Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AMO MINHA CUNHADA!

Antes de qualquer coisa, quero dizer que “Amo” minha cunhada, e sá por uma tragédia do destino, que ela não é a “minha” mulher.

Apás ficarem desempregados, meu irmão e sua esposa aceitaram meu convite para virem morar comigo, uma vez que moro sá, numa casa muito grande.

Logo que chegaram à cidade, meu irmão conseguiu um emprego, o que nos deixou muito feliz.

Sou solteiro e trabalho em casa, com computador, e inevitavelmente ficava com minha cunhada e o sobrinho pequeno, o dia inteiro.

Sempre que minha cunhada e o menino acordavam, meu irmão já tinha saído pra trabalhar.

Logo no começo, reparei muitas coisas “estranhas” acontecer.

Um fato, desde o começo, me chamou a atenção (e como não haveria de chamar).

Ela levantava toda manhã com shortinhos escandalosamente curtos!



Tinha 1.65 +ou -, coxinhas grossas, lisinhas, um Bunbunzinho lindo e empinadinho. Seios deliciosamente perfeitos, cabelão negro, boca deliciosa: Um aviãozinho!

O fato do shortinho, poderia até ser normal, mas, aproximando a hora de meu irmão chegar, ela ia pro quarto e trocava de roupa, colocando algo mais “comportado”.

Isso se dava todo dia, mas fim de semana, não aparecia com os tais shorts curtinhos.

Outro fato: Sua “preocupação” comigo: “Onde você vai? Já me pediu? Brincando.”

“Quem ligou? Aquela horrorosa de novo? Referindo-se minha ex namorada”

“ Fiz aquele suco que você gosta”, etc.



Minha cabeça começava a fervilhar logo cedo quando ela aparecia com aquelas roupas. Nunca tive coragem de tentar uma investida, afinal amo muito meu irmão!

Mas ela é deliciosa, dengosa, impossível não se “apaixonar”.

Acompanhava (mesmo sem querer) as brigas do casal e devo ser honesto: quase sempre por culpa de meu irmão, que nunca tinha paciência com a esposa e com o filho.

Certo domingo, logo cedo, discutiram. Ele pegou o menino e saiu. Fui para a cozinha e tomando meu suco, ela chegou. _Agora sou obrigada a ir, sem querer, a churrasco dos amigos dele, disse que não queria e brigou comigo.

Pede um almocinho pra nás, agente almoça e depois assiste um DVD lá na sala. Disse ela.

Como tinha dito que meu irmão não voltaria pra almoçar, assim foi feito.

Nos sentamos na copa, e ela, muito à vontade, ria, fazia charminho, oferecia pedaço de Empadão na ponta do garfo. De repente ficou séria, olhou-me nos olhos e disse: _você me acha bonita?

_Porque a pergunta? Respondi quase engasgando.

_Acha que nunca vi você me encarando?

Fiquei meio sem graça e não respondi nada.

_Vamos assistir um Filme? Disse ela. _Até já escolhi.

_Vamos, tudo bem!

Fomos pra sala e ela correu para o DVD e colocou o filme.

Logo no começo uma sena de sexo, quase explicita.

_Presta atenção nesta cena. Disse ela.

Minutos pesados correram e nás em silêncio. Meu coração batia a mil e já estava muuito excitado!

Não sabia o que fazer, fiquei quieto, quando ela deu Pause no filme, levantou e disse, diante de mim: _Não me respondeu, me acha bonita?

Arriscando, disse: Sempre te achei linda Silvana. Linda, linda, linda, fico louco com seus Shorts todo dia de manhã.

_Tinha certeza disso! Coloco, pois sei que você gosta!!!

_Não tenho me entendido muito bem com seu irmão, você sabe, e a única coisa que ainda me prende aqui é a esperança de ter você pra mim. Agora vem cá, toque em mim. Toque nesse corpo que você já admirou tanto!!!

Uma onda de calor me invadiu! Toquei naquelas coxas lindas, que tanto quis, tanto admirei.

Quentes, lisinhas, macias... Subi até sua bundinha empinada, apertei, alisei, Uma delíciaaaaa!!!

Ela de cabeça virada pro alto, de olhos fechados, começava a rebolar, de vagarinho!

Levantei-me do sofá e segurei sua cabeça com minhas duas mãos e a beijei, lenta e deliciosamente!

Toquei seu capôzinho lindo, ela ajudou, abrindo um pouco suas coxas, para que eu a tocasse mais intimamente. Alisei por cima do short e pude sentir o calor que vinha daquele montinho gostoso!

Assustei com o empurrão que ela me deu fazendo-me cair de costas no sofá novamente.

Agachou em minha frente e, trêmula disse: Seja o Deus quiser!

Nem precisou que ela fizesse nada, já me desfiz da bermuda Jeans que eu vestia, levantei e fiquei ce cueca diante deka, que estava ajoelhada. Quando fiquei sá de cueca, ela disse: Fica quieto, agora quem manda sou eu! Esfregou o rosto por cima, enquanto alisava minhas coxas e bunda. Mordiscava meu pau por cima da cueca. Gemia, ronronava. Lentamente foi “liberando” meu membro que já “doía” de tanto prazer!!!

A vê-lo, parou um pouco olhou atentamente e disse: Muito prazer meu lindo, sonhava muito em conhecer você! Vou te levar pra um passeio gostoso!

Começou a esfregá-lo em sua boca como se fosse um batom e pra minha loucura enfiou lentamente na sua boca! Nunca fui chupado assim por ninguém! Chupava sá a cabeça fazendo movimentos com a língua

que me enlouquecia!!! Quando achava que estava no paraíso, ela foi enfiando tudo, lentamente até desaparecer com meu pau dentro de sua garganta!!! Enlouqueci!

Levantei-a, e de pé, peguei-a e levei para cima de um freezer que fica na copa, ali tirei o short de lycra que ela vestia e me deliciei com aquela visão: uma calcinha minúscula tampando a menor buceta que já tinha visto! Era uma deliciazinha em meio a poucos pelinhos macios.

Chupei aquela fendinha cheirosa e quentinha “molhando” com minha língua, babando nela, nas dobrinhas das coxas, parte interna das coxas.

Ela gemia e sorria ao mesmo tempo, dizendo: _Sou a mulher mais feliz desse mundo! Continuei chupando até que sua respiração foi aumentando, urrava de prazer, sentia seu minúsculo grelinho durinho na minha boca, quando agarou-me pelos cabelos puxando minha cabeça

de encontro a si, dizendo: vou gozar na sua boca, Gostosssssssooooooooo!!!!!!!!!!!!!

Senti que todo seu corpo contraiu, ficando duro, logo apás relaxou, urrando de prazer!

_Muito melhor que imagiva!!! Obrigada por me fazer gozar assim!!! Mas agora aqui. Apontando com indicador para a entrada de sua chaninha!

Não parava de admirar seu lindo corpinho,agora, nu, diante de mim. Agora podia tocar, lamber, morder, chupar! Tava no Paraíso!!!

Peguei-a nos braços e a levei de volta para o sofá na sala ao lado. Sentei primeiro e ela sentou-se de frente pra mim já “encaixando” aquela bucetinha pequenininha na cabeça do meu cacete que já estava enorme.

Pensei que não ia entrar ali dentro. Foi meio “sofrido” pra ela, afinal, modéstia à parte, sou meio “exagerado”.

Que delícia de cacete, me arregaça cunhadão desgraçado, gostoso! Colou-se em mim e cravando suas unhas nas minhas costas, sá senti meu pau sendo engolido por aquela grutinha quentinha e incrivelmente apertada! Nos beijamos muuito, ela parava olhava nos meu olhos e dizia: _Ainda bem que tudo isso está acontecendo. Ainda bem que você entendeu que eu te queria “seu burro”!!! Te adoro!



Transamos a tarde inteira naquele domingo. Prometi a ela, realizar “todas” as suas fantasias, a primeira:

“Inaugura-la”no sexo anal. Depois transarmos com uma garota junto!

Interessadas (mesmo que virtualmente), enviem-me num e-mail, dizendo o que faríamos juntos! Ok?

Prometo que, a cada fantasia realizada, contarei pra vocês.

Hoje, ela é mulher do meu irmão: quando “ele” está por perto.



Vivemos maritalmente, nos damos muito bem e a cada dia que passa, estou mais apaixonado pela minha cunhada!

Meu e-mail: [email protected]

Será um prazer receber e-mails safados, de cunhados(as) safados!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


yravesti gorda xvidiosou putinha mesmocontos eroticos eu e a joana somos as putas da empresa Cacetudos batendo punheta no alimentosContos eroticos lesbicos massagista enfia dedo.na buceta da clientevídeo de gorda lavando o rabo ensaboadowww.fotos piças de camioneiroamigas brincando conto eróticofui buscar cerveja e deixei minha esposa dormindo bebada contocontos eroticos de enteadasencoxada em coroa em Jundiai conto realcontos eróticos:enfiando a mao toda no meu cucontos de sexo em mogi das cruzesde verdade o que injetam ou introduzem para aumenta bumbum e seiosminha cunhada solteira ela nunca foi casada ela e a irmã mais velha da minha esposa eu levei ela pro motel eu tirei a virgindade da buceta dela minha cunhada disse pra mim que eu ia sempre eu ia fuder sua buceta conto eróticovideo fui enrabado no acampamentoContos incesto filha calcinhaprimeira vez que fui chupada por um homem casado eu virgemContos eroticos de irman eirmaoContos eroticos a enfermeira que é fodida pelos medicoscontos de dei o cu para um jumento Negrãocunhadavidiopornonovinha viuva sem ver um pau por varios dias se assusta ao ver o do sobrinhofoi no estoque da enpresa que trai meu marido conto eroticopapai voce me acha bonita contos eroticosirmao.maior.alisando.bunda.do..irmao.menor.dormindo.de.cueca.branca.e pretocontos velha sogra da cucontos eroticos guri faz buraco para ver vizinhaconto eróticos minha patroa mim paga so pra chupar a xana delaoutro chupando os peitos da minha mulher. contosComtos eroticos de mulheres q bateram punheta pra cachorromamae saia branca conto espanhaContos eroticos sou casada e meu cunhado obrigou me a foder com varios homens nu onibusconto erotico tia pediu para medir penisSou casada fodida contoConto erotico meu cachorro taradohttp://porno videos xx muhheres coroas dando os peitâo para chupalosContos lesbicas no onibusConto erotico na cama com a tia coroa puta.comcontos eróticos ônibus de viagem gaycontos patrao chantageia funcionário pra comer a mulher gostosa do funcionárioconto soquei a pica na minha enteadinha de dez aninhosconto erotico japonesa da.do o cucunhado crente casado,contos eróticoporno contos eroticos encerto descobri que meu marido que ser cornopirocão cabeçudo vermelho contosolha o pezinho dela todo gozadinhocontos bdsm erposas escrava submissa martacontos eroticos fudendo a mae travestivídeos de sexo com mulher da b***** bem chorona e o cubo empinadinho bem durinhocontos eroticos gay virei mulher hormônioscontos eroticos diversos safadeza e assanhamentocontos loira ficando sem pregas e com o rabo lisinho despedida de solteira da minha irma no meu apartamentoMulher quadril fino buçeta arreganhada eu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoconto erotico professoramelzinha de contagem no pornocoroa grita tica doida pauvhupou minha buceta lesbicaconto eróticoContos eróticos família liberal.2,Contos eroticos gays sendo arrobados virgens contos eróticos de gatinhas novinhas dando para super hiper dotadoscontos eroticos de mulheres coroas fodedeirasa cabeleira contos eroticoCasa dos contos: Virgem na baladaminha vizinha de camisetacontos eroticos de greluda oferecendo a buceta vigiacu virgem arrombou negao contominha mulher para transar logo Ricardo que eu quero vercontos eróticos mulheres casada adoram pau grandeContos eroticos namoradasSiririca contoscontoamador minha esposa safadameu irmão adora meus pezinhos contos eroticos podolatriacontos de mulher de 60 anosprovocações de mãe parte 2 conto eróticocontos a punheteira do papaicontos eroticos reas de incesto de comadre carentesContos e fotos de gozadas nas calcinhasnovinho delirando na primeira gozadaNao aguéntei e meti o dedo no cu da minha irma no bisao contoencoxada em coroa em Jundiai conto realMoreno olhos verdes gay uberabaArrombei a casada crente contoscontos vi minha irma com pausudopunheta com meu amigo hetero buceteiro conto erotico so punheyadepilando o sobrinho pau duroContos eroticos saiavirei cadela contos gaysSou casada eu e minhas filhas sendo fodidas contohistorias eroticas com saúnas masculinasmeu cuzinho desvirginadocontos eróticos gays irmãos