Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU DESPERTAR

Meu despertar sexual aconteceu bem cedo, mas eu me sentia muito mal, sentia uma sensação de culpa, de estar fazendo coisa errada, hoje sei o que quero e superei essas bobagens de sentimento de culpa.

O que eu chamo de despertar foi assim: Eu tinha 19 anos, morava em Santana-SP, estudava de manhã e ficava a tarde inteira sázinha, era muito curiosa, vivia mexendo nas coisas do meu irmão (na época ele tinha 19 anos) e sempre achava revistas pornograficas.

Quando achava, meu coração batia forte, minhas pernas ficavam bambas e sentia um calor gostoso no meio das pernas, imediatamente eu corria pro meu quarto, tirava a calcinha e deitava de lado, enquanto eu virava as paginas, ficava massageando minha xaninha até gozar (eu não sabia o que era mas adorava). Depois ia pro banho e ficava brincando com uma tampa de um shampoo que era fina e comprida, enfiava e tirava na bundinha até gozar de novo. Eu não enfiava nada na bucetinha pq tinha medo, minha mãe me falava que não podia ficar mexendo ali.

Uma ocasião encontrei uma revista diferente das outras, tinha mulheres com cachorros, eu fiquei com as pernas tremulas. Tinha fotos de uma mulher fazendo de verdade com um cachorro, dava pra ver o pinto do cachorro dentro dela, isso mexeu muito comigo porque tinhamos um cachorro em casa, e pela primeira vez eu me dei conta que poderia fazer igual a revista, embora morresse de medo porque achava meu buraquinho muito pequeno para aquilo.

O cachorro era do meu pai, mas ele gostava muito de mim, pois eu que dava comida e banho nele. Era um vira-lata de medio porte, muito bonito de nome Nero, devia ter uns 2 anos.

Eu já tinha visto o Nero montar na perna do meu pai algumas vezes e meu pai tocava ele pra fora, agora eu já sabia o que era, e senti meu corpo mole de tesão, minha xaninha estava pegando fogo, queria fazer aquilo.

Como era 3:00 h da tarde, ficaria sázinha até as 7:00 h, com medo mas vencida pelo desejo, chamei o Nero pra dentro, tirei a saia e tranquei todas as portas, sentei no chão do meu quarto e chamei com o coração aos pulos.

Ele veio como sempre todo alegrinho, mas eu queria que fizesse comigo igual fazia com me pai, então colocava a perna embaixo dele, mas nada acontecia, ele vinha cheirava e lambia minha xaninha por cima da calcinha, puxei a calcinha para o lado e deixei ele lamber, foi uma sensação tão gostosa que nunca mais esqueci.

Já estava ficando desesperada quando de repente ele abraçou minha perna e começou a fazer aqueles movimentos, aquilo me levou a perder a noção de perigo, levei a mão até o pinto dele e comecei a pegar, estava duro e tinha uma pontinha vermelha pra fora da pele, eu mexia, apertava e ele empurrava pra frente.

Até hoje quando lembro molho a calcinha, sem pensar mais pois sá o tesão

importava, tirei a calcinha e fiquei de quatro, mas ele não montava em mim.

Eu estava maluca de vontade, queria sentir o negácio dele no meio das minhas pernas e na minha bunda.

Tanto insisti que acho que ele sentiu minha bundinha e abraçou meus quadris

com as patas e começou a fazer aqueles movimentos, eu senti um frio no estomago e uma sensação de calor percorreu todo meu corpo.

Eu não estava sentindo direito o pinto dele na minha bundinha, ele não acertava onde eu queria.

Então fui me abaixando, quando senti a ponta encostar em meu cuzinho senti um tesão tão delicioso como nunca tinha sentido antes.

Então fiquei curtindo em extase meu despertar sexual, pela primeira vez eu sentia um pinto de verdade cutucando meu cuzinho. As vezes ele escorregava e encaixava na minha xaninha, como tinha medo, arrumava e colocava de volta no cuzinho.

O tesão me impedia de entender, mas a ponta do pinto dele estava entrando e saindo do meu cuzinho...aquele entra e sai delicioso, ele empurrava e tirava muito rápido, eu não sentia dor, sá extase...então gozei pela primeira vez em um pinto...gemendo e soluçando... foi quando senti uma dor forte, assustada levei a mão para trás e senti uma coisa enorme, a ponta estava dentro do meu cuzinho que queimava e doia.

Fui com o corpo para frente e sai daquele pinto enorme e do abraço do Nero.

Assustada com a dor, dei uma bronca no Nero que deitou e ficou lambendo seu pinto enorme.

Meu susto foi passando a medida que reparava no tamanho do pinto dele, todo vermelho com uma bola atras.

Corri para o chuveiro, com uma sensação horrivel de culpa, de ter feito uma coisa errada e proibida, tomei um banho rápido preocupada que se chegasse alguem e visse o tamanho do pinto dele como eu explicaria.

Quando eu sai do banho, para meu alivio já tinha voltado ao normal, foi

ai que entendi como funcionava o pinto do cachorro.

Eu não conseguia esquecer o que tinha feito, e quando lembrava ficava tremula e muito excitada.

No mesmo dia comecei a planejar como eu faria para colocar o pinto dele inteiro no meu cuzinho antes de ficar grande, pois eu tinha certeza que depois de ficar grande eu não conseguiria.

Depois disso coloquei varios planos em ação, mas são outras histárias.

Depois de ler alguns relatos na internet, decidi compartilhar minhas

experiencias com outras mulheres que tiveram experiencias parecidas ou

ainda tem, sem medo nem preconceito.

Quem quiser compartilhar e trocar experiencias de forma adulta me

escreva: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos engatada e arrastada pelo cachorroconto mulher usa a buceta pra fazer caridadegaroto.burrinha.zoofilia.contoconto erótico com a sobrinha novinhacontoesposanuacontos de sexo gay insesto depilaçãovidios porno de homem pegando irmazinhar mulher si mastubando e conceguindo comer a buceta delamelhores historias porno´ detalhe por detalheao lado do meu marido masturbei um estranho no onibus.contos eroticossentei na rola do padrinho contos eróticoscontos eroticoso cu da cadelinhacontos dando pra um sessentãocache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html contos arrombado por cdconto comi minha sobrinha na pescariacasada da bunda maior de todas contospornoc/japonesasetravestisporno conto erotico depois de malhar fui fodida na academianovinha inocente sentando no desconhecido contos eroticosesposaevelhopornorelato minha sobrinha colher no copo minha porra e bebeucontos eroticos meu amigo daniel comeu minha mulherconto erotico marido bebado sogro fode noraContos eroticos louca quando dois machos chupam gostoso as minhas tetasconto erotico emprestando a noivasegurou a filha para tirar cabaçovirando escrava submissa do traficante contocontos tava de shirtinho em casa o mendingo me comeu em casaWww.contoeroticopai.comcontoserotico minha mulher segurou no pauzaoencostou a bunda e pediu picacontos eróticos casal ônibusnão acredito que dei o cu contos eróticosconto eróticos com velhinharelatos cuzinho na marramega rolas mega bucetas mega gozadas profundasporno desmarcada do funkcoroa coxuda gozando contosSimone chupando pau de joelhos e levando gozada na bocaconto erotico casada humilhada por maginaisConto erotico lesbica fode uma menortroca troca no orfanato contos eróticos gaycontos eroticos prazer solitario homembuceta filha da puta machucou meu pau au em fiar na sua buceta gostosagozanodeto familha ponoconto programa de putacontos eroticos cu de mulher com bostae safadinha é bonitinha ela chegava lá que é grau grau grauesperei meu pai sair pra comer minha mãeo meu padrasto me arrastou pro matagal contosbanhocontoeroticocontos eróticos sadomasoquismo argola enfiada na bucetaeu amante xe um dog alemao contosono no cu das duas safadascontos de mulher insatisfeita com maridovi minha mãe no banheiro pelada taquei o pau na coroa gostosa a forçacontos eróticos medindo com meu gordinhocontos eroticos o homem da garagemporno gey pegando priminho adolesente e jovem tanbemNegão Da Picona Na Africa Contos Eroticosminha esposa levou rola sem saberchupei a rola enorme do meu irmão mais velho contocasada desfilado de calcinha contos eroticocontos esposa pai delamorena elisangela dando o cuzinho gostoso de cabo frioContos eróticos de bebados gayscontos eroticos noite do pijamaContos eróticos minha esposaconti gay minha tia me fagrou de calcinhacontos eroticos de escrava de madamecontos eroticosmeu namorado me encoxando camisinhaContos incesto tia gravidaquadrinhos e contos eroticos a inquilinacasa dos contos eróticos jogo mamãeEla pediu pra cheira e ele esporou nacara delaConto eritico cunhada safada peituda veianegras abrino o cu pra meter nele gostososentei na rola do padrinho contos eróticoschupei os pezinhos da minha irman contos eroticosvídeo de professora dando a pombinhaContos porno meu amigo pintudo arrombo minha esposacontos neta da minha vizinhaMulher chupando a dongafui bolinada na.mesa junto.com.o marido.contosmeteu o dedo na minha bundinha contoconto eonico de sexo analCoroa gostosa louca por jeba contoscontos eróticos a gostosura de nossos pensamentosconto comendo viuva