Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SURPRESA COM UM SUBMISSO







Tudo começou num desses dias que o tesão está nas alturas e tudo que eu queria era alguém bacana para fuder legal, e dar uma boa relaxada. Fui para o lugar mais fácil de encontrar alguém disponível, a Internet e os chats. E no meio de tantas conversas inúteis, acabei conhecendo um cara legal, maduro de seus 40 anos. Branco, de corpo normal, e muito sedento por uma vara, pois segundo ele, haviam 2 mesees sem dar para ninguém. Foi a minha chance, me descrevi, 1,70 altura, magro, moreno claro, alguns pêlos, e um cacete faminto de 19cm envergado para cima e babão e saco peludo. O cara se interessou, nos encontramos no local combinado, ele me pegou de carro, e fomos a um motel. Dentro do carro, já coloquei meu pau à mostra fazendo o puto suspirar de vontade... passando a mão e apertando ele como se não quisesse mais largar. Enquanto eu falava putarias para ele, com uma mão dirigindo e a outra sempre que possível pegando no meu caralho. “Hoje eu vou usar esse seu cu ao meu bel prazer, putão”, eu falei para ele, com cara de safado... “Que delícia macho, hoje eu sou somente teu e você pode fazer o que quiser comigo”, foi a deixa, percebi ali que o putão coroa era um verdadeiro passivo submisso. Falei para ele, você vai provar o gosto de um macho... vai sentir o gosto de um homem de verdade. Chegamos ao motel, ele pediu uma suíte e entramos, ao entrar eu já fui deitando na cama, e falei para o puto ligar a Tv... colocar num filme de putaria qualquer, e depois tirar meus sapatos, meia, abrir o zíper da minha calça e começar a curtir o macho dele. Sem demora ele obedeceu... cada vez mais eu percebia que o puto era submisso dos bons. Falei: Vai putinha, beija o pés de seu macho... e vai pegar uma bebida para mim. Ele me trouxe uma latinha de cerveja, mandei que abrisse, e assim comecei a tomar, e ordenei que começasse a me mamar devagar e com jeito... pois eu queria sentir a boca do putão enquanto eu me refrescava com a cerva e via um pornozão. Ele assiim ficou de 4 em cima da cama e mamando muito o macho dele e gemia baixinho. Depois de um tempo apás terminar a cerveja faltava um último teste para saber se o puto era mesmo um completo submisso. Então falei: “Viado, seu macho ta afim de dar um mijão”. E de imediato ele responde: “Para isso eu estou aqui macho, para servi-lo como bem quiser, basta ordenar e eu obedeço de pronto”. Eu já não tinha mais dúvidas, era um escravinho na minha frente, então falei, “Vou mijar na sua boca, não quero deixe nenhuma gota cair hein”, “Sim, senhor”. Comecei a mijar “vai viado engole o mijão quente de seu macho, vai puto, isso assim mesmo... não deixa nada cair hein...” Apás ter tomado tudo e mostrado a boca aberta para comprovar, ele disse: “e agora mestre, o que eu posso fazer para satisfazer seus desejos?”. Eu falei, tira a minha roupa, depois toda a sua, viado, e fica de 4, com o rabo bem empinado, e no chão, que escravo deve ficar no chão mesmo. Ele atendeu sem questionar. Esse viado estava me saindo melhor que encomenda. Coloquei uma camisinha, cuspi no rabo do viado submisso e falei agora aguenta, que você vai levar o que estava procurando, pica no cu, vou deixar esse rabo arrombado mesmo.



Sem dá, eu enterrei meu caralho naquele rabo quase virgem, até sentir tudo dentro e comecei a socar de imediato. O puto so gemia, mas não reclamava, sempre dizia: “Obrigado meu macho, por me escolher para seu prazer. Esse rabo é seu, faça o que quiser”

Soquei fundo... por um tempo...

Falei para ele: “sorte sua que estou com pressa, se não você ia ver o que era bom...

Eu realmente não tinha muito tempo, então tratei de meter mais nesse puto, até chegar ao gozo... qdo estava por vir, falei: “Chegou a hora viado, quero gozar”. Tirei o meu pau do cuzão do puto, quando olhei o cuzão dele, vi so o rombo, que tesão que me deu. “Abre a boca, quero ver você tomando o leite do seu macho. “sim, senhor, aqui está minha, boca pode usar como quiser”... mandei o puto colocar a língua para fora e comecei a gozar... “Ahhh tesão seu puto, não deixa nada cair no chão. Cada jato e gota de porra que saia o viado sugava... se escorresse pela boca ele limpava com o dedo e colocava de volta na boca. “Isso putão, vc me saiu melhor que encomenda... um verdadeiro submisso.



Pronto agora estou satisfeito, precisamos marcar um outro dia com mais tempo, pois vou querer usar mais esse viado.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico prostituta estrupadasou a noitinha da escola sou novinha contosMinha prima me falou que tem vontade de chupa no meu peniscontos eroticos quanto vi aquele pau mostruoso o meu cu piscominha mae e minha esposa mim casticando contos eroticosContos eroticos comendo cu da madrasta e da meia irmacontos eróticos comi a mãe do meu amigo dormindoavo dando leitinho pra netinha safadinha e bem novinha conto eroticoconto erotico consultorio medico gaycontos er gozando na boquinhacontos eroticos de gang bang com ninfetacasa dos contos mae e filha xupação de bucetacontos eroticos acampamento pirenopolisContos eróticos rabudinha chorou na picacontos eróticos de incesto minha mae no meu colonosso primeiro ménage com um colega de trabalho - relatosArregassando a bucetinha de uma virgem enquanto ela chupa o.pau do outrocontos eroticod minha vo sento e me deurelato erotico cheirei a calcinha gozadaRenato shortinho coladinho fazendo na rolaeu minha irma e meu padrasto na camaconto dando banho no cunhado acidentado gaytrai meu marido com um moto taxi contocontos gosto de ver meu marido usando calcinhaVideos porno porra boca raquel falando do prazer gozou duas vezes na sua bocanovinho delirando na primeira gozadachupei minha netinha contos eróticossou casada sedusi meu sobrinho contosMeu irmaozinho caçula me te penetroucontos erotico comi o hetero parte 19contos eroticps o coroa bombou mesmomasagista se marturbando no meio do espediente porconto erotico sentado no colo baicha saiaconto engravidei a cunhada rabudapapai - contos eroticosGozou nas minhas coxas por chantagem meu irmão contos eroticoscontos eroticos de lolitos com tios de amigoscontos noivas deram pra cunhadoconto erotico paraliticofazer sexo anal com cachorro pequeno e possivel ficar engatadocontos fode-me paicheirei o fundinho da calcinha usada da minha tia safada contosconto de filho dano o cu ao padastrocontos eroticosde medicaconto gay na praça com heteroxconto peguei meu filho comendo o coleguinha e comi os doisjapa enfia o dedo no seu cu virgemvistorias eroticas de zoofiliamulher sobe em cima da pica do manequimContos o caminhoneiro me chupou inteiracontos hermafroditaFUDIDA POR UM DESCONHECIDO, CONTOSrelato erotico cheirei a calcinha gozadagorda sentada no sofa e cachorra lambendodormindo com o namoradinho gostoso contos eróticosmeu pai fogoso contome comeramdormindo contoseróticosConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zooesposas evangélicas fudendo com entregadorescontos eroticos de mulheres obesasconto erotico a honra da casaporque cavalos tem pirocãoConto virei esposa pai no sitioconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arromboupiazadas da favela comendo velhas rabudascontos de humilhada no.ginecologistatraicao engravidar porn contoscontos de putinhas casadalevando meninos gay no colo pra come seu bubum contosfamilia naturista contoContoseroticosnaruaconto gay sexo torcedor pirocudo levando meninos gay no colo pra come seu bubum contoscontos de esposas putasconto fazenda com mamaepediu pra ver a buçeta da aniginhaContos eroticos forçada a dar para um.cavalo na fazendameu professor meu namorado contos gay