Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TARDE DA SIRIRICA ENTRE ESCRAVAS ? DOMADOR I

Primeiramente agradeço a todos os contatos (e-mails) que tenho recebido de homens e mulheres, e todos são respondidos.rnDurante algum tempo acumulei pessoas que podem ser consideradas simpatizantes, SM, admiradores (HM) e curiosos (HM) ? jamais criei qualquer tipo de restrição, ate porque BDSM ? é considerado um TABU MUITO GRANDE SOCIAL (não para mim é claro).rnResolvi apás um pedido de uma escrava promover o encontro de escravas e submissas, para que elas se conhecessem e mais se interagissem quanto a DESEJOS FEMININOS.rnTudo isto fiz em razão dos mais lágicos e absolutos desejos femininos de estar com outra mulher e ao mesmo tempo ver as suas reações, admito não existe nada mais BELO DO QUE UMA MULHER EM SEU MOMENTO DE PRAZER TOCAR A SIRIRICA ? E VER O SEU ROSTO DE SATISFAÇÃO.rnConvidei 19 mulheres (com direito de levar 1 convidada) todas com idade de 20 a 46 anos, entre escravas e submissas, alem de algumas que entrarão em contato pelo e-mail para uma tarde especial de prazer, para ir ate o local deveriam estar vestidas conforme convite: vestido com abertura lateral ou conjunto social, ir sem calcinha, salto alto, maquiagem leve e perfume suave ? levar: maio branco transparente ou espartilho (completo) com calcinha de renda.rnNa hora marcada (14:30h) começou a chegar às mulheres: loiras, morenas, negras, uma oriental e uma ruiva (natural) no total de 19 eu me surpreendi, e pedi para que a minha escrava DORA ? recepcionassem as convidadas, foi feito isto, eu de terno ? olhava cada uma delas e contemplava cada detalhe de corpo e rosto das convidadas.rnA DORA me apresentou a cada uma que estava no local e eu expliquei o porque do convite e agradeci pela presença e as deixei a vontade, a minha única exigência daquele momento em diante é que elas estavam em um ambiente seguro e aproveitasse ao Maximo, pois somente o prazer seria permitido, portanto elas teriam ate as 18:30h para aproveitar tudo que foi proporcionado, e voltariam para casa sem levantar qualquer suspeita da família.rnApresentei o quatro da dominação, o da submissão e o do prazer, nada de extremo ate porque o meu intuito era mostrar como deve ser apás iniciada.rnHoje eu seria apenas o anfitrião ? somente e se somente vocês me contagiarem com o prazer e as suplicas entrarei na festas de vocês, todas fizeram uma AAAAAAAAAAAAA em coro, mas mesmo assim deixei a DORA comandar a festa.rnA DORA na sala do prazer pediu para que todas se trocassem, parecia que 19 haviam combinados ? somente uma estava de maio inteiro transparente com abertura no fundo e com um coleira ? escrito SUA CADELA, Madalena, morena, casada 20 anos, 1,65 altura, 60 kg, malhada, sorriso e rosto lindo, bom como ela estava diferente ? a DORA a pegou pela mão e a colocou em uma cama redonda que fica no meio do ambiente da sala e iniciou a sessão com beijos e caricias pelo corpo, de leve foi descendo em direção a xota de Madalena, e ela gemia alto, e a DORA aproveito e convidou as outras para perto de Madalena, apás poucos todas estavam envolvidas, se beijando e acariciando o corpo de outra pessoa, mas uma pessoa não estava curtindo era a Ana Clara fui ate ela e perguntei falando no ouviu esta faltando alguma coisa CADELA??? ela apenas olhou e balançou a cabeça como dizendo SIM, chamei a DORA e disse a ela ? agora assuma o meu papel de dominadora e ensine as VADIAS como se goza !!!rnImediatamente a DORA mandou todas irem para o quarto da dominação e pegar as vendas, rapidamente obedecerão, e voltarão para o ambiente colocarão a venda e a DORA separou em dupla e mandou ? agora vocês irão se chupar 69, entendeu quero ouvir urrou de prazer e quem fazer a outra gozar primeiro te o direto de ir mamar o cacete do MESTRE, foi um momento de prazer, algo aconteceu no ambiente, agora elas vendadas, tudo mudou a vergonha e a resistência deram lugar ao inesperado e surpreendido.rnVi todas aquelas beldades com seus seios maravilhosos expostos, as posições alternavam constantemente como as parceiras também se direcionavam pelo tato, as xotas meladas os lábios ressecados pelo momento do prazer, os grelos molhados pela a saliva e o liquido que saída da xota, ANA CLARA era a que mais se esforçava para faz a RUTE gozar e que por sua vez fazia a mesma coisa com ela, de repente a RUTE abocanho a xota da ANA CLARA inteira e segurando forte o quadril (abraçando-a pelas costas) de ANA CLARA a fez gozar, e neste instante foi sequencial praticamente todas ao mesmo tempo.rnApás isto mandei todas tirarem as vendas e peguei uma cadeira e mandei a ANA CLARA, você gosta de se aparecer eu mostro como você é CADELA, sente-se de frente para elas abri as pernas bem devagar e mostre a sua xota, vi no seu lindo rosto uma sorriso de tesão as outras observavam e ela estava aDORAndo fazer o que eu estava ORDENANDO abriu mais as pernas e as outras estavam vidradas com aquela visão, confesso que eu já estava de cacete duríssimo com aquela xota depilada, agora eu dava a ordem para ela falando diretamente no ouvido você ANA passar o dedo pela xota, molhe os quatro dedos com a sua boca (saliva) e passei na xota inteira e com o dedo do meio bata de leve no grelo ? e vocês acompanham ela na siririca, ela ANA se masturbava com tanto tesão que gemia, delirava, de olhos fechados, mandei a ROSE vir para perto dela e tirar a mão da ANA da xota e passar a língua somente na pontinha do grelo, ela rapidamente veio e fez isto para sentir o SABOR DE UMA XOTA GOZADA, fiz isto com cada uma delas o tesão de ANA CLARA era tanto que URRAVA A CADA LINGUA QUE SENTIA NA XOTA ate que chegou a hora da FLAVIA ela se aproveitou de tudo e se instalou na xota dela ela sugava, mamava como se aquilo fosse a coisa mais gostosa do mundo e ANA CLARA não se fez de rogada ? pelo contrario se entregou rebolava, mexia pra frente e para trás na cadeira e FLAVIA não tirava a boca, ela chupava e mordia e ANA CLARA não aguentando mais gozou aos gritos FLAVIA mamou, amou se lambuzou, ai sim vi que elas definitivamente tinham entrado no clima, a ANA CLARA estava completamente esgotada, a mandei para cama.rnrnContinuada...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


so rendudo socando ni bundao enormeconto erótico eguacontos eróticos mulher bundudacontos sexo esposa e maeRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negroscontos heroticos comendo a vendedora de trufaswww.contos eróticos.com.br enrrabei a patroacontos eroticos orgia com negrinha crentecontos incestosna infância eu chupo hetero sempreFamília contos eróticosfilhos gay moleque novinho trepando pela primeira vez cantando muitoEncoxador contosConto de mulhe minha esposa e o molequecontos/ morena com rabo fogosoUma buceta fofinha afim de um dotado contoschulé da minha irman contos eroticosConto erotico gay Fazenda famikiacontos eróticos minha tia me provocacontos putinha do matagalmandei a rola na minha enteadinha de seis anosconto de filho fudendo cu da maeminha amiga pervertidacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos eroticos de enteadasContos eróticos de bebados gayssexo molhe querendo sexo iumarido vai joga bolacomendo a irmãzinha e a amiguinha dela contos eróticoscontos eróticos de mulheres f****** com pedreirosgordinha contando suas trepadas c ontocontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anossalto alto conto eroticocontos eroticos de puta submissaContos eroticos comeu o cu da irmã q estava entalada debaixo da camacalcinha enfiada na bunda salto alto c dois homens contos gayseu conto sou casado meu cunhado fica passando um pau em mimcontos eròticos gay virou minha negacontos eróticos menina bobacontos de coroa com novinhoconto meu pai me contou como comeu minha tia e com a minha maeconto erótico meu tio tirou meu cabacinho e gosou dentro da minha rachinha miudinhacontos eroticos duas amogas se masturbando freirascontoeroticoarregacadaContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindocontos o amigo do meu marido me arromboucontos eroticos de vovodeixa eu botar meu pau na sua bandeirinha conto eróticocontos eróticos irmãconto atochada corno xxxconto erótico de brincadeira safadacoloquei minha sobrinha de quatro virgemContos olhando a mãe daconti erotico a massagista enfiou o dedo no meu cu e chupaContos incesto novinha calcinhacontos eróticos marido e Cida tudo para esposa e esposacontos meus dois amantesvendo namorada pau grande grosso traindo gozada porra contosponogafico morena25 gotojafilho dotado fudendi o pai desejosecretos.comcontos insesto mae de ferias com filhoSou casada Minhas filhas me viram sendo fodida contoflagrei minha maé com socio de meu pai contoscontos de sentadinha com o cuzinhocontos eróticos de mulher fudendo no bailetenho traços femininos cu conto eroticocomi minha prima no esconde-escondeVer sogra chupado a rola grossa do gerro emgolindo toda porra gosta gargangestrupada no colo do irmao contoconto mae e filha bebadasconto nao aguentei e fudi minha sobrinha de oito anoscontos eroticos comendoa crente no trabalhoconto erótico estuprada usando mini saia