Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA PRIMA FOI MINHA PRIMEIRA MULHER

Meu nome é Thomas Anderson tenho 29 anos, 1,70m, 70 kg, moreno claro, olhos castanho escuro, corpo atlético, jogo futebol e pratico luta desde muito cedo.rnSempre fui louco por sexo e fui iniciado muito cedo, e gostaria de compartilhar minhas experiências e aventuras sexuais. Os nomes serão trocados para evitar qualquer tipo de desconforto por parte das pessoas envolvidas.rnMinha primeira relação sexual foi com uma prima mais velha que se chamava Nívia.rnTodo aconteceu no ano de 1989 quando eu tinha apenas sete anos de idade. Família normal uma irmã e dois irmãos mais velhos e vários primos e primas, e uma dessas primas me iniciou na vida sexual e marcou minha vida para sempre. Minha prima se chama Nívia, na época tinha 19 anos, morena de cabeços encaracolados e negros, olhos escuros, altura mediana, seios médios, coxas grossas e bumbum empinado nada fora do normal. Uma coisa que sempre chamou atenção é que Nívia sempre usava marquinha, apesar da pele morena natural ela estava sempre bronzeada. Se bem que na época nem reparava essas coisas por ser apenas uma criança normal sem malicia.rnTodos os finais de semana Nívia ia para nossa casa pelo fato de ser muito amiga da minha irmã que também tinha 19 anos na época.rnEstávamos eu minha irmã e Nívia em casa assistindo TV, minha irmã estava deitada na cama, Nívia e eu estávamos deitados em uma rede, até ai tudo normal sempre fazíamos isso, mas nesse dia foi diferente, não me lembro bem o que passava na TV, mas me lembro com detalhes o que Nívia e eu fizemos naquela tarde de domingo. Nívia estava deitada atrás de mim, me abraçando quando ela tocou no meu pau por cima do calção, e comecei a sentir uma coisa estranha e gostosa, fiquei quietinho achando que aquilo poderia ser alguma brincadeira que eu não conhecia. Meu pau foi crescendo na mão da minha prima que fez sinal pra eu fazer silêncio, eu lá quietinho curtindo aquela sensação que para mim era novidade e uma novidade gostosa, ficamos ali por alguns minutos até que minha irmã caiu no sono e minha prima passou a ser mais ousada colocando sua mão por dentro do meu calção e tocando direto no meu pau que já estava totalmente duro, e começou as fazer movimentos subindo e descendo, nessa hora eu senti um frio na barriga e meu coração acelerou. Nívia pegou minha mão e colocou em sua buceta, mesmo por cima da calcinha eu pude sentir o calor e a umidade da buceta da minha prima. Nívia usava uma saia verde e uma camiseta preta. Aquilo tudo era muito novo e eu não sabia o que fazer direito, Nívia que já não era mais virgem me conduzia. Nívia puxou a sua calcinha de lado fazendo com que meus dedos tivessem contato direto com sua buceta, eu sentia seus pelos que eram bem ralos e pude sentir sua buceta que estava ensopada e Nívia disse.rn-Enfia teu dedo que eu gosto!rnEnfiei um dedo meio desajeitado, mas minha priminha me ensinou como eu deveria fazer, comecei enfiando dedo em sua buceta, Nívia gemia baixinho de olhos fechados enquanto eu fazia movimentos de vai e vem com meu dedo em sua buceta, Nívia continuava me masturbando. rn-Isso Thomas vai, mede o dedo mais rápido que eu vou gozar.rnNa época eu não sabia o que era gozar, mas Nívia me ensinou como também me ensinou muitas outras coisas.rnNívia gemia e acelerava o ritmo dos movimentos no meu pau, depois de algum tempo Nívia gozou e me chamar para o quintal de casa onde havia uma despensa que nossa família guardava coisas velhas e nossas bicicletas.rn-Thomas vamos lá no quintal que eu quero te mostrar uma brincadeira bem legal!rnSaímos do quarto sem acordar minha irmã que dormia profundamente, eu ainda de pau duro sai atrás de Nívia que me conduziu ate a dispensa. Ao chegarmos ela puxou um pequeno banco onde sentou e levantou sua saia deixando sua buceta amostra protegida apenas pelo fino tecido de sua calcinha e disse.rn-Thomas você já viu uma buceta? Eu fiz que não com um gesto movendo a cabeça de forma negativa.rn-Quer ver a minha buceta?rn-Quero! Falei em um sussurro quase imperceptível.rnNívia puxou a calcinha pro lado e pela primeira vez eu tive a visão completa de uma buceta ao vivo, na hora não achei nada de mais e fiquei olhando e ela perguntou.rn-Quer pegar mais uma vez?rnFiz que sim com a cabeça, então ela me puxou e mandou-me enfiar dois dedos e eu o fiz e ela me ensinou a enfiar e a tirar, eu fazia o que ela dizia e ouvia seus gemidos.rn-Ai isso, vai ta muito bom, não para vai priminho gostoso mete o dedo na buceta da tua priminha putinha mete, ai ai to gozando!rnNovamente Nívia gozou em meus dedos, ficou quieta por um tempo ate se recompor e disse.rn-Agora e a minha vez de te dar prazer, espera sá um pouquinho que vou ver se a prima ainda ta dormindo!rn Nívia foi ate o quarto confirmar se minha irmã ainda estava dormindo e voltou com uma cara de safada e sorriso disse.rn-Agora Thomas você vai aprender o que é fuder! Nívia me fez sentar no banquinho de madeira levantou a saia colocou a calcinha pro lado e veio por cima de mim encaixando sua buceta no meu pau que logo foi engolido pela buceta ensopada da minha prima, pela primeira vez eu senti como uma buceta e gostosa, nossa como aquela sensação era deliciosa, sentir meu pau entrando na buceta molhada e quentinha da minha prima que subia e descia no meu pau, aquilo era bom demais. Nívia levantou sua camiseta deixando seus seios bem na minha frente e disse.rn-Chupa meu peito enquanto eu sento no teu pau chupa seu gostoso, chupa enquanto fode a buceta da tua prima safada.rn-Nossa prima isso ta muito bom, sempre vou querer brincar assim com você!rn-Caralho primo que foda gostosa eu vou gozar mais uma vez, quero fuder com você todos os dias! Depois de alguns minutos Nívia gozou novamente.rn-Eu também prima, isso é muito bom.rnNos arrumamos e voltamos pra casa, entramos sem fazer barulho e voltamos a assistir TV como se nada tivesse acontecido, depois de alguns minutos acabei pegando no sono, antes Nívia me fez prometer que se eu não contasse pra ninguém ela sempre faria isso comigo.rnEssa foi minha primeira experiência sexual espero que tenham gostado.rnrn# [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos com fodaconto da nora curiosaMinha mae me pediu foder eleXvidio carona estrada desertacontos eróticos de ÁfricaContos eroticos tatuagem da esposaConto tomando no cuzinhocontos eroticos mandei meu filho mete no meu cuzaocontos maravilhosos de encoxadasporno com negao e sitremeuafastou as carnes do cu piça perfurou minhas entranhas contosdei viagra feminino para minha cunhadavirei puto do vovo conto gaycontos eroticos gay com meu professorcontos safadinhosmeu tio me comeu ate eu desmaiargorda sentada no sofa e cachorra lambendocontos eroticos dominou toda a minha familiaContos eroticos encontreia uma calcinha da minha filha babadinhacontos passei a mao nela dormindogostei quando minha mulher contou que deu a buctinha para pedreiro roludocontos eróticos virei fêmeacontos eroticos uma senhora de. bem parte 6mulher casada crente relata que da o cu para outro/contos recentesfoto de travestis arreganhadas de frenteboa fodaxvidiocontos minha cunhadinha da bucetinha bem pequenaNegão e minha filha contos eróticosconto gay fudendo o coroa cadeiranteconto comendo baiana casada virtualcumendo a prima vingwmmulher com contracionar peladacontos de incesto dez anosnovinha com peso na barriga usando churrasco de vídeo pornôcontos eróticos chuva molhadaconto erótico irmão vomitou roupacontos eroticos meu alunoContos de estupro na praiaconto erotico teen gy saradinhocontos eroticos meu exmachucaram conto gayconto de quarentona a fuder com desconhecidocontos sou crente mais ja trairver conto erotico de filho com mae evangelicavai chacoalhar Shopping vai chacoalha a bunda hoje eu vou te chamar de p***contos de afilhadatrai meu namorado chorei conto eróticocontos eróticos de pai e filhacunhada na cadeia contosContos eroticos daniela a bundudadei minha buceta pro traficanteconto erotico acampando com cunhada e tiachantageei minha mae contos eroticoscontos minha mae se exibindo para mrabinho da putinha de nove aninhos com vontade de fude contos eroticosMeu marido queria muito ver minha buceta toda fudida por uma pica descomunalcontos observando os peitinhos da filhinhaconto gay casado bem putinhaO em que meu irmão gozou na minha boca - contos eróticos fazer sexo anal com cachorro pequeno e possivel ficar engatadocontos eróticos, minha esposa putaeu adoro usar calcinha hoje sou travesti fresca afeminadacontos travesti mulata que me arrombouconto erótico meu sobrinhoconto ela voltava toda meladadei minha mulher pra outro comerconto gay iniciado parente sozinho cuzinho leiteconto como e gostoso minha mulher enfiando o dedo cuzinhocontos erótico vovo me arrombandonocontos eroticos fudendo a mae travesticonto erotico mulher trai marido preto velho e barrigudoincentivanda pelo marido contos pornoconto erotico bi com atendente de hotelcontos eroticos peguei minha cunhada dormindocomi minha cunhadinha contos eroticoscontos com sobrinhaContos d uma mulher virgem amarrada no curral e estupradaquero assistir pornô negra da bundona na Muralhaconto erotico amiguinha da minha irmanzinhaContos eroticos o crescimento do neu filho parte IIChupou meu pau sujo contosLua de mel contos eroticoscontos eroticos de padrinhos com virgenscontos bi vi meu pri meter na prinha prima fiz ele comer meu cu e eu fudi eládeixa eu botar meu pau na sua bandeirinha conto eróticoConto erótico calcinha fedida