá e ficou me olhando. Rosto afundado no sofá com a bundinha pro alto e o cão balançando dentro de mim. Nunca senti tesão daquele. Adílio me olhava doido e se masturbava. Avisei a ele, "Amor vou gozar". Comecei a me masturbar para gozar antes que o cachorro parasse de fuder.



Meu marido chegou perto de mim com o pau na mão e gozou na minha cara. Logo depois eu gozei e o cachorrinho também.



Gozei, o cão continuava grudado em mim por causa daquela bola no piru dele. Depois do orgasmo fui invadida por uma sobriedade e aquele loucura toda me pareceu tão estranha. Me bateu uma vergonha. Queria que aquilo acabasse logo para eu poder esquecer todo o ocorrido. Não queria ter feito aquilo. Se pudesse voltar no tempo evitava aquela situação. A relação marido-mulher ficou abalada. Meu Adílio já não me respeita como antes.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


os melhor conto erotico de casa dano pros filho e cunhadococaina e sexo contos eróticosconto hertico meu vizinho me arrombou sem minha prrmissaocortos eroticos curmir minha empregadaconto erotico vi a rolacontos eróticos de bebados e drogados gayscontos dois gemeos chupandocasa dos contos eróticos jogo seduçãoSou casada fodida contoconto erotico gay meu amigo rasgou meu cusubmisso contos eroticoaconto erotico gay pai do meu amigo me enrrabouvoyeur de esposa conto eroticocontos porno sou puta dos meus cachorrosela engolia meu pau e colocava o dedo no meu cucasa dos contos erticos incesto minha filha cadada cavalonaconto erotic meu treinado taradoconto erotico era pra ser brincadeira e virei cornoconto erotico de casada com bunda grande com o vôvôestorias eroticas minha esposa de bikine seduziu meu amigomeu irnao mas velho dormiu bebado bitei i pau na bunda delemae socoreu filho porn contocontos eróticos de bebados e drogados gaysconto porra. do amante ocorrendo das coxaSou casada mas bebi porro de outra cara contosconto comendo viuvameio das pernas uma pica dava inveja grossura esposapapai me chupou virgem contoscontos eroticos meu sobrinho e jegueconto erotico comendo a massatorepeutatextos contos safadinhas meninas viadinhos estfudeno a amanda e nanda duas gostosinha mobileContos eroticos a esposa do rabao do meu chefetirado a vigidade da novinhas no mato ela ..âl lcontos eróticos sadomasoquismo amarrada bebendo porra da camisinhaconto transformado travestiContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar os pes bonitos de primasconto anal popozuda crentequando ela percebe que eu quero dar o cu pra ela xxxContos eroticos colegaa rabuda de fio dentalcontoseroticosrolacilindro meloso gostosodividindo a cama conto biContos eroticos mulher pobre casada fudendo por dinheiroContos madrasta putaPiroca de 25cm - conto eroticocontos eroticos minha filha e sua amiginha travesty de 12 aninhosMinha mãe gosta de apanhar contos pornoconto erotico bolinada na infanciaconto gozando no cu da gostosa de suplexcasada que da o cu aum dotado na frente do marido para realizar fantasias deleContos erótico de Muller casadaconto erótico comendo amiguinha do meu filhoChupei rola suja Contosminha tia crente viuva contoscuzinho devastado a força contos eroticos comi minha sogra rabuda q meu sogro nao comecontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocontos eroticos viadoContos eróticos com fofos de incesto sentando na pica dura do meu irmaocontos eroticos 'na adolecencia os meninos so queriam boquetes e comerem meu cu nada na buceta'contos peguei maninha virgem dormindovídeos de sexo com mulher da b***** bem chorona e o cubo empinadinho bem durinhoContos eroticos jovem casada fodida pelos patroes cotasprato negra castigando a empregadaPorno conto erotico cunhado desejando irma de sua esposaconto meu amigo me ensinou come o cuzinho da minha filinha pequenacontos colega de futebol pediu pra comer me cuzinhoporno relatos veridicos atuaisconto erotico policiaXXx meu filho me perdeu para eu deixar ele meterchupando uma bct de novinhas dormindo indefesascontos eroticos engravidei de um velho e o meu marido nem desconfiacontos eroticos fui castigadacunhado pauzudo fudendo a sogra e a cunhada,contos e relatos eroticosGozou dentro contos eroticosconto erotico no beco escurocondos erodicosvideo sexi coiada esticada de manhã cedo24 cm contos paucontos porno os amigos de papai fuderam mamaeconto a buceta de mibha filha cheia de porra e eu chupandoconto erotico zoo filhinhaconto erotico gay no trabalho com homemvelho coroa grisalho peludocontos suruba inesperada com a esposa e travestividio porno um loko da cabeça cumeu a força uma gostosa na cademiacontos eroticos gisaesposa de langeryescrava do meu namorado contocontos de coroa com novinhofiz troca troca com minha mae bundudacontos eroticos gay negrocontos porno de zoofilia minha buceta cabeluda engoliu o pintao do cachorroUfa de vídeo caseiro chupando a rola do namorado dentro do carrocontos eroticos de fui fudido junto com minha mulhernovinha gostosa dando a bucetinha bem gostosinha bem branquinho bem aspahttp://googleweblight.com/?lite_url=http://idlestates.ru/conto_20266_eu-vi-a-mulher-do-meu-tio-chupando-outro-homem-e-s.html&ei=tl_0qaCG&lc=pt-BR&s=1&m=256&host=www.google.com.br&ts=1500401465&sig=ALNZjWmrPJUN7nKOOzozG07QgJgIUnCVKQcontos eróticos-férias Carolmeu marido arrumou um macho pra me engravidarconto erotico sodomizando a buceta