Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRAIÇÃO NO CONGRESSO

Este relato é baseado em fatos reais. Tudo aconteceu de verdade, apenas os nomes foram trocados para preservar as pessoas envolvidas. Meu nome é Paula, tenho 35 anos, casada há 19 anos com um bem sucedido engenheiro e uma filha de 19 anos. Sou morena, 1,67 m de altura, 56 kg bem distribuídos. Cabelos na altura dos ombros, olhos castanhos, pele bem clarinha, seios fartos e redondos, com os mamilos rosadinhos. Tenho uma bunda bem feita e um corpo bem cuidado. Trabalho na área de saúde e ano passado fui, com mais duas amigas, a um congresso da área em Recife. Minhas amigas: Angelina, loira, 36 anos, muito bonita e sensual, os seios um pouco menores que os meus, também casada e com dois filhos de10 e 19 anos. Julia é loira também, dona de uma bunda super bem feita (chama a atenção dos homens por onde passa) e olhos claros, casada, mas sem filhos. Fomos as três passar uma semana no congresso, mesmo os maridos achando ruim de irmos sem eles. Chegamos num domingo e fomos do aeroporto para o hotel, desembaralhamos as malas, as roupas, tomamos um belo banho e logo depois pedimos um táxi para irmos a algum lugar interessante, para jantar e tomar uns drinques, afinal era domingo e a noite estava apenas começando. Estávamos as três no mesmo apto. amplo e com vista para a praia....um cenário lindo. Vesti uma saia curta e colorida e uma blusinha de alça bem leve, coloquei uma sandália alta, e esperei minhas amigas se aprontarem. O táxi nos levou a um barzinho agradável na orla, com vários ambientes, onde se podia beber, dançar e ate mesmo namorar....rs.

Sentamos e pedimos caipirinhas e petiscos, estávamos a mil por hora....excitadas por estarmos livres e sem os maridos.....solteiras e num lugar em que ninguém nos conhecia, parecíamos adolescentes. Numa mesa práxima, três rapazes negros...não paravam de nos olhar. Sorriam, faziam gracejos.....lançavam olhares..e nás nos achando poderosas. Os três eram simpáticos, mas um deles era muito bonito. Alto, sorridente, de camiseta regata mostrando os músculos ...não parava de me olhar e sorrir pra mim. Eu não sabia o que fazer, na verdade estava desacostumada de paquerar....era isso, tantos anos saindo acompanhada que fiquei até sem ação. Até que Angelina disse: “..estão nos convidando pra sentar com eles...vamos..rs?” Nossa, parecia loucura e Julia ainda retrucou: “..gente...acabamos de chegar, vamos com calma, né...rs”. Depois de discutir e analisar a situação, resolvemos chamá-los pra sentar conosco.....o que eles fizeram rapidamente e num instante estavam se apresentando e dando beijinhos em nossos rostos....e cada uma de nás sentou do lado de um. Eu fiquei com o que achei mais bonito, o musculoso. Chamava-se Pedro, tinha 27 anos, era professor de historia num cursinho, tinha um papo envolvente e disse que estava de férias, pois as aulas sá começariam na semana seguinte (estávamos no começo de março). Elogiou minha beleza, disse que eu era linda...e perguntou se eu queria dançar com ele. Na verdade eu estava começando a gostar da situação e ele tinha um sorriso encantador e uma conversa super agradável. Bebemos juntos e então ele me puxou pela mão e disse que eu tinha que dançar pelo menos uma com ele.....fui, o coração aos saltos....meio altinha pela bebida. A música era gostosa e ele me pegou pela cintura, e colou o corpo ao meu...na maior desenvoltura, parecia que já éramos namorados a tempos...rs. Até me surpreendi, mas aos poucos fui curtindo a situação e passei os braços em volta do pescoço dele e relaxei.....ele me conduzia pelo salão que por sinal estava escuro, cheio de casais se beijando e dando amassos. Foi me levando pro fundo do salão e quando chegamos lá ele me beijou....na boca. Pega de surpresa..não ofereci nenhuma resistência (acho que no fundo eu queria mesmo beijar alguém) e quando dei por mim estávamos num beijo de língua daqueles de tirar o fôlego....ele chupava minha língua, mordiscava meus lábios.....eu tava adorando aquela boca carnuda me devorando. Aí as mãos dele desceram para minha bunda...estremeci....suspendi as mãos dele, mas ele desceu novamente me pegando em cheio pelas nádegas.....o beijo já tava me deixando maluca....molinha e dessa vez deixei as mãos dele lá. Ele percebeu e passou a me beijar o pescoço, as orelhas...nossa aquela boca me devorava....e agora a mão esquerda dele levantava minha saia....devagar. A primeira reação minha foi o medo de alguém estar nos vendo....mas em volta todos os casais se beijavam e alguns ate já estavam com as mãos nos seios a nas bundas das parceiras...

Eu tava ficando louca...sá podia ser....lembrei do Vicente (meu marido), mas a lembrança dele me deu mais tesão ainda...O Pedro me deixava louca beijando meu pescoço e quando percebi minha saia estava na cintura. Eu tava usando uma calcinha branca, bem pequena, de lycra...e ela devia estar bem a mostra agora. Sem parar os beijos e as caricias ele enfio uma das mãos entre minhas nádegas, por trás...procurando minha buceta...Falei: “..para Pedro, por favor....para!”...ele nem aí.....quanto mais eu falava, mais a mão dele me bolinava a xana, por cima do tecido leve da calcinha, a esta altura totalmente ensopada da minha excitação. Ele massageava meus lábios vaginais por sobre o tecido....e mordiscava minha orelha e pescoço....dizia que eu era tesuda, gostosa: “...morena, vc é uma delicia, sabia?”

Eu estava fora de mim.....apesar da escuridão....do salão, era uma loucura o que estávamos fazendo. Quando ele afastou a calcinha com a mão e deixou minha buceta exposta...eu, num resto de lucidez disse: ...”Pedro, me leva daqui....aqui não!..”

Ele me beijou na boca.....ajeitou minha calcinha e desceu minha saia....me pegou pela mão e fomos até a mesa.. Lá, a cena era prá lá de sensual. Angelina no colo de um dos negros, o beijava na boca....ela nem me viu chegar, a mão do negro estava entre as coxas dela (ela usava saia também), provavelmente bolinando a xana de minha amiga. Julia estava beijando seu negro, que a segurava pela bunda....enfim, elas nem perceberam quando cheguei, aos beijos com o Pedro. Avisei que ia dar uma saidinha com ele e Angelina fez sinal com a cabeça, sem interromper o beijo, que havia entendido. Eu estava com o celular e me senti segura o suficiente pra sair com ele...de mãos dadas...como dois namorados. Chovia agora, e estava noite escura. Pedro me levou até o carro dele, um golf preto, com película nos vidros, parado bem no final do pátio onde ficava o estacionamento do barzinho. Entrei, e mal ele fechou a porta me puxou pro colo dele. Sentei e já pude perceber o quanto ele estava excitado....uma coisa dura e grande me espetou a bunda, enquanto ele se encarregava de erguer minha blusinha e jogá-la no banco de trás....as mãos dele foram em seguida para o fecho do meu sutiã e o abriu.... fiquei com os peitos de fora...Ele abocanhou um deles e mamou como um bebê faminto...me levando ao delírio (sou muito sensível nos seios...fico fora de mim). As mãos dele se enfiaram por baixo da minha saia...acariciando minha bunda...passando a mão na buceta, me deixando mais doida ainda. Ele trouxe a saia ate a cintura e disse: “....morena, quero te chupar a bucetinha até vc gozar pra mim....” e foi me virando..me puxando pra ele...encaixando sua cabeça entre minhas nádegas...ao mesmo tempo em que abaixava os bancos...deitando-os totalmente. A chuva forte e o insulfilm nos deixavam protegidos dos olhares de fora...Ele tirou devagar a calcinha, juntando meus pés...e puxando com jeito...fiquei sá com a saia curta, toda enrolada na cintura....ele beijava e abria os lábios da buceta e se deliciava com meu sumo...que a esta altura...escorria de monte. Não resisti e abri a calça dele...puxei pra baixo e desci a cueca.....foi então que veio o susto: um pauzão....nossa, como nunca eu tinha visto, nem em filme....enorme, grande...grosso, a cabeça inchada e descomunal.....

Senti a língua dele me chupando todinha e um dos dedos se introduzindo na minha buceta e beijei aquela cabeça com gosto...senti o cheiro dele...o gosto dele.....(uma hora atrás eu nem conhecia aquele homem..e agora eu estava chupando a pica enorme dele....eu devia ter perdido o juízo). A língua dele massageava meu grelinho...invadia minha grutinha...executava caricias que me faziam gemer de boca cheia.....eu tentava retribuir e caprichava nas chupadas...mamava aquele pirulito negro com vontade e tesão. Estávamos num 69...em pleno estacionamento....a chuva como testemunha...o rosto dele entre minhas nádegas....ele me chupava com uma fúria e uma vontade que me enlouquecia.....eu senti as ondas de calor chegando e percebi que ia gozar.....minhas contrações na vagina aumentaram e comecei a gemer e a dizer coisas que nem eu entendia...e o gozo veio...intenso, acho que tive uns três orgasmos na boca do meu negro....um atrás do outro....gozava como uma louca, como NUNCA havia gozado na vida toda. Ele percebeu e começou a prender meu grelo entre os lábios e aí eu não aguentei.....soltei uma quantidade de liquido..molhando o rosto dele todinho....me contorcendo ...ahhhhhhhhhhhhhhhhhh. Ele não me soltava e eu rebolava a bunda e a buceta escancarada no rosto dele...subia e tentava me soltar mas ele não deixava....fui a loucura....sempre sem tirar aquela rola deliciosa da minha boca.....mas então sem aviso, quem gozou foi ele.....um rio de esperma começou a sair em jatos fortes e mornos na minha boca....tomei respingos no rosto..nos peitos....mas nunca vi tanto gozo...Ele gozou como um garanhão...me deixando toda melada. Mas a pica dele não amolecia...fiquei impressionada....”morena, você tem uma buceta...que é maravilhosa, vou querer ela sempre, viu ?...” Ficamos os dois...um admirando o sexo do outro...desfalecidos pelo gozo, o contraste das peles....nem vimos o tempo passar. ..”...Pedro, você tem que me levar embora...” “Calma, morena....eu quero essa sua buceta ainda....calma.”

Mas eu conto o que aconteceu no práximo texto, pra não ficar muito longo (já ficou, né?)

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Enrabei a sobrinha da minha esposa contosContos eroticoa transei cm um aduto na infanciavideos eroticos de castigadas com muitas palmadascontos eroticoa novinha chupou pinto do cachorrovideos porno pai afunda as tanga da filha virgemEu quero uma menção tá subindo no Pau por favor calma tá chupando paujapa enfia o dedo no seu cu virgemContos erotico sem querer trepei com a cunhada na chacara dela,,,conto erotico casada com dupla penetraçãocontos eroticos de noraContos eroticos roludo comendo a bundinha da loirinha gostosinhacontos erotico irmao cafetao da irmacontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoFui com um coroa pra sua lancha ele me fudeu conto eroticoConto erótico nudismo em casa contos eroticos anal com padrasto vizinho tio pai desconhecidocontos abusadas em grupoempregada ê chantageada e tem que dar para seu patrao o cabacinhodei para o amante da minha mulher contomeu marido é um corno muito especialfilhinha e velho contos eróticosconto erótico namorado da minha amigacontos eroticos hetero casado fui dominado pelo coroaconto erotico comi minha prima enquanto ela dormiacasadinha inocete. sedo chatagiada contos eroticotitio disse q ia fazer passar a vontade de fazer xixi contos eroticoslindasapertadasfui comer acabei dandosentei na rola do padrinho contos eróticoshttp://transei com motorista do onibos escolar gay contos eroticoszueiras mais gostosas e fogosas da bunda grande e pernas grossascontos eróticos de bebados e drogados gaysconto de cunhada depilando o cu para levar varacotos heroticos gay me comeu no riosexo chorei no pau do caminhoneirocontos de mulher transando com negão p******conto erotico-engravidei do meu genrocontos eroticos jingridconto erodico meu marido de cueca fio dentalhistorias verdadeiras de maridos que fragaram as esposas dandocontos mem tinha peitinho dava cusinhoCanto erotico de velha 68 anoscontos sentou no meu colo e eu gozeicontos de sexo travesti dominadoracontos baixinha popozudaconto erótico duas rolar na velhaContos eroticos: Fui forcada por meu pai ohohhconto erótico esposa foi parar no hospital com a buceta sangrandocontos erotico o menino eo meu maridoQuando ele cuspiu no meu cu ele piscou querendo piroca no cu e na xonga contospeladas e melada de manteiga no corpo inteirocontos eróticos minha mãe fumou baseado e comi elao dia em que passei a amar zoofiliaO primo enterrou o pauzão de uma vez so tirou o cabacinhocache:d8S3mF85a4oJ:tennis-zelenograd.ru/conto-categoria_4_11_incesto.html conto gay viciei na rola do negÃofui chantagiada pelo meu amigo de trabalhocontos eroticos irmão arrependidoenteada v******** com marquinha de biquíni doidinha para dar o c* para o paiconto erotico mãe flagra filho dando cu pedindo para gozar contoschupando pintaoooconto erodico 5 amigos me fuderaoContos eroticos chantageando a irma e fode elaEvangélica safada ContosEróticospornô.com contos eroticos meu genro pausudo arregacou minha bucetarelato erotifo meu filho gosa muto nas minhas calcinhascontos gays ordenhando papaicontos minha irmãzinha tinha mania de sentar no meu coloConto erótico comendo cuzao da mãe e filha bunda grande conto erótico de incesto de sobrinha e tio casa de contos sem querer me apaixoneiempregada fodida na marra.contosconto erotico japonesinhacontos tia com fome de picaeuconfessomulher de meu irmaocontos erotico mulher experimentando um travestipunheta com meu amigo hetero buceteiro conto erotico so punheyaContos de cedezinhas sendi iniciada