Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O OFFICEBOY JUMENTO

Bem, vamos começar por mim. Meu nome é Marcella, tenho 30 anos e sou casada. Tenho 1,62 de altura e 48 kg, sou loira natural, descendente> de noruegueses. Mas tenho minha porção brasileira, minha bunda é avantajada, grande e bem durinha, pois malho muito para manter. Bem, trabalho numa grande empresa de São Paulo, e existem vários boys, adolescentes vindos da periferia da cidade, bem humildes, que sempre nos respeitam muito (às vezes chega até a irritar). Há cerca de um mês aconteceu uma coisa que me deixou completamente alucinada por um deles, o nome dele é Aílton, um menino de 19 anos, moreno, forte, de aproximadamente 1, 85. Ele veio à minha sala me entregar uns documentos. Naquele dia eu estava muito irritada, estressada, pois meu marido estava estranho comigo, andava chegando tarde, embriagado, e às vezes chegava a balbuciar o nome de mulheres na cama; o casamento, que já dura 7 anos não vai nada bem. Aílton entrou com o envelope... eu estava de pé em frente à minha mesa, com uma saia no meio da coxa e com uma calcinha de rendinha, uma meia calça preta pra realçar minhas pernas. Até aquele momento eu nada havia sentido em relação àquele menino, mas um fato mudou tudo. Logo que ele entrou, eu acabei me atrapalhando com alguns papéis que estava segurando e deixei um monte de coisa cair no chão... ele entra e me vê de 4 pegando um monte de papel no chão... o menino ficou estático, com os olhos arregalados, assustado. Até aí tudo bem... mas na hora em que levantei, eu vi... uma coisa E-NOR-ME... dentro de sua calça... um volume que me deixou até meio desnorteada na hora... Minha buceta encharcou no mesmo instante e eu arregalei os

olhos... não conseguia tirar os olhos daquilo... - A senhora quer ver? Eu não conseguia falar nada... estava assuatada, pois nunca minha buceta tinha molhado de uma forma tão forte e tão rapidamente

daquele jeito... apenas fiz que sim com a cabeça... Ele se virou, travou a porta, e já virou-se pra mim abaixando a calça. - A senhora gosta dele? Se eu já estava com os olhos arregalados, agora então achei que iria gozar na hora... Era enorme... devia ter uns 28 cm... e grosso demais... fiquei doida... ele veio se aproximando de mim com aquele caralho enorme nas mãos. - A senhora quer pegar? Nem esperei ele terminar a pergunta... apalpei aquela tora... estava quente e a cabecinha meladinha... um cheiro muito forte de pinto tomou conta do ambiente qdo pus aquela cabeçona pra fora. - Desculpe dona Marcella, mas eu fiquei assim porque a senhora é muito gostosa. Aquilo soou como uma bomba em minha buceta, eu estava totalmente descontrolada, sem saber o que estava fazendo me ajoelhei e comecei a lamber aquela tora.... o menino foi à loucura... sá gemia e retesava os músculos... eu sentia minha calcinha grudando, meu líquido escorrendo pelas coxas... - Senta ali Aírton. Qdo o menino sentou, o pau dele chegava quase até o peito dele, era maior que o meu antebraço... ele sentou... e começou a bater uma punheta... eu abaixei minha saia, e tirei minha calcinha... os olhos dele se arregalaram... eu deitei no chão e abri as pernas... ele seio com tudo para me chupar... chupava com tudo, parecia que ele não estava acreditando que uma mulher tão gostosa e bonita estava ali sá pra ele... essa sensação de superioridade era o que me dava mais tesão... eu sabia que podia fazer o que quisesse com ele...

- Aírton... tudo o que acontecer aqui hj não sai daqui, senão vc nunca mais vai nem ver minha cara.

- Pode deixar Dona Marcella, nunca vou abrir a boca. Ele me lambia como se fosse a última coisa que ele fizesse na vida...... veio com seu cacetão... e começou a esfregar a cabeçona na minha buceta... eu estava com medo, o pau do meu mariso não passava dos 19 cm... e eu estava prestes a receber um caralho com o dobro do tamanho!!! O pau foi entrando... gozei duas vezes... sá na entrada... eu mordia minha saia que estava jogada no chão... mesmo sendo fim de expediente eu não queria me arriscar...

- tudo bem? – ele perguntou. - Ai, nossa já gozei duas vezes gostoso, agora que entrou me fode vai...

- Entrou sá metade... Tive um calafrio naquela hora... mas ele começou a movimentar o caralho fundo em mim... eu gozei de novo... de repente ele atola o pau inteiro em mim... enfia até o talo na minha buceta... Tive o maior gozo que já tinha tido na minha vida...nunca havia sentido uma coisa tão grande dentro de mim... ele começou a gritar, fodia com força... eu também não me contive e gritava... ele agarrava meus quadris com força e enterrava todo o pau em mim... eu sentia minha buceta assar, meu útero doer... mas não parava de gozar...sentia o chão todo melado, formando uma poça do líquido da minha buceta... aírton me pôs de 4... senti minhas pernas moles... ene montou em mim como um cavalo e me furou todinha com aquela verga enorme... enterrava tudo sem dá e depois tirava... nás gritávamos... eu gozava uma vez apás outra...Aírton começou a gozar na minha buceta... senti uns 5 jatos fortes, pressionando meu útero... ele urrava de tesão...eu nem me preocupei com a gravidez, tal o tesão que eu estava no momento... a porra dele escorria pela minha buceta toda, descendo pelas coxas e indo até o chão, formando poças nos joelhos...ele tirou o pau de mim... se sentou numa cadeira... eu tentei levantar, mas vacilei e quase caí no chão... mas ele me segurou. Eu nunca tinha gozado daquela maneira, nunca tinha trepado com um desconhecido assim... me senti a maior vadia, vagabunda da face da terra, mas aquilo me deixou realizada. Fomos embora, eu com a buceta esfolada, e cheia de porra do meu Boy Jumento, chegando em casa, o meu marido corno me aguardava, queria foder, e eu dei a minha xaninha cheia de porra do meu macho pra o corno lamber. Eu e o meu boy ainda fodemos muito, ele me adora, adora foder comigo... meu maridinho corno ainda chega tarde em casa, mas o que ele não sabe é que a sua esposinha fode com um macho de verdade, com um pauzão do dobro do tamanho do dele.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico fodendo a michelemulheres casadas morenas claras 45 a 55 anos traindo com negaoContos de esposa gostosa acompanhado marido numa festaas coroa metendo a casa do corpo da pulsoo chupador de rolanoite maravilhosa com a cunhada casada contoscontos eroticos minha mulher me castiga apertando minhas bolasContos erotico nora na piscina com biquini minusculo mostrando os pentelhos e e arrombadaa primeira vez com homem casadocontos eroticos estupros de virgemtanguinhas molhadas contos eroticos reaisContos fiquei bebada e pedi pro meu marido me levar no puteirocontos esposa nua frente familiacontos eu e meu. irmao comendo a minha mulhecontos abusadoconto erotico dei pro meu irmãocontos eróticos com bucetas grandesconto erotico com o velho padrinhoele me enrabosafadezas da adolescência contosmulherbrasileira conversando putaria contosconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arrombouconto erotico infiel e lesbicao cu mais largo do mundo contosconto erotico mulher por causa de apostacrente carente de porra na bucetacom doze aninhos estrei na vara contos eróticos gayconto erotico viadinho foi dormir no sitio e teve que vestir calcinhaconto adoro cu de casadacamila da o cu ao pedreiro contosme fez de puta e me estrupkcontos erótico eatrupei a meninaContos eroticos menininhasou loco pela minha cunhada contos eroticoscontos eroticos swingconto erótico; eu e a carolzinha IIcontos eróticos de bem dotado estuprocomo convenci minha filha me dar sua virgindade conto eroticovideornposscontos eróticos - prima FernandaContos eroticos cu da negra madantaTennis zelenograd contoContos eroticos peguei minha mulher dando pra outro.Contos.encesto.mae.de.lutadocontos perdendo a virgindade num incestocuzinho de entiada contos veridicocontos transei com travesti bem dotado tirando o c*****conto erotico gay tv a cabo"comi uma caloura"conto comi o cu da cuzuda velhacontos de professor e alunacontos eróticos mostra logo filhosogra pernas aberta eu vi a caucinha comtos contos eroticos de vovocontos eróticos genrocontos eroticos casada flagra seu vizinho batendo punhetaminha irma só de calcinhacontos eroticos 'na adolecencia os meninos so queriam boquetes e comerem meu cu nada na buceta'conto erotico carona pro sobrinhoArrombei a casada crente contoscontos pornô casal fudendo com a empregadinhazoofilia dssascanto erotico meu amigo negao comeu meu cué bom chupar pau cheio de sebo contos eroticoscontos eroticos de enteadasContos eróticos enteada larissa viajariniciando a filha da namorada contosContos eróticos de amigo casado Fabio e Anaconto erotico de menina virgem de sete anoscontos eroticos boqueteiraVideo porno de duas coroas de 45anoa saindo juntas pelaprimeira vez