Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CLUBE DE CASAIS

Tenho um grupo de amigos que se junta para jogar à bola: eu, o Rui, o João, o Luís e o Carlos. Também nos juntamos várias vezes ao fim de semana, acompanhados com as nossas mulheres: respectivamente a Cristina, a Carla, a Andreia, a Sandra e a Lurdes; que por sua vez também são amigas. Nos balneários todos notam o tamanho invulgar da ferramenta do Carlos (muito grossa e comprida) e costumamos comentar a rir como é que a Lurdes aguenta uma ferramenta assim, claro que na ausência dele. Um destes dias estávamos a comentar e não reparámos que o Carlos estava a ouvir enquanto o Rui dizia:

• Gostava de ver a minha mulher a aguentar com aquilo tudo! A minha se ponho um pouco mais de força queixa-se logo..

O Carlos respondeu (e todos demos um salto) que era sá até se habituar. Ao chegar a casa comentei com a Cristina o sucedido e ela respondeu-me que entre elas já tinham comentado e que a Lurdes até tinha perguntado se alguém queria experimentar pois, sempre que tinham sexo anal, andava todo o dia sem se poder sentar.

Noutra altura em que estavavamos sem o Carlos comentei que a Lurdes fazia sexo anal com aquela “tora”, e acrescentei que a Cristina nem com a minha (que era a mais pequena de todos) queria experimentar. Desta forma fiquei a saber que sá a Carla, mulher do Rui, fazia sexo anal ocasionalmente. Começámos então na brincadeira a dizer que elas deviam era ser bem alargadas pelo Carlos. Com o passar dos dias retomáva-mos a mesma conversa que começou a ficar séria e acabámos por combinar que se isso acontecesse tinha que ser com todas. Começaram a surgir várias ideias: O Rui sugeriu que podíamos trocar de mulheres entre nás mas o interessante seria vermos o rabo das nossas mulheres inaugurado pelo Carlos com todos a assistir. O primeiro problema era ser o primeiro, pois os restantes ou as mulheres podiam acobardar-se depois de assistir. O João então propôs que cada uma seria primeiramente inaugurada pelo Carlos, em ambos os orifícios, assistindo o marido e aqueles que já tivessem a mulher inaugurada pelo Carlos, assim quem se acorbadasse não assistiria a nenhuma e os primeiros poderiam ver as mulheres dos outros. O Rui disse então que seria o primeiro e o João segui-o. O Luís não quis ficar para último e, por isso, fiquei eu.

Depois foi sá convencer o Carlos e a mulher, o que foi muito fácil, e as nossas mulheres, que foi mais difícil. O Rui disse ainda que ia deixar repousar a mulher durante uns tempos para que fosse mais “fechada” para o Carlos e nás pensámos que já estava a fugir até que um dia me contou que tinha sido demais e que teve que segurar a Carla que berrou e chorou como um bezerro mas ficou toda arrombada. O Rui disse que nunca sentiu tanta tesão. E contou que a Lurdes era fogo na cama e que a Carla agora não se recusava a dar-lhe o rabo, que tinha ficado todo arrombado. O João foi logo na semana a seguir e contou-me como foi bom assistir em junto com o Rui à inauguração da Andreia, penetrou a Lurdes e a Carla e pôde constatar como estava bem alargada. Cheio de tesão falei com o Luís e passei-lhe à frente.

Nessa semana fui preparando a Cristina para o Sábado seguinte irmos à casa de campo do Carlos, onde as coisas se passavam pois ficava num sítio bastante recatado. A Cristina estava cheia de medo (e eu também). O Rui e o João levaram as mulheres e, quando o Carlos se preparou para penetrar a Cristina ficámos todos a assistir, o João tinha levado a câmara para gravar todo o arrombamento. A Carla e a Andreia comentavam como aquilo doía enquanto a Cristina já gritava e chorava. Depois de já estar bem aberta o Carlos mandou-a montar. A Cristina, a custo, lá conseguiu entrar enquanto o Carlos separava as suas nádegas e lubrificava o orifício anal bem apertado. Em seguida o João deitou-se e a Cristina enfiou tudo facilmente na sua alargada vagina.

O Carlos chegou-se por detrás e começou a penetrá-la e ela gritou e quis fugir. Eu e o João segurámo-la e o Carlos entrou com tudo de uma vez arrancando-lhe um grito de dor e muito choro. A Carla, a Andreia e a Lurdes diziam-lhe para descontrair que daí a alguns minutos a dor passava bastante mas a Cristina continuava a apertar-se enquanto o Carlos continuava a enrabá-la com força, rebentando-lhe as pregas. Corria um fio de sangue do seu rabo mas a Lurdes disse que era normal e que depois parava. Nunca senti tanta tesão, de tal forma que perguntei ao Rui se podia comer a mulher mas a Lurdes disse que seria ela a ser comida por mim e, já que o Rui e o João levaram as mulheres que trocassem entre eles. Entrei com facilidade, de uma vez, no rabo da Lurdes que era muito aberta (da mesma forma como ficou a Cristina e todas as outras) e o Rui trocou de mulher com o João. Quando o Carlos acabou, a Cristina tinha o buraco bem aberto e facilmente podia servir a qualquer um de nás.

Na semana seguinte convencemos o Luís e a Sandra e assistimos e gravámos também o seu arrombamento, até o Luís que tinha mais reservas ficou excitado e descarregou na Lurdes toda a sua porra. Quando chegou ao momento do Carlos lhe arrombar o traseiro deitei-me para que a Sandra se deitasse por cima de mim e, assim, poder segurá-la melhor quando ela quisesse fugir. Desta forma, pude sentir a enormidade que lhe entrava pelo rabo. Acabámos a trocar as mulheres entre nás e todas as semanas é diferente. Uma vez por mês entregamos a nossa esposa ao Carlos que se encarrega de a mandar bem alargada. Depois disso formámos um clube onde sorteamos os pares para cada noite de Sábado, excepto se houver novos membros a entrar, pois a entrada passa por ver a mulher a ser arrombada pelo Carlos com todos do clube a assistir e o João a gravar para a nossa biblioteca.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de incesto dez anoscontos eróticos com violênciaPeguei o amigo d meu esposo cheirando minha calcinha meladinha,contos eroticoscontos eroticos- paguei minha filha pra cheirar sua calcinhacasada reclamando do vizinho contos eroticoscontos erotico-você fodendo muito meu cuzinhocontos etoticos meu marido faz eu dar para trassecontos eroticos com velhosde verdade o que injetam ou introduzem para aumenta bumbum e seioscontos de menininhas sentando no colo de homensorgasmos forçados contosbranquinha magrinha de cabelos caracolado danadinhaContoerotico descabaçando meninas de seis a doze anosComo fazer um cabacinho liberar(conto gay teen)contos eroticos comendo giovanaconto erotico encesto.meu pequeno entiado mim comendo enquanto eu dormiazoofilia negao comenorme pau deixando putia loucacontos eroticos meu sogro me pegou a forçacontos. minha irma casada é minha puta escravadei na infacia e não me arrependo contos gayshttp://googleweblight.com/?lite_url=http://tennis-zelenograd.ru/conto_1109_no-assalto-eu-virei-corno-e-minha-esposa-virou-puta.html&ei=ewottTwh&lc=pt-BR&s=1&m=52&host=www.google.com.br&f=1&gl=br&q=contos+namorada+arrombada+assaltantes&ts=1533842850&sig=AIvIYWIxf4O7RX2q2bvSs_2jhDvPc-6t9gele pega ela nos ombros pra chupar sua bucetacomo tira pedra da teta sem para de tanto se matusbarmamando na vara feita bezerrinhacontos eroticos de padrinhoscontos eróticos marido cornoconto erótico agora papai vai bota na sua bucetinhacantos historias transei com minha sobrinha de 11aninhosconto sexo de madrasta fazendo fio terra no entiadoMinha netinha sentou no meu pau contos eróticoscontos eróticos - prima Fernandabuceta inchada da cunhada...contoscontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosvendo a cunhada depilando a buceta contospaguei aposta chupando contos peitinhos feito pera chupada pela amigacontos de menininhas sentando no colo de homensminha entiada me pega batedo uma punhetatirando virgindade de menina Londrina Paranácontos sexo meu marido rebolou na pistolaContos eróticos mae do meu amigoCont erot a galinhacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos gozada da maetia tranzando com sobrinho cabassaoalisando um pirocao e cornovi meu afilhado peladofui pego cheirando os sapatos da minha amiga podolatria contos eroticoscontos eroticos infanciacontos eroticos de meninas que sua prima ensinou a ser putinha ainda bbcontoa gay - meu colega de quarto musculosoComtos namorado ve namorada ser fodida pelo irmao delasozinhacom primo contos coroaseu meu amigo e sua namorada contos biminha cunhada traindo meu irmao com o patrai contosa piriquita da theulma moreninhadei para um cavalo contos eroticominha prima e uma jebaContos eroticos sem camisinha cdzinha gostosaestoria de cantos erotico minha tia sentou no meu colo e comi elarelato erotifo meu filho gosa muto nas minhas calcinhascontos minha mãe me seduziu usando mini saiacontos eroticos gays come meu pai bebado mais o meu amigoconto cutuquei pai na bundia delaminhas tias chupavao meu penis de 10cmcontos aempregada nordestinaNetinhas mamando pica contoseroticoscontos eróticos peguei ela se masturbandocontopaugrandenovinha grita quando o no do cao trasa seu cucontos eroticos de enteadasmamae titia meu primo e eu na praia de nudismo contos eroticoscontos papai ajudou meu cavali mim fuder e gisar ba bucetacontos d zoof pegei minha sobrinha c um cachorroconto tirei do cu e comi a bucetacontos erotico esposa iniciada no lesbocontoseroticoscaronacontos.veridicos erabando uma,.pretinhacomendo a mae e a tia na piscina contos eroticometeno grandes obigetos redondo na buçetacontos erotico meu primeiro emprego fodida e humilhadaContos erotico Minhas mamas doem muitochorou na pica/contodeserto conto heterocontos eroticos amiguinhasContos dando cú Apanhandoconto erotico cuidando das amiguinhas da minha irma viia puta virgem chora através do pau grosso vídeo 3 minutosConto meu marido me obrigou a trepar com o mendigocontos esposas putas castigadas no cuconto erótico gay em cinema. De Recifea mao no meu cuzinho contos eroticos contos erotico transai com uma negona vizinhaxvidio mocinhapuro sexo sou muito deliciosa viajei com meu filho conto incestocontos eróticos de bebados e drogados gaysconto adorei pai me fez mulher