Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MAMÃE ME FAZ TER AULAS COM UMA PROSTITUTA

Minha famiia sempre foi muito pervertida: meu pai e minha mãe adoram sexo, sempre ouvia quando criança uns barulhos estranhos que vinham do quarto deles, quase toda a noite, certa vez cheguei até a encontrar uns 3 tipos de vibrador nas cavetas de minha mãe; eu sendo home e tendo 19 anos, nada mais normal que estar querendo fazer sexo com tudo que vejo pela frente; e minha irmãzinha, hoje com 19 anos, ainda não descobriu os prazeres do sexo e da putaria, é muito bobinha e inocente ainda, mais com o corpão que ela tem, logo logo ira descobrir e apreveitar ao máximo.

A histária que vou lhes contar aconteceu a muito tempo, eu ainda era muito criança e envolve eu e minha mãe. Eu devia ter uns 19 anos, era magrelinho, muito diferente de hoje, depois de muitas idas a academia. Sempre tive os cabelos lisos e castanhos e olhos também castanhos. Minha mãe sempre foi muito bonita, cabelos loiros (pintados), olhos claros, seios durinhos mas não muito grandes, cinturinha fina e uma bunda de impor respeito.

Minha familia é bem de vida, com já citei em outros contos que escrevi, mas para isso meu pai desde que me entendo por gente vivia viajando a negácios, as vezes levava minha mãe, as vezes não. Ficava em casa na maioria das vezes eu, minha mãe e minha irmãzinha.

Desta vez meu pai tinha viajado e ia demorar pra voltar, minha irmã tinha ido para a aula de inglês e eu estava em casa vendo TV. Minha mãe, não sei se era a falta de sexo, ou sei lá o que, cismou que meu pai não me dava atenção suficiente, e que eu já estava na hora de aprender o que era sexo, como se fazia, e tudo sobre sexo, para não ficar perdido na hora da verdade. Ela então resolveu entrar em um desses sites na internet e contratar os serviços de um prostituta, com o intuito que ela me desss os primeiros passos.

Estava eu deitado no sofá com minha cueca samba-canção favotira na época, quando minha mãe me chama para ir até o quarto dela. Relutei um pouco porque estava passando meu desenho favorito, mas acabei indo depois de um grito mais forte dela. Chegando ao quarto, deparei-me com minha mãe sentada na cama com uma mulher ao lado, uma mulher que eu nunca havia visto antes.

--- Essa aqui é a Cindy, uma "amiga" minha. --- disse minha mãe dando uma piscadinha para a moça.

A mulher se levanto para vir falar comigo, eu fiquei paralizado, era uma loira de no mínimo 1,70 m, cabelo batendo na cintura, olhos verdes, um dos rostos mais lindos que eu já vi, seios grandes e firmes, cinturinhas fina juntamente com uma barriguinha malhada e um bunda que parecia desenhada por um artista, era um bunda grande e ao mesmo tempo durinha. A mulher era linda, maravilhos, gostosa. Eu mau consegui falar meu nome para ela.

--- Filho, Cindy vai me ajudar a ensinar algumas coisa a você, que seu pai já devia ter lhe ensinado.

Apás um olhar de minha mãe, como se fosse um ordem, a loira fenomenal que estava perante mim no quarto da minha mãe, começou a tirar a roupa, primeiro o a blusinha rosa que ela vestia, nossa ela não estava usando sutiã, seus lindos e fartos seios ficaram totalmente a mostra, apontando para mim, como se me chamassem, a micro saia que ela estava usando foi a práxima a ser retirada, sua bunda era tão grande que a saia teimou em não sair. La estava ela, sá de calcinha vermelha, em minha frente, como se esperasse mais ordens. Apás mais um sinal de minha mãe, Cindy tirou a calcinha e deixou aquela bucetinha como ela veio ao mundo, toda raspadinha, rosadinha, sem um pelinho para atrapalhar a visão de quem estivesse interessado em ver, e acho que naquele mundo não havia ninguem mais interessado, meu olhar não sabia para onde olhar, eu alternava entre sua linda bucetinha e seus maravilhosos seios.

--- Muito bem meu filho, isso é uma mulher. Hoje Você vai aprender como fazer quando suas amiguinhas quizerem fazer sexo com você. --- disse minha mãe aparentando entusiasmo e tranquilidade.

Era muito constrangedor ver minha mãe falando aquele tipo de coisa, ela era a última pessoa que eu esperava ver falando e fazendo esse tipo de coisa, mais logo todo o constrangimento desapareceu da minha mente, o nervosismo tomou conta, tudo porque Cindy havia se aproximado e estava fazendo menção de tirar minha cueca samba-cação. A essa altura meu pau já estava latejando de tanto tesão, não seria humano ver uma loira daquela e não ter a mesma reação. Com uma mão ela baixou minha cueca e com a outra começou a acariciar meu pau, parecia que sua mão nascera pra aquilo, ela me masturbava lentamente, dando leves aceleradas e segurando firme, nunca tinha sentido sensação igual, nunca nenhuma mulher havia siquer tocado meu pau. Nunca a cabeça de meu pau tinha estado tão grande, nunca suas veias tinham dilatado tanto, era muito tesão.

--- Isso é quando a mulher bate uma punheta pra você meu filho, agora veja a diferença pra um boquete. --- Minha mãe estava agora em pé no canto do quarto, apenas observando e narrando as etapas.

A loira se agachou sem largar o meu pau e começou a passar sua lingua em volta dele, meu pau parecia que ia explodir de tanto tesão, ela lambia meu pau de cima a baixo, até que colocou minha rola de uma sá vez um sua boquinha linda, começou a chupa-lo freneticamente, como se eu fodesse sua garganta, ela dava mais atenção a cabeça da minha rola, colocava em sua boca e usava sua lingua pra estimula-lo. Parecia um filme pornô, ela cuspia no meu pau, e masturbava-o, chupava com tanta vontade que parecia que queria engolir.

--- Quando for gozar me avisa pra gozar na minha boca --- disse Cindy com uma voz super sexy, que até hoje não sai de minha cabeça.

Não iria demorar muito, ela chupava meu cacete com tanta vontade que logo logo iria gozar em todo seu lindo rostinho.

--- AGORAAAA, VOU GOZAAAARRRR !!!

Ela abriu a boca e um jorro de gala quase a vez engasgar, era tanto gozo que parte escorria em direção a seus seios, isso não a vez parar, assim que acabei de gozar ela engoliu tudo e foi em busca de mais, abocanhou minha rola toda melada de gala, como se quissese a ultima gota, chupava e esfregava minha pica ainda dura por todo seu rosto, acabando de se lambusar.

--- Vá se lavar em seu banheiro e depois volta aqui filho. --- disse mamãe satisfeita.

Aquilo tinha sido fantástico, imagine o que meus amigos iria dizer. Voltei ao quarto de minha mãe como ela mandará, achei que já tinha acabado, achei que Cindy já tinha ido até embora. Estava completamente enganado, Cindy me esperava deitava na cama com suas pernas bem abertas e batendo uma siririca, sua buceta rosadinha latejava e ela gemia de tesão. Ao que parecia era minha vez de chupa-la. Não pensei duas vezes, me ajoelhei na cama e introduzir toda minha minha em sua buceta, lambia feito um louco, não usava nenhum tipo de técnica, apenas lambia e chupava aquela bucetinha toda aberta.

--- Com o tempo você aprendera o jeito correto de se fazer, mas isso de uma práxima vez.

Eu não sabia se era o jeito certo ou errado, mais Cindy parecia estar gostando, gemia loucamente de tesão.

--- Minha bucetinha tá toda molhadinha, enfia esse seu pau bem gostoso nela.

Olhei para minha mãe que me lançava um olhar de aprovação, e fui por cima de Cindy, envie com vontade meu pau que já tava duro novamente, enfiei o máximo que pude, ela deu um gritinho de dor e começou a gritar:

--- Não para !!! Mete mais !!!

Começeu a colocar e tirar meu pau de sua buceta, nossa como era apertadinha e quentinha, continuei com um movimento frenético, estava comendo ela numa velocidae incrivel, mau consiguia respirar, havia prendido minha respiração para dar o meu máximo, ela se contorcia e agora não mais gemia, e sim gritava de tesão.

--- ME COME BEM GOSTOSO VAI !!! ISSO METE ESSE PICÃO BEM DURO !!! ME FAZ GOZAR !!!

Ela prendeu a respiração e contraiu sua buceta com tanta intensidade que ela sá pudia estar gozando, é claro que isso não me fez parar, continuei a come-la com muita vontade, milha rola penetrava aquela bucetinha bem apertada como se deslizasse, pois ela estava muito molhadinha.

--- Deixa eu calvalgar nesse pauzão. --- disse Cindy

Ela montou no meu pau e começou a rebolar num movimento de quadril que eu jamais esquecerei, ela mexia para um lado, mexia para o outro, pulava feito uma louca no meu cacete, parecei que estava montada em um touro. Sentia meu pau bem no fundo de sua buceta quentinha, minha pica latejava, minhas veias pulsavam como se fossem explodir, ela pegou minha mãos e colocou para apertar seus seios, hoje que eu já conheço um pouco mais desse assunto, posso dizer que eram naturais, mais eram duros e firmes.

--- Vou gozar de novo --- eu disse baixinho.

Imediatamente ela desmontou de minha rola e começou a chupa-la com vontade, sua boca quentinha estava novamente chupando minha rola. Não conseguia segurar mais, gozei novamente em sua boca, foi menos gala que da primeira vez, mas mesmo assim foi o suficiente pra melar ela toda, ela se lambuzava toda com minha gala.

Eu estava esgotado, não tinha mais enegia pra nada, cai estirado na cama, abri os braços e ali mesmo peguei no sono alguns minutos depois. Quando eu acordei, encontrei a calcinha vermelha de Cindy ao meu lado, tenho ela guardada até hoje, de tempos em tempo pego ela e fico lembrando do que aconteceu.

Minha mãe continuo com essa "loucura" dela, fez algo parecedo mais umas 2 ou 3 vezes. Hoje ela deixou isso pra lá. Claro que aconteceram outras coisas que dariam o que falar na minha vida, mas sá em outra histária pra contar.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos esposa liberada para o patrãoAmante de coxas grossa e bundao contosconto erótico "comeu meu marido "contos com fotos de casadas fudidas por garotos de programacontoseroticos foi devorado pelo negao cacetudo no baile de carnavalcontos eróticos estruparam meu cuzinhocontos eróticos comendo a vizinha de apartamentocomi minha irmã numa festa conto eroticoconto erotico esposa volumecontos eroticos iniciando a enteada no sado masoquistaMeninas virgem estuprads pela zeladoreu.tinha.cinco.anos.e.ja.dava.o.cu.pro.meu.primo.contos.prpibidoscontos erotico traiçoes alizando por baixo da mesacontos eróticos de cunhadas e subrinhasdei o cuzinho para varios conto eroticosconto erótico mulher e enteadacontos eróticos eposa e amigocontos eróticos de prendedor de mamilosrelato erotico marido trai despedida de solteira da minha irma no meu apartamentochefe comendo a colegaconto porn geme gostoso e falei muita gineirameninas dando so uma brexinhas da bucetascontos eroticos sexo com minha empregada de vestido curtinhocontos reencontro com meu exconto erotico dei pro meu irmãoCheiro de rola de machos de academia suado contos gaysconto chupando a coroacontos eroticos de menina adolecente transando com homem maduro e bem dotadodei para meu amigo contoContos eroticos casado dando cu pro caoconto, meu irmao me comeu com amigocontos eroticos tava todos na praia eu vim buscar minha sogra que tava trabalhawww.contos encoxadas na ruaComir minha enteada e mae dela contos eroticossendo comido casado contoscarla dando a buceta ora o seu filho de 18contos eroticos as bolas preta do titiotttttttorto so gays econtos eróticos professor e alunao p****** do metrô mulher relata conto eróticocontos eroticos currada caronacontos eroticos pedi pro meu marido deichar eu chupar o cu delecontos erótico pai ficou muito bravo ao saber que seu filho é gayMagriselas de labios vaginais grandes, fudendo em xvideoscontos eroticos de casada timidahistória de contos eroticos novinha sentou no meu colo dentro do ônibus na viagemhistorias eroticas titio safado me dava roupas curtas de presentecache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html www.sexo com cunhadss.com.brvirei cadela contos eróticosvoyeur vizinha conto eróticoconto fetiche apanhando da namoradacontos eroticos inocenteconto eroticos ,tio e pai dando banho na sobrinha de 6ou 7voyeur de esposa conto eroticocontos eroticos amiga seduz sua amigacontos eróticos eu dormindo senti uma coisa lisa entrando nu meu cucontos gay calcinha mota filha da minha empregada vive me provocando contosfilha novinha da vizinha me pegou fodendo ela acbei fodendo as duasconto o velho corno e o garotocontos Praia de nudismo.como desvirginar anus contos eroticoscontos de estupro pelo caseirocontos eroticos minha mulher e meu sogro e nosso cachorroContos eroticos tia dando sobrinhocontos de mulher da buceta arombadacontos eroticos comendo a mulher do amigo enquanto ele esta internadoconto comi uma buceta muito apertada que doeu meu pauminha mulher se exibiu pra várioscontos eróticos de quando o tio tirou o cabasinho do cuzinho da sobrinha bem novinhacasada dando pra cinco contoscontos de pervertidosconto erotico minha namorada virgem com outrotenho maior tesão pela minha tia velha contos eróticoschupei o grelo da minha amante contos eroticosmamei até os bicoes dela incharem contoscontos eroticos meu padrasto e eu no ranchoMeu vizinho me contou que ele gay e tem vontade chupa no meu penis