Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CONHECI A ROSE NO ONIBUS

Bem estou de volta, agora contando porque eu e Rose ficamos brigados. Eu ja vinha incentivando a ela porque eu queria comer uma amiga dela, e tambem tinha um amigo que queria prova-la.

Mostrei videos, a gente leu alguns contos aqui.

So que conheci a filha dela e a irma, sem querer, achei que eram amigas. Que ficaram minhas amigas tambem.

Eu conheci a Rose no onibus, sentamos juntos o caminho era longo, a noite, ela estava de saia, eu como de costume, com as mãos encima da perna meio caidas de lado, com o vai e vem do onibus a gente acabava se esbarrando e ela estava dormindo. So que meus dedos, minhas mãos sentiam a perna dela, la pelas tantas reparei que ficaram arrepiadas. Nas primeiras vezes ela afastava, eu tambem nao provocava e ate afastava, mas daqui a pouco la estavam novamente os toques. Já não havia mais afastamentos, senti que ela aproximava mais. Teve uma vez que dei um toque sutil mais forte com a ponta dos dedos. Ela acordou se ajeitou. Eu fiquei onde estava. Com o sacolejo daqui a pouco os toques voltaram, e dessa vez no ritmo do onibus aproveitava pra fazer discretas caricias, ela ficava arrepiada, deixava a perna descoberta mais perto, o onibus nos aproximava. Com o polegar eu aumentei o vigor na lateral, passei o dedo "acidentalmente" pela coxa em cima, no balanço do bus. Aumentou-me o desejo de avançar mais. Avançei, minhas mãos estavam toda na lateral entre a gente, ia e voltava pela lateral da coxa, arrastava a saia levemente. Perguntei qual o nome dela enquanto continuava. Perguntei onde morava, era perto de onde eu ia descer. Perguntei se tinha namorada, ela disse que sim. Perguntei se ela estava gostando e ela disse que sim, perguntei se ela queria que eu continuasse ela se recobrou. Isso e loucura, eu sou casada! É se quer quer eu pare. E fiz um caminho brincando simulando andar no joelho dela. Para com isso! Eu não te conheço! Eu vou gritar! Pode gritar! Eu estava "caminhando" já na coxa, puxando a saia, ela sentindo a ponta dos meus dedos na pele. Sentindos os dedos, ate as minhas maos estarem toda na coxa dela. Chega! Para! Tem certeza? Tenho! Tirei as minhas mãos! Vc esta casada a quanto tempo? Tres! Estou tremula! Estou vendo, tenho muita goza pra tirar dai dessa pele, desse corpo. O teu marido está em casa? Vc tem filhos? Tem uma! E meu marido esta viajando! Minha mao tinha voltado para lateral. Mas ela pedia! Ela tocava em minhas mãos, mesmo sem balanço do onibus. Tem certeza? Certeza?! Já estou fora de mim. Vc pode me levar pra tua casa? Porque nao a tua? Porque quero ir na tua! Ela nao conseguiu dizer não. Eu já estava na coxa a parte interna, atiçando. Eu vou descer aqui! Ta até a proxima! Vc não vem?! Esta me convidando? Chegei no ape dela. Estou muito nervosa! Porque? Porque eu vou trair o meu marido? E voce quer? Eu vou embora. Nisso começei a massagear o seu pescoço, e liberando as peças de roupa que atrapalhava o caminho. Sentei atras dela, e fui fazendo aquela massagem, ela se inclinou, demorou a me beijar, ainda tentava as ultimas forças, mas pegou o meu queixo e pos se a beijar-me, fiquei com tesão, tira esse atraso de mim, a essa altura ela já nao tinha seios cobertos a não ser pelas minhas mãos, a sua calcinha estava molhada jogada em algum canto daquela sala. A Rose tinha uma particularidade tinha esparmos frequentes, parecia que perdia o ar, e gemia alto.

Eu ainda estava com toda a minha roupa ela já nao tinha nenhuma peça dela, meus dedos brincavam dentro dela. Rose, eu não tenho camisinha. Vc se importa? Ao dizer isso ela foi tirando a minha roupa peça por peça, quando ela viu o meu mastro fez aquele boquete, como estava excitado desde o onibus eu falei pra ela, que ia gozar rapido, quando sentir que ia gozar, eu a avisei, senti que ela queria beber, não deixei, ela estava no cio, chupei, entrei nela e gozei tudo dentro dela. Ela gemia, eu também, caimos cada um pro lado. E dormimos a noite toda ali, juntos. No dia seguinte trocamos telefones, fui para o trabalho e so depois de uma semanda fui a casa dela. Conheci a filha e a irmã. Na hora eu pensei, em ter aquela filha em minhas mãos juntamente com a mãe. Não sabia eu que eu ia comer a irmã também. E foi no ape dela, em um dia que eu não fui de propásito trabalhar; passei no ape da Rose, como que não querendo nada, e lá estava filha e irmã. Da terceira vez ela pegou e ai brigamos. A filha e a irmã estão tentando come-la. Depois eu quero ve-la comendo a filha! A irmã foi traçada por eu e mais dois e aguarda a volta do marido da irmã para come-lo!

Tenho 35 anos e se você não tem tabus, e quer que eu coma voce e uma amiga ou ate parente, quer seduzir um homem casado e nao sabe como, ou esta afim de uma mulher, talvez eu possa te ajudar. Eu te como, como a mulher do homem casado que vc quer, abro o caminho pra vc. Me procure. [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erotico a filinha da vizinha que achava feiavideo porno gay de garoto com o calção com o fundo rasgado de parnas areganhada na casa do amigo tarado do pau gande e grosominha mulher alargou meu cu contoconto adorei pai me fez mulherRelatos incestuosos de irma com irmao jumento para semprenovinha de shortinho curto mostrando os pelinhos das nádegascontos punheta filho sobrinhoTennis zelenograd contocontos eroticos gay meu tio de dezessete anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anosdescabaçando um hetero contocontos de mulheres q se masturbamcomi a mulher do meu amigoconto erotico paraense en salinas paraputa do meu meio irmão conto eroticosenhor dotado conto eroticocontos eroticos com menininhacontos eróticos papaiContos eroticos negra entiada comi mae filhacontos eroticos como me montei pela primeira vez travestiGozou dentro contos eroticosvideo de porno o cara foi concerta o icanamento e comel elaContos eroticos fudei con 5https://cheapjerseysfree904.top/celebritysexstories/conto_21681_eu-minha-mulher-e-um-casal-de-medicos..htmlcontos eróticos contei detalhes absurdos da picacontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eroticos sobrinha dormino bulindo na bucetanegoes jegudos na punhetaxxvideo de pica enorme socada no cu de ninfeta chorando gritandoo ai 5mingrelao era enorme lesbica contosconto coroa n**** pediu gay namorocontos eroticos com pescadorrelatos eroticos reais corno manso e apoixonadoCONTOS EROTICO. METENDO GOSTOSO COM O SOGRO NA CACHUEIRAcontos erotico escondi debaicho da cama fraguei minha esposacontos minha fillha cheira minha calçinharelato erotico esposa com bem dotadoxvedeo foi brincar com a prima efreguei pau nelacontos eroticosó policial coroadando o cuzinho pro pintinho contosvideos zoofilia cavalos gozando na bucta epenetrandocasadas que trai é marido gostou contos eroticosconto menina deixa amiga passar a mao na sua buceta pela primeira vezgozando na bucetinha apertada da cunhadinha que fica muito brabacontos eroticos de padrinhos com virgenscontos bi fui dormir com minha tia e meu tio me fudeucontos eróticos aa isso aa aiminha mulher e travesti contos eroticoscontos erótico vovó apimentadacontos eroticos envangelica marido e pai roubaram o chefeContos eroticos na mirinsvarios me comero s calsinha contos gayContos eroticos negra entiada comi mae filhacdzinhas contos reaiscontos como dopar maridocontos estupro teen"mãe virgem no ânus fez anal pela primeira vez com o filho relatos eróticos"contos bater varias punhetas seguidasporno de zoofilia de mulher casada engatadacontos eróticos tia chuvaconto arrombando namoradadesabafo sou casada e fui chantageada no meu empregocontos eróticos mamãe meteu uma cenoura em minha bucetinhacontos eroticos pego gostoso o meu filho gueiooooooooohhhhh porra pornoContos dei pro meu sobrinhoMinha prima viu-me a mastudando a buceta para o borracheiro contos eroticos gratiscontos eróticos irmazinhacontos eroticos minha mulher apanhacoloquei ela de bruços contos de travestifiz amor com minha irmacontos eroticos gays pai coaroaconto erótico torei o cu do vizinho contos mulher que coloca silicone no seiovoyeur de esposa conto eroticoeróticos ah ah aaaah chupa a minha bucetinha vai ah deliciaCasada dando de saia e fio dentalzinho na fazenda conto dela contos eroticos de puta sendo estrupada no estacionamentovideo reais badeu bunheda em pregada olhanovinha peguei no pinto do cachorro relatosconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeu