Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRENZINHO COM A PRIMA DA MINHA MULHER.

Minha mulher tem uma prima que é uma perdição. Chama-se Cassandra. Sua maior atração é o bumbum grande e arrebitado, realçado pela cintura fina e um belo par de seios. É uma mulher extremamente desejada. Sei disso pois, trabalho na mesma empresa que ela e tenho vários colegas que buscam a minha amizade para se aproximar dela. Morro de ciúmes. Alias, sempre senti este sentimento em relação a ela. Cansei de me masturbar pensando em Cassandra, a mulher mais cobiçada. Principalmente quando estou perto dela, nos fins de semana e no verão, no litoral, onde temos uma casa. E foi lá que toda a historia começou, ha três anos, quando fui chamÃ¥-la no quarto para sair comigo e a minha esposa, a Célia. Entrei no quarto e a danada estava sá de camisa. Ela aceitou o convite prontamente e tirou a camisa na minha frente mesmo. Ficou completamente pelada, deslumbrante. Fiquei estático na hora; não sabia se saia ou se virava a cara. Na verdade, estava hipnotizado. Não conseguia desviar o olhar daquele corpo bronzeado e marcado pelo pequeno biquíni que ela costumava usar. Um colosso! Na hora, tive uma ereção mas me contive. Para complicar meu estado, Cassandra escolheu uma tanguinha preta e a vestiu na minha frente. Era uma visão do outro mundo! Depois, colocou um vestido curto que modelava bem o corpinho provocante. Como se tudo fosse normal, sorriu para mim e disse: 'Vamos.' Naquela noite, minha a prima da minha mulher queria samba, pois faltava poucos dias para o inicio do carnaval. Prontamente atendi o pedido, levando ela e Célia a um baile. Pulamos e bebemos a valer, sempre juntos. Até o pessoal fazer um trenzinho. Logo, a Cassandra me puxou pela mão e pediu que eu agarrasse a cintura dela. Nem precisou falar duas vezes. Célia veio atrás, com uma outra colega. 0 trenzinho foi aumentando e ficando apertado. Nisso, nás três ficamos colados e eu pude sentir o primeiro contato com a bunda da Cassandra. Fiquei tão excitado que quase tive um orgasmo. 0 pau bem ali, roçando aquela maravilha. Fim de baile, fomos todos para a casa na maior curtição. Célia não parava de me beijar, percorrendo meu corpo com a mão. Cassandra não tirava o olhar da gente... Quando chegamos em casa, levamos um susto. Meus pais tinham aparecido e o jeito era dividirmos um dos dois quartos da casa. Estavamos cansados e nem um pouco animados a montar uma cama na sala. Elas foram tomar banho e eu, como sempre, fiquei por ultimo. Quando voltei, as duas já estavam deitadas, apenas de camisetas e os olhos fechados. Tirei a toalha para vestir minha samba-canção e notei que a prima me olhava de alto a baixo. Vesti a cueca rapidamente e pulei para o meio delas. Um tempinho depois, passei a alisar o bumbum de Célia. Ela virou-se para mim e me deu um beijo apaixonado, pedindo que comesse o cuzinho ali mesmo. Na hora, fiquei indeciso por causa da sua prima, mas Célia convenceu-me com o seu tesão e, aos poucos, fui invadindo-a, pois ela adorava dar a bundinha. Logo que comecei aquela deliciosa enrabação, senti a língua de Cassandra percorrer minhas costas. Sempre sem fazer barulho, Cassandra encaixou a boca na minha nuca e me chupou com vontade, prosseguindo o trenzinho do baile. Para facilitar, afastei um pouco a minha mulher para a frente. Não saberia a reação de Célia, que abafava os gritos no travesseiro, até explodir num verdadeiro trem-bala de prazer.

Passamos assim dois dias, dividindo a cama, sem que Célia desconfiasse de alguma coisa. No terceiro dia, ela teve que voltar ao trabalho. Naquela mesma noite, voltei para casa ja tarde e encontrei minha Cassandra deitada no lugar de Célia, com a camiseta levantada, deixando a mostra o delicioso bumbum.

Consegui me controlar até a hora de deitar mas, depois, comecei a ficar excitado. Fui me encostando em Cassandra até sentir o corpo dela. Nem virou o rosto e cheguei a achar que ela estava dormindo. Não ligando mais para isso, cai de boca naquele cuzinho pelo qual tanto me masturbei. Suguei o manjar por quase meia hora. Cassandra foi-se abrindo e eu forçando a passagem devagar com a língua, alisando a bocetinha. Deixei-a bem molhadinha e levantei a bunda dela com um travesseiro por baixo. Estava pronto o altar para o ritual do prazer. Passei um lubrificante, forcei meu pau um pouco e ele foi entrando lentamente. Parei um pouco para relaxar e comecei um vaivém até sentir o corpo dela estremecer duas vezes. 'Que delicia", murmurou. Quando chegou a minha vez de gozar, Cassandra me empurrou para o lado e caiu de boca para me chupar também, recebendo uma grande dose de esperma. Descansei um pouco e fiz ela dar o cuzinho novamente. Sá que, desta vez, ela ficou por cima. Num movimento de sobe e desce lento e gradual ela me fez explodir dentro de sua bunda que se encheu de porra. Ela sentindo um tesão imenso deitou-se e abriu as pernas para que eu penetrasse aquela bucetinha ansiosa por ser invadida pelo meu caralho que estava rígido como um ferro. Foi um momento maravilhoso, em poucos minutos ela começou a gozar longamente. Me chamava de tesudo, gostoso, pedindo que eu enchesse sua buceta de porra pois há muito tempo desejava isso. Foi quando eu não aguentando mais gozei intensamente inundando aquela gruta com muita porra a fazendo delirar de prazer, dizendo que queria fazer a mesma coisa com sua prima junto. Foi uma noite de muito prazer. Alias, aquela noite foi longa e sedutora. Lembro sempre daqueles momentos, por terem sido os primeiros e os mais gostosos. Outros momentos aconteceram, inclusive com sua prima junto. Foi quando descobri que havia uma relação muito mais intima entra as duas., o que contarei em outra oportunidade. Aguardem.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erotico defrorado pelo irmão mas velhoEla pediu pra cheira e ele esporou nacara delaMe comeram ao lado do meu namoradocontos eróticos de bebados e drogados gayspau buceta dormia contosvideo porno cidia perdedo avijidadeHistorias erosticas viadinho dano o rabinho para o policias e chora d dorminina pela de mostrngo a busetaConto erótico minha irmã me chamou pra ir ver a porta do guarda fato que quebrou e ela enpinou a bunda pra mimcontos eróticos bucetas pequeninascontos eróticos ônibus de viagem gayconto de sexo fui estuprada gostoso estupro coletivopedi para meu amigo tirar is cabasos da minha noiva contoCasa dos contos minha primeira vez gaycontos eroticos de mae com seus cavalos comfotocontos eróticos mulheres mais vadiasdormindo com o namoradinho gostoso contos eróticosComtos professoras novas casadas fodidas na sala de aula pelos alunosbaile funk só mulher e homem dançando agarradinho juntinhocontos meu irmão e eu betinha vendo sexo com amigo contosContos eroticos de travesti bem a dotado que brano cabaso de cu de home casadoContos eroticos de greluda ativacontos minha mulher foi fodida na praça por estranhoseu sou solteiro eu sou empresário eu moro sozinho no meu apartamento minha linda e gostosa secretária casada da minha empresa eu sempre eu quis fuder sua buceta eu conversando com ela dentro da minha sala eu disse pra ela eu queria ter uma esposa como você pra morar comigo no meu apartamento ela disse pra mim patrão eu me separei do meu ex marido porque eu descobrir que ele tinha uma amante eu perguntei pra ela você que ir morar comigo no meu apartamento pra você ser minha esposa ela disse pra mim eu quero patrão ir morar com você pra eu ser sua esposa eu dei um beijo na boca dela eu levei ela comigo pro meu apartamento eu levei ela pro meu quarto ela me deu um abraço ela me deu um beijo na minha boca ela tirou sua roupa ela deitou na minha cama eu chupei seu peito eu disse pra ela sua buceta raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta ela gozo na minha boca ela pegou no meu pau ela disse pra mim seu pau e maior e mais grosso que o pau do meu ex marido ela começou a chupar meu pau eu fui metendo meu pau na sua buceta eu comecei a fuder sua buceta eu disse pra ela sua buceta e muito gostosa de fuder eu disse pra ela agora que você e minha esposa eu vou fuder sua buceta todos os dias ela disse fode minha buceta eu fundendo sua buceta ela gozo ela disse pra mim eu quero dar meu cu pra você conto eróticoContos eroticos/minha sogra cavalonaconto erotico incesto eu e mamae na passagem de anominha sogra foi estuprada e gostou contosdei minha mulher pra outro comercomi minha mae na varanda contoscontos delícia de cacetaocontossexo minha mulher negro pausudocontos eroticos gays excitantesA filha do meu amigo veio do interior pra ser minha empregada conto eroticoconto erótico de sogra e cunhadas 2019Contos porno de mulheres casada que traem com pau grande e choramcontos eroticos con irma cassadacontos eroticos brincando escondido infanciacomi minha cunhadinha magra alto focinho preto na cozinha internetcontos eroticos esposa do meu amigo na minha chacara sozinhacontos eroticos minha filha e sua amiginha travesty de 12 aninhoscontoseroticos homens de calçinhavideos de peladas e meladas de manteiga no cucontos esposa do clienteconto erotico sou viado e vendi meu cuMinha mae garganta profunda contoscomeu cu da coroade 30anosstodos os contos eróticos de amor com Netinho f******adoro uma calcinha fio dental e shortinho curtinho afeminAdo contosconto erotico pai come nora e o filha veconto erotico tia gostosa calcinha atolada no regoDesvirginando a sobrinha de 18 anosContos o carcereiro comeu minha bucetaconto erotico amiga da mae carentecontos minha filha tem mega grelaoo tempo em que ele para e diz"essa buceta é minha"contos de sexo gay insesto depilaçãominha mulher se exibiu pra várioscontos eroticos gang bang com os molequesContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindoconto erotico gay cuzinho rosinha tapas socacasa dos contos casada filmada e chantageadaTennis zelenograd contoconto safadoneide lavando a bucetaconto erotico sogra seu filho tem um rola grossaconto prima virgem da buceta ensopada dormindo na minha camaFoi deita do lado do tio e sentio algun duro contos sexo minha esposa nossa vizinha travesti novinhaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto erotico comendo a cunhada dopadaconto erotico professoracumendo a prima vingwmconto erotico comendo a massatorepeutacontos eroticos fudendo garotos hetesexualcontos eroticos minha esposa eo porteirocontos incesto engravidando a propria tiacomo fazer pra minha namorada veste shortinho curtolEbica e taveti pono ledica cusaocontos erotico comendo a filha do meu sociorelato eróticos violênciaConto erótico umilhada pelada cheirei a calcinha da minha cunhada safada contosContos eroticos perdendo a virgindadeconto menina safadinha anos