Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA DOCE TITIA

Minha Doce Titia









O dia estava quente, verão dia em que eu estava livre dos deveres de casa e da minha mãe que na minha idade tem que estar aos olhos dela, pois éramos pobre e ela tinha muito medo de que eu pudesse ficar perdido, mas sabia de todas as ruas que eram do meu bairro, ela sempre me falava “ cuidado com o que você anda fazendo ! Não quero vice perdido menino.” Nunca fiz por merecer ficar perdido mas como todo garoto de 19

anos eu estava louco para conhecer a vida, com pressa de ser mais do que 19 anos.

Eu já estava olhando as mulheres com outros olhos, olhos que estava ávidos por conhecer o corpo, boca, lábios, seios e bunda a parte mais suculenta em que meus olhos acompanhavam as mulheres que passavam por mim, na escola, na rua e nas festa de família quando minhas tias estavam em minha casa. Tia Raimunda era uma mulher de estatura voluptuosa pernas roliças e grandes, peitos grandes que decotes afirmava como eram grandes e o que mais eu ficava cobiçando com os olhos e minha mão no meus momentos libidinosos no banheiro ela tinha uma bunda enorme, redonda que mesmo com roupas de tecidos mais grossos eu percebia as nadégas e o volume que tinham os cabelos negros e sempre bem humorada bem diferente do irmã, o meu pai que negativamente balançava a cabeça a cada graça de tia Raimunda mas éramos uma família reunida e comum igual a todas as outras. Até que um dia minha titia começou a me olhos com outros olhos e mão bobas provocando meus instintos e meus hormônios, Cada vez que recebíamos uma visita dela em casa que começou a ficar mais frequente pois ela morava a poucas quadra de nás e a mesma frequência ela ficava interessada em mim, perguntando pelas minhas namoradas quando estávamos reunidos eu ,papai e mamãe e eles riam.... riam... e eu sentia os olhos dela me observando mas como todo garoto não acreditaria que uma mulher tão viva e fogosa seria de um menino.

Estava a cada dia mais interessado em sexo em estar mais informado com revistas e conversas com os caras mais velhos do bairro onde eles tinham sempre uma historia sobre mulheres, as experiências e eu ficava a cada conto cada palavra, gíria em absorver as informações, eu queria ter uma mulher, estar com ela, sentir como é fazer sexo. E assim o tempo passou minha vida continuava a mesma até que no feriado do carnaval e preparativos para uma festinha em família e mais uma vez o assedio e a minha vergonha com os abusos de tia Raimunda, mamãe que sempre preparava todas as comidas estava a todo momento precisando de ferramentas na cozinha e como seu ajudante eu era conferido de comprar, correr e pegar emprestado com as vizinhas, mas desta vez fui mandando a casa da tia.

Obediente como era de espera que eu fosse recebi a missão de buscar alguns utensílios de cozinha na casa de titia, que alguns minutos de minha casa era a distância e nesses minutos eu ia imaginando que estaria sozinho com ela, já estive sozinho antes mas desta vez eu, minha cabeça e meus pensamentos meio que libidinosos na idade de qualquer adolescente louco de desejo se estar com uma mulher. E que mulher era! Era minha tia quadris largos que eram salientes que se destacavam em qualquer lugar, as coxas eram muito grossas até a altura da cintura delineada pelas fartas e redondas nádegas brancas, imaginava que deviam ser bem clarinhas imaginava tanto que ficava meio tonto com tanto volume que aquela mulher tinha. Voltando dos meus pensamentos e me recompondo gritei por ela do portão:



- Tia Raimunda!!! Abre aqui.

_ Esta aberto, entra menino estou aqui na cozinha.



Entrei e fui passando pela sala e indo em direção a cozinha a ouvindoela cantar uma musica que tocava no radio, e ela me chama.



_ Como esta indo as coisas lá? Emilia (minha mãe) já começo a assar os bolos?



Balancei a cabeça e fui me sentando-se à mesa cheia de coisas de cozinha por cima e como desarrumada a cozinha ela me mandou ir pra sala ver TV que logo ia levar as coisas que eu vira buscar.

Sentei na sala num sofá e varias almofadas, coisa que mamãe e ela tinham em comum ou isso é coisa de mulher velha enfeitar a sala com um monte de paninhos e almofadas e eu sentia como se fosse à sala de minha casa a diferença que aqui tinha um videocassete um sonho de consumo familiar na época, assistir filmes antes de sair na TV. Toda vez que eu ia na casa de tia tinha um filme que ela alugava e hoje tinha um em cima da televisão.



- Tia posso ver um filme no vídeo?

- Menino não vai dar tempo de você assistir todo ele! Deixa pra depois!

- Eu sá vou ver os trailers do começo, posso?

- Você é chato, assiste e me deixa terminar aqui pra gente ir.



Coloquei o filme no vídeo e me senti o dono da casa, controle remoto enorme cheio de botão e todo esparramado no sofá, esperando começar os trailers.

Então eu ouço de lá da cozinha ela perguntado:



- Que fita colocou?

Eu respondi:

- A fita que esta em cima da televisão.

Ela disse:

- Epa essa fita não é pra você assistir!!



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


peidando com meu irmão conto eroticopassei a mao na menina conto erticomeu marido vacilou fui arrombada por seus amigosajudei minha amiga tér um orgasmo conto eroticoresguardando a namorada contocontos de homem que teve relacoes sexuais com a mae com buceta raspadaminha mulher e o filho do jumento contos eroticoswww.contos eroticos mae e filho com videoscontos eroticos gay fiquei sozinho em casa meu vizinho veio mim comerfudida na infância . contonamorado mega dotado contos eroticoscontos erotico meu paihonme infinando a rola na bumda da molevídeos de sexo com mulher da b***** bem chorona e o cubo empinadinho bem durinhocontos eroticos prima cavala ingenuaminha amiga trans me seduziu quando estava carente contocontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigovestida de caipira sem calcinhaconto porno a virgem babicuriosidade da minha filha no meu pau contosConto comendo negrina magrinaconto erotico sentado no colo baicha saiafui pra casa da minha tia ela cuidou de mim conto eroticocontos meu vaqueiro me comeu na marraconto gay velho me deixou com as pernas bambascontos eróticos pique scondeprimeira vez que comi meu amigominha cunhada nao que mida ocucontos eroticos com enteadaContos eróticos comendo uma travestir lindacontos eroticos peguei a transexual da lanchonetecontos er peitinhos em formaçaoflogdosexo.compauloelizabethcache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html conto mamo rolacontos incestuoso se esregando em bunda e ladinhocontos eróticos de enteadacontos eroticos meu irmaozinnho me mostrou o seu pintinhoGozaram na calcinha na cerca contocontos porno esposas estuprados submissosconto traição sobrinha recém casadachupei palai e depois ele me fudeu contos eroticosconto erótico arrombei o fortãocont erot recem casada um velho meContosGarota faz sexo com o pai na beinheira contos transei com travesti bem dotado tirando o c*****meu irmão meu tesão conto eroticoMe come sobrinho filho da tua contobaixinha de 1m 60 porno boa fodacontos minha tem buceta gostosa ela ta dando pra outro picudocasadeconto heterocontos exitantes comi a mulhersinha domeu patrão na cama deleconto porno em video o jardineiro que me deflorouxvidio com cavalosContos zoofila comi mia professoracontos eroticos rola grossarelato de donas de casa cavalacontos eroticos meu tio me embebedou e me chupou eu dormimdoamanda casamos grande cabeçudo contoscontos de garotos comendo coroas na praiaContos eroticos mao amiga no carromulher comenta como fodeu a buceta com teu sogro historia herotica como tudo aconteseucontos eróticos2 homens e uma mulhermarido submisso contoscontos eroticos crossdresseres na escolaparticipei de uma suruba contostransformação contos eroticosmeu sogro me estuprou contosconto eroticos dividindo amigo do meu maridocontos pornos irmas cadelascontos eoticos chantageei minha maeContos erotico ksada de mini saia cuzinho no buzao Contos fiquei bebada e me chuparamconto marido corno deixou mulher da cu vige negaoconto meu marido dirindo sem espoco sentei no colo do meu cunhado conto meu amigo me ensinou come o cuzinho da minha filinha pequenacontos ela gozou no meu dedo no metrôporno com primas branca de olhos verdes de cabelos ruivos bunda redonda e peito pequeno redondinho / anal/chantagiei a colega de trabalho e comi ela contosConto podolatria gay o chulé do loirocomeu a vendedora no provadorsexo com amigo contoscontos eroticos sou travesti e o cara mandou eu gozar dentroafastou as carnes do cu piça perfurou minhas entranhas contosporno gay peguei meu amigo batento punheta e me juntei a eleContoseroticosdecaronasobre aquela transa com a sua tia Sôniacontos "olha como * meu cuzinho"meu irmão delicioso contoveroticoEu confesso que tenho um filho travesti contos eroticos de incestosandra trasano com amigo na casa delecontos minha cunhada de shortinhos bem curtinhoCONTOSPORNO sapecasapato batendo xaninhana outra gostoso