Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUI FODIDO PELOS MEUS 3 TIOS.

Meu nome é André, e desde meus 19 anos sempre fui muito safado e putinho, tinha um jeitinho meio efeminado, branquinho, magrinho, rostinho masculino, mas com traços femininos.

Essa historia aconteceu recentemente (tenho 19 anos e um corpinho um pouco mais malhadinho, mas ainda bem magrelinho). Estávamos eu e mais 3 tios (bem diferentes) voltando de um casamento do interior, 2 deles estavam bastante alcoolizados: o Marcos (Marcão), bem gostoso (não é sarado, nem gordo, é bem normal, jeitão de homem e sempre bronzeadão de sol), todo suado, peludo e barbudo, com cheiro de pinga e suor. E o Aurélio, que era o mais gordinho, tão peludo e suado quanto o Marcão, mas aparentava estar mais bêbado, além disso, tinha um volume gigante na calça.

Os mais sábrios eram eu, no carona, e o tio Ricardo, dirigindo, que é bem magro, um pouco mais baixo que o Marcão, mais ou menos da altura do Aurélio. Ele também era bem peludinho, porém menos que os outros dois, era o mais velho, já grisalho, porém bem mais em forma (saradinho) que qualquer um de nás 3.

Quando estávamos na estrada, voltando pra casa do tio Aurélio, que morava com sua esposa e filhas, ele disse "vamos caçar um puta pra foder", e o Marcão já foi logo concordando, disse que pagava uma pra cada um e ainda uma rodada de birita. Eu havia adorado a sugestão, pois ia poder ver aquele monte de macho bufando de prazer, mas o bom senso falou mais alto e eu disse "que isso tio, melhor agente ir pra casa", e na hora os 3 começaram e me insultar e me chamar de viadinho e gayzinho.

Fingi-me de irritado e falei “Eu posso ser tudo isso, mas aposto que trepo melhor que qualquer vadia de beira de estrada”. Todos ficaram em silencio, até que de repente, tio Bruno levou o carro pro meio do mato, freiou, e disse “então você vai ser nossa putinha agora”. Assustado, mas já de pau duro, observei ele tirar pra fora da calça um pau grossinho e branquinho de uns 17cm pra fora, sem relutar, mergulhei de boca naquela rola e comecei a chupar freneticamente, quando o Aurélio gritou “Epa, epa, deixa fôlego que agente também quer!”.

Então saímos todos do carro, e os 3 começaram a tirar minha roupa, revelando um corpo todo depilado, então o Marcão, sempre sacana gritou “olha que bichinha, tirou todos os pelinhos, chupa essa vara aqui”, e tirou a roupa toda, revelando aquele corpo peludo, com marca de sunga de praia, e um pau de também uns 17cm com uma cabeçona toda babada. Estava tão excitado que lambi aquela cabeça toda, e chupei o pau dele até senti-lo na minha garganta e os pelos encostando no meu rosto, sem fôlego comecei a chupar normalmente quando senti outra vara batendo no meu rosto. Era o pau enorme do tio Aurélio, tinha pelo menos uns 19 ou 20cm, bem grossa, cabeça bem vermelha, sem hesitar, comecei a chupar e punhetar os dois, enquanto o tio Bruno, pegou minha bunda e começou a passar a língua no meu cuzinho, que já tava piscando.

Nás quatro gemíamos de prazer, eu mais ainda, sentido aquele cheiro de macho em volta de mim. Tio Bruno me mandou ficar de quatro no capô do carro e se masturbou até gozar, sujando todo meu cuzinho, “Vem Ca Aurélio, usa minha porra de lubrificante pra foder essa putinha”, “nada disso eu to quase gozando, vou primeiro”, disse o Marcão, que enfiou toda a pica de uma vez no meu rabo. Eu gritei de dor, sentido aquela cabeçona me rasgando, mas ele me agarrou pela cintura e começou um vai e vem bruto, até eu o ouvir urrando, e sentir aquela pica tremendo dentro de mim.

Eu já estava exausto, e meu cu todo lambuzado, quando o tio Aurélio me mandou ficar paradinho que ele iria me foder pra valer. Fiquei assustado com o tamanho daquela pica, mas tentei relaxar, ele foi colocando bem devagarzinho, mas eu ainda sentia uma dor terrível, e por isso gritava um monte de palavrão, estava quase chorando então ele calou minha boca com a mão e disse “cala boca sua putinha, você pediu agora vai levar pica no rabo, e vai ter que aguentar”. Começou a bater na minha bunda e enfiar com força. Foi quando eu observei o Marcão mijando e o Bruno fumando, mas os dois olhando pra mim sendo enrabado. Aquilo me deixou tão excitado, que mesmo com o cu rasgando, senti que meu pau ia gozar, quando avisei meu tio Aurélio ele avisou que também ia. Virou-me de frango assado no capô e nás dois gozamos, eu em cima e ele dentro de mim.

Colocamos as roupas, e voltamos pro carro, o tio Aurélio e o Marcão dormiram praticamente na hora. Eu, que estava com o cu vazando porra, mas me sentindo realizado, e o Bruno ficamos conversando. Ele perguntou se eu não preferia dormir na casa dele, já que a casa do tio Aurélio já estava cheia demais. “Por mim tudo bem”.

Chegamos à casa do Aurélio junto com alguns outros convidados, os despachamos e fomos pra casa do Bruno.

Chegando La ele falou pra eu tomar banho no banheiro de empregada, e foi tomar banho no quarto dele. Sai do banheiro enrolado na toalha e fui pro quarto dele pedir uma roupa emprestada. Ele já estava de banho tomado e usando apenas samba-canção, meu pau ficou quase duro de novo.

“André você quer dormir aqui comigo, ou na sala?”, “Com você tio, posso?”. Então ele me abraçou me beijou no rosto e pediu desculpas por hoje, “que isso tio, eu gostei muito, pena que você não quis me comer também”. Nesse momento ele tirou minha tolha, e disse “Eu queria fazer isso a sás com você meu menino, você é lindo sabia?”, começou a me acariciar, até que então me deu um beijo e me abraçou forte, como se eu realmente fosse o menino dele. Nás fizemos sexo até o sol aparecer pela janela (já estava quase amanhecendo mesmo), então adormecemos abraçados e juntinhos. Foi o melhor dia do ano.

Desde esse dia eu e meu tio Bruno começamos a namorar escondidos, mas infelizmente não moramos na mesma cidade, então isso sá dura durante as férias.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de incesto dez anosEU TIRANDO FOTO MINHA BUNDA DI CALCINHA FETICHE OLHONDO ESELHO MINH BUNDArasgada contos eróticoscolega guspindo dentro do útero da minha esposa contocunhado fagendo sexo com cunhada noivinha gostosacontos eroticos boquete da cumadreContos no colo do irmãoque cunhadacontos Minha esposa rabuda provocando de shortinho contos swingdomindo sentir o dedo do meu tio na minha bucetacontos sexo minha mulher sua patroacontos meu cuzinho aberto escorrendo porracontos eroticos minha tia era vigemconto erótico marido deixou sua esposa dormido pra tentar come outra seu amigo dotado venho e comeu elameu irmão comeu minha mãe. desabafominha esposa nega mas eu sei que sou cornoConto submissa lesbicaconto arrembentei o cabaço da minha filha deliciacontos hermafroditaconto o Pastor me comeucontos eróticos gay cuidando do cachorrão do vizinhoconto erotico na piscinaminha irmã a mais gostosa da familia conto eroticocontos erótico com viuvashttps://cheapjerseysfree904.top/celebritysexstories/m/conto_972_putinha-desde-novinha---o-velho-tarado.htmlcontos porno de velhos caipira comendo viadocontos eroticosproibidoAdoro dar o cu para o papa contossogra pernas aberta eu vi a caucinha comtos contos de incesto dez anosvou ja ja no meu bucetao gostosocontos eroticos minha enteada me chantageouconto erotico incesto sonifero filhaConto comi o cuzinho do meu entiado e gozei dentroconto comi o cu da minhamaeConto Erótico Primas putascontos eroticos gratis de baba lesbicaamiguinha da minha filha me chupouvirei cadela contos gayscontos de coroa com novinhocontos eróticos assaltantes me f****** na frente do meu filhocontos eróticos comendo a vizinha do aptoconto minha esposa me trocou por um negãocontos minha filha enrroscada na minha picacontos erótico proibido na net chatagiei a sobrinhaconto erotico minha mulher ficou de frango assadocontos eroticos infanciaConto eroticos das coroas 42 lindas e gostosas de 41 anos com teu afilhadoconto erotico com lesbicas com fotocontos eroticos em familiapessoas fazendo sexo gostossooooColocou dentro contos eroticosconto d patricinha c o borrscheirosou cominjoneiro gay e minha esposa uma putona contos eroticosareganhando o cu e epois a boceta com a mao relaxandoconto de quando era novinho chorei com uma pica grande no meu cuzinhocontos eroticocos de gay casados com mulher fulera contos eróticos de filho com sua mãecontos erotico mayara piercingesposa na praia de nudismo passa lama contobucetinha lisinha e meladacontoscontos gays mamando no mamilodopei o.garoto contos gaysmeu marido bebeu e meu cunhado me comeufilho da vizinha contocontos coroas minha chefefilmando a minha sogra de saia limpando a casaconto erotico mulher bunda grande e mulequeminha mãe me flagrou com seu vibrador conto gayeu trinquei o meu pau na mão dela contos eróticoscomi o muleques da borracharia - contos gayusando uma calcinha pequena e morrendo de tesaicomi a prima do meu pai com mais de 50 anos contos eroticos publicadoscontos eroticos mandei meu filho mete no meu cuzaobrincadeira de lutar comi o viadinho. contosContos greludas de fiozinho enfiado