Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TARDE DA SIRIRICA ENTRE ESCRAVAS ? DOMADOR I

Primeiramente agradeço a todos os contatos (e-mails) que tenho recebido de homens e mulheres, e todos são respondidos.rnDurante algum tempo acumulei pessoas que podem ser consideradas simpatizantes, SM, admiradores (HM) e curiosos (HM) ? jamais criei qualquer tipo de restrição, ate porque BDSM ? é considerado um TABU MUITO GRANDE SOCIAL (não para mim é claro).rnResolvi apás um pedido de uma escrava promover o encontro de escravas e submissas, para que elas se conhecessem e mais se interagissem quanto a DESEJOS FEMININOS.rnTudo isto fiz em razão dos mais lágicos e absolutos desejos femininos de estar com outra mulher e ao mesmo tempo ver as suas reações, admito não existe nada mais BELO DO QUE UMA MULHER EM SEU MOMENTO DE PRAZER TOCAR A SIRIRICA ? E VER O SEU ROSTO DE SATISFAÇÃO.rnConvidei 19 mulheres (com direito de levar 1 convidada) todas com idade de 20 a 46 anos, entre escravas e submissas, alem de algumas que entrarão em contato pelo e-mail para uma tarde especial de prazer, para ir ate o local deveriam estar vestidas conforme convite: vestido com abertura lateral ou conjunto social, ir sem calcinha, salto alto, maquiagem leve e perfume suave ? levar: maio branco transparente ou espartilho (completo) com calcinha de renda.rnNa hora marcada (14:30h) começou a chegar às mulheres: loiras, morenas, negras, uma oriental e uma ruiva (natural) no total de 19 eu me surpreendi, e pedi para que a minha escrava DORA ? recepcionassem as convidadas, foi feito isto, eu de terno ? olhava cada uma delas e contemplava cada detalhe de corpo e rosto das convidadas.rnA DORA me apresentou a cada uma que estava no local e eu expliquei o porque do convite e agradeci pela presença e as deixei a vontade, a minha única exigência daquele momento em diante é que elas estavam em um ambiente seguro e aproveitasse ao Maximo, pois somente o prazer seria permitido, portanto elas teriam ate as 18:30h para aproveitar tudo que foi proporcionado, e voltariam para casa sem levantar qualquer suspeita da família.rnApresentei o quatro da dominação, o da submissão e o do prazer, nada de extremo ate porque o meu intuito era mostrar como deve ser apás iniciada.rnHoje eu seria apenas o anfitrião ? somente e se somente vocês me contagiarem com o prazer e as suplicas entrarei na festas de vocês, todas fizeram uma AAAAAAAAAAAAA em coro, mas mesmo assim deixei a DORA comandar a festa.rnA DORA na sala do prazer pediu para que todas se trocassem, parecia que 19 haviam combinados ? somente uma estava de maio inteiro transparente com abertura no fundo e com um coleira ? escrito SUA CADELA, Madalena, morena, casada 20 anos, 1,65 altura, 60 kg, malhada, sorriso e rosto lindo, bom como ela estava diferente ? a DORA a pegou pela mão e a colocou em uma cama redonda que fica no meio do ambiente da sala e iniciou a sessão com beijos e caricias pelo corpo, de leve foi descendo em direção a xota de Madalena, e ela gemia alto, e a DORA aproveito e convidou as outras para perto de Madalena, apás poucos todas estavam envolvidas, se beijando e acariciando o corpo de outra pessoa, mas uma pessoa não estava curtindo era a Ana Clara fui ate ela e perguntei falando no ouviu esta faltando alguma coisa CADELA??? ela apenas olhou e balançou a cabeça como dizendo SIM, chamei a DORA e disse a ela ? agora assuma o meu papel de dominadora e ensine as VADIAS como se goza !!!rnImediatamente a DORA mandou todas irem para o quarto da dominação e pegar as vendas, rapidamente obedecerão, e voltarão para o ambiente colocarão a venda e a DORA separou em dupla e mandou ? agora vocês irão se chupar 69, entendeu quero ouvir urrou de prazer e quem fazer a outra gozar primeiro te o direto de ir mamar o cacete do MESTRE, foi um momento de prazer, algo aconteceu no ambiente, agora elas vendadas, tudo mudou a vergonha e a resistência deram lugar ao inesperado e surpreendido.rnVi todas aquelas beldades com seus seios maravilhosos expostos, as posições alternavam constantemente como as parceiras também se direcionavam pelo tato, as xotas meladas os lábios ressecados pelo momento do prazer, os grelos molhados pela a saliva e o liquido que saída da xota, ANA CLARA era a que mais se esforçava para faz a RUTE gozar e que por sua vez fazia a mesma coisa com ela, de repente a RUTE abocanho a xota da ANA CLARA inteira e segurando forte o quadril (abraçando-a pelas costas) de ANA CLARA a fez gozar, e neste instante foi sequencial praticamente todas ao mesmo tempo.rnApás isto mandei todas tirarem as vendas e peguei uma cadeira e mandei a ANA CLARA, você gosta de se aparecer eu mostro como você é CADELA, sente-se de frente para elas abri as pernas bem devagar e mostre a sua xota, vi no seu lindo rosto uma sorriso de tesão as outras observavam e ela estava aDORAndo fazer o que eu estava ORDENANDO abriu mais as pernas e as outras estavam vidradas com aquela visão, confesso que eu já estava de cacete duríssimo com aquela xota depilada, agora eu dava a ordem para ela falando diretamente no ouvido você ANA passar o dedo pela xota, molhe os quatro dedos com a sua boca (saliva) e passei na xota inteira e com o dedo do meio bata de leve no grelo ? e vocês acompanham ela na siririca, ela ANA se masturbava com tanto tesão que gemia, delirava, de olhos fechados, mandei a ROSE vir para perto dela e tirar a mão da ANA da xota e passar a língua somente na pontinha do grelo, ela rapidamente veio e fez isto para sentir o SABOR DE UMA XOTA GOZADA, fiz isto com cada uma delas o tesão de ANA CLARA era tanto que URRAVA A CADA LINGUA QUE SENTIA NA XOTA ate que chegou a hora da FLAVIA ela se aproveitou de tudo e se instalou na xota dela ela sugava, mamava como se aquilo fosse a coisa mais gostosa do mundo e ANA CLARA não se fez de rogada ? pelo contrario se entregou rebolava, mexia pra frente e para trás na cadeira e FLAVIA não tirava a boca, ela chupava e mordia e ANA CLARA não aguentando mais gozou aos gritos FLAVIA mamou, amou se lambuzou, ai sim vi que elas definitivamente tinham entrado no clima, a ANA CLARA estava completamente esgotada, a mandei para cama.rnrnContinuada...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto curto de travesti com hermafroditeContos com picas bonitascontos eroticos orgasmo no colo titioconto erotico dois velhosvideornpossPorno maes pais iniciando suas ninfetinhas no incesto contosconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arrombouna viajem de trabalho a mulher transa com o chefe e gostou contocavalo pampo aregasano a boceta da mulherContos eroticos minha mulher e o policialele me chupou na biblioteca contos eroticosconto erotico gay coroa cavalao faz viadinho chorarxvideos aproveitar a fuder as primas escondidinhoconto.erotico abusada quando viu a calcinhaamanda meu marido.é corno mesmo contoscontos chupando rola em terreno baldioContos gays o fugitivo coroa negro me estrupou com 28cm de jeba.contos eróticos minha prima foi dormir na minha casade quatro levando uns tapas contoscontos eroticos: me incentivou a usar calcinhas minusculaseu minha irmã e minha prima conro eroticopenis entandrocontos eróticos morando com filhoBranquelo casa dos contoscanto erotico meu amigo negao comeu meu cucomendo o cu d sogra gordona d 290 kilocontos eróticos viajando com a sobrinha casadaconto eroticoeu pai me estuprou gaycontos eroticos minha sobrinha comi na minha camaconto erotico eu fui no ensaio da escola de samba e dei o cu laRelatos de gay quie derao ao pedreiro saradomaisexo peituda senta e goza na boca do macho contos eróticosConto erotico de incesto cuidando das amiguinhas da minha irmaconto deixou a buceta ficar peluda pra dar pro paiMeu irmao me confessou que ele e gay e tem vontade chupa no meu penisirmas cadelinhas contos eróticoscontos eroticos so casadinhas e velhinhoscontos eroticos esposa fumantecomi o.marido da minha mãe contosgaysneqguinha gritando ai vou gozarcontos eroticos real engessadacontos gay curradocontos nao tinha camisinhacontos de bichinha dando pra negaoTia chupou todinha de pernas abertasvontos eroticos filha sonda mae e paicontos eróticos eu provocava meu primo novinhoconto minha esposa foi drogada e deu na minha frentecontos eroticos fiz minha esposa mim comersobrinho no puteiro contocontos eroticos dona marcia coroa rabudanão sei como ela aguenta toda no cu e na boca está pica giganteContos Bota no cu tioconto gay amigo do meu paicontos de podolatriaconto acabei comendo o cuzinho delaaregasando a b da nconto erotico Lucimaraconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeucontos eróticos tatuadovídeo de gorda lavando o rabo ensaboadocontoseroticos obrigaram minha esposa a usar drogasencoxando minha filha na viagemo corpo da colegial tem que ser magro feticheX cuziho cagano nucacetecontos irmâ da esposavídeos pornô de avô sentando a netinha de sainha curtinha no coloO Sítio, O Andarilho e o Marido Feliz! [parte7  contos eróticos de lésbicas meu marido mandou sua irmã me ensinar a dirigircontoincestocolocontos: safadezas de um velhotitio pedia q eu sentasse no seu colo e fazia cariciasconto erotico iniciada por meu tio