Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI A COBRADORA DO ÔNIBUS

Estava fazendo uma viagem de carro à noite, quando o motorista de um ônibus me deu um sinal na estrada. O veiculo estava com problemas de motor e precisava de um mecânico para fazer os reparos e ele seguir viagem. rn O motorista pediu-me que fosse até um posto de gasolina práximo com a cobradora para que ela resolvesse o problema ligando para a empresa ou levando um mecânico até o local onde estava estacionado o ônibus.rn A princípio achei a idéia um quanto que bizarra, mas quando vi a cobradora, uma garota de aproximadamente 20 anos, morena, cabelos longos, seios durinhos e fartos, um quadril perfeito moldado pela calça azul marinho muito apertadinha, os lábios deliciosamente carnudos, ofereci imediatamente para levá-la ao tal posto de gasolina para ela procurar ajuda.rn No meio do caminho, uma noite bastante escura, ela em total silêncio, resolvi arriscar uma cantada de leve para ver a reação daquela cobradora deliciosa que estava sentada ao meu lado.rn Perguntei inicialmente o nome dela e depois dela responder que era Bruna, decidi ir ao ataque para ver até onde aquele papo de garanhão ia chegar.rn Conversa vai, conversa vem, vi uma estradazinha de terra batida e entrei com meu carro. Parei uns 500 metros da estrada principal e não perdi muito tempo, parti para o ataque fulminante beijando aqueles lábios calientes e carnudos e apertando seus seios incrivelmente durinhos e deliciosos. rn Esperando uma reação negativa por parte dela, não dei tregua e fui apalpando suas nádegas durinhas e correndo a mão na sua xaninha que estava apertadinha dentro daquela calça muito justa e colada no corpo. rn Para minha surpresa, ela também correspondeu as minhas caricias e deixou aquele corpo a inteira disposição, pronta para o abate.rn Passamos para o banco de trás e recomeçamos aos beijos e abraços. Desabotoei a camisa, enquanto ela fazia o mesmo tirando o sutiã e afroxando o cinto da calça e estava diante do maior monumento que já vi e nunca havia imaginado antes. Senti o pênis trincando de enrijecido. Ela caiu de boca no meu cacete que eu custava a segurar a ereção na boca dela. Queria aproveitar cada segundo daqueles lábios carnudos e sensuais chupando minha pistola. rn Depois dela tirar a calça e ficar totalmente nua, acendi a luz do carro e pude contemplar aquele corpo deliciosamente bronzeado a minha frente. Não perdi tempo, cai de língua na xaninha incrivelmente fechada e deixei ela toda molhada e lubrificada para facilitar a penetração que não demoraria acontecer.rn Ao enfiar a cabeça, ela gemeu gostoso chupando meus peitos e pedindo ofegante para enfiar devagar que ela era ainda uma "quase moça". Fiz como ela pediu até certo ponto, depois de entrar a cabeça, ela mesmo fez movimentos de vai e vem e na terceira ou quarta estocada já estava com os 19 centimetros todo atolado dentro dela.rn A primeira gozada foi rápida, eu estava a perigo fazia meses e não deu para segurar. A segunda foi com mais calma e deu para sentir todo aquele corpo bronzeado colado ao meu. Gozamos juntos e ela foi a loucura com a vagina modendo meu pau com tal força que achei que ia me engolir. rn Fizemos uma pausa antes de dar a saideira e beijei aqueles seios durinhos por mais de quinze minutos chupando os biquinhos empinadinhos e pendindo mais sexo.rn Ela ajoelhou no banco deixando a bunda toda por minha conta e pediu com uma voz embargada e deciliosamente sensual para penetar seu ânus. Perguntei para tirar as dúvidas o que ela queria de fato e ela na volúpia de sexo disse quase aos gritos: " come o meu cu".rn Não precisou pedir a segunda vez, dei uma cospida na ponta do pau e ao encostar naquele orificio nunca dante navegado, ela gritou de dor e prazer. Não deu para segurar muito. Fui dando estocadas devagar até a penetração total e ela aos gritos dizia para fuder aquele cuzinho virgem. rn Gozei deliciosamente todo o esperma que ainda restava para sair dentro daquela bundinha durinha e sedenta. No final ainda deixei os 19 centimetros atolados no rabinho dela, sentindo aquele calor gostoso que nunca havia sentido antes.rn Cinquenta minutos depois, voltamos a estrada para procurar o tal posto de gasolina. Com a respiração ainda ofegante, ela me deu um papel com o número de seu celular e disse com a voz mansa e sensual: "quando você quiser me ver de novo é sá ligar".rn Guardei o papel no bolso com uma promessa na alma, chegando em casa, depois de tomar um bom banho, eu juro que te ligo. Nunca comi uma garota tão gostosa como aquela cobradora de ônibus.rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


encoxando coroa casada em Jundiai conto realcom amigo na praiaconto eroticowww.contopadrinho.comcontos eróticos esperava o meus dormir eia na cama do papaimeu amigo me comeu em casa contos eroticos gaycontos meu cao me fodeconto erotico na viagem o negao arrombou minha esposabêbado puta conto gaycontos de coroa com novinhovídeo de namorado faz bem aqui Amanda no Pou pelo jeito da sua bundacontos eroticos fui chupada ate gozar com os bandidoscontos eróticos mulher domina outra mulhercontos eróticos gay vieu tio pelado no banhocontos eróticos e fetiches paguei boquete no meu irmãovidios novinhas dos mamilps diros pontudosContos virei a puta dos oito negros picudoscontos gay meu amigo me ensinou a daradoro minisaia sem calcinha no busao contoscontos er¨®ticos incesto ensinei minha filha a ser cadelaconto erotico eu peguei meu pai comendo cu da emprega na marracontos porno na praçaContos erótico novinhas vigem sedo arobada pelo vizinhoTennis zelenograd contoContos eróticos de gay comi o filho do amigo do meu paicontos eróticos a puta mal conseguia caminhar no saltoSou casada Minhas filhas me viram sendo fodida contoperdi a virgindade com meu irmão bêbado conto eróticoconto erotico comendo a massatorepeutacontos eroticos de vóamigo ciumento contos gayminhabundinhacontoscontos entre mãe e filho picudo no banheirodesvirginando uma virgem contoloca pra fude vai logo metencontos eroticos crossdresseres na escoladebaixo da saia contosmulher ver pica no carro e fc com o cu piscado de tenzaoconto bricano com o primho de escondercontos eroticos cuidando de uma velhinha paraliticaporno mamei micrehttp://idlestates.ru/m/conto_16695_foi-pra-ser-chupado-e-o-negao-me-comeu.htmlcontos madrasta acediada pelo enteadoconto erotico como cu da minha avocontos eroticos minha mulher falo no meu ouvido seu amigo e roludocontos de coroa com novinhoconto minha mae chupando meu pau com meu pai ao ladoBuceta cabeluda em contosmulher massagista escorregar o dedo na xota da clientetravesti zinha bem novinha gememdo muito na picaquero assistir você para minha mulher rapadinha pau entrandocontos eroticos de novinhas sem calcinhagozanodeto familha ponocontos eroticos de padrinhos com virgenscontos eróticos cuzinho da mamãeminha esposa e bunduda e gosta de me trairminha filha e bela contos eróticoscontos eroticos gozei gostoso no estuprocontos-meu cuzinho contraindo no teu dedoconto erotico namDesvirginando a sobrinha de 18 anosseduzi meu irmãoporn contos babesitter em casa familiacontos o moleque safado e dotado me provocava usando sungatitio viu minha bucetinha e achou linda contoscontos eroticos de policial femininamae gostosa contosvidio porno gey aronbei meu primo no quarto enquanto ele estudavacontos eroticos porteirocontos eroticos dono de mercearia comendo a casadanovinho sofrendo na rola do pai bebado contos gayElas quizeram isso contoscontoesposanuaconto erótico meu sobrinhoconto erotico sentei no pau até entrar todo e trancar na minha bucetacontos eroticos presente noivaconto homem casado pegando mulher solteirahttps://cheapjerseysfree904.top/celebritysexstories/conto_2228_com-08-anos-fudido-pelo-irmao-mais-velho.htmlcacetudos e contos eróticosComigo por um cachorro gay contosmetendo com a tininhacontos sexo com minha jeguinhaContos eroticos marido deixa esposa fuder com mecanicohttp://zoofilia deixei o dog meter na minha filha.contostravest tem um pau de 27cm e ama comer cu deulherMefode Omarido Esta Foracontos sacsnagenpauzudogosacontos de incestos e orgias com minha esposa gravida minha irma nudistaslevei minha tia viuva pra conhecer a praia contos eroticosfamília naturista contosContoseroticosnoivasContoseroticosnafazendaconto com irma pegando na rola por debaixo da mesacontos eróticos minha calcinha rasgada