Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FAZENDO A VIZINHA CALAR A BOCA

Me chama Marcos, tenho 32 anos, sou casado há anos. O que conto agora iniciou-se faz um ano, quando minha mulher não estava comigo pois viajou para cuidar de sua irmã doente.



Fiquei em casa somente com minha filha adolescente e meu filho menor. Além do meu trabalho (tenho escritário em casa) tinha que tomar conta da casa, mesmo pagando diarista havia ainda muito o que fazer, administrar o lar não é fácil. O stress estava alto e a falta de sexo me matando.



Estava frequentando minha casa todo dia também a filha da vizinha, de 19 anos, amiga da minha filha e que também ajudava a cuidar de meu filho pequeno, costumava até pagar a ela como babá.



Sempre que tinha oportunidade ela vinha até a sala de meu escritário de tarde, e confesso atrapalhava e muito. Ela não parava de falar e eu dificilmente conseguia dar atenção.



Daquele tipo tagarela mesmo, que não pára de falar um segundo, fica sorrindo de tudo, tem mil histárias pra contar, sempre feliz, parecendo viver num mundo de fantasia feliz.



Mas em uma segunda-feira percebi que além disso ela era, digamos, jeitosinha. Já estava toda cheia de curvas, com uma bundinha gostosa. Verão, não havia problema em andar pela casa de shortinho curtíssimo e top.



Eu tendo estes pensamentos e ela se aproxima como fez outras vezes e fica na minha frente, entre eu e o computador, me perguntado o que eu estava fazendo. Aliás, repetindo a pergunta várias vezes. Eu aproveitei e disse senta aqui no meu colo que vou te mostrar. Ela, na maior inocência, sentou mesmo.



Dei um jeito de encaixar aquela bundinha gostosa no meu pau que já estava muito duro e fiquei distraindo ela falando algo do meu trabalho. Também coloquei a mão na coxa dela, novinha, ainda nada grossa, mas uma delicia de colocar a mão. Comecei a gostar da brincadeira e me pergutava, será ela tão inocente assim? Nem tá ligando?



Disse pra ela ficar fazendo algo no computador e sai da sala. Vi que minha filha brincava tranquilamente com seu irmãozinho. Fui no meu quarto e troquei de roupa, coloquei um calcão sem nada mais, deixando meu pau duro e solto.



Voltei e ela estava lá sentada e quando entrei começou a tagarelar. Sentou no meu colo de novo, eu dava um jeito de colocar meu pau bem no meio da bundinha dela, com seu shortinho todo atolado. Me mechia muito, aquilo ficou muito gostoso. Depois de um tempo ela foi embora.



Isso se repetiu na terça, quarta. Quinta feira eu estava atolado em trabalho e ela chegou. Começou a tagarelar ábvio. Foi gostoso mas eu não estava mais afim daquela brincadeirinha, precisava trabalhar. Ela não parava de falar, encheu meu saco de verdade. Perdi qualquer senso da realidade, de idade, de tudo, e fui até ela.



Perguntei: afff você não pára de falar né? Você gosta do seu vizinho Marcos? Ela respondeu que sim. Eu disse, então agora você vai fazer um agradinho pra mim, eu tenho que trabalhar, e pra você parar de falar um pouco vou te mostrar uma coisinha.



Tirei meu pau pra fora e coloquei a mão no rosto dela. Ela ficou com uma cara de assustada, disse que é isso tio? Eu falei, você vai descobrir agora, Coloquei meu pau ainda mole toda dentro da boca dela e mandei ela tentar engolir. Ela ficou engasgando com minha pica que foi ficando duro. Mostrei como ela devia fazer pra punhetar meu pau, e mandei ela chupar, engolir, lamber a cabecinha, lamber as bolas. Eu dizia: agora você vai aprender a calar a boca putinha, chupa a pica do seu vizinho chupa, você ta gostando né? Você nunca fez isso antes né, chupa gostoso, eu sei que você gosta.



Ela fazia toda sem jeito, eu já estava acreditando que era totalmente inocente que nunca havia feito aquilo, aquele jeitinho de muleca e tagarela dela me irritava ás vezes mas agora sá queria mostrar pra ela o que ela merecia por ser assim: pica.



Perguntei se ela já esteve com um homem antes, ou brincava com outros meninos. Ela falou que não. Então decidi que não faria nada demais com ela, apesar de tudo eu não tinha o direito de tirar a virgindade dela.



Mas ela merecia ser fudida, merecia pau. Segurei forte a cabeça dela e comecei a bombar meu pau na boca dela, como se tivesse fudendo sua bucetinha. Abri seu short e passei mão na bucetinha dela, apertei a bundinha gostosa, que delicia, continuei fudendo a boquinha dela até que...



Gozei muito. Já fazia mais de mês que não gozava, já que estava sem minha mulher, saiu muita, mais muita porra mesmo, ela não conseguia engolir e ficava babando meu gozo.



Que imagem linda. Que sensação gostosa.



Passei a fazer isso todo dia com ela, e não é que a putinha gostava do gostinho de pica e porra?



Quando minha mulher voltou, eu gozava na boquinha da ninfetinha de tarde, e de noite comia minha mulher pelo menos 2 vezes, sempre, pensando na vizinha ninfeta.



Já faz um ano, inventamos outras brincadeiras, mas ainda não fudi ela. Mas quando eu souber que ela já deu pra outro, eu vou fuder aquela bucetinha também.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Vidio de bucetas emchadas napica grosaminha tia querida bota roupas curtas e eu fico com tesão doido pra comer ela mais tenho vergonha o q façocacetudo me enrabou contosTudo q uma puta deve fazer na camacoroa gorda velha umiha o marido fodendo com outrominha cunhada abre as pernas e me mostra a calcinhatia gozou no meu pau ao lado do primo contoSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos eroticos so casadinhas e velhinhoscóntos eroticos eu e minha irmã chupa pau de traficantecontos comendo o cu da casada carenteFui vendida como escrava sexual para um negaoContos eroticos sobre irma fazendo faxinaloira coroa tirando a calcinha de ladinho solange para exibir sua xanacontos eroticos adoro beber o leite delesconto erotico dormindo com pai na camaContos punheta na depilacaoconto violada na praiaconto erotico deixando minha esposa ajudar meu sogrocontos de coroa com novinhocontos sapatona madura bruta fode nifetacontos-meu cuzinho contraindo no teu dedosalto alto conto eroticocontos porno de comeram minha namoradaMe comeram ao lado do meu namoradoestudando com contos eroticosbaixo forte troncudo e pau grosso gayEu contratei uma garota pra ela ser meu presente de casamento eu e ela e meu marido fomos pra lancha conto eroticohttp://okinawa-ufa.ru/conto_24058_eu-e-minha-madrinha.htmlconto erotico com crentepapai.mamae e.rex contos.eroticoscontos eroticos meu marido gosta de ver eu trepa com meu paicontos eróticos de bebados e drogados gaysmeu professor meu namorado contos gaySou casada mas bebi porro de outra cara contosmulher goza gostoso loucamente deliranteCONTOSPORNO.sapecacontos eroticos gays e mendigofiz sexo pra passar de semestre contoscontos sexo meu filho meu homem escola grita dor conto erótico Contos eroticos cunhada rabuda de fio dentalContos eroticosencoxadas no onibusconto lesbica e puta mijona e chorona quintal mãe filho contos eróticosPega minha xerequinha tio contos eroticoscontoseroticos d sexos de camioneiro comendo travesti na estradaQuero um homem ora mamar no meu peitocomeu a mae a forcadei tanto minhA buceta no carnaVaL q to toda ardidapedindo para gozar contosconto incesto tô gozando na buceta e ela engravidoucontos o pau do enteadocontos eroticos vovo mamae e os mendigoscontossexo minha mulher negro pausudoCazada fudeno com negao na cabine eroticaconto erotico perdi o cabaço estacionamentoconto de comi o cuzinho da minha prima novinha que chorou com a pica grandeminha tia mim viu de pau duro e mim deu sua buseta gostosa e boacontos eroticos brincando de esconde escondegarotinha do papai contos eróticosMulherbrasileira ensinando a filha, meter contosdp contosjovem donselo fode a mamaicontos eróticos de primeira vez com a namorada na escolaC.eroticos vi o cavalo metendo na eguanoite maravilhosa com a cunhada casada contosficar excitada.em onibus lotadoConto meu tio me fez mulher com seu pau enorme.ninfetas com vestidos beijando peitoral dos travestis