Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O NASCIMENTO DE LUNA

NASCIMENTO DE LUNA

A campainha toca, vou atender. Um homem muito bem aparentado, pedindo algum dinheiro para o jantar. Fico com do e faço um prato de comida para ele. Abro o portão para entregar. Ele pega e agradece, deixando cair o garfo. Abaixo para pegar e sinto um lenço ser colocado no meu nariz e boca....Adormeço profundamente!

Acordo num lugar escuro e frio, cheirando a umidade. Tento levantar, mas não consigo...Estou amarrada. Não sei ha quanto tempo estou aqui, nem se e dia ou noite...O lugar onde estou não tem janelas. Quero chamar alguém, mas estou amordaçada, um gosto horrível na boca, de borracha. A mordaça parece uma bola. Mas o que esta me incomodando mesmo e um objeto que foi colocado no meu cuzinho: super estranho, com um rabo longo.

Estou com fome e sede....Mas não aparece ninguém...Acho que me esqueceram tento me livrar, afrouxar as cordas que me prendem, mas não consigo. É inútil! Cansada, com fome e sede, acabo adormecendo.

Quando acordo, estou num quarto, em uma cama deitada e amarrada em forma de x. Um homem numa poltrona me observa...Não vejo seu rosto...Mas sinto que ele me observa.

De repente, sinto algo diferente...gostoso...um vibrador em minha xana e ligado em forca total. Em pouco tempo gozo...delicia!!!

Em seguida...um outro vibro e ligado esse esta no meu cuzinho. Alguns instantes depois...gozo...delicioso!!!

Desamarram-me, os corpos doloridos das posições em que fiquei. Antes que eu possa me refazer, ouço uma voz:

- DE QUATRO!!

Atônita e não me mexo.

- VADIA! QUER APANHAR? EU DISSE DE QUATRO!!

Obedeço e fico de quatro na cama. Sou vendada nesse momento. Sinto algo sendo colocado no meu pescoço...uma coleira...e ouço um click de um cadeado sendo fechado. Em seguida, uma guia na coleira e sou puxada ate a beirada da cama.

Retiram minha mordaça e me fazem descer da cama.

- SENTA, CADELA!!

Sentei.

- ESTA COM FOME? COM SEDE? QUER COMER E BEBER?

- sim, eu agradeço, respondo.

- FICA DE quatro...

Obedeço e uma mão abaixa minha cabeça ate uma tigela com ração...

- COME!!!

Começo a comer e paro...e ração!

- COME, CADELA!!!!

- Mas eu não gosto, falo.

- TSHAPPPPPPP!!! um tapa na minha cara...forte e ardido!

- CADELA SO COME RACAO!!!!

- COME !



Como um pouco e paro.

- COME TUDO!!!!

- Mas eu não quero.

- TSHAPPPPPPPPP!!!! CALADA!!! COME TUDO!!!

- TSHAPPPPPPP!!!

- TSHAPPPPP!!!

- COME, VADIA!!!!

Como tudo, limpo a tigela. Em seguida, bebo um pouco de água.

- BEBE TUDO!!!!

Dessa vez obedeço e bebo tudo.

Sou puxada novamente para a cama, de quatro sobre ela. Sinto dois prendedores sendo colocados nos bicos dos meus seios e uma dor imensa....mas me esforço para não gritar.

Sinto uma mão acariciando meu corpo, seios...barriga, bunda.... e um dedo sendo enfiado na minha xana, a seco sem do. Dou um grito e sinto um tapa na bunda.

- QUIETINHA!!! SEI QUE VC TA COM TESAO!!!

E antes que eu pudesse dizer qualquer coisa, ele me penetra a xana de uma vez com seu pau grande, grosso e duro. Entrando e saindo com violência. Entrando e saindo...entrando e saindo. E, rapidamente, ele goza na minha xana. Fico toda melada, a porra escorre pelas minhas coxas.

A seguir, duas mãos seguram minha cintura. Sinto a cabeça de um pau na portinha do meu cuzinho.

- Não...por favor...não!

- Ele abre minha bunda e se encaixa um pouco mais. Depois segurando firme minha cintura, mete o pau todo de uma vez no meu cuzinho. Dou um grito muito alto. Mas ele finge não me ouvir e continua metendo fundo sem do e logo esta fodendo meu cuzinho.

Sinto muita dor....estou sendo arrombada!!!! E como o primeiro, rapidamente ele goza dentro do meu cuzinho. Agora estou toda melada e lavada de porra...escorrendo pelas minhas coxas e pernas.

Um terceiro cara segura minha cara...

- ABRE A BOCA, VAGABUNDA!!!

- TSHAPPPPPPP!!!!

- TSHAPPPPPPP!!!

Tapas no meu rosto...

Abro a boca e no mesmo instante um pau duro, grande e bem grosso e enfiado nela.

- CHUPA, CADELA!!!

- TSHAPPPPPP!!! um tapa ardido na minha bunda

Começo a chupar e a lamber. Lambo ele todinho. Dou beijinhos e volto a chupar..dentro e fora da boca. Dentro...fora. Dentro...fora. E chupo novamente com vontade. Agora sugo ele forte como se quisesse puxar seu gozo....Chupo mais um pouco e ele explode num gozo na minha boca.

- ENGOLE TUDO, PUTA!!!

Engulo o que consigo...e muita porra. Um pouco escorre pelo meu pescoço e seios, as gotas pingando dos bicos.

E assim foi a noite toda. Fui enrabada mais umas 19 vezes. Minha xana foi comida não sei quantas vezes e chupei mais de oito paus diferentes. No final eu estava toda esporrada, os cabelos desgrenhados e grudados de porra.

Me puxam pela guia e me colocam numa jaula pequena, apertada.

- FICA AI CADELA ATE RESOLVER O QUE FAZER COM VC.

Eu estava exausta, toda dolorida, meu cuzinho arrombado, arreganhado de tanto ser enrabada, a xana esfolada, ardida e inchada, e a boca com gosto da porra de todos. Mas mesmo assim, adormeço.

Acordo um tempo depois com a jaula balançando e sendo colocada num porta malas de um carro. Me deixam numa casa, onde tiram da jaula, dão banho e o que comer e beber. Tiram, também, a coleira. Algemam minhas mãos para trás

e colocam algemas nos meus tornozelos, unidas por uma corrente curta.

Ordenam que não fale, em hipátese alguma e me deixam ali, num quarto que mais parece uma sala de tortura, de pe, com a ordem de não me mexer.

Muito tempo depois, entra um homem e diz:

- MUITO BEM CADELA, OBEDECEU DIREITINHO!

- LEVANTA A CABECA....ABRE A BOCA

Ele enfia um dedo na minha boca e passa por todos os meus dentes e diz:

- HUMMMMMM BONS DENTES...

Depois examina meu corpo todo, enfiando os dedos em todos os meus buracos

- OTIMO !

A porta se abre e dois rapazes entram com algumas coisas nas mãos. Um deles chega perto de mim e empurra com cuidado meu corpo um pouco para frente, fazendo com que eu abaixe um pouco a cabeça. Em seguida, o homem pega uma coleira larga, preta em camurça e a coloca no meu pescoço, fechando-a com dois cadeados grandes.

O rapaz então, me empurra para baixo, me fazendo ajoelhar.

-DE AGORA EM DIANTE VC E MINHA ESCRAVA, MINHA CADELA E VAI ME OBEDECER E VIVER PARA ME SERVIR.

- DE HJ EM DIANTE A ROSE NAO EXISTE MAIS PARA O MUNDO

- SEU NOME AGORA E LUNA

- MINHA CADELA LUNA

Abaixo minha cabeça, beijo os pés de meu senhor e agradeço por fazer de mim sua escrava, sua cadela e prometo servi-lo para sempre com obediência e submissão.

E assim nasceu a CADELA LUNA

FIM



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


comtos de viados dando o cu pra pica bem grossaegrandeContos eroticos encontreia uma calcinha da minha filha babadinhahistórias eróticas de empregadas rabudascontos minha aluninhamamae titia meu primo e eu na praia de nudismo contos eroticos"muito aberto" gay contocontos de casadas rabudas que adoram uma piroca preta enterrada no rabocontos gay sou submisso ao meu irmão mais velhoCazada traidor marido nomotel com amante virarola na madrinha/contono cu nunca mais contosContoseroticosdesenhorasminhaxaninhaardeueu confesso quero lesbica dommeconfesso lambi bucetacontos eroticos, cu de bebada nao tem dono me comeram a bucetaestorias eroticas meu filho encheu minha buceta de porraamigo pai velho gay contoscontos erotico baba casada chantageada por meninocontos eróticos mostrando o paucomendo o cu da nova baba casadaamaconto banho com tia timidacontos de corno enrabadolevei cunhada a passear videoscasa dos contos eroticos novinhas delicias cedusindo o tiohttps://cheapjerseysfree904.top/celebritysexstories/conto_24128_os-pezinhos-maravilhosos-de-liz.htmlconto erotico policial peito peludo bucetacasa dos contos eroticos o viadinho e a mamãecontos eróticos a lésbica e a travestisoquei a rola na sogra contocomi o cu do vizinho contosputaria todos diss contoconto.erotico.amigos.contos eróticos esposo.foi jogar futebolconto gay rasgando o cu do porteiro velhocontos eróticos porno primeira vez com a namoradaPeguei meu entiado masturbando com minha calcinha.conto eroticoconto erotico dopei estuprei o cu de uma.freiragaviao do progama malucos molhado pelado de rola duracontos eroticos esposa coloca coleira no maridoolhei aquele pauzao do cara meu marido nao percebeuMeu irmaozinho caçula me te penetroucontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos picantes com meninas sendo comidas virgensContos eu e minha amiga demos a buceta e o cu pro cavalocontos de coroa com novinhomamae saia branca conto espanhaconto erotico com novinha no parqueminha mae morreu no parto e meu pai mim criou contosporno gey pegando priminho adolesente e jovem tanbemcontos heroticos gay meu tio de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosContos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteifilhaminha prima contoconto erótico gay meu irmão me comeucontosmeu marido quer fode meu cu mas to com medotroca troca de homens adultos contosmulher gorda sentada com o homem passa mão na sua perna ela é lenbida e ele tambémMeu amigo chupou uma mendigaconto minha esposa foi drogada e deu na minha frentecontos exitantes comi a mulhersinha domeu patrão na cama deleconto erótico thorconto homem casado pegando mulher solteiracontos eroticos de maesAdoro no cu sou gay contosPedindo no cu contosconto erotico gay esconde escondeconto incesto cunhadagordinho nerd gay contosconto de quarentona a fuder com desconhecidoum romance com minha maninha-contos:eroticosconto espiando transa do tiocontos eroticos casadas e pedreirosconto entreguei os pés da minha mulher para um amigoContos erotico orgia no meu cusexo.casada.a.assediada.por.um.pirralho.e.caba.por.foder.com.eleElas quizeram isso contostravesti comemdo loira chorandoMinha ginecologista contos eroticoscontos eróticos dei a boceta pra um pônei e me dei mal ele me rasgo a bocetaconto minha mulher foi provocarconto gay submisso