Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

APRIMEIRA VEZ QUE COMI MINHA SOBRINHA

A PRIMEIRA VEZ QUE COMI MINHA SOBRINHArnMeu nome e Paulo tenho 53 anos e moro em Goiânia, não sou o que pode se chamar de um tesão de homem, não sou musculoso e nem tenho barriga de tanquinho,tenho 1,83mts e peso um pouco mais de cem quilos, tenho olhos verdes os cabelos grisalhos e uma situação financeira bastante equilibrada, minhas namoradas dizem que sou um homem muito charmoso e bonito e que beijo muito bem , que tenho um pinto bem grande , grosso (22x5,5), gostoso , que eu sei usá-lo muito bem e que coloco minha língua no lugar exato e todas rebolaram e gemeram como loucas quando foram chupadas, sem contar que adoro colocar as mulheres de quatro e enfiar a língua no cuzinho delas e em seguida enfiar minha tora ate o saco nelas.rnO que vou relatar aconteceu há um ano eu com 52 e minha sobrinha com 30 que se chama Lívia, ela é o que pode se chamar de uma tesão de mulher não é linda mas tem uma bunda que chama a atenção de muitos homens, aqueles que gostam de mulheres carnudas e durinhas, loira, olhos verdes, a boca rosada e é muito cheirosa. rnNuma tarde do mês de junho de 2011 fui visitá-la e os pais, quando cheguei os pais estavam para fazenda e ela estava sá que se levantou para me atender, quando me viu me recebeu com um forte abraço e eu pude sentir todo seu corpo que estava bem quentinho, pois estava deitada em um colchão na sala e estava vendo um filme em baixo das cobertas, assim que entrei e ela trancou a porta e passou na minha frente em direção a sala, Lívia trajava um vestido longo de malha estampada bem fina e um pouco transparente, dava para perceber que usava uma calcinha bem pequena enfiada no rego e que estava sem sutiem, ela correu e entrou novamente debaixo das cobertas, em seguida eu tirei o tens e me deitei no sofá atrás dela e fui assistir o filme com ela que me falou para não reparar pois o filme tinha senas bem picantes, o que já me deixou excitado, eu usava uma calça de moletom fino e uma camiseta, porem naquele dia fazia muito frio o que não é normal em Goiânia e Lívia me convidou para deitar junto com ela debaixo das cobertas e eu não pensei duas vezes, me deitei atrás dela que em seguida puxou as cobertas em cima de nos dois, o colchão era de solteiro e ficamos bem práximos um no outro onde pude sentir o calor que vinha daquela bunda enorme e cheirosa, meu pinto na hora endureceu e ficou enorme e eu doido para fazer ela sentir ele em sua bunda,mas me contive, der repente começou uma sena bem quente e percebi que ela ficou muito excitada, travava as perna sem parar dando trancos em sua bunda deliciosa e não parava de suspirar, me mexi dando a impressão que queria me posicionar melhor e meu pinto ficou encostado no rego dela que ao perceber deu uma pequena empinada na bunda e o meu pinto que não parava de pulsar naquele momento ficou bem encaixado naquele rabo delicioso, coloquei minha mão sobre o quadril dela e puxei lentamente para junto de mim e ela obedeceu prontamente e mexeu a bunda com um rebolado delicioso que me levou a loucura,então iniciei um movimento com meu braço levando minha mão do tronco até o joelho dela , nos já estávamos ofegantes e extremamente excitados, então coloquei minha mão sob a coberta e continuei o movimento agora sobre aquele fino vestido de malha e Lívia fazia movimentos bem lentos de vai e vem com a bunda forçado ainda mais o meu pinto naquele rego quente e neste momento levei minha mão até em baixo e peguei o vestido e puxei até em cima,sobre o quadril e ela se afastou um pouco e levantou o corpo para facilitar, puxei o vestido até bem em cima e voltamos a ficar bem encostados e a sena do filme continuou e ficou mais quente,então coloquei meu braço debaixo da cabeça dela e ficamos bem encaixadinhos e com certeza os dois amando aquela situação ,ela troce a mão para trás e enfiou o dedo dentro da minha calça forçando ela para baixo e rapidamente eu a ajudei tirando minha calça e ficando sá de cueca e pude sentir sua pele colada a minha,então comecei a beijar bem devagar e a dar mordidinhas em sua orelha que respondia com gemidos bem sensuais as vezes com um gritinho abafado na garganta e seu corpo tremia o tempo todo, bem devagar fui tirando sua calcinha e ela me ajudando prontamente, baixei minha cueca e direcionei meu pau bem no rumo do cuzinho dela que com a sua mão pegou a sua popa e abriu onde meu pinto ficou com a cabeça encaixada bem no cuzinho dela que forçou a bunda para traz tentando engoli-lo mas estava muito seco, então levei minha mão até o seu joelho e forcei a abertura das pernas, percorri a mão sobre aquela coxa macia até chegar em sua buceta que estava quentíssima e encharcada, passei meu dedo em cima de seu grelinho que estava durinho que em seguida percorreu por entre seus grandes lábios até a entrada daquela grutinha bastante úmida, quente e naquele momento desejada eu passava o dedo em seu buraquinho gostoso molhava o mesmo e levava até seu cuzinho fiz este movimento varias vezes até que seu rego ficasse bem melado,então passei minha mão na boca enchendo-a de saliva e molhei a cabeça do meu pinto que implorava para entrar naquele rabo gostoso e foi ai que coloquei a cabeçorra da vara extremamente dura na entradinha dela que me disse.rnVem meu titio amado enfia todo este pau na sua sobrinha que esta doida para levar uma gozada bem no fundo do rabo e gozar rebolando neste pinto enorme e delicioso, fui enfiando de pouco a pouco e ela começou a gemer e rebolar,estava bem molhado mas seu cuzinho era ainda muito apertado e meu pinto muito grosso, fiquei com medo de machucá-la e parei um pouco mas ela não quis nem saber e foi empurrando a bunda para traz e engoliu meus 22 cm até o pé e falou, se vai comer, coma sem dá, faça de mim sua cadelinha e me soque até me ouvir gritar de prazer, obedeci e di imediato comecei a socar com força aquela bunda gostosa sem parar até que ouvi dizendo que ia gozar e começou a urrar e me chamando de tarado me pedindo para fuder mais e mais e eu chamando ela de vagabunda, vadia de puta safada de minha cadelinha no cio e falamos um monte de obscenidades e ai senti um orgasmo enorme se aproximando e gozei como um cavalo enchendo o reto da minha sobrinha amada com meu leite quente e viscoso, a segurei bem apertada a mim e então ela se virou e me beijou apaixonadamente por um bom tempo, ficamos ali trocando caricias e ela dizendo o quanto avia amado dar o cuzinho para o seu titio querido,nos levantamos e fomos até o banheiro e lá pude vê-la toda nua e o quanto era linda e gostosa minha querida sobrinha Lívia, eu a lavei toda sem me esquecer de sua bucetinha e seu cusinho, quando toquei nele ela se arrebitou e eu me ajoelhei atrás dela abri sua bunda,puxei-a um pouco mais para trás e enfiei minha língua bem fundo naquele rabo gostoso , ela rebolou bastante e ficou de quatro na minha frente, voltei a lamber seu cu e a morder os dois lados de sua bunda, ela me pediu para enrrabá-la novamente, me ajoelhei atrás dela e direcionei a minha jeba bem no rumo do cu de Lívia que me pediu com muita tesão, me fode tio querido não deixa nada de fora faz esta sua puta safada gozar de novo mostra que você me quer para sempre meu amante amado,e gozamos juntos bem forte, com nossos corpos muito cansados caímos o meu sobre o dela e assim ficamos por alguns minutos e logo nos levantamos e nos enxugamos.rnNa volta para a sala passamos pela cozinha e tomamos um suco e um lanche e conversamos um pouco, quando entramos na sala ela se deitou e abriu as pernas e me olhou com uma cara de puta querendo mais, tomei-a pela mão e puxei que se ajoelhou em minha frente e pegou meu pinto que ainda estava meio mole e colocou na boca e sugou que logo já estava pronto para satisfazer os desejos daquela loura linda que chupou por uns 5 minutos e se deitou novamente e abriu bem as pernas e me convidando com olhares para fode-la novamente, me abaixei e fui com minha boca diretamente de encontro com sua buceta que, diga-se de passagem, era linda e muito cheirosa, posicionei minha língua sobre seu grelo e dei inicio em movimentos circulares e olhava em seu rosto e podia ver que seus olhos estavam se revirando para trás de tanto tesão e ela me dizia, não para meu amor porque está uma delicia e eu quero gozar em sua boca,de agora em diante você vai ser meu amante e enquanto seu pinto puder endurecer vais ter que me comer e muito, fiquei chupando aquele grelinho mais alguns minutos e quando vi que ela ia gozar eu fui subindo bem devagar e beijando seu umbigo toda sua barria subi para os seios e mordia bem devagar os seus mamilos e ela gemia cada vez mais forte e continuei mais até me posicionar de forma que meu pinto se encaixou em seu buraquinho que já estava pegando fogo e bem molhado,então devagar eu mordi seu queixo e ao mesmo tempo fui enterrando o pinto naquela buceta que se contraia sem parar dando a impressão que ela ia mastigar meu pinto ,então coloquei tudo até o pé comecei a socar sem dá e ela gemia e gritava dizendo que queria mais e me chamava de meu amor, vou ser sua puta para sempre, mete na sua amada faz ela gozar muito meu amor, eu metia sem dá com muita força e sentia sua buceta apertar meu pinto com muita força e ela gozou gritando me pedindo para ser seu amante o resto da vida e quase desmaiou debaixo de mim,esperei um pouco até ela se recompor um pouco e comecei novamente com um movimento de vai e vem, Ela olhou firme no fundo dos meus olhos e disse ninguém nunca me comeu assim, não quero perder nunca mais você meu amante querido forcei todo meu pinto dentro dela que rebolava sem parar e então voltei a socar e ouvia aquela puta depravada me pedindo para encher seu útero de porra e foi o que eu fiz com muita satisfação,gozamos juntos e desta vez ela praticamente desmaiou, fiquei um pouco preocupado mas logo ela deu sinal de vida rolou sobre mim e me fez prometer que dali em diante eu a comeria sempre, e prometi isso a ela, e agora sempre que ela me liga vou correndo a seu encontro pois sei que vai ser muito bom.rnrnSe você gostou de meu conto que é verídico e quiser entrar em contato o meu imail é[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Estupro gay conto gay pedreiroConto surpreendi meu maridoporno doido mulher durmindo com abumdas pra foracontos eróticos não consegui evitar o meu irmão porno gey pegando priminho adolesente e jovem tanbemsexo com vizinha muito rabuda vigiadocontos de menininhas sentando no colo de homenscontos eróticos convencendo amigo a chupar pau rolaconto cunhada mais velha rabudaqcontos eroticos incesto orgamo com padrinho colosexo na enfermaria contocontos: puto dando ao ar livreos contos de sexo maois filias safamdasContos eroticos comendo cu da madrasta e da meia irmame picou o.dedo no cuzinhominha cunhadinha virgemcontos esposa recebendo o castigorelatos eroticos reais meu amigo mora comigo e minha esposaconto erotico namoradinhos de infanciavideos strapon ui meu maridocontos eroticos exibi minha mulherconto comendo a mamae devolta paea casacontos erotico incesto filha a puta da turma e pai taradocontos gay footjob forcadoContos os velhos chupam melhor uma bucetaContos me exibindohistoria madrinha e mae dando bucheta contoconto carona com caminhoneiro minha bucetacontos eroticos dainfanciacontos eroticos gosto de levar piça no cu e porradacontos eróticos gay caçulameu sobrinho tirou meu atraso contocontos eroticos pica grandecontos eroticos meu avô esfregavacontos eroticos mãe tomou banho com o filho.contos eroticos familia rentcontos eroticos - alta grandona bundudabuceta filha da puta machucou meu pau au em fiar na sua buceta gostosarelato erotico de casada sozinhacontos de coroa com novinhoas coroa metendo a casa do corpo da pulsoconto erotico casada arrombada lesbicacontos eróticos homem velho casa caipirinha novinhacontos heroticos comi meu tio contos eroticos crentescontos eclxado a tia de sainhacontos minha irma me chupou dormindoareganhando o cu e epois a boceta com a mao relaxandovisinha casada o novinho contos com fotoscontos eroticos. buceta virgem, só liberava cuzinhodescobri que minha mulher mete com meu cunhadotravesti comemdo loira chorandoConto Erotico Gay Marido Da Minha Tia Negãorecebru varias calcinha de presente contos eroticoconto erotico enteada brincadocontos arrombado por cdpassagem erótica eu vou a loira gostosona na f*** boaContos erroticos com fotos eu e minha loirinha e um negro 32cm parte 2Contos erotico sogra fiu filha batendo punhetaesposa tem fatarsia com negaoeu e minha filha no baile funk contos eroticoscontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosconto de sexo em estrada desertacunhadavidiopornoSou casada fodida contofui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticoconto erótico odiava minha cunhadaconto: como fuder uma prostituta ate gozarRelatos de casada bunduda dando para os amigos do corno bebadowww.contos eróticos fiz a velha cagar na minha Rola Preta.comporno contos me vinguei da minha sogra com um cavalocontos e fetiches minha enteada minha perdiçãocontos eroticos enganada e oferecida pelo maridomeu primeiro swinggoatosa do ra rabao contossuruba dios cachorro macho dando o cu novinha dormindo de calcinha estuprada por velho pirocudomulatas do bundao e pitos caido gostosa.lésbicas castigando o rabo da parceriavideo come meu cu e me batepor favorcontos eroticos prima cavala ingenuaconto erotico minha pequena tesudaser mamada conto eroticocontos bebada boqueteconto erótico comendo cunhada cu apetadocomtos eroticos o velho tarado do elevadorContos gays a rola enorme de papai coroa peludão de sunga fazia meu cu piscar..conto porra. do amante ocorrendo das coxasou uma mulher crente mas quero picaContos domesticas casadas enrabada pela patroa com vibradorcontos eroticos de casada levando jatos de porra do comedorConto de sexo com uma cadela lesbicaContos eroticos o bucetao cabeludo da minha tia velhapapai me fragou com meu irmão xxx