Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CRIS - CASADA E DUPLAMENTE PENETRADA

CRIS CASADA E DUPLAMENTE PENETRADA



Essa historia é real e ocorreu, mas por questões obvias os nomes foram trocados.



Tudo começou por curiosidade e interesse nas questões atuais de relacionamento como swing e menage, assuntos que me chamavam demais a atenção.

Na internet encontrei e utilizei diversas ferramentas que propiciam com facilidade esse tipo relacionamento como chat, msn e outros.

Quanto mais informações eu procurava, mais curioso ficava, pois estava diante de um mundo todo novo e imenso dessas questões.

Passei a entrar no chat, em salas como swing, menage e outros semelhantes tentando encontrar casais que procuram relacionamento com mais um personagem no sexo. Mas a dificuldades eram enormes, pois muitos são os curiosos no chat e passam a de certa forma tirar nossa paciência e tempo que perdemos dando aquelas nossas informações introdutárias como: meu nome é Paulo, minha idade é 38anos, loiro, olhos azuis, minha altura 1:78, meu peso 76Kg, tenho formação superior, tenho boa aparência até porque pratico esportes, procuro casal, quero discrição... em suma, aquelas informações para passar um pouco da pessoa que esta do outro lado do teclado.

Tudo isso aconteceu até certo dia quando conheci um casal que me chamou atenção, atenção sim, pois conversávamos muito bem dos nossos assuntos, curiosidades e fantasias... e como uma escada saímos do chat para o msn. Trocamos muitas informações para nos dar uma certa segurança de quem estava do outro lado do teclado e o que de fato realmente desejavam.

Marcamos um encontro, encontro com o casal que estava procurando um outro parceiro e ainda pela primeira vez, inesperientes.

Me preparei todo para o momento, cheguei no lugar combinado, era um barzinho de esquina onde muitas pessoas estavam sentadas em cadeiras ao redor de mesinhas. Passei a procurar o casal pelos detalhes que haviam me passado, não tive dificuldades, as mesinhas estavam repletas de pessoas e num canto havia somente um casal sentado, eram eles, fui até lá.

Chegando práximo dava para ver a tensão que eles estavam, apás os comprimentos tipo dar a mão e beijinhos de olá, sentamos e começamos a falar, sim falar generalidades para tirar a tensão que o casal estava naquele momento e aos poucos trazendo uma maior tranquilidade a todos.

Tomamos alguns chopp´s e aos poucos começamos a falar de que realmente estávamos querendo, o casal era simpático, mas o que me chamava a atenção era a Cris, ela estava uma loucura, de saia preta com um degote grande que mostrava o volume de seus seios, com um corte longo na barra da saia que chegava quase na altura da cintura, meias longas e saltos altos, ela 32 anos do tipo mignon, com 1:65, 54kg, loira, cabelos longos até o bumbum, olhos azuis, seios firmes, sem barriguinha. Ela estava fantástica, conversamos muito, aos poucos o grupo foi se soltando e a Cris começou a entrar na fantasia que todos estavam querendo.

Me atrevi começando a atacar um pouco, como pegar nas mãos dela, encostar minhas pernas nas dela, e em certo momento o Carlos levantou para ir ao banheiro, bom,,, era o momento para a investida necessária, (claro que a ida ao banheiro certamente era a estratégia deles ou do Carlos), levantei e sentei ao lado da Cris, passei a tocar com a mão as pernas dela, e aos poucos aproximando meus dedos tanto nos lábios do sexo como nos lábios da boca, ela deu sinal de aceitação do que estava ocorrendo. Nesse momento chega o Carlos e propõe de irmos a um motel, saímos do barzinho e chegamos ao carro, Carlos sugeriu que eu e a Cris sentássemos no banco de trás, adorei a idéia, marido dela motorista particular, eu e Cris no banco traseiro do carro; Passei a dar maiores investidas na Cris, começamos a nos tocar, e a Cris abrindo mais as pernas facilitou que eu viesse a tocar melhor em seu sexo, beijei o pescoço dela, passei pelos seios e terminei com minha boca nos lábios da boca da Cris. Passamos a nos tocar de forma cada vez mais intensa a ponto que quase chegarmos ao sexo ali no carro mesmo. Chegamos no motel, subimos para o quarto, o Carlos e Cris subiram de mãos dadas e eu atrás deles, dentro do quarto a Cris olhou bem nos meus olhos e disse: Quero que você seja aquele que vai me tornar Puta. Nossa, fiquei maluco não sabia que aquela quietinha que estava naquela mesa do barzinho poderia estar daquele jeito ali, não imaginava que fosse possível ser tão depravada e ainda na frente do marido dela o Carlos, dava para ver claramente que ela estava louca para Fuder com outro macho, Carlos ajudou a tirar a saia longa da Cris, ela ficou somente com a calcinha que estava toda puxada e enfiada pelo centro da Xana, as meias longas e os saltos altos. A Cris abaixou e pegou meu pau e passou a mamar, chupar de forma fantástica tentando engolir ele todo liberando todas as nossas fantasias virtuais. Meu pau entrava todo dentro de sua boca com certeza entrando garganta a baixo, e, enquanto a Cris estava me sugando, o Carlos dava inicio a penetração na Cris, a Cris olhava o marido dela com uma cara de sem vergonha querendo mostrar que estava adorando tudo e que as fantasias estavam se realizando.

O marido entra firme dentro da Xana da Cris enfiando todo o seu cacete de forma violenta e forte, fazendo a Cris entrar em orgasmo ali na hora. Eu não poupei, entrei com a mesma intensidade que Carlos fez na Cris também, ela começou a falar palavras: Paulo, enfia, enfia, enfiaaa, me come todinha, arromba minha buceta me maltrata de prazer, Carlos meu marido veja, estou sendo comida pelo Paulo, agora sim eu Cris sou uma Puta, enfia esse caralho bem fundo para que Carlos meu marido veja bem o que você esta fazendo comigo, que aquilo que ele sempre queria e que eu evitava estava acontecendo e que eu Cris estou adorando, nisso eu tiro meu cacete, retiro a camizinha e começo a jorrar porra na cara da Cris, nossa eu jogava volumes de porra, a Cris adorou, passou a lamber tudo com prazer. Eu continuei a fuder a Cris mesmo tendo acabado. Eu tenho ereção prolongada e continuei a bombar dentro da buceta da Cris, nisso o Carlos começou a acariciar por trás a Cris e disse o seguinte: mulher agora você vai receber duas varas em tua buceta, bom naquele instante achei que iriamos cortar ela no meio, pois a bucetinha da Cris era apertadinha eu sentia meu pau apertado lá dentro, eu estava fudendo pela frente e o Carlos se ajeitou por traz dela e forcou entrar dentro da buceta da mulher dele estando o meu ainda la dentro, forçou, forçou, não dava para acreditar estava entrando duas varas dentro da Cris, era um prazer enorme, eu sentia o pau de meu amigo junto com o meu entrando apertadíssimo na buceta da mulher dele, e ela estava adorando, adorando as duas varas que entravam e saiam juntas e justas em sua buceta. Depois de um bom tempo assim a Cris disse: adoro, amo isso, dois paus como sempre sonhei entrando em minha buceta, viu Carlos como eu aguento, sempre nos sonhos eu falava e agora estou realizando, e que era uma mulher que saberia muito bem se arranjar com muitos homens ao mesmo tempo. Bom, eu nunca imaginei que uma buceta pudesse abrir tanto assim, e entramos num ritmo alussinante de prazer e orgasmos até acabarmos juntos caindo ao prazer.

A Cris louquinha e insaciável de tezão começou a nos tocar querendo que nossas varas erguessem novamente. Apos alguns instantes ja estavamos prontos novamente, eu e o Carlos, e passamos a nos revezar na buceta da Cris, e ela bem sem vergonha disse: Agora eu vou quer um na buceta e outro no cuzinho. Uma vez dada a ordem eu e Carlos passamos a obedecer, eu entrei na buceta e o Carlos se ajeitando começou a penetrar o cuzinho da mulher dele, foi complicado no inicio, mas depois de um certo tempo entramos num sincronismo preciso de prazer fazendo sentir o sexo ao máximo, a Cris começou a ter orgasmos simultâneos que no inicio nos assustou, mas continuamos fudendo ela até de forma mais forte, arrombando tudo com prazer, até cairmos sem forças.

Satisfeitos estávamos todos os três, pois atingimos as nossas fantasias, dormimos abracados, caídos e exaustos. Quando acordamos nos despedimos e hoje vejo que a coragem fez a diferença em alcançar ou não nossas fantasias.



Sou do RS, casais principalmente iniciantes que procuram um parceiro, estou no e-mail [email protected]



Abraços e Beijos



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erotico o coroa me fudeu em cima da sua lanchacontos minha prima defisiete me viu batedo umaMeus ex primo viuvo rico sou sua mulher conto eroticoenrabado no campingcontos de tripla penetraçãoVer sogra chupado a rola grossa do gerro emgolindo toda porra gosta gargangarregaçando, chorando e gozou contosso metendo n mato n buceta da minha filha n causinha video mobilcontos primeira vez anal com meu namoradocontos eroticos o dia que conheci meu maridocontos eroticos com cunhadinhas de dez anosContos eroticos fodendo a mãe dormindoVideos porno porra boca raquel falando do prazer gozou duas vezes na sua bocaconto erotico casada timeDesvirginando a sobrinha de 18 anosvídeo pornô a mãe dela tava de biquini o genro só dava a sograpeitinhos feito pera chupada pela amigauma rola grande e gossa no rabo contoa de sograsa foder a policial na rua contoscorno dominacao dedos no cu conto eroticoContos eroticos de travesti com mendigoFlagra plugContos eroticos enteado gaycontos eroticos dog mais lidosconto erótico cantada pesada na ruacontos eroticos currada garganta profundaperdi as pregas contosconto erotico bebado estranho me comeu no becoconto erótico com a sobrinha novinhaContos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteicontos madre superiorascontos esposa mulata tesudacontos eroticos fui comida feito puta e chingada de vadia pelo meu sogroso' anal c'minha -filha so' anal incestomijando na boca desde era bem pequena contoscontos eróticos frio chuvacontos eróticos namorada outramãe e filho contos eróticosconto erotico de casada menino roludo comeu meu cu e a buceta tambemler contos de sexo de mulheres sendo chantageada na estrada e dando cuzinho pra dotadosConto erotico morena puta casadaconto erotico seminarista gaConto Liberada para engravidar de outrocontoseroticos comendo sebo e bebendomijo de picamadura vadia chantageada por vizinhosloirinha goatossa visgostosas de saiascurtinhas de perna pra cimamae batendo puheta no filho dorminoPiroca de 25cm - conto eroticoconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arromboucomtos de incesto com subrinha na caxuera no carrogostosa e muito branca maz mete muitocontos personal acoxando a cavala na academiacontos erotico encoxaram mulher do gordinho na frente deleContos eroticos seios devorados mordidosconto erotico mulher gostosa trai marido com um delegadoContos gays o fugitivo coroa negro me estrupou com 28cm de jeba.a mao no meu cuzinho contos eroticos passando a mao no grelhoconto soquei a pica na minha enteadinha de dez aninhosminhas tias chupavao meu penis de 10cmHomen com buceta afoder com travesticontos porno esposas estuprados submissosContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas nivinhas dormindo e provocandogarotinha contos eróticosminha mulher pelada praia deu pros rapazesenfiando a perna da capeira na bucetabricando de video game apostado com os amigos contos eroticosCONTOS ESPOSA CORNO ANDREAconto erotico boquete no aluno adolecentecontos lesbcos primeira vez co minha prima