Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CARIDADE NO ASILO

Ola meu nome é Barbara, tenho 27 anos, 56kg, 1,70m, morena claro, seios médios pontudos e completamente duros que segurando meu marido, um verdadeiro peito de puta por seu formato e o tamanho dos bicos, uma bunda redondinha e durinha e uma buceta grande que mau cabe em um biquíni que esta sempre com uma minúscula marquinha de sol, sou casada com um homem lindo e gostoso que me deixa louca na cama e em vários lugares onde nossa imaginação mandar, sempre fui uma mulher caridosa com as pessoas principalmente com os idosos o que fez com que meu marido despertasse em mim o exibicionismo, pois como ele mesmo disse o que e bonito tem que ser visto, porem apenas por quem merece ver o que pertence a ele, foi ai que meu gato teve a idéia de como eu poderia dar alegria para alguns velhinhos de um asilo perto de nossa casa e que segundo ele deveria ter um bom tempo que eles não tinham visto um corpo de mulher em sua frente, e como é aqueles asilos mais humildes alguns homens poderia nunca ter visto uma buceta de verdade em sua frente, porem meu marido colocou uma condição, de que eu sá sairia de dele ter certeza de que meus peitos, minha buceta e meu cusinho tivesse sido mostrado, perguntei como eu faria isto ele disse que eu saberia como; marcamos para uma sexta feira às 16:00hs, em casa me preparei como se eu fosse dar para meu gato, depilei deixando uma faixa estreita acima do grelo, coloquei um vestido rodado com alcinhas e é claro sem calcinha, meu gato ficou doido quando sai do quarto levantou meu vestido e viu que minha buceta estava inchada de tesão que segundo ele quando ela fica assim meu grandes lábios ficam enormes e que a visão seria perfeita, chegamos no asilo na hora marcada com alguns presentes do tipo dominá, baralho, dama etc, fomos recebidos por um senhor de aproximadamente 50 anos moreno queimado de sol que nos direcionou para o local onde ficam os velhinhos, quando chegamos em um dos quartos avistamos um senhor de aproximadamente 70 anos, que via TV, nos apresentamos e começamos a bater papo, o velho não perdeu tempo me olhando de cima embaixo, como tinha uma poltrona na frente da cama me assentei e dei loco o primeiro barranco para ele, que foi dos peitos que ao abaixar quase saiu do vestido pois ao entrar no quarto abaixei o vestindo um pouco para aumentar o decote, o velho ficou doido e como ele tinha muito para ver ainda abri um pouco as pernas para que ele tivesse a visão de minha buceta, como meu marido estava na mesma direção que ele, me disse mais tarde que minha buceta estava linda e que quase deu para ver o cusinho, porem quase ainda faltava algo, levantei e cheguei perto para ver se seu pau tinha dado sinal de vida e para minha surpresa estava durinho debaixo do cobertor, saímos e fomos para outro quarto au entrar tinha um senhor negro de uns 60 anos sentado em um sofá ouvindo rádio, nos apresentamos e sentamos e para facilitar sentei de frente para ele, e já fui abrindo um pouco as pernas o velho não perdeu tempo arregalou os olhos em minha bucetona a esta altura escorendo de tesão, pude perceber que seu pau já estava duro, fiquei curiosa e tive vontade de ver o pau dele pois parecia grande o bastante para minha buceta, pedi meu marido para buscar água para nás pois estava com cede, porem era um cádigo para ele sair e ficar olhando se alguém vinha, foi ai que sem nenhum pudor abri as pernas e mostrei toda minha buceta para ele que ficou olhado sem parar, sá desviou os olhos quando coloquei meus peitos para fora pois meu marido tinha me dito que eu deveria mostrar tudo sá faltava meu cusinho, então resolvi fazer diferente já que era para fazer caridade que seria feito direito, pedi para ver o pau dele pois parecia bem grande o velho sorriu e tirou o pau para vorá, que pau grosso e cheio de veia, parecia um toco, perguntei se podia pegar para sentir se realmente era duro mesmo, quando peguei não acreditei era duro como rocha, preto e uma cabeça que parecia um cogumelo, não resisti e comecei a bater uma punheta para ele que reagiu pedindo para eu abrir as pernas para tocar minha cuceta que escoria nas pernas, o velho enfiou dois dedos em minha buceta e um no cusinho, pensei que ele fosse gosar sá de tocar mas segurou firme, não resisti novamente e pedi para ele segurar seu pinto apontado para cima que eu ia sentar nele, o velho não acreditou levantei o vestido até a cintura abri as pernas na poltrona e toda aberta abaixei até aquela coisa cabeçuda, quando a cabeça encostou na minha buceta pute perceber o quando minha buceta estava molhada pois a cabeça foi entrando e abrindo caminho até as bolas encostar em minha bunda, que delícia minha buceta estava alargada ao Maximo que parecia rasgar, o velho começou a rebolar feito louco, e eu a subir e descer até que sentir que ele ia gozar, levantei e direcionei aquilo na entrado do meu cusinho que teve uma certa resistência mas quando entrou foi até o talo tirando de mim um orgasmo maravilhoso, o velho não aguentava mais então percebendo que seu monstro ia explodir tornei a colocar seu pau na buceta para receber toda dua porra que chorrava sem parar, nunca tinha sentido tanta forca em uma gosada, quando leventei parecia que minha buceta não ia parar de escorrer, fui até o banheiro me limpei despedir do velho e fomos embora dizendo que voltaria para mais uma visitinha, quando chegamos em casa meu marido me comeu tão tostoso que gosei novamente, e assim pude fazer mais uma caridade.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu pedreiro comeu eu e meu marido contoscontoseroticos chupando meu tioNo bumbum da baiana - contoscontos eroticos meu sobrinhocasa dos contos eroticos emtre as irmas evsngelicas casadas conto erotico irmã biscatedei o cuzinho é fiquei arrombandoContos eroticos minha primeira vez com outro homemcontos sexo a papai vai doer não cabecontos brincando de casinhacontos eróticos cheirando a bunda de minha sogradois gay fudendo violentamentw/entre sicache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"porno produto gruda pinto na bucetaSebastião, o vaqueiro que gostava de cavalgar 2rasguei o afeminado novinhocontos eróticos gay taxista Santarém ParáCafofo Lekes punhetaconto sexo meu cunhado meu donomeus patroas adoram chupar a minha bucetacontos eróticos velhos gays pauzzudos vídeoscontos de mulher estuprada por marido e seus amigosMeu primeiro menage a trois conto veridicocontoseróticos metendo com o bebê no coloconto casal fudendo com outrominha mãe me viu dando a buceta contomarido tarado conto eroticovideo porno mulher do meu amigo de chotinho na festa casa dele realidadevideo conto traiu marido punhetaContos eróticos-comir uma senhora aposentada.contos eroticos minha esposa aguentou tudo no curelato erotico meu filho gosa nas calcinha minhasmeu sobrinho insaciável na cama contobundinha com calcinha sensual da virgemcontos eroticos gratis de virei a putinha da minha sogra lesbicacontos erotico eu meu marido e velho do fundo de casaconto erótico pedreiro que esperou o dono da casa ir trabalhar para forçar a mulher transa com eleconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arrombouchupando a bunda da daniele enquanto ela dormia 2conto erotico jogando game com o garotinhoos bêbados mais lindas gostosas de todos os tempos pelados mostrando o paupiazadas da favela comendo velhas rabudasconto eu e meu sobrinho metendo vai fode o rabo da titiacontos eroticos cunhadoxcunhadaTodos adorao meu cuzinho contos eróticostirou as pregas dela contossexo porno safada do sitiotudo no cucomigo vamo mulher do meu irmão meu irmão viu como um laser transar entre família comigo a mulher do irmãohttp://idlestates.ru/m/conto_16695_foi-pra-ser-chupado-e-o-negao-me-comeu.htmlvidio porno corno mulher da em cima do jsrdineiro e empregada ver e participabuceta Detinhacontosmeu marido quer fode meu cu mas to com medocontos esposa adora macho pauzudo mulheres enfiando desodorante pontudacontos erotico so de negrinhas dando o cusinho e a bucetinha pro cunhado e chupando muita rolaconto erotico viadinho com shortinho e calcinha é estupraadocontos eróticos eu como minha sobrinha na frente da minha esposacontos eroticos comendo cu da prima e tia junto com o tioconto eróticos lábios românticosfilmes porno a cordano minha mae japonezaporno estrupo do chefunho cnto eroticstava de sunga gozada no clube contoscontos fui visita meus tios ba fazebda e torei minha priminha de doze anosContos gay me amaciou a fodercontos fui acampa e virei cornoconto erótico f****** gostoso a b******** da minha filhinha n******contos eróticos cantada na rua não resisti e traínovinha gostosa exfrega no mototaxigaviao do progama malucos molhado pelado de rola duravi minha esposa dando mole contoscontos de mulher da buceta arombadaconto de irmãos e cunhadocontos meu marido da pica pequenaprimeira vez em fraldas tesãocontos erotico mangueira na buceta