Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU NOVINHA E O VIZINHO VELHO

Eu me lembro muito bem, tudo começou quando eu tinha sá nove aninhos. Minha mãe era muito amiga da familía vizinha. No quintal da casa deles tinha pés de várias frutas e ela me mandava ir lá buscar porque eles deixavam pegar quanto quiséssemos. Ás vezes eu pegava sozinha mesmo e ás vezes tinha a ajuda da vizinha.



Mas de tempos em tempos o pai desta vizinha, já um senhor, estava passando uma temporada lá. Certa vez ele que foi me ajudar a pegar frutas mais altas.



Na época eu não ligava pra nada, era inocente. Usava saias pequeninhas e shortinhos e isso devia provocar ele mesmo eu sendo tão novinha, tarado, mas eu nem sabia de nada.



Um dia ele disse que podia me erguer pra eu escolher as frutas no alto. Eu aceitei, me pegou no colo, ficou com as mãos na minha perna e na minha barriga me levantando. Quando me abaixava eu sentia algo duro nas minhas costas... me ajudou umas três vezes assim.



O tempo passou e quando eu tinha uns 19 anos ainda pegava frutas lá, mas não via mais ele, neste dia ele estava lá de novo. Ele devia ter quase sessenta anos.



Ficamos conversando e pegando frutas e toda hora ele dava um jeito de se encostar em mim. Sá que agora eu até estava gostando daquilo e facilitando as coisas. Eu estava com um shortinho muito fino e curto e dava pra ver minha calcinha marcando. Certa hora ele me encoxou como se fosse a coisa mais normal do mundo. Eu aproveitei e dei uma reboladinha e senti o pau dele todo duro e falei que tinha sentido uma coisa dura. Ele ficou doidinho e perguntou se eu queria ver. Falei que sim e ele tirou o pau pra fora, estávamos sozinhos no quintal e da casa ninguém podia ver nada, sá se chegasse mais perto.



Eu já conhecia alguns filminhos e sabia mais ou menos o que fazer com aquilo. Peguei o pau duro dele, devia ter uns 19 centímetros, mas muito grosso e comecei a punhetar. Começou a gemer e eu gostei daquilo. Me abaixei e lambi a cabeça do pau mas fiquei com nojo. Mas estava gostando muito daquilo, eu estava toda molhadinha cheia de tesão. Ele favala pra eu continuar, então fiquei batendo cada vez mais forte pra ele e dando beijinhos no cacete dele. Comecei a brincar com as bolas dele e gostei muito disso. Ficou gemendo mais forte e ai bati mais rapido a punheta pra ele até que ele segurou minha cabeça e começou a gozar porra na minha cara. Foi bastante, fiquei toda gozada. Não achei muito bom, ele continou me segurando, se abaixou e me deu um beijo na boca. Eu sai correndo e fui me lavar na minha casa. Não gostei deste final e não voltei mais lá enquanto ele estava.



O tempo passou de novo e eu estava com 19 anos na frente da minha casa quando ele passou entrando na casa da vizinha e veio até o muro dizer oi. Eu estava com roupas que gosto de usar em casa, um short minúsculo que mostrava até uma parte da minha bundinha e uma blusinha curta. Vi a cara de tarado dele me olhando, que eu já conhecia, e não resisti, fui falar com o velho, sá pra ver se ele me falava alguma coisa gostosa e de noite eu ia tocar um siririca pensando nele.



Falou uma coisa e outra e depois acabou falando que eu estava muito gostosa. Eu provoquei ele me virando e mostrando minha bundinha. Depois falei que lembrava do boquete que fiz nele quando era mais novinha. Ai ficou maluco e o que ele me falava e a cara de velho tarado dele me deixou molhadinha. Falou que estava sozinho em casa e que eu devia ir lá fazer aquilo de novo. Não resisti, vi se alguém estava olhando e fui lá.



Entramos na casa e ele me levou pro quarto de visitas e depois que entrei ele trancou a porta. Sentei na cama e veio pra cima de mim, me deitou e ficou em cima e começou a me beijar na boca. Agora eu adorei. Me chamando de vadiazinha e gostosa. Atolou a mão na minha bunda e colocou a outra nos meus peitos. Saiu de cima e tirou meu shortinho devagar. Olhando fixo pra minha calcinha, minha bucetinha, minha barriga. Abri bem as pernas. Colocou minha calcinha de lado e caiu de boca. Ai que delicia aquele velho meu chupando, enfiando a lingua fundo dentro de mim.





Depois de me deixar toda molhada e cheia de tesão de tanto me comer com a boca tirou minha calcinha e sá abaixou sua calça e veio pra cima de mim de novo. Me deixou em posição de frango assado e mirou a cabeça da pica dele na minha bucetinha. Eu nunca vi um pau tão grosso como o dele. Enfiou devagarinho até que entrou tudo e começou a meter. Que delicia, comecei a gemer com força e ele meter mais rápido e gostoso até que gozou dentro de mim enquanto eu estava gozando também. Ai caiu deitado do meu lado cansado. Eu queria é mais e peguei o pau dele e comecei a chupar. Já estava mole mais eu estava adorando aquele pau.



Ele não parava de me xingar e depois de um tempo ficou duro de novo e eu subi em cima dele e sentei na pica dura. Agora entrou com mais facilidade porque eu já estava fudidinha e queria ficar mais.



Rebolei muito de frente e de costas e gozei uma vez mais ele não gozava de novo e eu estava adorando. Aquele pau velho duro grosso e gostoso sem camisinha dentro de uma ninfetinha novinha gostosa que nem eu era.



Ai ele me segurou em cima dele, me jogou na cama de costas e veio pra cima de mim. Que delicia aquele corpo pesado em cima do meu corpo todo, meteu na minha bucetinha e começou a meter com força, sentia o corpo dele batendo na minha bundinha e a vara toda dentro de mim até que ele esporrou tudo dentro de mim de novo.



Levantei e me vesti, mas não coloquei a calcinha, Dei pra ele e disse que outro dia eu voltava buscar. Ele adorou me chamando de vadia.



E eu voltei mesmo a semana toda. As consequencias não foram boas mas isso não vem ao caso.



O que vale é que foi o primeiro a meter na minha bundinha, mesmo que sá a cabecinha do pau dele, mas foi uma delicia. Meteu muito aquela pica velha na minha bucetinha nova e me deixou toda arrombada e toda vez me enchia de porra dentro de mim. Era a melhor parte.











VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto eonico de sexo analcontos.erodicos.de.meninas.peitudas.e.mulequinhoscondos eeoticoscontos eroticos como passei a ser travesti por causa do meu cunhadoconto afoguei com galacontos eroticos gay meu dono brutalminha mulher me fez corno e viado ao mesmo tempo eu adoreimorando sozinho com irman gostosa contocontos erótico estuprada pelo chefinhocontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandroso pito da minha sobrinha e o cu da cunhada contosconto eróticos puta de salinasconto erotico praia em familiaFui enrabada ao lado do meu marido e ele não viuTennis zelenograd contocontos eróticos vovó me comeuContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos meu marido adora me ver sendo chupada por outra mulhercomtos bdsm de empregadaSou casada mas bebi porro de outra cara contosconto a sobrinha da bucetinha cheia de porraninguém subiu para o meu primo escondido ele gozou na minha bocaconto erotico esposa volumecontos eroticos cm chantagia minha intiada para mim da a sua bocetinhacontos eróticos fetiche padresContos minha mulher mandando eu engolir porracontos eróticos mulher manhosaConto cdzinha viagem a portugal com minha irma perdi minhas roupasConto erotico mamae deixou papai come meu cu em quanto chupava elazoofilia casada conto xacraContos eróticos ele veio do interiorvideo de sexo c langerriMeu nome é dado (apelidio),tenho 35 anos e minha esposa mara tem 32 anos.Somos simpaticos ,com caracteristicas bem Brasileira .noite maravilhosa com a cunhada casada contoso dia em que passei a amar zoofiliacomi minha filha pensando que era a minha mulhercontos erotico farmaceutico macho negao fodendo gaycomendo a boca da prima contoTennis zelenograd contocontos eroticos eu meu marido perdido na matagarotinha contoscontos de menininhas sentando no colo de homensconto erotico o gringo arrombou minha esposacrossdresser bebendo porraminha sogra deu o cu para o cachorro contoDiaristasafadinhaconto erotico comendo minha irmã com minha amiga olhandofalei para minha avó que adoro um cuo garoto tava de pau duro contos eróticosconto erotico fudendo a avórelato erotifo meu filho gosa muto nas minhas calcinhasContos eroticos de solteiras rabudasrelato erotico marido traiconto: como fuder uma prostituta ate gozarna piscina com minha sogra contoscontos eroticos dei ao papai e fingi dormircontos eroticos transando com a cuhada branquinha da boceta peludaco tos eroticos perdi a minha virgindade com meu avoContos eroticos comeu o cu da irmã q estava entalada debaixo da camaContos erotico de exibi a bunda muito grande de fio dentalcomeu cu da coroade 30anossconto dei sonifero pra minha mulher dormir e outro comer elacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosconto erotico mihna mulher disse que o meu negocio exupa piçacontos eróticos filha e esposa em perigo contos transei com velha e buçetudaconto erótico lésbico marido deu em cima de mim mas comi a patroacontos coroa tetuda baixinha na feiracontos acampamento fudendo amigo namoradoxvideo contos erotico marido na castidadecontos eroticos,eu e minha maniia de mini saiafui assistir filme acabei chupandoContos punheta duplaconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeumaisexo peituda senta e goza na boca do macho contos eróticoscontos gay comendo o amigo rabudo em casacontos e experiencias veridicas de zoofilia de menina com poneyconto erotico fui pega pelo meu marido chupano meu filho eo meu paiconto erotico na viagem o negao arrombou minha esposaconto erótico segredo de humem casado que não resistiu a uotro homemtouro estrupado uma. gostosa e ela fica muito esitadagay mamando pirralhos contosContos gay se beijando com esporra de outroconto erotico ajudando minha tia no encanamentocaralho meu empurra tudo nu meu cuzinhoconto erótico sentada melsou loco pela minha cunhada contos eroticoscontoseroticosdeincesto/irmaoeirmaconto eroticoo virgindade