Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PERDI VIRGINDADE COM O NAMORADO DA MINHA AMIGA

(historia veridica, porém, nomes não)Olá, sou Rebecca, tenho 19 anos, o conto se passou à 1 ano atras, quando eu tinha 15. Sou baixa, 1.63 de altura, cabelos pretos longos, seios normais e bunda empinada. Bom, minha melhor amiga se apaixonou aos 19 anos por um tal de Caio, ela não parava de falar dele, Caio pra lá, Caio pra cá. Sempre fiquei meio desconfiada desses caras que ela gostava, porque eles adoravam acabar com as expectativas de principes encatados dela. Enfim, um dia, ela me chamou pra sair, falou que iamos sá nás duas como sempre, e eis que me aparece este tal de Caio. Loiro, altura mediana, olhos verdes. Bonito, não negarei. Ela me pediu desculpas, pq chamou ele de ultima hora e pá. Então já viu né, tive que ficar de vela. Mas, sem contar isso, ele até que era gente boa, parecia sincero e tal. Uma semana depois eles já estavam namorando. Mandei ela tomar cuidado mas ela disse: voce viu ele, disse que ele era legal e pá, eu confio nele. Eu hesitei um pouco, porque achava mesmo ele legal, achei que ele ia ser bom pra ela. Logo, nos tornamos melhores amigos, eu e Caio. Ele me irritava um pouco, eu irritava ele, essas coisinhas idiotas que todos amigos fazem. Admito que soube porque minha melhor amiga ficou tão apaixonadinha por ele, bonito e fofo. (chato as vezes, claro) Um dia, eu "fugi" de casa por uns motivos estupidos pessoais, fui passear num parque na cidade em que moro. Encontrei Caio por lá, andando de skate. Ele logo chegou todo animado querendo dar um abraço, me erguer no colo -como sempre fazia- e eu respondi grossa com expressao chateada. Ele ficou meio em choque pq eu sou uma pessoa super animada, e sempre aos sorrisos. Sentei-me no banco que tinha por lá e ele sentou do meu lado, com os braços no meu ombro tentando me reanimar. Nada. " o que aconteceu becca?" perguntou ele. " sá não estou num dia bom, sá isso" respondi. Ele foi super compreensivo e disse que se eu quissese contar pra ele meus problemas eu podia. Entao me abri, contei tudo e ele sá me ouviu, ficou do meu lado o tempo inteiro e eu cheguei até a deitar a cabeça no ombro dele. Então pensei "poxa, bem que eu podia ter um namorado assim, mas não, minha melhor amiga ama ele e ponto final." então, apás um bom tempo ali no banco da praça, ele me perguntou se eu iria voltar pra minha casa depois de tudo. Respondi que não sabia, e que estava com medo devido as circunstancias . " você pode dormir duas noites em casa, se quiser, minha mãe está viajando a trabalho, então tudo bem. " meus olhos brilharam com a proposta dele, estava mesmo muito mal e precisava de aconchego, ele me ofereceu isto. Abracei ele e disse que sim.Quando chegamos a casa dele, não muito grande, apenas um andar e varios quartos, já era noite e pedi para ir deitar, pois estava muito cansada. Ele compreendeu e perguntou se eu precisava de algo, pedi a ele apenas uma roupa para que eu pudesse dormir, ele me deu uma blusa folgada, que me serviu de camisola, pois sou baixinha. Logo, com o colchão dele de baixo de sua cama eu tentei dormir, virava e revirava no colchão mais não conseguia. Até que eu ouvi ele entrando no quarto, silencioso, sá com a calça, não deixei de reparar em seu tanquinho, ele era mesmo lindo. Mas não, não era certo. Então ele percebeu que eu estava acordada e nao conseguia dormir e disse: " becca, vem cá pra cima " eu subi e ficamos de conchinha ali, ele acariciando meu cabelo. Até que me virei pra ele, aqueles olhos verdes me enfeiticaram e ele me beijou. Beijo longo , eu deixei até me tocar: "não caio, não esta certo." "por que?" "ela te ama cara, eu sou a melhor amiga dela" disse, quase chorando. O dia sá estava piorando. " ela não me ama, ela sá me usa pra falar que tem namorado , e que está apaixonada, mas ela não é uma amiga que nem vc, ela nunca me deixa brincar com ela, ou levantala no colo" fiquei em silencio por um tempo pensando até que ele roubou um beijo mas excitante e quase me rendi, até que ele disse " becca, eu sei que vc precisa de alguém, eu também preciso, somos melhores amigos certo?" fiz que sim com a cabeca e disse "é muita coisa para sá um dia, vou dormir" quando eu me levantei ele me puxou de volta e disse: "dorme comigo vai, assim de conchinha" estav tao cansada que nem disse nada, sá fiquei ali. Depois de um tempo senti o volume em sua calça, mas quando me virei, ele estava dormindo, entao fiquei ali, tentando dormir. Sem muito sucesso, voltei pra minha cama devagarinho sem acorda-lo.No outro dia, acordei bem melhor, as brincadeiras com Caio retornaram e as coisas pareciam estar voltando ao seu devido lugar. Então eu disse: " estou bem melhor Caio, obrigada, mas acho que agora preciso voltar para casa." caio  perguntou se eu tinha certeza e eu hesitei, logo ele disse: "sá mais uma noite" eu concordei. No final da tarde, eu pedi para tomar um banho, ele me deu as toalhas e uma outra blusa dele para que pudesse usala, esta por sua vez era mais curta do que a outra, mas fingi não me importar. Apás meu banho, ele disse que ia tomar também, sai do banheiro de toalha e fui me trocar no quarto. Curiosa, fui olhar o banho dele pela fechadura, não vi ninguém no box, apenas a agua caindo. Então olhei para o lado e lá estava Caio, com seu pau enorme duro, batendo uma logo apos ter me visto de toalha. Morri de excitação, mas me controlei. Fingi nada ter acontecido no jantar, tudo parecia normal. à noite, ficamos conversando, ele na cama dele e eu no colchão. Então ele perguntou pq eu tinha saido da cama dele no meio da noite. Eu, dando umas risadinhas, falei: "ah, seu pinto duro nas minhas costas tavam me incomodando." e o doce Caio do dia anterior virou outro: "com uma garota dessa na cama, qualquer um fica com tesão né rebecca" fiquei sem graça até que ele me mandou subir de novo na cama dele . Quando o fiz, ele me agarrou pela cintura, subiu em cima de mim e comecou a me beijar. Fiquei excitada, mas me assuste. " qualé  rebecca, a gente se beijou ontem" então eu disse, me levantando da cama e saindo de perto dele "você não tava assim..." "é q vc tem um corpo lindo" eu ia saindo do quarto, quando ele me pegou pelo colo e me colocou na cama de novo. "eu preciso de vc becca" ele sussurou no meu ouvido " e sei que você também precisa de mim" logo apás isso senti um beijo muito mais doce e mais gostoso. Não, dessa vez não resisti, tirei sua blusa e os amassos mais intensos começaram. Ele tirou minha blusa logo depois, foi com os labios descendo da boca, até o pescoco e direto pros seios. Chupava, lambia, mordiscava, e eu gemia. Era uma delicia. Logo, tirei sua calça, abocanhei a sua piroca; já dura. E comecei a fazer um boquete delicioso igual eu via nos videos pornos, sá que melhor. Ele gemia e me mandou parar, ou senão iria gozar. Jogou meu corpo inteiro na cama e comecou a me lamber todinha, até chegar ao clitoris. Eu gemia muito alto, e acabei gozando. Ele subio para munha boca e ficamos ali nos beijando, até que ele perguntou: posso meter? Eu hesitei mais falei: pode, mas eu sou virgem. Ele entendeu, acalmou um pouco, e foi colocando devagarinho o pau no minha bucetinha, não doia muito, bem pouco. Mas ele teve muito cuidado, até que senti ser rasgada e a virgindade se foi. Foi alí que percebi o que estava fazendo: estava fodendo com o namorado da minha melhor amiga! Mandei ele parar, ele perguntou se tinha doido, eu disse que não, mas que não queria mais nada. Ele ficou intrigado, e novamente me disse coisas enlouquecedouras em meu ouvido que me fizeram ceder novamente. Ele me beijava com muito carinho, beijos bem longos e comecou a meter um pouco mais rapido, me perguntando se estava doendo toda hora. A patir do momento que comecei a sentir que o orgasmo ia vir, ele comecou a meter com mais força e mais velocidade, eu me deliciava sentindo aquela piroca enorme na minha bucetinha apertada. Tive inumeros orgasmos, e logo vi ele gozando aquela porra toda na minha garganta. Engoli tudo. E logo depois o beijei. Ficamos nos beijamos e dormimos ali mesmo, juntinhos e pelados na cama dele. Depois dessa vez continuamos amigos e ninguém desconfiou, muito menos minha melhor amiga. Passamos a transar mais vezes, acabei dando o cu (mas isso é outra historia) e apos algum tempo ele terminou com minha melhor amiga e se declarou apaixonado por mim. Minha melhor amiga entendeu, e disse a paixonite dela foi rapida, e me deu atoridade de namoralo, mas ainda estou pensando na hipotese de eu não estar apaixonada por ele. Ah, eu não sei, o que vcs acham?

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos minha esposa e epregadaconto erotico eu minha mulher e meu primowww.contos verdadeiros d sexo negoes a foder mulheres casadasContos eroticos esposa novinha com marido e amigo pintudocontos tava de shirtinho em casa o mendingo me comeu em casacontos namorada pau enormecontos gays escravo sexualConto erotico no sitio casa de dois comodosconto er seios quadril glandeFlagrei minha cunhada chorando em cima de kct contosporn corno contos eroticos amarrada e usadaconto comendo o casado de calcinhaComo ela no dia do casamento conto erótico incestocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eroticos minha mae imploro pra mim come o cuzinhocontoseroticos mamae de bruço no sofa sem calcinha de perna afastada do beioço da chanaprovoquei meu tio, dei pra elefiquei 2 semanas sem masturbação quando masturbei explodiu porra para todos os ladoscontos eróticos minha mulher deu mole e comeram elaContoseroticosdegatinhascontos de crosdresseresconto ajudou cornoconto minha cunhada me surpreendeucontos incesto engravidando a tiaPorno conto erotico e massagemGay contos pastorconto gay virei mocinhacontos viado arrombadoConto erotico amamen tando o velhoEu vi o tamanho da rola do meu irmão na sauna contos de incesto femininoConto erotico minha esposa e meu amigo em minha casa depois da festa... Fingi estar bebadocontos mulher espreita homem a masturbar-serasgando um cu virgem da freira- contostocando punheta no maracanacontos eroticos sou travesti e o cara mandou eu gozar dentrovídeos de porno primeira vez dando cu ela chora fico Duda ora tirando pau do cu fica porno a mauler conto eroticos de arrubando a priminha novinha e baixnhaChaves com tesão de Chiquinhacontos porno dava pro meu padastroContos de primas novinhas com desejo e muito tesão.ticos bem greludosmeu marido dotado e nossa filha contoscontos comi minha mae e o travestinegrinha brinca com roupa de escostar homemcontos meu cu tesudocontos eroticos tia do amigoTennis zelenograd contoincesto contos filho se separa e volta a morar com mae coroabudendo.cadela.no.ciu.vira.latasem saber que era travestis contoeu com 18 anos de idade eu era virgem da minha buceta e virgem do meu cu meu irmão ele tem 22 anos de idade no final de semana meus pais eles viajaram eu fiquei sozinha em casa com meu irmão a noite eu so de babydool eu entrei no seu quarto eu deitei na sua cama do lado dele meu irmão perguntou pra mim se eu queria perder minha virgindade da minha buceta com ele eu disse pra ele eu quero perder minha virgindade da minha buceta com você ele me deu um beijo na minha boca eu tirei meu babydool ele chupou meu peito ele disse pra mim sua buceta virgem raspadinha e linda ele começou a chupar minha buceta virgem eu gozei na boca dele ele disse pra mim pra eu chupar seu pau eu comecei a chupar seu pau ele foi metendo seu pau na minha buceta virgem que sangro ele começou a fuder minha buceta eu gemia no seu pau ele fundendo minha buceta eu gozei eu disse pra ele fode meu cu virgem conto eróticomarido de marleni vendo ela transarcontos eróticos comeu minha esposacontos eroticos minha esposa aguentou tudo no cuprimeira vez em fraldas tesãocontos eroticos garoto e mae bundudoscontoseroticos.comTennis zelenograd contocontos eroticos sobrinha dormino bulindo na bucetaquelegal vouponhaFotos de gostosas de vestidinho colado dirigindo carroconto erotico o soldado arrombou minha bucetaminha sobrinha pediu para mim gozar na calcinha dela contos eróticosConto eotico chamei um padre dotado pra comer minha esposa sem ela sabercontos eroticos fudi a titi sem eu quererteen recem casada contosEU MEU MACHO E MEU MARIDO CONTOS EROTICOSconto erotico peguei um filhote de cachorro e ele me fudeuamigo do meu marido dano de bom frenre dele e mim chatagiado contos eroticoconto erotico eu e sil sua mae viu tudoContos eroticos o homem da oficina deixa eu ver o pau delecontos eróticos Cascavel banheirocontos veridicos de mulher casadaozadia. e amole. picafiz a vadia sentir dor contos eroticosTrasando com atiaos nomes dos geladinho do ice lokoecotra coroa que.evie vido sexo avivominha sogra submissa contoContos entiadas apanhando para submeter ao sexoContos erótico minha enteada meu colo .sogra e nora se lambendo contocontos eróticos minhas afilhadinhas da bocetinha bem novinhacontos eroticos mae filho filhaconto erotico amigo pauzudo do marido comeu eu e minha filhacontos veridicos de japa com negao de pau giganteconto o primeiro anal da minha cunhada casada mais velhatrai no cafe da manha contocontos eroticos jardineiro comeu eu e minha mulhercontos maravilhosos de encoxadas