Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI A NAMORADA DO MEU FILHO



Escrito por Gabriel - [email protected]



A primeira vez que vi Patrícia aconteceu o que eu denominei de 'tesão à primeira vista". Não que ela tivesse um corpão e fosse muito bonita, na verdade, era uma menina comum, magra, de seios pequenos e pernas lisas porém finas. O que me chamou a atenção nela foi o seu olhar de tesão.

Estava escrito no seu modo de olhar que gostava de sexo, que era muito tesuda e que era muito gostosa.

Não dá pra descrever o que senti. Foi muito intenso ..Dos seus olhos pareciam sair faíscas ,de tanto tesão que parecia sentir. Eu também me sentia assim e tinha impressão de que se a gente se tocasse, ia pegar fogo. ;

Vocês devem conhecer gente assim, por quem a gente sente tesão imediatamente. O melhor é que pareceu que ela também sentiu tesão por mim.

Patrícia era namorada do meu filho mais novo e estava sendo apresentada pra família.

Deveria ter mais ou menos uns 19 anos, meu filho tinha 23. Não preciso dizer a minha idade, mas eu tinha idade suficiente pra ser pai dela.

Naquela noite ,ela jantou conosco, foi muito simpática e cativante. De vez em quando nás trocavamos olhares, como se ela estivesse iniciando um jogo de sedução. Seu olhar e seu sorriso mostravam o que ela estava querendo, provocando tesão em mim.. Quando ela foi embora, dei um beijinho no rosto dela, sentindo sua pele macia.



Não consigo explicar o que aconteceu, mas desde esse dia não parava de pensar nela com tesão. Pensava nela o dia inteiro, quando fodia, era a imagem dela que vinha na minha frente. Me masturbava loucamente, fodendo ela de todas as maneiras na minha imaginação..

Uns 20 dias depois ela ligou no Banco e me perguntou se eu podia ajudá-Ia a escolher um presente para o meu filho ( estava práximo o aniversário dele). Não preciso dizer o quanto fiquei feliz e aceitei na hora. Marcamos para aquela mesma tarde.

Ela apareceu acompanhada da sua mãe ,uma mulher também bonita e de sua irmã, até mais bonita que ela. Todas foram muito simpáticas e receptivas comigo, compramos o presente, lanchamos e tomamos sorvete,. Foi uma tarde muito agradável, mas eu fiquei um pouco decepcionado. Meu desejo era estar a sás com Patrícia.

Na hora de ir embora, já à tardinha ,Patrícia me pediu para deixá-Ia na faculdade, já que era meu caminho enquanto sua mãe e irmã iam para casa .

Meu coração pulou de alegria. Fizemos o trajeto quase todo em silêncio, ouvindo música no rádio do carro. Parei na rua da faculdade, um pouco longe da entrada. .Instintivamente eu segurei seu rosto e a beijei na boca com todo o tesão e fui totalmente correspondido por ela. Desse beijo vieram outros e mais outros, gemidos, suspiros,promessas, carícias.

Logo estávamos em um motel e ela me puxou para a cama e nos abraçamos cheios de tesão,.

Sem falarmos uma sá palavra, minhas mãos foram tomando posse de todo o seu corpo. Apalpei, alisei, chupei, mordi e lambi todas as partes do seu corpo, deixando-nos loucos, trêmulos ,com febre, delirando e pedindo um ao outro mais,mais e mais.



Quando dei por mim ela já estava totalmente nua, suada e eu esfregava meu corpo sobre o dela, tarado. Parecia que nunca tinha sentido tanto tesão na vida. Ela abriu as coxas e eu me alojei entre ela, sentindo a quentura da sua pele com a rigidez da minha pica.



Minha boca chupava a sua e minhas mãos amassavam deliciosamente seus peitinhos, apertavam o biquinho durinho ,nos deixando quase sem folego. Beijei o seu pescoço e desci a boca até alcançar seus seios macios. Enquanto chupava o seu mamilo, enfiei dois dedos bem no fundo da sua buceta. Pelos gemidos mais intensos, percebi que era isso que ela queria. Comecei a foder ela com dois dedos, indo fundo e tirando. Entrava e saia cada vez mais molhado. .Enfiei os dedos e ela foi se ajeitando, gemendo no meu ouvido, sentia sua bucetinha contrair e apertar meus dedos, enquanto isso eu alternava entre chupar os seios dela, cada vez mais durinhos e beijar sua boca guloso . Ela puxou minha mão e levou até seu grelinho durinho e com a mão sobre a minha usou os meus dedos para se masturbar. Era uma delicia ,ela gemia baixinho de prazer. Seus gemidos se intensificaram e ela empurrou a minha cabeça para o meio de suas coxas, repetindo: " chupa, chupa!!". Comecei a lamber sua bucetinha, e seu grelinho e ela quase gritou" chupa, chupa gostoso". Meti a boca no seu grelinho ,sugrando com força.



Enfiei o dedo na sua xaninha molhadinha de tesão enquanto ia sugando o grelinho duro como pedra. De repente, ela contraiu a buceta com força apertando meus dedos e seu gozo explodiu na minha cara;.. Ela ejaculava como um homem, seu gozo era uma água que vinha em profusão, como uma fonte. Eu nunca tinha visto uma mulher gozar assim, fiquei meio assustado com aquele mar no meu rosto. Ela gozava quase gritando. De pernas bem abertas, sem se tocar, sua buceta contraiu novamente e ela xingou bem alto" puta que o pariu vou gozar I!" e gozou novamente, expelindo liquido em profusão novamente..Então deitou-se sobre mim, me beijando, lambendo e beijando minha cara molhada do gozo dela. Encaixou a bucetinha quente na minha coxa e enquanto me beijava loucamente, ia se esfregando nela. Não demorou a gozar de novo nessa esfregação ,molhando minha coxa. Então ,cansada, deitou-se sobre mim, com o rosto afogueado.,ofegante.



Ficamos alguns minutos assim, sá abraçados, mas pra mim era uma eternidade, porque eu não tinha gozado ainda e estava louco pra gozar.

Depois disso, ela me puxou pra cima dela, veio lambendo meu rosto, meu pescoço, enfiei a língua no meu ouvido e pediu" Gabriel" por favor, mete em mim, quero seu pau todo em mim". Eu estava louco de vontade de enfiar a pica nela.



Ela segurou meu cacete com firmeza e colocou a cabeça entre os lábios da sua xana e foi rebolando os quadris e sentindo a pica ir encontrando, lentamente o caminho que deveria percorrer.

Parei, porque ela pediu, já se abrindo toda, quando eu enfiei a cabeçona. .Me puxou para um beijo e ficamos nos beijando gulosamente, eu sentindo a sua bucetinha quente na cabeça do meu pau. Esfregava a cabeçona de vez em quando no seu grelinho, multiplicando as chupadas na sua língua. Enquanto a gente se beijava eu parava ,chupava a pontinha da orelha dela, lentamente, lambia o pescoço e falava altas sacanagens ouvindo ela gemer. Apertava a cabeça no pau no seu grelinho com força e ia massageando toda a área em volta da xaninha.



Levantei sua pernas ,colocando-as em meus ombros, uma de cada lado e fui abrindo ela toda para me receber na sua gruta inundada. Fazia pequenos movimentos de vai e vem, bem devagar, Sua buceta era apertadinha e era delicioso ir alargando, com jeito, pra receber meu pau. Ela já acompanhava meu ritmo, , compassadamente, dando tremendos apertos na minha vara, com a musculatura da sua coninha deliciosa. Fui penetrando gostosamente e a cada enfiada a minha pica entrava mais um pedaço. Patricia era uma delícia, e assim depois de um longo tempo sendo fudida, senti meus bagos batendo na sua bundinha, indicando que já estava quase tudo dentro dela. Ela rebolava loucamente e pedia pra eu meter mais e eu sá parei de enfiar quando nossos quadris se juntaram.



Aí fiquei todo enfiado dentro dela, beijando ela e sentindo sua bucetinha se acabar de tanto gozar , Era ela dessas mulheres que gozam facilmente,dessa vez não senti seus líquidos.. Ela dava tantos apertos de buceta na minha vara que eu chegava a gemer de prazer E quando não aguentei e senti que ia gozar tirei o caceta de dentro da sua bucetinha e gozei abundantemente na sua barriguinha, .Ela reclamou docilmente no meu ouvido porque tinha tirado na hora que ia gozar.



Ficamos abraçados, nos beijando, tomamos banho nos acariciando, voltamos pra cama nos esfregando e ficamos nos beijando e nos amassando até ficarmos tesudos de novo ...



Então ela se virou e se posicionou de quatro à minha frente, com os joelhos na cama e de costas para mim , e enquanto eu beijava e lambia sua nuca, enfiei dois dedos na bucetinha e dois no cuzinho, ao mesmo tempo.Comecei a dar mordidas nas suas nádegas. Ela virava o rosto, me olhava e estendia os lábios,para ser beijada. Eu fiquei atrás dela e sá passava o pau duro na entrada do seu cuzinho, adiando a penetração. Ela empurrava a bundinha prá trás e eu empurrava sá a cabecinha. . Levou as duas mãos prá trás e abriu a bundinha,como se disesse :" quero que coma o meu cuzinho" .Mas não dizia nada, apenas gemia. Enfiei a cabeçona e então eu fui forçando o pau prá dentro dela. O cuzinho dela era apertadinho e quente, ela gemeu, Eu comecei a empurrar, para frente e para trás, tirava e colocava de novo, e e quando comecei a bombar com mais força, puxando-a pela cintura e acelerava cada vez mais...ela gemia ..., então ela pediu : " me bate..." Eu bati com força..ela pediu : "puxa o meu cabelo, puxa o meu cabelo".... "Isso, puxa com mais força!! Agora bate na minha bundinha, bate!"... . "Bate mais forte, dá uma palmada para estalar...Uiiiii, que bom!!...Que gostoso...Isso, agora bate mais forte ainda, com a palma da mão bem aberta que é para fazer bastante barulho...Aiiiiiii, que boooom!! Ai, eu vou gozaaaar!!!".... "Bate, bate, bate que eu vou goooozaarrr !!! " Eu parei de bombar o cuzinho dela e bati até as nadegas dela ficarem vermelhas...Então ela se esticou e gozou.....Gozou profusamente, aos gritos, de " puta que o pariu, to gozando..to gooozando ". Ejaculava fartamente, molhando as coxas e os lençois. Então murmurou : Gabriel, goza em mim...goza dentro " Eu voltei a enfiar meu pau nela. Segurei forte na sua cintura, puxei-a com força contra mim e senti meu pau latejar dentro da sua bundinha...fui bombando, bombando, cada vez mais rapido, chegou uma hora que eu não aguentei .o pau deu aquele tranco e gozei...gozei ..a esporra esguichava dentro dela como uma mangueira, .. enchi seu cu de porra, então soltei todo o meu peso em cima dela a obrigando a deitar na cama...a porra escorria pelas suas nadegas..E fiquei ali até sentir o pau ir lentamente diminuindo dentro do seu cuzinho ..



Saimos do motel já de madrugada, nos beijando, felizes...

Fomos amantes por mais uns tres meses, quando ela desmanchou do meu filho e foi estudar no exterior...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto adorei pai me fez mulhernamorado deixou picudo pincelar a xota da namoradacontos eroticos comi meu irmao rosinhavideo para baixa de porno home com olho vexadoContos eroticos chantagiei e chupei minha maninha contos eroticos meu padrasto e eu no ranchocontos esposa pai delacontos-vem foder sua putinhacontos sexo tia dominando sobrinhopaquei 100 reais para minha mãe me da buceta contos reaispapai traindo mamae comigo contos eroticosconto erótico casada buceta assada estocadasde santinha a putinha e um pulo contos eroticoscontos com sogras acima de 50anos pornôTrazei cou a minha filha casada e gostosa contocontos eróticos de manicures safadasMamãe dormindo ao lado e meu macho lascando a vara da minha xota sex porn comcontos com fotos travesti xexo com a mae da sua amigacontos eróticos doeu mas gozeiconto assisti minha mulher gozandoContos eroticos c imagens meus dois chefes me comeram por dinheirocontos de cú por dinheirocontos eróticos perdi minha virgindade com um pau grande e grossoContos eroticos dediaristAconto zoofilia tezao estrupono aniversario conto erotico gaycasa dos contos virei vadia do meu filho e estou amando ele adque enganaram e comeram meu cu sem pena contoscontos eriticos papai e filhinhaX cuziho cagano nucacetemaridosubmissocontosContos esposinha santaPorno contos assalto dp irmamulheres peladas encostada no pe de cococonto gay daniel e murilo me.comeramporno de marido bebedo em casa obricando a esposa a fazer sexo com eleesfrega conto heroticobundinha com calcinha sensual da virgemconto erotico minha iniciacao com fotocavalo pampo aregasano a boceta da mulhercontos eroticos de enteadasfui criado para ser gay Contosmamando no titio contos gay inocentevideos a muher levantado o vestido pra maridocomer a buceta delaconto gay comi o namorado do amigomulher.soll.na.fazenda.chupa.opau.do.cavalobucetadasaleteminhamulhere meucachorrocontoseroticos presidiocontos eroticos minha meu tio e o dono da minhaf****** a minha cunhada gostosa enrolada na toalhaconto erotico. virei mulherzinhha do meu primocontos eroticos gays come meu pai bebado mais o meu amigoconto erótico submissao e buceta com porradespedida de solteira com negros contoscontos eroticos: mae bebendo o leite no peito da sua filha , mae submissaCONTOSPORNO.nenémcontos de insesto irmao comendo irmao depois do namoradotanguinhas molhadas contos eroticos reaisconto pequeno titio queria agarrar os seio da mocacontos eroticos caminhoneiro obriga meninafrancisca coroa ruiva contos eroticoscontos erotico casada rabuda intrligenteCASEI COM A BUCETA CHEIA DE PORRA DO MEU pai!filha novinha da vizinha me pegou fodendo ela acbei fodendo as duasvidio porno mulher coloca vibrador de 53 cemtimetro todinho dentro da bucetaconto incesto fodendo no onibus cheio minha tiaCONTOSPORNO sapecachupei a rola do meu primo de onze anos :contos eróticosLer contos eroticos de patrao que comeu a emplegada e a filha delacontos eroticos amiga seduz sua amigamulher pohen o muscolu da buceta pra foracontos eroticos vizinha curiando por cima do murocontos de coroa com novinhocontos esposa centou no pau do comedor 1 vezconto corno sobrinho doMeu irmao me confessou que ele e gay e tem vontade chupa no meu peniscontos/o dia em que esfolei a cona da minha filhacontos chupou meus peitinhos levantou meu vestido e puxou a minha calcinha e me rasgou e eu gritava de dormeu pai olhava pelo buraco na parede do quarto dele pro meu e se masturbavacaseiro entregado trasanocontos eroticos fodendo o casal e os filhosContos descobri que minha esposa ve fotos de homens nus na internetconto veridico realizadocontos bdsm erposas escrava submissa martafodiesposacontos de metendo em uma peluda ruivapatroascontoscontos eroticos julinha priminha de menorconto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamentecontos eroticos eu minha noiva e outro caracontos de gay que perdeu o cabaço na adolescênciafalei pro meu amigo que queria ver ele fodendo a minha esposaconto erotico sexo selvagenspornodoido dona de casa chifra rapidinha cm amigovideo reais badeu bunheda em pregada olhacontos porno papai me deixou arnbadacabelos lisos ate na bunda de dar invejacontos eróticos comendo vizinha sueli coroa