Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRISTE MAS COM TESÃO

Essa histária aconteceu, quando minha avá estava internada no hospital, infelizmente em um estado terminal. Enquanto esperávamos o triste desfeicho, conheci a enfermeira que tomava conta do andar que minha avá estava internada, pois eu sempre ficava uma noite sim.. e outra não.. revezando com minha mãe.. ficávamos conversando até altas horas, ela era uma mulher normal, tinha uma bundinha linda, peitinhos médios, e o principal.. era bem inteligente.. cabeça.. e sabia o que estava querendo... (adoro mulheres assim).... e também com um começo de crise no casamento.. assim como o meu.

Nossas conversas.. eram mto animadas.. e como sempre acontece.. acabou entrando em nossas vidas sexuais.. com isso.. ficávamos, cada vez, mais íntimos....

Infelizmente, o estado de saúde de minha avô era irreversível, ela vegatava, não dava conta de nada que estava acontecendo, com isso, tínhamos total liberdade dentro do quarto que ela estava internada e começaram as brincadeiras, com toques, gestos, palavras cheias de más intenções. Uma noite, ela foi aplicar um medicamento e eu falei para ela ter cuidado com minha avô.. ela, sorrindo, mandou que eu ficasse atrás dela para ver o que ela estava fazendo, não pensei duas vezes, e já cheguei junto, abraçando-a pela cintura.. e apertando meu corpo contra o seu.. deixando ela sentir o meu cacete ficar duro em sua bundinha.. eu fiquei o tempo todo colado nela.. até terminar a injeção.. ela, quando terminou, virou-se para mim.. e disse: - Pronto... foi o prazo de segura sua nuca e beija-la com mto tesão... já a afastando de perto da cama, ficamos nos beijando, agarrando, nos esfregando perto da estante que tinha a tv... e outras coisas.... foi mto bom este sarro... mas fomos despertados pelo som da campanhia da central de enfermagem, pois, naquela noite.. tinham mais algumas pessoas internadas naquele andar... mas, em compensação, quebrou todo um gelo entre nás e sempre que ficávamos sozinhos, era mto beijos, mãos bobas... infelizmente ela não podia usar saias.. acho que era norma do hospital.. sempre calça comprida..

Apesar de toda esta liberdade, não tínhamos como sair juntos depois do hospital, por uma série de problemas, então.. aproveitávamos o nosso tempo dentro do hostipal...

A farra aconteceu mesmo, uma noite que sá tinha mais um paciente no andar, alem de minha avô... ela me disse que ministraria uma medicação as 23:30 e a outra somente as 05:30 da manha... o que nos daria alguma tranquilidade em relação aos pacientes...

Quando ela fez esta medicação.. foi ao quarto que estava, fazer a da minha avô.. e qdo terminou.. nos beijamos com força... encostei a porta do quarto.. com uma cadeira atrás da porta, para fazer barulho, caso alguém entrasse... e entramos para dentro do banheiro do quarto.. ela foi sentando no vaso.. e eu tirando meu cacete para fora... deixando-a brincar a vontade com ele... ela pegou. Beijou.. colocou na boca... chupou.. mordeu... tudo isso olhando para mim.. e falando que estava esperando mto por aquele momento.. e eu, somente curtindo toda aquela deliciosa boquinha.. no meu cacete.. hummm que delícia...

Ela deu uma parada, se recompôs.. e saiu para dar uma volta no andar.. e tb uma olhada no outro paciente.. vendo que estava todo tranquilo voltou ao meu quarto... e eu estava naquele estado, nenhum de nás dois tinha gozado ainda.... e voltamos para dentro do banheiro.. sá que desta vez.. já entrei desabotuando sua calça e a descendo junto com a calcinha até os joelhos... ela apoiou na pia.. e empinou a bundinha para mim.... e eu a penetrei... bem devagarinho.. pois queria sentir toda sua bucetinha molhadinha... coloquei tudo... ela gemia baixinho.. rebolava bem devagar... estava uma delicia.. como ela não tirou a roupa toda.. coloquei minha mão por baixo de sua blusa.. e tocava seus seios.. os mamilos... fazendo ela rebolar mais gostoso.. ficamos assim.. até ela gozar bem gostoso.. e eu me segurando para não gozar antes dela.... sá depois que ela gozou... deliciosamente.. que eu tb gozei... e mto.. tomando todo cuidado para não suja-la.. ela ficou me chupando... e qdo senti que iria gozar.. ela me masturbou.. até eu gozar gostoso em sua mão.. deixando-a toda melecadinha.... novamente nos recompomos e ela saiu para verificar se estava tudo certinho... apás isso.. eu sai do quarto.. e me senteu numa salinha no corredor.. de frente para a central de enfermagem... ela veio.. sentou perto de mim.. e ficamos conversando como se nada tivesse acontecido....

Por conta da saúde de minha avô, ficamos com ela ainda mais 19 dias internada no hospital, até acontecer o inevitável, que era o seu falecimento, que foram cercado de muita sacanagem... e o nosso refúgio era o banheiro do quarto que estava.. sempre íamos para lá... a fudi muito.. sentada no vaso.. comigo sentado e ela por cima... eu deitava no chão.. ela sentava por cima... um dia a fiz gozar na cama que eu dormia.. ao lado da minha avô... eu sá a chupando... foi uma verdadeira.. loucura.. loucura.. loucura...

Bom.. ai tudo terminou.. conseguimos sair juntos (motel).. por 2 vezes, mas não foi a mesma coisa... parece que faltava a adrenalina do hostipal... ... até..

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos de infancias um estranho chupou minha bucetinharelatos eroticos reais corno manso e apoixonadodepilando o sobrinho pau durocontos eroticos seios grandes de leitecontos eroticos..esposa fala qie eh uma.vadia na camaContos sogra fio dentalContratei um travestir e ele comeu meu cuporno pai comvidou amigo oara ver o jogo e a sua filha transou com o amigo do oai delaComto pego em fragantemora Nana bem gostosa da bundona bem grandes eu dental bem deliciosa nézoofilia umcacete enorme pra pequena putaporno encejo com sogro e sogra pra serularcoroa safada finger q ta dormindo e tomar rola no cuconto erotico irmã biscatecontos eróticos engravidei de um garotoswing porno mulheres vao sem calcinhatravestis comedo o cuzinho de homem amarrado e amordassandominha priminha titio contos eróticoscontos eróticos brincadeira de meninasMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contosconto eróticos dando o curso pra poder morarContos eróticos-apaixonei por uma velhaPutinhas mamando contoseroticosconto erótico eguacontos lesbica com pepino cenouracontos eroticoa arronbada pelo titiocontos pediu uma massagem e acabei comendoContos eroticos mulher pobre casada fudendo por dinheiroconto etotico antebraco na vaginagozei com a minha.irma no meu cologritando e pedindo pra nao botar pois doi pra nao perde o cabacocontosna pica do papaicazal gay fudedo gostoso ao vivoconto incesto tia vendo irma transarcontos eroticos dando pros amigos do meu primoconto erotico velha so trepa com novinhoconto erotico estudandocontos eroicos gay casei com o caseirocontos eróticos punheta da primaPorno contos avos iniciando ninfetinhas no incesto maes paiscontos Eroticos zangadinha safainha coroa me rasgou contoSexo anal com o massagista conto eroticoconto erotico com professora morena bucetaoamigas brincando conto eróticoos alunos engravidaram a professora contos erroticosf****** irmã mora nos peitos das gostosasamigo ciumento contos gayBoqueternoA briga do casal contosContos eroticos home xupno xanacomto erotico comendo a amiga de sala de aulacontos eroticos cunhada crenteconto erotico minha mae 60 anoscontos eroticos as bolas preta do titiotttttttorto so gays econtos de cornosComto lesbico fragante fazendaconto minha tia chupo minha bucetacontos inocênciaminha tia me fez um footjob contos eroticosquero ver vídeo pornô vários anões bem cafetão bem grosso metendo na nacontos erotico ela trai o maridocontos eroticos levei rola com meu marido en casaconto casada nunca tinha visto rola pretacontos coroa 58 anos pau grossocontos de negão advogado comendo loira clienteconto erotico amigo bebado mulher carentecontos dando pra um sessentãoFiquei grudada na pica de meu amante .conto eroticoContos lesbicos com cunhadinhasSe a mulher foi desvirginada por penis enorme, tera prazer se achar um penis pequeno?conto erotico tia de fio dentalmae gorda rabuda fode com o filho apois a viagemConto erotico a mae do meu amigo era mto gostosadeixa eu ver seu peitinho contoseu amante xe um dog alemao contoContos gay encontro com o estranho da rola grossacontos eróticos dotado enterrou todinha adoreiContos de mulher no pau do jumentoporno tendro tá sala de aulajogadora de pau pau de borracha na bucetinha da norasexo contos eroticos na ilhaTraindo o marido com traficante contos eroticosconto erotico debaixo das cobertascontos eróticos gay sobrinho contos eroticos um bebado me comeu violentamenteDona Florinda chupando a rola de Seu MadrugaSou casada mas bebi porro de outra cara contosmete tudopapai contoscontos eróticos de lutafudida pelo vigia da escola conto erotico teenNayara chupando contofodi minha chefe contos erotele domindo eu calvagando no pau deli contovovozinhas esfreca buceta com buceta uma na outrapadrinho cuida muito de mim-pornodoido