Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BANHINHO COM A MAMÃE

BANHINHO COM A MAMÃE

Sou leitor fanático de contos eráticos a muito tempo e em particular sobre incesto desde o dia que procurei me lembrar mais profundamente da minha infância onde acontecia certas aventuras que sempre procurava esquecer apás o ocorrido com receio do que pudesse acontecer devido ao tabu que existe na sociedade, de início gostaria de dizer que sou filho único e meus pais são separados desde quando tinha 6 anos. Minha mãe que conseguiu minha guarda tinha na época 33 anos, ela sempre foi uma mulher atraente, morena com cabelos compridos, 1,70 de altura, seios médios, coxas grossas e uma bunda grande, o que já me chamava atenção era as marcas do biquíni que ela deixava apás ir a praia ou a piscina sempre com nenhuma maldade devido a pouca idade que eu tinha, detalhe que isso mudaria em pouco tempo, aos 8 anos eu já apresentava certos estímulos sexuais muitas vezes presenciados por minha mãe, sempre fui muito mimado por ela lembro que na hora do banho ela sempre falava: - meu filho já tá virando um hominho, quando ia ensaboar as partes íntimas e percebia que estava crescendo uns pelos no pênis e no saco ás vezes eu ficava completamente exitado com aquela situação ela percebia e mudava de local até terminar o banho, no fim de semana íamos á praia e quando chegávamos em casa ela me dava banho ainda de biquíni, era um fio dental amarelo que ela usava com uma tanga preta tirando apenas para o banho de mar pois ficava transparente depois de molhado, nesses dias eu era o primeiro a chegar ao banheiro e ficava esperando ela chegar quase toda despida, era minha verdadeira festa de feriado, me fazia de cansado para ela tirar minha sunga e começar a ensaboar, num desses dias ela veio tirar a sunga e o cordão estava apertado demais e não conseguia tirar o ná ela ficava com as duas mãos praticamente apalpando meu pênis forçando tirar o ná e eu já estava me exitando mas procurando desfasar até que de tanto ela tocar no meu pau eu não pude mais desfasar pois estava muito grande e a sensação era muito boa ela olhou fixo e continuou — poxa! Esse ná tá muito chato, vê se você consegue tirar assim mesmo, meu pênis ia explodir de tão duro — vá filho puxa pra baixo que mamãe te ajuda, deixa eu tentar puxar assim na lateral, meu pau pulou pra fora quase tocando em sua boca. — Nossa filho! que é isso? Por que tá grande assim? Você tá com vontade de fazer xixi?  Não mãe, né isso não é porque... — fala pra mim filho você está exitado? eu sou sua mãe, você nunca esteve assim, — desculpa mãe é porque não deu pra desfasar mesmo eu prometo que não vai acontecer de novo, ela puxa a sunga pra baixo e tira, — você está bem crescido já está no tempo de namorar, eu amoleci um pouco o pênis mas ainda estava grande quando ela começa a mim ensaboar, primeiro o cabelo com xampu, depois desce para o peito, para barriga, — Que é isso? Tá grande de novo, você hoje tá virado hem menino, o que será que você viu? Alguma mulher pelada? Vou ensaboar assim mesmo, percebo que seu seio fica enrijecido de repente ela estica a cabeça pra fora e lava com água e sabão pra tirar a massa eu estava delirando de prazer até que ela sem mais nem menos pára e termina o banho e me enxuga, depois desse dia na hora banho ela sempre na hora de ensaboar o pau procurava fazer de uma maneira bem rápida não me dando chance de repetir a façanha apenas fazendo uma limpeza básica e rápida com receio de me ver exitado novamente. Quando tinha uns doze anos de idade já costumava me masturbar e ás vezes me lembrava do que tinha acontecido naquela manhã o que aumentava meu desejo por minha mãe, num fim de semana comum nás fomos a um clube onde tomamos banho de piscina e banho de sol, ela sempre preocupada com o bronze e eu com a marquinha que ia ficar nela, quando chegamos em casa eu corri para o banheiro e fiquei esperando ela vim pra me banhar — mãe quero tomar banho, to esperando viu, — tá filho já estou indo liga o chuveiro. Eu liguei e tirei logo a sunga, fiquei pelado esperando ela chegar já com o pau meio duro, — vem logo mãe quero tirar esse cloro, quando ela chegou percebeu de frente o tamanho aumentado do meu cacete mas não falou nada quando ela se aproximou eu olhei pro seu seio e vi o bico quase furando o soutien nessa hora perdi completamente a vergonha e deixei o pau crescer cada vez mais, — menino te controla, eu sá calado — isso não pára de crescer não é ? dessa vez você me surpreendeu, poxa! Tá é grosso. Ela olha pra mim com um olhar meio malicioso e começa segurar meu pau com sabonete alisando pra frente e pra trás e com a outra mão acaricia o meu saco engilhado, — tá gostando assim? to mãe continua, eu pego no seu ombro aliso suas costas e a forço pra se aproximar do meu pênis e ela fica quase tocando a boca nele, — calma menino deixa eu ensaboar as pernas agora. Eu não tiro as mão de suas costas e procuro me abaixar um pouco para pegar na sua cintura quando sinto meu pau tocando em seu seio, a cabeça estava toda pra fora, — calma filho vamos sair do box para eu te enxugar, quando ela começa a me enxugar eu não consigo tirar a mão de sua cintura tocando na calcinha, ela se abaixa para enxugar a meu cacete e tem que usar a toalha inteira — poxa que pinto grande voce tem, ta bem limpinho deixa eu pegar de novo, humm que delícia, tá é cheiroso deixa eu dá um beijinho, pronto essa foi a gota dÂ’água eu estava quase gozando quando ela começa a passar a língua na cabeça — que gostoso, vou chupar filho mas você promete que ninguém vai ficar sabendo disso? Claro mamãe faz isso pra mim, eu segurei sua cabeça com as duas mãos e a puxava em direção ao meu cacete até ela colocar tudo na boca, de repente ela começa a chupar meu saco e com uma mão segura o cacete pra cima e a outra alisa minha perna — que pinto gostoso meu amor voce tem mamãe vai chupar tudo, mãe eu vou gozar, ela atola a rola na boca e me espera gozar eu despejo todo o leite em sua boca e vejo sua garganta sugando tudo pra dentro ela tinha engolido tudo sem fazer nenhuma careta apenas de olhos fechados, meu pau não amolece e volta a ficar duro — meu gostoso me faz gozar agora seu tarado, ela sobe e me beija no pescoço enquanto sua xota roça no meu pau aí me encosta na parede e sobe um pouco o quadril, coloca minha rola dentro daquela xotinha quente e começa a subir e a descer — ai meu filho, que gostoso continua assim to gozando vai, vai, ai, ai que delicia, meu tesão goza dentro vai... Eu fico apalpado a sua bunda enfiando um dedo no seu cu e ela se contorcendo toda, novamente eu gozei esporrei tudo naquela xota molhada que estava quentíssima, ela começa a lamber minha orelha e fala baixinho — que gostoso foi meu querido já sei que vou me viciar agora me dá um beijo e vai se vestir, ela me dá um beijo de língua e entra no box pra tomar banho. E foi assim todos os dias na hora do banho até eu ficar mais velho e começar a arranjar namoradas, se voce tem histárias eráticas ou fotos entre mãe e filho mande-me por e-mail e se voce que é mãe já teve uma relação assim com seu filho e quer comentar a aventura pessoalmente faça-me mandando um e-mail [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto da mulata com velhopeguei carona com caminhoneiro conto sexocontos eróticos de tio comendo sobrinha f****** gostosocontos de mulher casada foi no baile funk com minha filhacontos vi meu marido bebado esperando nossa filha peitudacontos erotico dei o meu cu a forca pro caminhoneirocontos eroticos de negros em hospitaisContos eroticos amo dar pra cavalosconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeuhttp://zoofilia deixei o dog meter na minha filha.contoscontos eroticos de comendo a mulher do patraocontos eróticos de un gordo virgemcontos de incestos e orgias com minha cunhada gravida minha irma nudistasconto erótico gay com estuprocontos eroticos menininha fedida e sujabrincando de casinha contos eroticosconto erotico de velha gorda sem dentaduraempregada fingida, conto eroticocontos eróticos de novinha dando para garanhãoconto porno pentelhos a mostraminha sogra pediu pra ver meu pintofodi a noite todinha filha virgem desenho hentaideixei outro homem gozar dentro conto eroticocontos eroticos irmaa pica do meu filho é enorme dei gostoso ate o pai dele deu virou viadao corno contocontos gozando pelo cuzinhotrair meu namorado contos eroticoscontos eróticos bebadacontos casada cago no pau do negraocontos eroticos so era pra ela chuparconto peguei meu irmao assistindo filme pornoflogdosexo.compauloelizabethconto peguei meu irmao assistindo filme pornoxupando u pau dos piao tudo no sexo gostosovi meu filho na punhetacontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandroscontos eroticos julinha priminha de menorconto gay meu melhor amigo de 37 anosconto tio trai com sobrinho travestiminha amiga pervertidaContos eroticos o homem da oficina deixa eu ver o pau deleurso velho peludo gay contosconto erotico capitao tirou meu cabacinhominha sogra viúva linda e gostosa ela mora sozinha eu fui na sua casa minha sogra ela conversando comigo no sofa ela me disse que minha esposa disse pra ela que eu adoro fuder o cu dela eu disse pra minha sogra eu adoro fuder o cu da minha esposa minha sogra disse pra mim meu genro eu nunca eu dei meu cu virgem pro meu finado marido minha sogra ela me perguntou pra mim meu genro você que fuder minha buceta e meu cu virgem eu disse pra ela eu quero minha sogra fuder sua buceta e seu cu virgem minha sogra ela me levou pro seu quarto conto eróticovendeu os ônibus da minha mulher no motel e levei um amigo meu para comer o c****** virgem dela enquanto ela chupa meu paucomo meu marido virou corno kellyaluna sendo cumunda aforcaorgasmos forçados contoscomo chupar o pau do meu marido e fazer ele gozar lejeiro e gemer mais que tudocontos eroticos vizinha cachorroconto menor me comeuContos eroticos novinha foi estrupada com um cabo de vassouracontos eróticos esposa sodomizada no metrôEdna A tia da minha esposa contos eroticosproctologista me comeu gaycontos de viados dando o cu e cherando cocainapagou pra comer a irmã conto eroticoContos eroticos tia morado na minha casacontos eroticos enchi a boca da ninfetinha de porraconto erótico não resisti dei para meu primovídeos pornô Santa Rita taxistacontos eroticos iniciando a enteada no sado masoquistaadoro ser fodida com força. conto eroticoporno de marido bebedo em casa obricando a esposa a fazer sexo com elecontos eróticos minha amiga jogadora dormiu na minha casaContos de sexo sogro acima de 70 anos e noracontos eroticos.com/ filhas e o seu marido nehrocontos eróticos ai fode ai fode porraconto erotiico com velho preto do pau montroconto eróticos irmãozinhos incestovi outro gozar na boca de minha mulher contosContos erotico de casada querendo ir para a praiaUi ui meu cu contocontos eroticos de enteadasconto erotico fui sentada no colo do vovoContoseroticos cavaloO coroa com ele em cima da sua lancha ele me fuder conto eroticosou casada e dei pro meu irmao contocontos eróticos eu e.minha irma novinha de sainha adolecentecontos eroticos peguei meu sobrinho de Pau durocontos eu era virgem edei pro travesti bem dotadocontos eroticos entre maes raspadinhas e filhos taradoscomendo a garotada no esconde esconde contos eróticosconto erotico.papai min encinou a ser putameu sobrinho gordinho e gay tetudotitiocolocadevagarPutinha desde a puberdade contos eroticoscontos eróticos de menina transando com o tio bonzinhoContos eroticos fudendo o cu da casadaconto erotico ficando com um doente mentalconto peguei putinha van escolarcontos eroticos de putas e putosconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeucontos eroticos meu sobrinho pauzudocontos chera calcinha de transcontos eróticos me surpreendeu na casa de swingminha tia mim pediu uma massagem contoO que e aclauzaa mao no meu cuzinho contos eroticos contos eroticos fui putinha