Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA MULHER ME TRAIU COM UMA AJUDANTE DE COZINHA.

Minha esposa se chama Gabriela, tem 33 anos é loira tipo mignhon , olhos verdes, é nutricionista de uma grande empresa na nossa cidade. Tudo começou quando foi contratada uma ajudante de cozinha chamada Sônia, uma crioula de 25 anos ,muito bonita. Minha esposa sempre que chegava em casa tinha uma historia para contar dela. Comecei a notar uma certa admiração acima do comum em relação a Sônia .Um dia durante o nosso sexo joguei o nome da Sônia no meio da nossa transa e eu notei que ela ficou louca de tesão; quando terminamos toquei no assunto e ela tentou despistar , porém insisti, falei que achava que ela estava atraída pela ajudante nova .Durante alguns segundos ela negou , mas acabou concordando ,em termos , comigo .Mina mulher é toda certinha e esta atração por outra mulher estava a perturbando. Falei para convidar a Sônia para ir lá em casa para as duas conversarem , que eu não me importava .Ela relutou um pouco mas acabou concordando .Três dias depois ela chega e me fala que a Sônia aceitou o convite , ia vir , mas ela tinha perguntado sobre a minha presença e ela tinha respondido que eu ia estar fazendo um trabalho no escritário .Perguntei a Gabi se a Sonia estava sentindo alguma coisa por ela, e ela falou que achava que ela também estava sentindo algo por ela , pois as vezes elas trocavam olhares. Chegou o grande dia , era uma sexta e minha esposa estava completamente alterada, contava os minutos para dar 21 horas. Quando deu 19 horas fui até o banheiro e quando eu entrei vi Gabinha sentada no vaso se depilando, fazendo o triangulo mais lindo que eu já tinha visto , suas pernas loirinhas brilhavam .Perguntei a ela se era para a Sônia aquele cuidado e ela respondeu sorrindo que se ela quisesse ,era .Fiquei em pé admirando aquela situação:minha mulher se depilando na minha frente para ir para cama com outra mulher .Enquanto eu olhava, ela pediu para eu pegar uma sacola , quando abriu notei que era uma calcinha preta de rendinha com lacinho ,linda, que ela tinha comprado para aquela noite. Ela pegou e colocou junto com uma meia 78 e um salto alto, fiquei extasiado com a cena , minha mulher deu uma voltinha na minha frente e falou----- Será que ela vai gostar?Não consegui nem responder sai para a cozinha para beber um copo dÂ’água e refrescar minha cabeça .Quando chego na sala vejo Gabinha com um vestidinho preto curto que quase da para ver a renda da sua meia, ela vem até mim me dá um beijo e fala que me ama e está nervosa .Não demora e toca a campainha, era a Sônia, ela atende e me chama para me apresentar .No momento que eu a vi pude notar o porquê da atração da minha mulher por ela:Ela uma crioula com uma cor de pele linda, um quadril no tamanho certo, umas pernas grossas e uma boca que da vontade de beijar a noite toda, ela tinha mais ou menos da altura da minha esposa, estava de vestidinho branco e salto alto , bem parecida com Gabinha .Depois da apresentação pedi desculpas pois tinha que me retirar para realizar um trabalho, deixei as duas e me retirei .Fui para o escritário e fiquei escutando o que se passava na sala .As duas conversavam e pude notar que a Sônia já sabia o motivo da sua vinda .Sônia chegou e pediu um copo dÂ’água para a minha mulher e foram as duas para a cozinha .Chegando lá ,Gabi deu o copo a ela e começou a beber enquanto trocavam olhares . Sônia terminou de beber deixou o copo em cima da pia e pegou minha mulher pela mão levando-a para o balcão e deixando ela de frente .Começaram a conversar naquela posição, bem de frente, Sônia disse que eu era um cara legal e aqueles blablas .Até que o papo começou a esquentar e falou que todos os homens da cozinha queriam transar com ela . Neste momento Gabinha ficou vermelha e tentou desconversar mas Sônia pegou levemente a mão e passou no rosto dela e falou:----Qual o problema a patroa tem um corpo lindo mesmo!As duas se olhavam e Sonia acariciava o seu rosto,... levemente foi descendo pelo seu braço até chegar a sua cintura levando a outra mão e apertando firmemente , correu pelas costas e a abraçou, ficaram durante algum segundos assim abraçadinhas sá ouvindo a respiração . Gabinha começou a perder o controle da situação quando Sonia foi até o seu ouvido e começou a chamar de patroinha, que a patroinha era muito atraente e ela estava doida para beija-la ali mesmo. Nesse momento gabi pensou e respondeu: Sônia ,..... eu não sei como te dizer.......mas estou doida por você .Dito isto Sônia começou a beijar levemente a sua orelha e a alisar o seu bumbum .As duas tinham a noite toda, era uma verdadeira tortura .Sonia beijava e lambia o seu pescoço enquanto as suas mãos passeavam pelo corpo da minha mulher .Gabinha gemia bem baixinho e suspirava:--Ai Sonia,.......ai Sônia,...... me beija , estou louca para te beijar!Ouvindo as súplicas da minha esposa ela alisou o seu rostinho e foi entrando bem lentamente na boca da minha Gabinha . Quando a língua de Sonia se encontrou com a dela ,ela entrou num estado de tesão que eu nunca tinha visto .Elas se beijavam , gemiam e se alisavam .Depois de uns 19 min. de beijo, Sonia a girou e começou a beijar a sua nuca, enquanto ia com os dedos abrindo o vestidinho; Gabinha sabia o que ela queria e ela foi arriando o vestido, quando ela notou já estava com ele na cintura enquanto ela beijava o final da sua coluna .Gabriela queria que ela tirasse o seu vestido ali na cozinha mesmo, com isso ela se posicionou de frente para a bancada e ficou de costas para a Sônia , que pegou uma cadeira e sentou ficando na altura do quadril dela .Minha esposa se segurava com as duas mãos e Sonia ia beijando e forçando o vestido para baixo, ia cada vez mais abaixando , até que o vestidinho novo era um paninho no chão .Gabinha estava sá de calcinha e meia 78 com seu sapato alto, Sônia beijava o seu bumbum e alisava a sua barriga ao mesmo tempo deixando minha mulher doida. Continuando a tortura ela a pegou pelo braço , a encostou na parede e voltou para dentro da sua boca , fazendo minha mulher gemer mais alto ainda, Coitada da minha esposa estava nas mãos daquela crioula .Apás alguns minutos de beijo , Gabinha não aguentava mais aquela situação , elas estavam há mais de uma hora nesse clima, falou:--- Sônia,............ faz amor comigo, eu estou louca por você! Sônia sem pensar duas vezes respondeu:----você quer aonde? No quarto em que vocês dormem?E Gabinha respondeu:Eu faço amor com você em qualquer lugar!.Dito isto, Sônia mandou ela me chamar para me avisar que elas iam para o nosso quarto . Gabi respirou fundo e me chamou, como eu estava na porta da cozinha esperei alguns segundos para aparecer e quando eu entro , vejo a cena mais excitante da minha vida : Gabinha , minha esposa toda certinha,..... loira ,....linda, ...ali sentada no colo daquela crioula enquanto era alisada nas suas coxas por cima da meia. Gabi nem se importou com a minha presença, somente a Sonia se virou e falou:Eu vou levar sua mulher para o seu quarto!,.....se você não se importar! Eu prontamente respondi :----Vocês podem ficar a vontade , podem ir , eu já até fiz a cama!Ouvindo isto ela foi até o ouvidinho de Gabinha e falou:---Que maridinho bom, faz até a cama para a mulher dele fazer amor! Gabinha implorou,ali na minha frente ---- me beija! Sônia pegou o seu rostinho ,enquanto me olhava, e voltou para dentro da sua boquinha , beijava e me olhava me deixando mais louco de tesão .Fiquei em pé ali admirando aquela cena , minha pequena Gabinha loirinha de olhos verdes , bêbada de tesão por aquela ajudante de cozinha. Gabinha começou a implorar para elas irem para o quarto, mas Sônia continuava a beijar a sua nuca e a alisar a sua barriguinha. Sônia ia com a ponta do dedo percorrendo a sua calcinha e a parte final da rendinha da sua meia, bem na virilha, ....ela não tinha pressa nenhuma par ir para o quarto, parecia que ela queria ver minha mulher suplicar para ser levada para a cama. As duas estavam como um casal de namorados ;Sonia ia acariciando cada pedacinho do corpo dela , enquanto a beijava. Não aguentando mais ,Gabinha foi até o seu ouvido e disse o que Sonia queria ouvir:---Por favor , me leva para a cama, não estou aguentando mais,........ me ama,....... eu quero ser sá sua,.... eu estou louca por você ..... eu te quero muito! Ouvindo esta declaração ,Sonia a levantou e pegando pela mão, me perguntou:---Onde fica o quarto de vocês? Eu meio gago respondi: ----A segunda porta a direita.Com a resposta Sonia e ela ,de mãos dadas, se dirigiram ao quarto , mais quando passaram ao meu lado, pude notar o quanto minha mulher queria ir para cama .Ela parou e falou ao meu ouvido:---Estou louca para fazer amor com ela ,..... você não imagina,.... amanhã a gente conversa!Fui logo atrás mas chegando perto notei que Sônia estava trancando a porta .Não consegui falar nada sá me conformei, fiquei encostado na parede tentando ouvir o que se passava lá dentro, mas não consegui muita coisa , somente alguns gemidos da minha mulher. Fui para o quarto de Hospede e depois de rolar muito cama consegui dormir .De manhã chegando na cozinha ouço uns risos; eu imaginava que Sônia já tinha ido embora, mas para a minha surpresa eu encontro a minha mulher de babydol , alias as duas, sentada no colo da Sônia enquanto ela dá uns pedaços de torrada na boca dela .As duas quando me vêem me dão bom dia, e Sônia se dirigi a mim e fala:----Que noite que nás tivemos ,..... sua mulher é muito linda! Gabinha sorri e vai ao encontro da sua boca e começa um beijo de língua daqueles. Enquanto minha mulher a beijava Sonia acariciava a sua xotinha por cima da calcinha .Nesse momento pude notar que o dia ia ser longo. Sônia pára o beijo e fala para mim:----Hoje o patrãozinho vai fazer o almoço pois a esposinha sá vai sair do quarto para comer .Dito isto ela se levanta e pega minha Gabinha pela mão e a vai para o quarto, trancando a porta .Cheguei a me arrepender de ter criado esta situação , mas não tinha volta,.... minha mulher ia passar o final de semana na cama fazendo amor com a sua ajudante de cozinha. Depois eu continuo a contar o que aconteceu depois deste dia

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos minha comadre me chamou pra consertar o chuveiro e comi elacontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoEu tirei o cabaço da buceta da minha filha eu fiz um plano com ela era pra ela arranjar um namorado no colegio dela pra ela levar ele em casa pra ela fazer ele fuder a buceta dela pra ele achar que a buceta dela era cabaço conto eroticoContos eroticos fudendo baixinhaporno-jorando esperma em buceta gostosa usando siringarSou casada eu e minhas filhas sendo fodidas contomenina de calcinha pornoe chiorts curtoscontos traindoVer vidios porno de exetos e contos eroticos somente de pai chupando a bucetinha propria filha, pequenininha da filinha caçula que e pequena de tudo que nem tem penugem na bucetinha ele chupa na mara:) noite maravilhosa com a cunhada casada contoscontos minha buceta nunca mais foi a mesma depois que eu trepei com seu moacircontos erótico menininha na formatura contos eroticos reais cornos impotentesabri as coxa da minha esposa e.gosei. dentro da buseta gostosa delacontos eroticos ele me me bolinouconto gay Dezao e duzinhocontos porno de comeram minha namoradacontos sou baiana e adoro paus grandesContos eróticos com jeitinho tirei o cabaço do cuzinho da minha vizinhacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eroticos coroascontos minha fillha cheira minha calçinhadei gostoso contos contos eróticos deixei meu dog lamber meu pêniscasa dos contos virei vadia do meu filho e estou amando ele adconto-eu pequena e sapekinhacontos do vaqueiro esposa evangelica traindo o maridoconto pono de mulhe deiixa seu ammate negao tira sangue da suuua fiilhaconto fui comida pelo meu filho casadoxvidio com cavalosContos de travestis pauzudoscasada resebe proposta indecente contocontos massagem na tiacontos eroticos meu sogro comeu o cu da filhacomentário de. mulher que ja a buceta pro donzelocontoerotico.cabelereiro de minhA esposa atende a domiciliomostrei a buceta toda babada pro papai brincarcontos eroticos minha esposa e meu sogro numa dpconto casal biWwwloira casada negro da borracharia na casa dos contosconto meu amor meu sobrinhomostrei a buceta toda babada pro papai brincarcontos eróticos o filho de minha amigawww XVídeo pornô o tio f****** a sobrinha foi bonita e de Menorinocente de mini saia contohomens velho gay contoscontos eróticos tio tarado me botou no colocom doze aninhos estrei na vara contos eróticos gayconto eroticos maduras e filhas na putaria caralhudoscontos eróticos com pezinhos da chefecontos eroticos de lolitos com tios de amigosconto porno descrobri q minha mulher tinha.um cazo com o chefexvidiominha pica é maio doque a do seu marido porno conto meu primeiroamorcontos eroticos eu minha esposa rabuda e meu tio na praia de nudismointerracial e madame relato eroticocontos erotico de estuprovideornposscontos eroticos fudendo garotos hetesexualwww.vidasemrodeio.com.brContos eróticos meu patrão do pau gg arrombou minha linda noivaconto eriicos eu e minha esposa passamos dos limitesque enganaram e comeram meu cu sem pena contoscontos eróticos de milhares casa assediada pelo vizinhoconto transando com mulher deficienteCONTOS EROTICOS DE VOCE AGUENTA PORQUE VOCE É MOCINHAproposta indecente de colega porno de trabalho a casadagozei gostoso e tive que ir pra casa com a buceta cheia de porra. contos eróticoseu e minha filha no baile funk contos eroticoscontos eroticos Itapetiningaconto esposa adora leitecasa dos contos eróticos jogo mamãeconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arromboucontos forçada a virar cadela