Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A GRÁVIDA QUE CAGOU NO MEU PAU

Sou conhecido como o Jardineiro-Shameless. Sou de Sampa.

Adoro uma aventura com mulheres casadas, coroas, mães carentes, e, inclusive, com mulheres grávidas. Curto muito sexo anal, principalmente, com as cagonas e mijonas. Já fiz três mulheres cagarem no meu pau. Adoro ter no meu pau o cheiro da dona. Também curto chuva dourada.

Mas, vamos ao fato !!!

Em dezembro, minha vizinha Dona Dalva que estava grávida de 6 meses, me contratou para fazer o seu jardim.

Ela preferiu marcar para um sábado que estaria sázinha em casa, pois com o marido e seus filhos viajando, ninguém nos atrapalharia. Achei magnífico, pois eu tinha muito tesão por ela. A Dona Dalva, 35 anos, é loira, olhos verdes, linda !!! Eu fiquei sá fantasiando se rolaria alguma coisa. E, rolou !!! Assim que, cheguei lá, a Dona Dalva começou a conversar e foi bem direta no assunto. Disse-me que, há tempos, percebia o meu olhar de tarado pro lado dela. Perguntou-me se estava correta em suas conclusões. Mesmo arriscando a perder a sua amizade, e também, aquele serviço, resolví encarar a situação. Respondí que era apenas a uma fantasia. Aproveitei e me aproximei dela. Por impulso ao tesão da conversa, agarrei-a pela cintura e beijei-a na boca. A safada não sá permitiu, como enroscou a sua língua na minha. Em instante, estávamos pelados na sua cama de casal. Fizémos um torturante 69. Fiz a Dona Dalva gozar três vezes na minha boca. Depois, coloquei-a de joelhos na minha frente e falei que antes, iria gozar na boca dela, pois eu pretendia demorar o máximo possível no sexo anal. Estando um pouco aliviado, com certeza, eu conseguiria retardar a ejaculação e ficaria um tempão enrabando-a. A Dona Dalva entendeu o recado. Obediente, ela abocanhou o meu pau e mamou carinhosamente. Levando-me à loucura. Gozei intensamente, enchendo-lhe a boca de porra. Ela engoliu tudo, até a última gota. Sem dar tempo para relaxar, ainda de pau duro, coloquei ela de quatro em cima da cama. Cuspi em seu ânus e no meu pau. Assim que escostei a cabeçona roxa do meu pausão naquele orifício anal marron, a Dona Dalva chegou a peidar de tanto tesão. Fui forçando aos poucos, até enterrar a minha tora naquele cú piscante. Ela apertava o seu anelzinho em torno do meu pau. Apertava, soltava, apertava, soltava. Aquela grávida cagava o meu pau prá fora e eu tornava a enfiar. Enquanto enrabava ela, fui dedilhando a sua vagina. A Dona Dalva chegou a mijar na minha mão e eu começava a soltar aos poucos o meu esperma. Não aguentando mais, gozei fartamente dentro daquele rabo guloso. O meu pau saiu com fezes dela. Depois daquele dia, transamos outras vezes. Se alguma madame querer me contratar para fazer o jardim é sá me procurar. E-mail [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos a coroa exitadamarido tarado conto eroticoContos eroticos interraciais no escritoroschantageei e comi a secretariaconto erotico cachorro lambe pauconto erótico estrupada por dois primosconto porno tempos de senzala gaycontos erótico deu o cu quando era moleque e me rasgaramHome poi mulhe prachora na picamamae saia branca conto espanhadeixo penetrar sem camisinhaeu confesso incestocontos eroticos.com/ filhas e o seu marido nehrovou rasgar sua boceta vagabundacontos eróticos de Poucontos de sexo gay especial entre primoscontocasadacarentegozada precoce contoscontos eroticos em audio de envangelicas que gostam de dar o cucontos de foda com papai e meu marido incestocontos porno as mulheres. casadas sendo comidas no velório Conto eroticos dando pra 2 homensver contos eroticos de novinha dando pro irmao mais novocontos esposa e a visinha fodem com cãocontos eróticos comendo a mulher do irmão na festa do final de anoconto ganhando mamadeira de porraContosdetravecoscontos genro bem dotado arronba o cu ds sogrameu amigo cumeu minha mae e minha irma.historias eroticasconto minha esposa deixando os peitos aparecerem sem querer no almoço de famíliacontos meus filhos tranzandoContos gays meu amigo adora a rola enorme de meu paizão coroaperdi a virgindade com peão contosmeu marido fez eu qerer um pauzudocontos eróticosvideoo porno da bundona de chorte de burmiru e a amiga da minha esposa contoVi o vizinho mijando fiquei asustada com o tamanho contocontos de sexo pau e pau mais eu prefiro grande e grosso no cuzinhoFui confessar e comi a madre contoscontos eróticos minha esposa nao sabe beberconto erotico chantagieiconto dei para meu cunhado no acampamentopiça enorme burracha anal contoprimos q pegaram primas pela cinturapolicial etero chupando o pau do preso com muita chuva de porracontos treinador gay da escolinhahetero chavecando o cunhado xvideContos erotico nora na piscina com biquini minusculo mostrando os pentelhos e e arrombadasai a noite com minha esposa conhecemos u desconhecido que comeu minha mulhervi minha namoradinha perder a virgindade contos eroticosPedindo no cu contoscontos eróticos ouve os gritos da minha mulher?contos eróticos trai meu marido numa rapidinhacontos eroticos pretinha crente na festinhacontos eróticos inquilina pagou o aluguelconto eróticos putinha da famíliaDei para meu amigo aos 14conto erótico não sabia que era travestiContos eroticos .eu usava uma sortinho indescente chamei meu primo pra mora comigo e minha esposa contos eroticosamo ser puta dp contoconto bi sai com um casalcontos minha esposa ainda resistecontos eroticos de sobrinho roludocontos eróticos sou mais p*** das p**** meu marido sabe dissoConto meu sogro cumeu minha esposa na cachoeiraEu já não era mas virgem quando meu pai me comeucontoseroticos fudendo o cu do primo no pic escondecontos com minha irma e amigacontos comendo o cu da sogracontos eróticos mulheres q chega em casa e o marido desconfia porque está arrombadaconto erotico irmão mais novo machofilha pagando boquete perto da mae conts eroticoscontos eroticos pretinha crente na festinhatirando a calcinha da minha tia.contos ensinei meu filho a bater punhetaMaicon tá doida ela me pediu pra comer sua esposa na frente deleconto da safada deu o cuzinho na carona