Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A MELHOR DE TODAS

Descobrindo a Vida



Sou casada há 19 anos com um homem que amo e com o qual tenho um filhinho lindo. Contudo, apás tanto tempo juntos, é natural que o tesão diminua e fiquemos um pouco cansadas da rotina. Comecei a fantasiar com outros homens, a me imaginar nos braços de machos viris, conquistadores e bem sacanas. Mas jamais acreditei que teria coragem de ir mais fundo nos meus desejos, por medo de prejudicar minha família e meu casamento. Foi quando comprei um computador e comecei a gastar minhas horas vagas circulando pela Internet. Nunca gostei disto , mas acabei ficando fascinada ao descobrir os sites de contos eráticos. Num deles, acabei esbarrando com os de um homem que parecia ter um tesão incrível em mulheres casadas e comprometidas e se dizia experiente,

discreto e muito atencioso em lidar com elas. Confesso que fiquei muito curiosa pela atitude e firmeza de suas palavras. Além disso, seu conto era bem escrito, muito quente e sacana. Ele parecia ser um homem inteligente e sensual ao mesmo tempo. Uma combinação que costuma mexer demais comigo. Fiquei ansiosa para escrever para o e-mail que ele deixara indicado ao final do seu conto.Hesitei muito, pensando que ele poderia ser um louco ou tarado da net. Mas criando coragem e me convencendo que jamais o encontraria pessoalmente, que iria escrever para ele apenas por fantasia e para extravasar meu tesão, fiz o primeiro contado. Foi o primeiro de muitos. Ele era um homem envolvente, experiente, inteligente e muito sedutor. Um perigo para uma esposa carente e cheia de desejos a realizar. Tenho 41 anos, sou morena clara, aparência normal, 1,67 de altura. Apás um tempo trocando e-mails, marcamos um encontro. O macho era tão persuasivo e bom de papo que me fez ir até ele (menti para meu marido que iria visitar minha mãe!), já que moramos em cidades diferentes. Instalada em um “hotel”, marcamos o primeiro encontro em uma praça publica , onde segundo meu futuro amante poderíamos nos conhecer sem perigo para ambos (afinal nunca tínhamos nos visto pessoalmente e eu não sabia com quem estava lidando) e com total liberdade para não seguirmos além da amizade caso não gostássemos um do outros. Ainda bem que ele era um gatinho de 37 anos, cabelos e olhos castanhos , moreno , 1,75 de altura, peitos largos, braços fortes e uma coxas que fiquei boquiaberta . Com meu tesão represado, eu acho que o agarraria se ele tentasse fugir de mim. Felizmente, ele me aprovou também e fomos para o “hotel”. Sozinhos e cheios de tesão, caímos um na boca do outro enquanto ele me despia e me arrastava para o banheiro. Fomos pelados direto para debaixo do chuveiro. Lá nos beijávamos e acariciávamos o tempo todo. Ele me virou de costas, beijava minha nuca, dava mordidinhas, me chamava de delicia, gostosa; me dava tapas na bunda e eu adorava. Ia ao delírio. Ele abaixou-se e beijou minha bunda, logo em seguida passou a língua em meu rego, o que me fez delirar de prazer. Pegava em meus peitos e chupava-os com vontade, dava mordidas e os apertava com força, me fazendo gemer e urrar. Estava louca de vontade de chupar o pau dele que a toda hora encostava em mim. Eu fazia de

tudo para tocá-lo. Abaixei-me e não mais resistindo comecei a mamar com toda a vontade. Engolia tudo, tirava, chupava com rapidez, beijava apenas a cabeça, lambia o saco , passava a língua em volta

da pica e deixava que ele fodesse minha boquinha. Queria chupar o máximo que

pudia, engolir todinho, senti-lo na garganta. A sensação era átima! Ter aquele cacete duro indo e vindo , me deixava alucinada. Tudo isso sempre estimulada por ele, meu macho, me segurava pelos cabelos e comprimia minha boca contra aquele cacete dlicioso, pedindo pra engolir tudo, dizendo que eu eraincrível . Não imaginava que um dia faria isso com outro homem. Chupei até ele gozar em minha boca. Não resisti e engoli tudo; toda aquela porra quentinha e gostosa. Não deixei escapar nem uma gotinha. O safado ainda me perguntou o que meu marido pensaria de me se visse a

bebendo o esperma de outro homem, coisa que eu nunca tinha feito com ele. Que forte e estranho tesão senti ao ouvir isso! Apás este banho maravilhoso, ele me enxugou, sempre me beijando e fomos para a cama, e nela continuavam as carícias e as chupadas. Me chamava de gostosa o tempo todo e dava tapas em mim pedindo pra que eu o chupasse como se fosse a ultima vez que estivesse com um cacete na boca, adorava pois nunca imaginei que pudesse me soltar tanto e sentir em suas palavras e gestos o prazer que eu era capaz de proporcionar, nunca havia sentido aquilo antes. Fazendo um 69, por cima de mim, ele caiu de boca na minha xana. Que língua endiabrada. Desenhava os lábios da minha vagina, ia e voltava como um trem bala até o fundinho dela, babava e mordia meu grelinho. Sem parar, ele com as mãos na minha bunda encaminhou seu dedo para o meu cuzinho. A principio minha reação foi de tirar, pois não gostava disto com meu marido, nunca me deu prazer.Mas ela realmente sabia conduzir a situação, numa mistura de tesão, receio e uma vontade louca de experimentar novas sensações eu deixei que ele adentrasse o dedo em mim. Ele foi introzudindo lentamente e de uma forma diferente que pela primeira vez em minha vida eu estava gostando de ser violada e quando menos esperava ja estava com o dedo todinho la dentro, fazendo movimentos de vai e vem...ahhh foi demais! Eu urrava de prazer. Gozei sem parar naquela boca que não dava alívio. Gozei até ficar acabada numa poça do meu práprio suor. Ele mandou então que eu me deitasse e começou a penetrar a minha buceta com os dedos. Ele colocava e tirava com o dedo bem devagarinho, depois foi aumentando a intensidade e passou para dois dedos, quando me dei conta ele estinha colocado quatro dedos na minha vagina e eu estava adorando... sentia uma mistura de dor e tesão. Na verdade, nem sabia direito o que estava sentindo, mas não queria que ele parasse. Estava mais molhada do que nunca. Em certo momento disse que não aguentava mais e pedi que ele parasse, mas foi inútil. Ele penetrou também o meu cuzinho com os dedos! Colocou dois dedos dentro de meu cuzinho e a outra mão, em minha buceta. Me sentia totalmente violada, mas com um tesão que nunca sentira antes. Eu gemia, e gritava como se estivesse morrendo com tanto tesão. Disse para que eu me tocasse, fizesse uma siririca para ele ver. Eu ja não tinha mais nenhum controle sobre os meus atos, tudo que ele pedia pora mim era uma ordem , pois a cada minuto eu experimentava novas sensações que jamais acreditei que pudesse sentir. Aquele macho era o prazer em forma de gente. Meia sem jeito, pois mesmo estando super molhada e com o tesão a mil, jamais fizera aquilo na frente de um homem. Mesmo assim, eu sentia que ia gozar...Gozei como uma louca novamente e amei, coisa que eu nunca podia imaginar que seria tão bom assim : ele me tocava, eu me tocava, ele colocava os dedos na minha buceta, fazendo

movimentos intensos, ele enfiava os dedos nos meus dois buracos ao mesmo tempo...faziamos de tudo. Ele então, mandou ficar de quatro e colocou novamente os dedos na minha buceta molhada, e continuou colocando os dedos no meu cu, mandando que eu continuar a siririca. Eu estava exausta, e não tinha nem forças mais para ficar naquela posição... Sem dar folga, ele me virou de barriga para cima e enfiou aquele cacete delicioso na minha xota ensopada. Sem dá, ele mandou tudo como um leão faminto. Não demorou para jogar minhas duas pernas sob seus ombros. Sentia agora aquela vara dura e cheia de veias indo fundo em mim, martelando meu útero. Ele parecia uma

máquina de trepar, mordendo meu pescoço, lambendo minha boca, mordendo os bicos dos meus seios, me chamando de delicia, gostosa o todo. Aquele tesudo me virou de ladinho depois de bombar gostoso aquele cacete na minha xana. E ainda acelerava cada vez mais, minhas pernas estavam meladas, eu estava totalmente acabada, sentia que era hora de pedir pra ele parar,mas por outro lado era tão bom que eu precisava continuar; na verdade eu estava adorando aquela verdadeira surra de pica. Ele judiou de mim por um bom tempo, até que finalmente explodiu gostoso, gritando meu nome no meu ouvido, com os dentes cravados na minha nuca, enchendo a camisinha de porra. Nunca pensei que fosse capaz de suportar tanto, fiquei surpresa comigo mesma. Ele me beijou, tomamos banho novamente, mas desta vez apenas trocando carícias e logo depois voltamos pra cama, onde ficamos nos acariciando e nos beijando por um longo tempo. De repente eu senti aquele cacete gostoso enrrigecer nas minas mãos e cai de boca novamente, porem eu nem imaginava o perigo que estva correndo. Depois de uma bela chupada ele jogou minhas pernas para cima, me colocando literalmente de ponta-cabeça na cama. De pé, aquele atrevido desceu a pica dura rumo ao meu cuzinho . Naquele momento eu gelei, minhas mãos suaram frio eu rezei pra que ele desistisse, mas eu já não podia pedir pra que ele parasse, pois ele tinha me proporcionado tantos sentimentos deliciososo que eu jamais poderia deixar de fazer algo para ele . Ele colocou a cabeça bem na portinha e milimetricamente foi enfiando. Foi a sensação mais estranha e deliciosa que ja sentira em minha vida, uma mistura de medo e desejo fiquei apreensiva, pois achava que não ia aguentar a dor mas ele já havia me laciado com os dedos e eu sentia aquele cacete me invadindo lentamente sem me causar transtorno algum e comecei a gostar do que sentia. Ele começou a aumentar a intensão dos movimentos e introduzir cada vez mais, sinceramente acho que até doeu, mas eu ja nem me lembro porque eu estava adorando ser comida por completo. Nunca ninguem tinha ido tão longe assim, mas para aquele mestre do prazer eu abriria todas as portas. Comecei a

me contorcer e a gritar de prazer ele colocou a mão na minha boca , fazendo com que eu engolisse ela. Era possivel ver nos olhos dele o prazer que ele estava sentindo e aquilo me deixava mais louca ainda, pois nunca me setira tão desejada por um homem. Ele gritava o meu nome e dizia que eu era demais. Amigas, gozei naquela hora como jamais gozei em toda minha vida. Um gozo profundo,forte, poderoso, a plenos pulmões, daqueles que parece não ter fim. Gozei pelo cu! Algo que nem em meus sonhos mais secretos julgava ser possível! Fiquei mole, mas o macho era insaciável. Sacou o pau de dentro de mim num movimento sá, me colocou de quatro e tornou a atolar a vara na minha bunda. Metia tão gostoso que nem lembrava mais que ele estava comendo meu cuzinho . E continuou seu vaivém até se satisfazer . Quando perecebeu que iria gozar tirou o cacete e a camisinha e jorrou na minha facen. Era tanta porra que chegou a colar um dos meus olhos. Depois disso nos desfalecemos na cama, senti qdo ele me beijou e disse que iria tomar uma ducha. Até quiz acompanha-lo, mas não tinha forças nem pra me levantar e permaneci ali. Enquanto ele se banhava eu adormeci e quando acordei ele ja havia partido, mas dixara um bilhete sobre a cama me agradecendo por ter lhe proporcionado a melhor transa de sua vida. Sei que um cara como aquele deve ter tido varias outras iguais ou até melhores, mas o importante é que ele me fez muito feliz com aquele bilhete, me fez sentir mulher, me fez sentir capaz, me fez sentir desejada. Sai do hotel e voltei pra casa sonhando acordada com cada minuto do que aconteceu , com um sorriso de orelha a orelha, e a certeza de ter sido comida como toda mulher sonha e merece. Esse homem mudou a minha vida. No falamos com frequencia, porem tenho medo de sair com ele novamente e não querer nunca mais ser tocada por outro homem. Quisera eu que meu marido tivesse umas aulinhas com este Deus do Prazer. Sei tbem que devem existir relatos aqui sobre a mesma pessoa, pois ninguem nasce com uma experiente assim. Amigas essa foi a maior e mais deliciosa experiencia da minha vida .



Edu se voce ler este conto sabera que falo de voce!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


gostosas com mini calsinha saindo o beisinho da buseta de ladaencoxadas socando com força reçentecontos incesto o cofrinho da mamaecontos eróticos comeram minha bunda virgem na escolacache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html Contos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadoraluninha dando cuzinho virgem para o professor pirocudo contos eroticosPegando a prima logo cedo contominha tesudinhaconto porno de amigas casadas fudendo com machos picudos nas feriasContos heroticos novinha escolaContos gays vestido de mulher a noite na borrachariacontos eroticos meu sobrinho e jegueContos safada desde novinhaconto encoxada e analcomtos eroticosgarotastravestis novinha fazendo b****** Oi tomando muito agitada na bocacontos menage inesperadoluna.contos.eroticosContos erotico menino pau de 25cmcomhendo ass evangelicas contos eroticoshttps://idlestates.ru/mobile/conto_5492_sonho-de-menino-q-se-torna-realidade.htmlcontos a mulher policialsexo.filho.fode.a.mae.na.cozinha.e.grava.tudocontos de comi o cuzinho apertado de uma Neginho novinhocontos eróticos estrupada pelo professor de judopeguei minha cunhada chupando minhairmãContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorpunhetabdo no hospitalcontos safadinhosvideos porno sobrinha branquinha fugindo dos tios negoescontos eróticos de gay comi o amigo do meu padrinhovideo porno lanche na boca. deitada no colo do sogrocontoseroticos paguei para estruparem minha mulherConto erotico de secretaria espiando o faxineito tocando punhetamulhe chupa caserte do jeguecontos eróticos da em cima da irmao sargento me sequestrou e arrombou minha bucetinha virgemzoofilia bruda com mininasestuprada na frente do marido por 6 homes conto eroticocontos eroticos com fotos novinha apostou o cuSou casada Minhas filhas me viram sendo fodida contocontos fodi com o meu sogro gstsGarotinha do papai conto eroticoviciada em chupar conto erótico contos esquentando a relaçãomulher transando com dog contosGoiânia conto vigia da obra gay cuconto erotico a pau dele me arromboumostrei a .bunda pro meu irmao e ele me comeuConto dei para o porteiro velhocontos eróticos na roça com minha maecoontos eroticosminha esposa fez eu comer sua amigaos contos de sexo maois filias safamdasmeu cliitores fica marcando a calcinhaContos eroticos de garota que perdeu o cabaço com o bandido a mãe a observarcontos Eróticos na casa de minha avó olhando a tia tomar banhocontos erótico vovo me arrombandonosou cadela pratico zoofiliameu irmao engravidou minha mulher contos eróticofilho da puta fodeu a mae no churrascomeu cu e meu genroSimone chupando pau de joelhos e levando gozada na bocavedio porno torcado pau no cu safado velhos dormindo novinhacontos eroticoscrenteconto erótico greludinha amiga chupa chupa flagravideo erotico"minha primeira vez com travesti"contoseroticos caga no meupaumulher em simar sinoque chupando bucetaconto erótico a manicure lesbicaContratei um travestir e ele comeu meu cucalcinha usada da vizinha safada contosTennis zelenogradViagem incesto conto contos etoticos meu marido faz eu dar para trassecontos eroticos de incesto: sou cadelinha do meu filho 2eu subi no ônibus foi encoxada' no ônibusconto gay na praça com heterocontos eroticos gay quando eu tinha oito anos esperei meu pai ficar bebado e dei o cu pra eleContos de zoofilia de homem a fuder femiamuito tempo sem mamar no paunovinhacostos dançandoeu tenho uma irmã muito gostosa eu tava me depilando e ela pediu para terminar depilaçãowww.contos euroticos n bus