Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA MÃE E MEU NAMORADO

Mamãe e meu namoradornrn Passo a contar uma histária narrada por amiga que eu comia, quando era seu namorado. Karla não sabe escrever eráticos, daí o seu pedido.rn Minha ex é menor de 18, maior de 14. Loura, corpo perfeito, delgado e esguio e perfeitamente definido, graças a muitas horas de prática e estudo de balé. Olhos verdes escuros, cabelos nos ombros, sempre com jeans justos, blusa leve e tênis para jogar vôlei. rn Certa tarde, apás voltar da escola, viu seu namorado saindo da sua casa. Estranhou o fato, pois não havia combinado encontrar com ele. Entrando, foi até a cozinha, bebeu água e não viu a mãe. Procurou e chamou, estava no banho. Quando saiu, sua aparência era estranha, falava muito, talvez para disfarçar o nervosismo. Foi para o quarto, vestir-se. Karla entrou no banheiro e foi direto na cesta de roupa usada. Esperta, apanhou a tanga que a mãe tinha usado e notou que estava molhada, fora lavada rápido, mas ainda mantinha um líquido que ela identificou logo como sendo esperma.rn Não falou no assunto com a mãe. Lancharam, viram televisão e Karla ligou para Raul, seu namorado que não iria encontrar hoje, por causa de estudos para provas no colégio. A mãe ouvia tudo e prestava atenção.rn Também loura, 35 anos e dona de um corpo escultural, Gina estava em plena forma e era desejada por muitos que a conheciam. Parecia demais com a filha, que herdou tanto sua parte física, como mental e espiritual. Adorava sexo.rn Passados dois dias, Karla saiu cedo da escola e correu para casa. Entrou sem fazer o menor barulho e ouviu os sussurros vindos do quarto da mãe. A porta estava parcialmente fechada, mas por uma fresta ela viu ambos, mãe e namorado, nus e se abraçando forte num beijo apertado. As coxas perfeitas de Gina estavam sendo tocadas firmes pelo pau grande de Raul. Era o seu ponto forte: ele tinha a fama de ter um caralho privilegiado, e saber usar muito bem, o que facilitava muito seu ofício de comer lindas e gostosas garotas e mulheres.rn Gina ficou de joelhos, olhou firme para o cacete duro e atacou faminta, beijando, mordendo, chupando, engolindo, mamando. Estava possuída por um desejo incontrolável, segurava Raul pelas pernas e engolia tudo o que aguentava do pau do namorado da filha. Num movimento rápido, soltou o rapaz e ficou de quatro, suplicando ser enrabada, o que ela adorava e estava viciada. Veada assumida. rn Raul abriu a gaveta da mesa de cabeceira e pegou o tubo de KY, lubrificante especial para ser usado no coito anal. Não passou a pomada no seu pau. Ficou massageando o cu da mãe da namorada, que gemia, rebolava e não parava de pedir mais. Quando terminou a massagem com a pomada, o cuzinho de Gina, vermelho e mostrando que não era virgem, por estar um pouco largo, sem contudo ser arrombado como de uma atriz pornô, a mulher gemia e implorava ?mete, querido, bota na sua putinha, enfia este pau gostoso no meu rabo, enfia tudo?. Foi o que aconteceu. Raul levantou o quadril dela, segurou firme sua cintura e encostou a cabeça bem na entradinha do cuzinho da linda mulher que estava esperando tudo no fundo da bundinha. Gostava de sentir as bolas batendo nas suas pernas, mostrando que havia engolido a vara toda.rn Lentamente, o pau dele entrou profundamente naquele cuzinho meio largo, enquanto ela dava gritos de prazer e virava o rosto para ser beijada na boca. Quando entrou tudo, a trepada foi selvagem, ela fazia pressão contra o corpo do namorado da filha, e ele fodia sem parar o cuzinho avermelhado. Ela não cessava de pedir e dizer ?bota tuuuudooo, enfia fundo, me arromba, esporra meu cu, veeeeem? e ele obedecia com prazer, enfiando até o talo no rabo de Gina, quando segurou a cintura dela com mais força, meteu até não poder mais e louco berrou ?vou esporraaaaaar?, soltando jatos e mais jatos quentes no fundo do cu de Gina, que parecia ter enlouquecido, rebolando demais, estava como uma puta profissional sendo violentamente enrabada.rn Terminado o gozo dos dois, trocaram um longo beijo na boca, enquanto minha amiga Karla, excitada e furiosa com o que vira, não conseguiu mais do que correr para o quarto e pensar como seria a vingança... rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico metemos na bucetinha da putinhacomendo agostoza da irpregada iu marido ligandoeu liberei minha esposaCont erot irmanzinnhacontos exitantes fudi amadrinha da minha primacasadas que postam fotos de itanhaemAmarrei minha neta bebada conto eroticocontos eroticos meu alunocomtos ewroticos comi minha irma na fazenda de calca de lycracontos eroticos gay virei mulher hormôniosTomei rola preta de 25cm do padrasto. Conto erótico heterossexual.contos eroticos cunhada crentemeu amigo viu o bucetao da minha esposa contocontos eroticos filhos pintudosContos eroticos como chantagieicontos eroticos minha sogra franciscacontos chupei minha namorada a forçaboqueteira gaucha contocontos eróticos uma travesti chupou miha bucetona greluda no banheiro femininoFodida no cú por um pau preto e grande Conto erótico heterossexual.fui toma uma no bar da coroa safadinha e acabei comendo seu rabinhoconto erótico sobre 69 entre primos gays com fotoscontos mae popozudaMae provocando filho short conto eroticocavalo pampo aregasano a boceta da mulherex cunhada putaTennis zelenograd contocontos a crente que gosta de dar a bucetaconto erótico de gay dando o cu pra catador de papelão Me Estruparam No Banheiro da escola contos eroticos gaysfui arrombadacontos orgia com pobrescoroa gostosa se arrumando namorada em Pouso AlegreDesvirginando a sobrinha de 18 anosna hora do horgazmo gozandocontos eroticos estuprada e gemendo gostoso issooo vaiiii nao paracontos gays seu tiaocontos erotico escondi debaicho da cama fraguei minha esposaMeu namorado Comeu meu cu contos gayconto - so cabia um dedinho na bucetinha delacontos eróticos virei fêmea louca por leitinhocontos os sequestradores fizeram comer minha mae para comerContos eróticos sarrado minha tiapornô com magrinha dos peitinho duro e c****** empinadoContosGarota faz sexo com o pai na beinheira Contos minha mulher mandando eu engolir porraminha irmã era a puta do colegio conto eroticocontos amiga me deu a buceta# mulheres viciada no analcalcinhas usadas da minha tia contosconto real casada gravida na surubavideornpossirma paralitica conto eroticocontos erótico incesto filinha Putinhacontos eroticos dividindo a namorada com um estranhoescrava do meu namorado contocontos eroticos gay na boleia de caminhãocontos fudendo minhas primas peitudascacetudos e contos eróticoscontos erotico gay quando mim focaraoconto gozando no cu da gostosa de suplexCasada dando de saia e fio dentalzinho na fazenda conto dela contos eroticos primeiro empregovidios novinhas dos mamilps diros pontudosminha mulher gravida de outro contos eroticoscontos erroticos meu padrasto mi desvirgino e comeu meu cucconto erotico de netinho decinco anosconto guey jogador chupa adversário no vestiáriocontos gays reais/a anaconda do meu primoa primeira f*** com travesticontos eroticos cachorro cheirando minha rolaconto erotico princesa aronbada na favelacontos eróticos rolando há bomda tinhaeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestohistórias de cunhadas punheteiracontos de incestos posando na sograconyor ele domou minha bucetafilhotinho lambendo buceta da novinha conto eroticovidios porno meu amigo bi enfiou no cu do meu maridocontos eroticos chupando a pica do meu filho