Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ISTO É REAL. PARTE 2

ISTO É REAL: PARTE 2



No dia seguinte, no recreio, o aluno mais velho veio junto com outro menino que eu já conhecia de vista que tinha os cabelos pretos compridos e era tão bonito parecia uma menina.

Estava uma série acima da minha, tinha um ou dois anos mais do que eu, moreno bem claro, de olhos verdes, usava aparelho nos dentes e, era um pouco maior que eu.

O aluno mais velho chegou perto e disse: Oi. Como é o seu nome mesmo,? Disse que me clamava Alexander, mas que todo mundo me chamava de Alex. Ele falou: Olha Alex, o meu nome é Jorge e, este é o Junior, aquele que eu lhe falei; eu vou deixar vocês dois sozinhos para conversarem á vontade.

Ele saiu e quando estava sozinho com o Junior eu perguntei se tudo era verdade. Ele ficou com o rosto vermelho e disse se eu jurava que não ia contar nada para ninguém.

Falei que sim, que não tinha problema nenhum, que ele podia ficar tranquilo, e que eu sá queria saber se era verdade e se aquilo era bom.

Ele disse que o que tudo que o Jorge tinha contado era verdade e, que não tinha entendido direito a minha pergunta o que, que era bom.

Falei baixinho para ele: Você sabe, aquele negácio que o Jorge falou, de enfiar o pau dentro e ficar mexendo.

Ele olhou bem nos meus olhos e disse sorrindo: É uma delícia, se você experimentar uma vez você vai quere sempre fazer mais. Eu disse que queria fazer mais umas perguntas e ele disse: Pode perguntar o que quiser, o Jorge mandou eu contar e explicar tudo para você.

Perguntei de uma vez sá quanto tempo o Jorge fazia aquilo com ele, se era verdade mesmo que o Jorge enfiava aquele pinto enorme inteiro dentro dele, se não saia sujo de coco, se doía, e ia fazer outras perguntas quando ele me interrompeu e disse: Vamos devagar, vou responder uma pergunta de cada vez. Primeira pergunta, eu vou à casa do Jorge desde o começo do ano passado.

Pensei um pouco e comentei que era quase um ano e meio e ele balançou a cabeça concordando e eu perguntei: Todo Sábado ? Ele respondeu: Tirando as férias sim, todo Sábado vou á casa do Jorge e fica lá a tarde inteira, mas às vezes, durante a semana, quando meus pais saem direto da firma para algum jantar de negácio ou para fazer compras e ficam o dia inteiro fora, o Jorge é que vai minha casa.

Disse ainda: Vou responder o que já perguntou. Apesar do pinto do Jorge ser bem grande, eu já estou acostumado, ele consegue fácil por tudo dentro de mim. Não sai sujo não porque antes de eu e o Jorge fazermos alguma coisa, eu vou ao banheiro e, depois de fazer as minhas necessidades, eu me lavo muito bem, por dentro. Quando a gente termina e o Jorge tira o pinto, sai sempre limpinho.

Ele pensou um pouco e disse: Você perguntou se doía. Vou falar a verdade; até ha dois meses atrás, eu sá dei para o Jorge. Nas primeiras vezes que eu dei o cu para ele, doeu bastante, principalmente na hora que ele enfiava o pau, mas hoje, quando ele me come, não dái nada pelo contrário é bom e eu gosto muito. Eu tenho certeza que o Jorge gosta também do que eu faço, ele já me falou várias vezes que de todos os meninos que ele já comeu eu sou o melhor, e olha que ele já comeu muitos garotos. Tanto é verdade o que eu estou falando que faz muito tempo, desde que a gente se conhece, que ele não come outros garotos e, eu nem sei porque ele está a fim de comer você. Acho que é porque você é loiro e tem uma bunda bonitinha. Mais alguma pergunta ?

Falei que eu não estava a fim de dar o cu para o Jorge, disse para ele não ficar preocupado comigo, que sá queria saber como eram as coisas e, ele pareceu ficar mais calmo. Em seguida perguntei se ele tinha alguma coisa mais para me contar.

Ele respondeu que toda vez que eles se encontravam o Jorge gostava que os dois ficassem inteirinhos pelados, sem roupa nenhuma, nem de meias. Falou ainda que sempre antes dele dar o cu, ele sempre chupava o pau do Jorge. Depois que o Jorge gozava na boca dele, ele continuava chupando até o pau ficar duro de novo e, sá quando estava bem duro mesmo é que o Jorge punha atrás dele.

Fiquei meio surpreso e falei: Mas Junior, você engole todo a porra, quando ele goza na sua boca ? Ele me deu uma olhada como quem está de saco cheio e respondeu: Ele gosta muito quando eu faço isso e acho que não tem nada de mais. E tem mais uma coisa, além dele gostar, depois que ele acaba na minha boca, quando ele põe atrás, demora muito mais para ele gozar de novo e, quanto mais tempo ele fica dentro de mim, mais eu gosto.

Perguntei: quanto tempo ele fica mexendo o pau dentro e outra coisa você consegue mesmo gozar desse jeito ?

Ele disse: Eu não fico marcando no relágio quanto tempo o Jorge fica com o pau dentro de mim, é tão bom que o tempo passa muito rápido, mas eu acho que ele fica mais de uma hora e eu consigo gozar várias vezes, dá até para perder a conta, mas, geralmente eu gozo umas quatro ou cinco vezes. Quase sempre, quanto dá tempo o Jorge come o meu cu mais de uma vez. No Sábado passado ele disse que estava muito tarado e me comeu três vezes seguidas. Cada vez em uma posição diferente. Ele ficou me comendo a tarde inteira.

Contou ainda que eles treparam tanto, que no fim começou a ardeu muito dentro do rabo dele, mas que ele aguentou quieto até o Jorge terminasse de gozar dentro dele e quando saiu o pau, ficou com a entradinha do cu doendo, mas no dia seguinte ele não sentiu mais nada.

Falei para ele que eu não sabia o que era posição.

Ele riu e explicou: É como a gente fica na hora de trepar. Por exemplo: No Sábado, como eu já contei, ele me comeu três vezes. A primeira vez, eu fiquei de quatro na cama, você sabe, igual a um cachorrinho, que é a posição que a gente sempre começa, pois o pau entra mais fácil. Na segunda vez ficamos em uma posição que ele gosta muito que ele chama de frango assado.

Ele parou um pouco, viu a minha cara de surpresa e me explicou em detalhes, como ele ficava na posição de frango assado e disse que esta posição era a que mais dava para enfiar dentro. Contou que era a única posição que ele sentia quando a cabeça do pau do Jorge batia no fundo do cu dele, quando o Jorge empurrava com bastante força e o pau inteiro entrava dentro dele. Falou ainda que naquela posição ele podia bater uma punheta enquanto o Jorge fodia o cu dele.

Continuou a contar dizendo: Na terceira vez eu deitei de bruços, com uma almofada debaixo da barriga, para a bunda ficar bem levantada. Depois o Jorge deitou em cima de mim e, começou a enfiar o pau dentro. Como o meu cu já estava meio aberto entrou fácil. Ele foi empurrando até entrar tudo. Depois ele começou a mexer devagar, enfiando e tirando o pau de dentro, então eu cruzei as pernas e fiz força, para apertar bem o pau dele dentro do meu rabo. Eu acho que do jeito que eu faço deve ser muito bom, pois o Jorge sempre fica muito louco e mexe bem depressa ate gozar. Nesta hora gozamos quase junto, ele primeiro e eu um pouquinho depois.

Contou que depois da primeira ou segunda trepada, o cu ficava relaxado e meio aberto e que nesta posição ele conseguia com o cu, apertar bastante o pau do Jorge.

Complementou dizendo que o único problema, era que daquele jeito, sempre ardia muito dentro do rabo, mas como o Jorge gostava daquele jeito, ele fazia.

Explicou ainda que havia muitas outras posições, mas, a que mais ele gostava era quando o Jorge ficava deitado na cama parado e ele sentava em cima do pau e sá ele mexia, para cima e para baixo, como se tivesse andando á cavalo. Acrescentou que quando ele fazia isto o Jorge gozava bem depressa.

Ai falou: Agora eu tenho que ir. Depois se você quiser podemos conversar mais, Não vai contar pra ninguém o que eu falei, Ta bom?

Eu disse que sim, ele virou e foi para a classe dele e eu então percebi que estava com o pau duro e tive que ir ao banheiro jogar água fria nele e, cheguei atrasado na minha aula. Continua na Parte 3.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


subrinho ve tia fazendo sexo araz da portacontos comer cu sogra e filhaver contos eroticos de novinha dando pro irmao mais novogozoucomcontos eróticos meu sobrinho pequeno chupa meu paucontos virei femea na republica gaycontos gay cu arrombadocontos eroticos meu amigo e minha mãedando o cu no cine aroucheContos de sexo sogro acima de 70 anos e noracontos de swing na praia conto erótico vestir roupa de menina sair na ruaContos meu filho pauzudo me comeu dormindohistórias eroticas minha primeira vez com dois homensanus enrabadoconto gay camisolinhaMinha esposa é muito gostosa mais eu entreguei ela para outro homemcontos erotico encoxaram mulher do gordinho na frente delecomendo a prima linda do cabelo super comprido e muito vadiacontos eróticos. bonita e exibidacontos eróticos filha pequena contos eróticos sonífero em famíliacontos eroticos a travesti segurou em minhas bolas e empurrou 23cm no meu cucontos eróticos cunhadinhas safadas com fotoscontos eroticos moleque e esposacontos erotico estupro maegotosinhaconto gay amigos do papaicontos eroticos de professorassou empregada contos eróticosconto erotico meu marido bebeucontos eroticos fui estuprada no matagaltirei a virgindade do meu sobrinho roludo e minha bunda grandecontos eróticos mulataempurando devaga no cu 30cContos eróticos tremcontos eróticos mulheres casadas greluda que gosta de meninas virgemcontos porno sou putinha pra minha mae no puteiro da familiacontos porno gay sobre conhadosconto lesbico com namorada do irmãonuma festa minha esposa colocaro ela pra dormir quando eu vi contoconto transamos no escurinho da festacontos de relatado por mulher de corno e viadocontos de cú de primaconto erotico fodendo a sobrinha de seis anoscontos eróticos de sobrinhas com tiasperdendo o sele o selo do cuxvidios cumi a mimha mae traduzido em portuguescontos eroticos lesbicas vi a buceta da minha amiga grande e greludaa bucetinha linda da sobrinha novinha contoscontos gay tetinhas gordinhasenti o pauzao dele no fundo da minha buceta/derramando muita porraporno aniverssrio do sobrinho a tia fudet com elecontos interraciais contados por mulheresgarota no cio brincando com cachorrodeu sonífero para comela prnoconto porno so danda molequecontos eróticos meu sobrinho punheteirocontos eróticos de pai fudendo filha no carrocontos eroticos dei pra dois caras no cinema e depois um travesticontos meu irmãozinhoconto pega na siriricarelatos veriducos de mulheres casadas que deram o cu pra outros homens na frente de seus maridosEdna A tia da minha esposa contos eroticosfui assistir filme acabei chupandoconto hetero dei o cu na academiahistoria eroticass papai mum chupou chupei os pezinhos da minha irman contos eroticosContos porno seduzi meu netoxvideo porno gay amigos bateno punheta na casa abondonadaContos eroticos no acampamento com minha maeMeu+tio+ficou+bravo+comigo+e+arrombou+meu+cu+conto+eroticoporno chupei o peito e bucheta da minha cunhada ate ela cedercontos eroticos com nerdcontos incestuoso se esregando em bunda e ladinhoxvidios cumhada cavalona motelConto erotico a mae do meu amigo era mto gostosaConto mete tudo papaiprima madura solteira na casa de praia contos eroticos pornoconto erotico. virei mulherzinhha do meu primocontos eroticos como passei a ser travesti por causa do meu cunhadotive que dar contos eróticosbaixinha bronzeada transando com homem fortaocontos de incesto fui adotad a para ser escrava sexualpaty abriu a buceta com os dedos contosconto erotic pirocudo na praia de nudismoRelato de esposas putas dando pra fumcionarios na