Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

LOUCURA COM O COLEGA DE TRABALHO

Sempre fui mulher de um sá homem. Tive dois namorados antes de casar e por pouco tempo. Sou loira, 1,68m, 58kg, absolutamente branquinha, seios pequenos para médios, mas coxas grossas e uma bunda que sempre chamou atenção de todos os homens. Me incomodava e me deixava feliz ao mesmo tempo. Sou bonita e sei disso. Meu marido me ama e eu a ele. Ele sempre me disse que sou linda, gostosa, é maluco pela minha bunda (mas nunca dei pra ele), sempre fica passando o dedo no buraquinho e me incomoda.

O que acontece é que, embora sempre tenha sido travada no sexo, ainda que me liberado muito com o tempo, hoje com 44 anos novas fantasias surgiram. Um colega de trabalho nunca disfarçou seu tesão por mim. Me secava direto. Comecei a gostar dele olhando meus seios, ia até minha mesa, por trás, e sabia que estava me secando. Almoçava comigo, mandava mensagens, mas nunca ia além. Mal sabia ele que eu estava gostando de tudo. Passei a usar vestidos com a calcinha mais marcada na bunda e dispensar o sutien no final do expediente (ia ao banheiro e tirava). Ele ficava maluco, via mas não dizia nada.

Acontece que este moreno de 1,88, de 35 anos, ia fazer aniversário no dia 19 de abril. Combinamos de comprar uma cesta de café da manhã para presenteá-lo. Como era necessário enviar à casa dele, fiquei sabendo seu endereço e uma idéia maluca não me saia da cabeça. Pensei muito porque sou casada e tenho 3 filhos. Mas me decidi. Eu chegaria antes da cesta à casa dele. Combinamos que seria entregue às 7h30. Acordei às 5 da manhã, tomei banho, coloquei numa sacola uma roupa para trabalhar. Em mim, uma calcinha preta e uma capa (tipo aquelas de chuva, amarradas na frente), sapato de salto preto e sá.

Seis da manhã estava em frente a casa dele. Na portaria pedi para ser anunciada. Subi. Quando cheguei ele abriu a porta vestindo calça de pijama, sem camisa, escabelado e surpreso.

- O que houve, que surpresa é essa?

- Nada, apenas queria ser a primeira a te dar um abraço, um beijo e teu presente.

Abracei, beijei uma bochecha, passei pra outra olhando nos olhos dele e quase encostando minha boca na sua. Senti que ele agora estava espantado com a situação. Olhei pra ele e disse:

- Não vai abrir teu presente?

Ele entendeu tudo de vez. Lentamente começamos um beijo de língua enquanto ele abria a capa. Me abraçou com força por baixo da capa e me beijava, lambia o rosto, meu pescoço, enquanto explorava a bunda, as coxas, os seios que sempre sonhou. Estava de pau duro. Parecia uma pedra. Mandei ele sentar no sofá, tirei a capa e ofereci minhas tetas (agora eram tetas) à sua gula. Ele chupava e arretava minhas coxas, minha buceta molhada e com um pouquinho de pelos apenas. Não aguentei e cai de boca naquela pica maravilhosa e que babava de tesão por mim. Me senti uma puta. Coloquei a calcinha bem enfiada na bunda e virei pra ele. Imediatamente iniciamos um longo 69, primeiro com depois sem calcinha. Rebolei na cara dele como uma cadela enquanto chupava aquela vara. Levantei, mandei que ele sentasse no sofá e olhando firme pra ele sentei na vara. Rebolei como nunca, era a puta que meu marido sonhava dando pro colega de trabalho. Ele agarrava com força minha bunda fofa enquanto cavalgava seu pau. Ao mesmo tempo ele chupava minhas tetas. Sá que começou a passar o dedo no meu cuzinho virgem. Dessa vez não tinha jeito. Com ele ainda sentado, levantei, fiquei de costas e em pé, passei a chupar seu pau e ofereci a bunda que todos querem a ele. Ele chupou minha buceta e começou a lamber meu cu. Fui à loucura. Dizia pra ele comer a puta que era sá dele. E ele me botou de quatro e passou a lentamente enfiar aquela vara no meu cu. Quase morri de dor, mas ele teve paciência. Depois que entrou, suávamos, ele enfiava em mim feito um cavalo numa égua. Socou bastante na minha bunda, me chamava de puta, cadela, gostosa e eu gozava como nunca. Enquanto era enrabada, me tocava com a mão. Minha xana estava jorrando gozo, até que o pau dele estava pronto pra jorrar. Eu estava entregue. Ele me virou, apontou o pau pra minha cara e jorrou porra no meu rosto, tetas, barriga, cabelos, tudo. Sempre tive nojo de tudo, mas naquele momento abocanhei aquele pau e deixei limpinho. Foi uma loucura. Depois tomamos banho, chegou a cesta e tomamos café juntinhos, nos beijando sem parar.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


mulher conta como doeu o anal conto eróticomeu marido me arombou a xoxotaconto gay bebi e me comeramchantajiei minha irma peituda para tranzarelato casada dandocu em fesconto erotico gay cuzinho cagando piscando matocontos eroticos casada com frouxo da nissomeu marido me levou pra casa de swing contoscomtos xxx imcesto mae crente maniacacontoscomsograscasada chantageada e submetida aos limites contos eroticosfotonega pornodei o cu na frente do meu marido contoscontos de pirocudasver treis mulle fazendo travesti cozahoje dei pro meu compadre - eu confessoReatos de incesto mimha rola de 36cm tremi todinha dando o cuzinhocontos tava de shirtinho em casa o mendingo me comeu em casacontos eroticos gay o inicio de tudoContos eroticos detalhes por detalhes e falas dos autores e personagens eu era uma menina de 18anos o cara do onibus me fudeuconto porno com vizinhoplanta sexo chupa seio gozoQuero ler contos homem fudendo meninha deficienteconto erotico arregaçadaamor  gozei várias no cacete dele, meu  corno, ele gozou muito dentro de sua esposinha amor , estou sujinha de porracontos eroticos de incesto de pai pasto e filhaContos eróticos gay amor entre irmãosbudendo.cadela.no.ciu.vira.lataContos eu d travesti meu fazia eu pagar suas dividascontos erotico irma dando buceta na matafui apraia e levei a filinha da vizinha conto eroticoconto travesti finge ser mulhercontos sexo.minha esposa hosana adora comer meu cucontos eroticos minha namorada cagou no pau do meu amigoContos erótico eu casada dando na pescariaContos eroticos gays o consolo de borracha no cu do meu paicontoerotico senhora negona porno vadiaHistórias contos ficticios e reais de sexo com travestiscontos eroticos de nivinhas transando com cachorroContos eroticos banho irmaConto erotico de amante virgem cu Contos enganei minha esposa vendei ele eo meu amigo comeu elacontos eróticos de masturbação feminina muito muito tesãoconto aprendendo da cuesbarrando na bunda da tia e rola sexoporno zoo insesto e dominacao en contos eroticosDedo na xoxota contoscontos eróticos escravo de minha irmãcontoseroticos9aninhos Eu porno com meu irmão querido xvideos esposafas gosaso coma línguaAmigo do pai come a filha novinhavirgem tendo um orgasmo contos eroticosmulherbrasileira conversando putaria contoscontos erodicos minha madrastacontos filhinha da rabaocontos de sexo gostosa deu pra mim na a baladahumilhaçao viado contos eroticosconto erotico bem dotado comeu a minha esposaconts eroticos minha irmã a mais gostosaconto erotico gay coroa cavalao faz viadinho chorarcontos eroticos paulo e bruna parte 2videos porno enfiando a mao nao buceta da egua zoofiliaContos gays meu porteiro um coroa velho de jeba enorme me obrigou a dar o cu.marido capacho conto eroticoContos eróticos, minha irmã tem ciumes de mim . Contos Eróticosconto erótico mulheres teve coragem sexo cavalosconto meu filho e sua namoradacasa dos eroticos minhesposa arregacada en nosda lua de mel parte tresputa goza e grita vou gozar a.como mete toda vaicomi a mulher estrupada do traficante contos eroticoContos eróticos homem leva amigo para dormir em casaconto gay de pai com vaqueiroContos eroticos incesto meu maridoConto erotico sou madura greludacontoseroticossandyconto erótico arrombada pelo vizinhocontos eróticos surpresa travestiBebada me bulinaram contos eroticosconto veridico gozada dentro xoxota recifefui comida por meu marido e o massagista contoContos eroticos detalhes por detalhes e falas dos autores e personagens eu era uma menina de 18anos o cara do onibus me fudeuconto erotico travesti desobediente castigada pelo donovisinhalesbicaContos gays flagrei papai coroa dando a bunda peluda a policial coroa de jeba.Relaro de imcesto iniciada peki irmao parte 2contos eróticos reais de mulheres evangélicasconto gay dopeicontos enventei um sequestro ora comer minha maecontos gays meu vizinho gay vesti causinhaContos eroticos porto alegrelua de mel da esposa do corno e o amante contoscontos erótico menininho na faxina