Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NOVINHA PERDENDO O CABAÇO PRO VIZINHO

Olá queridos, o relato que segue é veridico e aconteceu comigo quando eu tinha 19 anos. Na época eu já tinha corpo de moça, mas a mente e ingenuidade de uma criança.

Tudo começou quando minha familia e eu nos mudamos de casa, na frente dessa nova casa morava um casal que tinha uma filha pequena de uns 2 aninhos, não demorou nada e meus pais ficaram amigos desses novos vizinhos.

A vizinha devia ter por volta de uns 36 anos, era gorda, sem vaidade e muito ciumenta, ela fazia parte de um grupo religioso que minha mãe também participara, o marido dela devia ter por volta de uns 38 anos, negro, 1,87 m de altura, e parecia ser um exelente chefe de familia, ele trabalhava por escala, assim ele ficava muito em casa durante o dia.

Um dia eu conheci um rapaz, mais velho, que já tinha sido casado, tinha filhos, experiente, confesso que eu tinha certo receio de me encontrar com ele, pois eu nunca havia namorado antes e como sabia que meus pais não aprovariam o relacionamento, nos encontravamos as escondidas, mas os vizinhos da frente descobriram e a vizinha me chamou pra conversar e disse que eu não devia fazer isso, porque um cara como aquele não iria querer nada sério com uma menina da minha idade, somente iria me usar pra se divertir, eu disse que não iria ve-lo mais e pedi que ela não contasse nada pra minha mãe.

Fiquei com medo dos meus pais descobrirem sobre o meu namorado, aí pensei em terminar com ele assim que eu saisse da escola, quando eu ia saido da escola, vi o carro do vizinho na esquina debaixo parado e ele me chamou pra entrar no seu carro, porque precisava conversar comigo, eu achei estranho mas entrei, aí ele parou em um lugar deserto e começou a perguntar sobre meu namorado, disse que tinha muito carinho por mim e que estava preocupado comigo, perguntou se ele me tocava, se já havia tentado manter relações comigo, na realidade eu nunca havia deixado ele fazer isso, pois era muito timida, e ele respeitava isso, sá que quando me beijava se encostava forte em mim e eu podia sentir seu pau duro por cima da calça, e aquilo ia me exitando, enquanto contava isso ao vizinho ele não tirava os olhos das minhas pernas, eu estava de sainha curtinha e não conseguia acreditar que aquele homem que eu tanto respeitava estava me olhando com aqueles olhos gulosos, e acariciava minhas mãos e a outra ficava em cima da minha coxa, ele disse pra eu não levar a mal, pois ele era meu amigo e eu poderia confiar nele, que sá tinha me chamado pra conversar ali porque se ele falasse comigo em casa a mulher dele poderia ficar com ciumes, eu fiquei muito sem graça e pedi pra me levar pra casa. Ele me pediu segredo e disse que outro dia conversariamos mais.

No outro dia, minha mãe saiu a tarde com a vizinha pra ir a igreja, meu pai foi trabalhar e meus irmãos estavam na escola, aí eu fiquei sozinha em casa, estava deitada de bruços no sofá sá de calcinha e blusa, sem sutiam, quando olhei pra janela o vizinho estava lá, fiquei roxa de vergonha e ele disse pra eu abrir a porta, e que não precisava ficar com vergonha, que ele queria falar comigo, antes que eu dissesse qualquer coisa ele abriu a porta e entrou, eu apenas puxei o travesseiro e cobri as pernas, ele fechou a janela e trancou a porta, sentou do meu lado e disse que eu poderia ficar a vontade com ele, porque ele sá queria ver o meu bem, mais uma vez ele começou a acariciar minhas mãos e foi subindo para os braços, me olhava nos olhos e para minha blusa, pois percebeu que eu estava sem sutiam, olhei discretamente para o pau dele e percebi que estava duro, aquilo me deixou toda molhadinha, saber que o macho de outra mulher estava me desejando, ele ficou me aconcelhando a terminar com o rapaz (eu já havia terminado pela manhã), pois eu merecia coisa melhor, porque eu era linda, inteligente, educada, e a cada elogio se aproximava mais e falava mais baixo, e não parou por aí se aproximava cada vez mais dizendo que eu sou maravilhosa, desejavel, que poderia ter o homem que eu quizesse e eu já estava exitadissima com aquela situação, foi quando ele tirou o travesseiro do meu colo e olhou minha calcinha sem qualquer pudor, me abraçou forte e me deu um beijo no canto da boca, e minha bucetinha já estava babando, aí fechei os olhos e me entreguei a aquele abraço, foi quando eu senti os labios dele tocarem os meus, aquela boca quente e carnuda, sem pensar correspondi ao beijo, delicioso e molhado, foi quando ele foi se deitando por cima de mim, e se esfregava no meu corpo e eu istintivamente rebolava, aquilo pareceu exita-lo mais, ele tirou a blusa eu fiquei com medo, e ele disse que não me faria mal, que sá iriamos nos fazer carinho, ai ele enfiou as mãos por debaixo da minha blusa e tocou meu seios e eu delirava de tesão com aquilo, ele arrancou minha blusa me deixando somente de calcinha, e lambia o biquinho do meu peito, depois mamava, subia pro pescoço e falava que sempre me desejou e que já bateu muitas punhetas pensando em mim, confesso que na hora isso me assustou um pouco, afinal eu era apenas uma menina e ele um homem casado, mas continuei curtindo aquele momento de prazer, foi quando ele continou me beijando e desceu pra minha barriguinha e beijava minha vagina por cima da calcinha, eu sentia aquela boca e a respiração quente, quase fiquei louca, mas mandei ele parar, poque aquilo não seria correto, ele continuou e eu o empurrei, aí ele começou a beijar minha boca e perguntou se podia ao menos beijar na boca, como já estavamos lá eu deixei, mas ele voltou a se encostar em mim e eu tava quase morrendo de tesão que nem percebi que ele já tinha tirado a calça e ficou sá de cueca, e a cueca dele tava toda melada, eu o empurrei e mandei ele ir embora, mas ele disse que sabia o que eu queria, e que eu poderia confiar nele, afinal ele não havia contado nada a respeito do meu namorado pra minha mãe e que não contaria a ninguém sobre o nosso momento de carinho, eu concordei e continuamos nos beijando, de tanto nos esfregar o pau dele ficou com a cabeça pra fora da cueca e ele afastou minha calcinha e continuou a esfregar aquele pau enorme na minha bucetinha, ai ele arrancou a minha calcinha e começou a beijar a minha bucetinha virgem, depois que ele percebeu que eu já estava entregue a ele, tirou a cueca e ficou passando a cabeça do pau na portinha da xaninha, começou a empurra-lo como se fosse me penetrar, mais eu pedi que ele parasse, mas ele não parou e disse que eu tinha deixado ele louco e que ele seria meu macho, meu primeiro e unico homem, eu implorei pra ele sair de cima de mim, mas ele muito mais forte do que eu não saia, e empurrou aquele cacete enorme e preto contra minha bucetinha, tentando penetra-la, eu já estava quase chorando, mas le já estava doido de tesão e continou e penetrou, nem doeu muito porque eu já estava melada, e ele metia e tirava e eu senti meu cabaço se romper, como ja tinha perdido o cabaço mesmo, resolvi curtir aquela loucura, ele continuou e gozou gostoso, eu sentindo aquele jato de porra no fundo da minha buceta, gozei também, como já tava na hora dos meus pais chegarem nos vestimos e ele foi embora.

Depois disso, toda vez que eu ficava sozinha ele vinha em casa me comer gostoso, mas isso depois eu conto...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


sou casada meu visinho novinho contoscontos eroticos - isto e real. parte 1conto eróticos c afilhadaSou casada mas bebi porro de outra cara contoscorno ver mulher gemendo dando cu aoutro casa dos conto eróticosúltimo contos anal de sobrinhaincesto furapornoconto erotico dona de casa dominada boqueteira gaucha contocontos de meninas safadinhahomem maduro contando porque deu o cuContos porno fui atacada porcontos eroticos a travesti segurou em minhas bolas e empurrou 23cm no meu cuinfancia contos de encestoconto erotico meu patrão i o gerente comeu minha esposacontos meu primo me comeudormindomelequei a bucetaconto erotico bebeu a porra do paicontos não resisti ao cacetaoContos o comedor da madrugada do soniferodeixou a esposa transar com amigo pirocudo e depois se arrempedeumagrelas grelludas liga das novinhasTem algum conto erotico de freira que fez sexo com algum homemcontos eroticos na praia meu sogro me comeuxxvidios defisieticonto erótico meu dono colocou um alargador em.mimCasadas na praia contocontos sarro gostoso com meu genrocomi minha cunhada fabiana - contos eroticoscontos pisando na cara e comendo cucontos eróticos comi mãe dormindo volume na calça encoxadaminha mulher e o filho do jumento contos eroticoseu sogrona dei gostoso pro negao de pica grossa contoscontos eroticos casal viajando de ferias com outro casal junto conhecidocontos eroticos maduras eu e minha amiga levamos no cu a mesma piça contos caipiras amadores bucetasrelatos eroticos de homens dotados comendo noras e comadresMetendo na perereca da maninhaconto erotic pirocudo na praia de nudismoContos eróticos jogo de seduçãoRealizei a fantasia do meu colega e eu virei cornocontos de mulheres viuvas sendo pelo penis grandecontos porno fiquei apavorada guando o cara me encoxou com meu marido ao ladosexo com amigo contoscontos eroticos troquei marido pela vizinhaIrmã cuidando do irmão acidentado contos de incesto femininoconto minha esposa nadando nua em casaArrombei meu amigo - contorelato eróticos violênciagostei de ser enrabadocontos eróticos leite incestoso grelu esticadoa loira e o cavalo contoconto erotico minha mae me fazchupa -laxvideo comendo mulher de 1.63 de alturacontos trai meu marido com um cara do pau grandecontos eróticos Patrick amiga comeuconto erotico flagrei meu filhinho sendo arrombadocontos eroticos depois daquela pica a buceta da minha esposa nunca mais foi a mesmasexo gemidosssfui almoçar mas a cunhada e ela me deu foi a buceta so nos dois em casavvidos de muler co casoro. fudemolanbinda na xana hetai gritacontos de empregada da vizinhaprefiro no cuzinho conto eroticos Peguei o amigo d meu esposo cheirando minha calcinha meladinha,contos eroticosconto erotico tentei comer o cu delachupei palai e depois ele me fudeu contos eroticoscontos eroticos mamem fudendo com filho na fazendacontos eróticos primo de nanecontoseroticosrolaconto erotico barzinho depois servicoCONTOS EROTICOS DE SENHORAS FUDENDO COM GAROTOSconto erotico a noivaMe comeram ao lado do meu namoradodescabacei a namoradinha de 13 aninhosconto erotico masticou minha buceta estruboconto porno mulher crente