Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHAS IRMÃS II

Fui limpar o chão com o papel higiênico, joguei um desinfetante para que, quando os meus pais chegassem, não notassem o cheiro no ar e logo depois fui tomar banho.rnEnquanto a água sobre a minha cabeça eu fiquei pensando no que havia feito e o tesão que havia sentido. Comecei a ficar excitado novamente e então desliguei o chuveiro, me enxuguei, vesti o mesmo short que eu estava vestindo e sai do banheiro. Não fui diretamente para o quarto, antes passei na cozinha pois queria tomar um café.rnAo chegar na cozinha tenho uma visão que me deixou meio tenso. Sandra estava debruçada sobre o balcão com a sua bunda grande e gostosa para cima e Érica estava de pé enquanto esquentava o leite.rnTalvez em outro tempo eu passasse e brincasse com Sandra como eu sempre fazia, mas algo já estava diferente, eu já estava diferente.rnFiquei na porta por algum tempo contemplando aquela bunda maravilhosa (me desculpem as mulheres magras, mas as cheinhas pra mim tem as bundas mais gostosas do mundo) e a calcinha minúscula que se desenhava debaixo da legging apertada. Não tive como me conter e comecei a ficar excitado novamente e então resolvi arriscar.rnCheguei por trás dela e a encoxei e logo em seguida dei-lhe um abraço e disse que estava morrendo de saudades. Senti aquela bunda pressionando meu pau quase como se estivesse nua aumentava ainda mais a minha excitação.Evidente que minha irmã sentiu a rola dura encostando nela e pra minha surpresa começou a empinar mais ainda a bunda e dizer também que estava com saudades.rnÉrica como sempre foi muito ciumenta disse que sabia que ninguém gostava dela e por isso não sentia saudades. Ela estava vestindo um babydoll curto, como sempre vestia e eu por impulso e sem malícia com ela disse que ela era a caçulinha preferida que nás a amávamos e que era para ela nos abraçar.rnEla veio em nossa direção e quando nos abraçou não teria como não senti minha pica que estava duríssima. Sandra a abraçava pela frente e eu a abraçava por trás quando ela falou:rn_ Mana, vc não sentiu nada te cutucar quando o Lucas te abraçou não?rnSandra riu alto e respondeu:rn- Claro que sim! E teria como não senti?rnElas começaram a rir e eu me afastei de Érika e Sandra percebendo a minha tensão disse que não era pro BB dela ficar triste, que elas não tinham ficado zangadas e que pelo volume que ela sentiu deveria ter um bom tamanho.rnEu respondi que meu pau era normal e que eu estava daquele jeito porque tinha acordado a pouco tempo.rnÉrika interrompeu enquanto eu falava e disse que normal não era, pois pelo que ela sentiu parecia ser grande e pediu pra que então eu mostrasse.rnSandra disse empolgada que Érika tinha dado uma boa ideia e que era pra eu mostrar pra elas que aquilo ficaria entre nás e que não tinha problema algum pois éramos irmãos.rnAquela conversa estava me deixando com um tesão danado e resolvi baixar o short. Como estava sem cueca meu mastro ( tem um tamanho normal 19cm duro) que estava meia bomba ficou exposto. Sandra olhava admirada e mordia os lábios enquanto Érika ficou sem reação.rnAo ver a cara de Sandra eu comecei a ficar excitado novamente e ele começou a crescer. Érika perguntava se ele ñ iria parar de crescer e Sandra dizia que eu tinha uma rola gostosa e ria alto.rnEntão disse que já estava bom, que elas já tinham visto, mas Sandra não estava satisfeita. Ela disse que queria ver ele bem duro, porém eu disse que não. Ela já estava tão louca que pegou no meu membro e disse que queria, que eu tinha que mostrar, pois nunca mais ela tinha me visto pelado.rnQuando ela pegou na minha rola senti uma descarga correndo pelo meu corpo e gemi. Érika olhava para tudo espantada enquanto Sandra começava a me punhetar levemente.rnSandra fazia uma cara de puta e falava com uma voz suave pro BB dela ficar bem duro. Ela já tinha perdido a vergonha, enquanto eu estava encostado no balcão da cozinha, me segurando para não cair e Érika olhava com um misto de desejo e curiosidade.rnSandra começou a acelerar enquanto dizia que minha piroca era um tesão e que Érika também deveria pegar.rnQuando Érika estava para pegar na minha rola ouvimos o barulho do portão da garagem. Eram os nossos pais que estavam voltando da missa e então eu vesti o short novamente e fui para o quarto, enquanto Sandra foi para o banheiro lavar a mão e Érika ainda parecia meio atordoada.rnCONTINUA...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoMinha netinha sentou no meu pau contos eróticoscoroa amostranda a calcinha video feito casacontos eroticos esconde esconde garoto maiorcontos de coroa com novinhoe Deus que cavalo inteiro transando ai ele tem pinando amolecer botar a mão na orelha Ela empinacontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eróticos com menina muito nova crentesComo fazer a mulher se apaixonar pegando a calcinha delaHistória narrada de sexo- Trepando com a nifeta safada gostosa huummmcache:6UYOjyd9OLgJ:https://cheapjerseysfree904.top/celebritysexstories/conto_7963_eu-vadia.-a-saga-parte-1.html Conto novinha virgem arruma macho piculdo para arrancar sua virgindadecontos eroticos minha sogra mamou no meu pau e depoi choroulvideos para deixar o namoradoexitadocontos eroticos gangbangcu furico bunda peito pênis contos eroiticoscontos erotico a filinha da vizinha que achava feiameu irmao engravidou minha mulher contos eróticoconto minha tia so anda de calcinhacontos eroticos eu e meu marido perdido numa chuvaradacontos eroticos com velhocontos eroticos eu transei com meu tio em troca de dinheirocontos do vovô chupando meus peitinhos bem gostosoComtos mulher fodida pelo marido e o filhoviado dando o rabo desfasandocasada meu patrao me comprou e arrobou meu cu virgem contos eroticoseu sou de bauru sou casada e gosto de encoxadas nos onibus gozoucomvwr vidios de homem fundedo a bucetas da mulheresconto trepei filinha amiguinha 11aninhosDroguei a minhã irmã história contadasegurou a filha para tirar cabaçoconto ele ficou sabendo do tamanho da bucetaconto gay velho me deixou com as pernas bambasMimha mae me obrigava dar a peluda para o picudogarotinho teen gemendo no pau e rebolando gostosocontos não aguentei o pau do meu pai inteiro dentro de mimcontos de mulheres viuvas sendo pelo penis grandeConto erotico negao casada loiracontos eróticos mamãe puta do meu amigovizinha safada e casada se insinua para vizinho novinho. contos eroticoscontos eróticos de irmão comendo a irmã pequenininha novinhacontoerotico menina dando igual mulher pro tioconto erótico de gay dando o cu pra catador de papelão Meu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,conto erotico professora de reforçocotos heroticos gay neguinho me comeucontos de coroa com novinhocontos eroticos tiacontos eroticos de casal sendo forcado mulher virar puta e homem viado em festas sadomazoquismoconto erotico velha gorda desesperada por pirocaContos eróticos tia deixa sobrinho gozar na bucetagostosa fastando pratras pra ser encoxada rabetaocarla dando a buceta ora o seu filho de 18Relato de esposas putas dando pra fumcionarios nacontos eroticos de comedores gozando dentro da esposacontos eroticos em familiacontos eróticos minha avó é uma p***tanguinhas usadas da minha mulher contos eroticosWww.contoseroticos/grátis Ler/no aviãofumei um baseado fiquei puta contocontos eroticos dotadocontos eróticos traficante comendo minha mãeconto de mulher que se masturbaminhas amigas de quarto me pegaram na siririca e me comeramContos com picas bonitasf****** irmã mora nos peitos das gostosas okinawan gélico pornôvovó nadando pelada contos eroticoscontos eróticos engravidou a namorara e foi morar com patrãoContos eroticos de homem que estava batendo punheta no trem na frente de todo mundo semvergonhaprimo comendo minha mae sandro conto eroticoconto gay fui estuprado por dois velhos negoescontos de sexo no bar aii meti vaiconto erotico tarado come o viadinho de calcinha a forçabuceta toda vabiada pornoconto erótico enteada querendo dar po padrastocontos eroticos gay meu tio de dezenove me comeu dormindo quando eu tinha oito anoso pau era muito grosso doeu muito Trai minha namorada conto eróticoluizagozou no anal