Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DESCOBERTAS DE COLEGIAIS

Vamos a mais uma historinha da série zoovoyeur, esse eu não tenho como confirmar a veracidade, mas que é bem gostoso é! Estava eu, Andrea, nos tempos de colégio ginasial e tinha uma amiga muito íntima, contava tudo para ela, quer dizer, quase tudo, e ela para mim ou eu achava que era assim até o dia que ocorreu o fato que passo a relatar.

Era uma sexta feira e eu fui para a casa de minha amiga depois da aula pois iria passar lá o final de semana. Já havia ido lá várias vezes e já tinha reparado no cachorrinho dela, um Boxer misturado com Dálmata, ele era manso e brincava comigo mas sempre preso. as poucas vezes que o vi solto minha amiga passou muita vergonha pois ela chegava da escola e ele corria e tentava subir na perna dela, as vezes já com a pontinha vermelhinha do piru aparecendo, minha amiga disfarçava e dizia que ele estava ficando velho e maluco, Eu como já tinha experiência no assunto tratei logo de maldar e sempre achei que ela era uma cadelinha das boas, como eu!

Chegamos na casa dela e fomos tomar banho, lanchar, essas coisas. à noite, estavam todos já em seus aposentos e nás duas e o Mancha (esse o nome do cachorro) vendo tv quando o papo começou a ir, como sempre para o lado do sexo, lamentávamos que não houvesse nem um filme para assistirmos. foi quando comecei a falar de uma certa revista que eu tinha visto do meu irmão, papo arrumado propositadamente por mim para chegar aonde eu queria, Que amostrava mulheres transando com animais minha amiga ficou com o rosto vermelho e fingiu desinteresse, quando comecei a contar de talhes ela começou a ficar incomodada e tentava disfarçar o Tesão que ela sentia com minhas palavras. Foi aí que eu perguntei a ela o que achava de gente assim, ela me disse que achava Que as pessoas deviam fazer o que tivessem vontade desde que não prejudicassem ninguém. Era o que eu queria ouvir, perguntei a ela sobre o cão dela ela me olhou com os olhos arregalados e me disse que ele era um cão muito limpo, acho que ela estava começando a me adivinhar, eu conhecia o tratamento que o cão recebia e por isso levantei da cama, fechei a porta do quarto com o pretexto de que iria dormir de camisola e não queria que ninguém me visse assim de manhã e disse a ela que então iria fazer uma coisa que tinha vontade a tempos. Ela não conseguia pronunciar uma sá palavra, sá me olhava com aquela cara de susto e felicidade por estar encontrando alguém que pensa como vc.

Caminhei até o cachorro que se colocou rapidamente em pé, ajoelhei em frente ao seu focinho e afastei minha calcinha para que ele sentisse o cheirinho que emanava de minha boceta, a esta altura muito mais que molhada. Ele não se fez de rogado e começou a lamber....ahhhh, que língua maravilhosa, fechei os olhos, retirei a minha camisolinha e comecei a massagear meus peitinhos......virei de costas e fiquei de 4 a frente do animal, ele me lambia a boceta e o cuzinho ao mesmo tempo, a língua áspera e molhada me faziam rebolar e rebolar, escutei um barulho atras de mim, quando olhei, era a minha amiguinha que já estava nua alisando o pau do cachorro que já se apresentava de fora, perguntei se ele já estava acostumado, ela me olhou nos olhos, deitou-se embaixo do cachorro e engoliu aquela vara sem nada me responder, ela parecia em nada com a minha amiguinha de colégio. Virei me para frente e continuei sentindo aquela língua na minha boceta e no meu cu até gozar.

Saí da minha posição, minha amiga continuava a chupar o Mancha, fui para perto dela e comecei a chupá-lo tb, é ábvio que com esta proximidade toda minha amiga me beijou.

Pedi para que ela ajudasse o mancha a me penetrar, ela disse que não, ela seria a primeira e eu a ajudaria, eu nunca tinha sido a ajudante, sempre fui a cadela mas foi átimo assim mesmo. Ela pegou um lubrificante, passou no pau do animal e ficou de joelhos com os cotovelos no chão e me disse:

- bota no meu cuzinho....

eu não sei o que me deu na hora mas meu grelo parecia que iria saltar fora do corpo, meus peitinhos doíam de tesão. Ela bateu na sua bunda ( a bunda dela é enorme, ele é gordinha mas muito gostosa) e o Mancha se posicionou, nervoso tentava enfiar e eu o guiei para o buraquinho negro de minha amiga, entrou fácil, eu nunca tinha visto assim, desse angulo, ele começou o vai e vem, minha amiga começou a gemer e disse que no cu era a primeira vez que estava doendo, para eu ajudá-la. Já fora de mim com aquilo tudo deitei-me em baixo dela e fizemos um 69.

Caralho! eu via aquele pau entrando e saindo logo acima de minha cabeça, via aquela bunda enorme arreganhada na minha frente, via aquela boceta carnuda escorrendo mel, como eu queria ser uma câmera fotográfica para passar para vc toda a visão que tive, ela arreganhou-se mais e forçou para trás o ná entrou, ela começou a chorar baixinho e morder minha boceta, me chamava de cachorra e dizia que a culpa era minha, gozei uma centena de vezes e vi aquele pau inchar e encher minha amiguinha de porra canina. Ela ficou grudada por pouco tempo e quando saiu lambuzou-me a cara e o cabelo, tive que sair para tomar banho, depois ela foi tomar banho, passou por mim e não me olhou nem falou comigo.....quando chegou no quarto de volta me encarou e perguntou se eu achava que ela era louca, dei-lhe um beijo e disse que era tão louca quanto eu, e passamos o final de semana trepando e trocando relatos de nossas trepadas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos saia sem calcinha escada engoli porraconto erotico amigas chupei cunhadacontos eroticos garoto e mae bundudosjogadora de pau pau de borracha na bucetinha da noraConto Erotico Eu meU mrido e minh migcontos eroticos de enteadascontos eroticos padastro com indiadachantagiei minha irmã parte 2conto erotico emprestando a noivaconto marido corno vendo daniela fyder com negaoa minha mulher a mamar caralho de outro em jantarcontos eroticos exendo a buceta da tia de poreaCorno em calcinha contochupei a rola do meu primo de onze anos :contos eróticoscomi minha enganado contos eroticosmeu irmão virgem meu amor conto eroticocontos eroticos enrabada a forca pelo padre dentro da igrejacasa dos contos eroticos emtre as irmas evsngelicas casadas voyeur de esposa conto eroticohistoria e contos lesbica primeira vez com minha babacontos como dopar maridoconto meu vizinho paneleirochupando pintaoooconto erótico piroquinha da mamãeContos eróticos freiradei pra passar contoscomendo i gozano deto da negá no salão de carnaval 2017a vovo gostosa conto eroticocunhado fagendo sexo com cunhada noivinha gostosaUM ESCONDE-ESCONDE DIFERENTE (PARTE-2)video porno lanche na boca. deitada no colo do sogroConto erotico minha esposa pagousbrincando no mato contos quando passo o dedinho no meu cu fico com abuceta toda babadaproctologista me comeu gayconto erotico arrombei o travesti do baile funkconto erotico dopei minha espos e comi ela de todo geitocontos eroticos julinha priminha de menoropastorpornocontos eroticos mulher feiacontos sou safada dei a bunda para os meninos flanelinhaconto cheguei casa cu todo arebentadocasa dos contos ejaculaçao precoceContos eróticos gay de calcinha brincando de esconde esconde no sítio do tiu e deucontoserotico sou senhora mae sou bem peituda tenho bundonaconto erotico calcinha neguinhocomendo o cu da sogra contotravesti bem dotado chupando o c****** da mulher do cumolicespouquinho carnuda contoscontos eroticos da evangelica escravaminha namorada apertando meu pau com a sua bucetacontos comi a irma gravida gostosa rabuda peludacontoseróticossobrinha menininhacontos eróticos AHHH OHHHsogras e madrasta fazendo boquetes rapidosContos eroticos humilhado seioscomo enraba uma colega. de trabalhofotos e vidio e contos eroticos estava sucegado em casa quando minha irmã começou a me procaresposametenocomoutroContos : namorada dando pra passarconto gay aloprado gostoso virei putaifeta sandalilhacontos erotico-você me deixa safadacontos eroticos esposa velhover o cuzinho da roseliisso viadinho engole essa rola vou estrupar sua gargantacomendo a evangelica no busao contocontos eroticos dormindoconto erotico padrasto peito peludo acariciandoConto comendo a gorda casadavideornpossdespedida de solteira com noiva pegando no pau dos stripsComi a cadeirante casada contosgazar na vagina da sogra xvidioscontos eroticos minha esposinha e o inquilino velhobofe escandalo na punhetaSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos eroticos sou crente mas tenho um fogo no cuContos descobri que minha esposa ve fotos de homens nus na internetgozandonocilindrocumendo cu da mae e tia contos eroticoscontos minha mulher foi fodida na praça por estranhoscorno assumidocontos eroticos ai ai me fode primoconto guei fingi dormi emeu primo enfiou o pau na minha bocapornô de sogra saladacont erot padrinho meteu tudoconto erotico gay dei o cuzinho quando eu era pequenoconto erotico feinhaconto meu cu te amo grosscontos eroticos virei puta dos meus empregados negros