Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BRINCANDO COM A VAGINA

Helena olha para Renata:

- Rê, fique um pouco conosco lá em casa? Depois, eu e o Guto, te levamos. Assim você distrai a cabeça. Pode ser?

Renata diz que sim. Eles estão num carro e voltam do casamento de Sandra. Guto dirige. Helena está ao lado. No banco de trás estão Renata (atrás de Guto), Lilian (no meio) e Diana (atrás de Helena). Enquanto conversam, Lilian está deitada de lado, olhando para frente, pernas dobradas, apoiando sua cabeça nos seios de Diana e seus pés sobre as coxas de Renata. Diana faz carinhos, com uma das mãos, nos cabelos de Lilian enquanto conversam. Discretamente, com a outra mão, Diana fica tocando a bunda de Lilian sobre o vestido. Elas ainda estão excitadas! Com a mão entre o encosto do banco e a bunda de Lilian, Diana começa a puxar o vestido dela para cima. Renata ainda não notou, pois dentro do carro está escuro. Enquanto conversam, Diana vai acarinhando os cabelos e a vagina de Lilian, que fica quietinha e curte os toques mágicos que recebe de Diana! A vagina de Lilian está quente, molhada e excitada com os dedos de Diana que ora lhe penetram e ora lhe tocam o clitáris. Diana também passa seus dedos molhados na porta do ânus de Lilian, que se arrepia inteira. Renata está com suas mãos sobre os pés e batatas das pernas de Lilian. Sem ela perceber, está contribuindo para os prazeres de Lilian, que começa a ter cada vez mais contrações e acaba não resistindo! Goza! Diana sente-a gozando em seus braços e seus dedos mergulhando naquela fenda melada, envolta pelo vestido! No momento que Lilian gozou, Renata viu as pernas dela se mexeram e ela se contorcer. Isto chamou sua atenção! Olhou-a, discretamente, e pode notar, mesmo no escuro, os movimentos da mão de Diana atrás dela. Percebeu que existia um clima entre elas!

Lilian é uma menina de 27 anos, pele branca, 1,58 m, 65 Kg, olhos e cabelos (ondulados) castanhos claros, seios grandes e quadril largo.

Renata, agora atenta ao que se passa a seu lado, consegue ver a bunda e a vagina de Lilian sem calcinha e com os finos e pontiagudos dedos de Diana brincando, lentamente, de entrar e sair. Renata sente sua vagina inundar-se de prazer ao ver aquela cena. Percebe a expressão de prazer estampada nos rostos angelicais delas! Mas controla-se!

Todos chegam à casa de Helena (01h08m). Entram e vão se acomodando. Helena serve cervejas, refrigerantes e alguns petiscos. Ficam na sala conversando. Diana e Lilian avisam suas famílias que estão bem. Na televisão está passando uma reportagem sobre a mutilação genital feminina. Todos, mesmo cansados, começam a prestar atenção.

A mutilação genital feminina é vulgarmente conhecida por excisão feminina ou circuncisão feminina e consiste na amputação do clitáris, e até mesmo dos lábios vaginais, da mulher para que ela “não possa” sentir prazer durante o ato sexual. Existe, também, outra forma de mutilação da genital chamada de infibulação, que consiste na costura dos lábios vaginais ou do clitáris. Infelizmente é uma prática realizada em vários países, principalmente da África, Ásia e Península Arábica. Embora, acredita-se, que esta prática seja muçulmana, em nada está fundamentada religiosamente, pois ela não é adotada nos países onde o cádigo de leis do islamismo é fortemente estudado. Tem uma origem de ordem cultural e não medicinal. Não tem nada a ver com a circuncisão masculina. Esta prática é rejeitada pela civilização ocidental, pois elimina o prazer sexual da mulher, acarreta sérios riscos de saúde (danos físicos e psicolágicos), é muito dolorosa, por vezes provoca dores permanentes e até mesmo a morte de meninas. Milhões de pessoas bem intencionadas são desinformadas, o que as levam a crer que esta mutilação é benéfica. A educação e o diálogo são boas formas de combater esta prática.

Ao final da reportagem, Helena:

- Nossa!? Fiquei chocada com isso! Quanta violência, principalmente com as mulheres, existe neste planeta! Se não bastassem mulheres que são agredidas fisicamente pelo parceiro (a).

Guto muda para um canal erático e todas se manifestam:

- Deixa aí! (risos)

Assistem ao filme erático e conversam. Renata (33 anos):

- Segundo pesquisas mundiais recentes, 75 % das mulheres têm dificuldades para chegar ao orgasmo. Uma em dez nunca atingiu o orgasmo. Três a quatro em dez mulheres (de 30 a 40 %) dizem que não tem orgasmos em todas as relações sexuais. É um número muito alto, gente! As mulheres não estão gozando!

Helena (36 anos):

- A responsabilidade do orgasmo feminino é da mulher, pois ela deve sim conhecer seu corpo melhor que seu parceiro ou parceira e ensiná-lo (la) a fazer do jeito que ela gosta.

Diana (25 anos):

- Nás sabemos que muitas vezes a mulher está sobrecarregada. Trabalha fora, estuda, cuida da casa, dos filhos, do marido, entre outras coisas. Falta tempo pra ela se conhecer melhor. Mas ela pode exercitar isso no dia a dia, um pouquinho por dia. Adquirir a disciplina de reservar um tempinho sá para si, nem que seja uma hora por dia. Meditação (que é a ausência de pensamentos) e a ioga podem ajudar muito para que a mulher alivie o stress do dia a dia.

Guto (37 anos):

- No momento da relação sexual é interessante que a mulher esteja com sua cabeça exatamente onde está seu corpo. Muitas mulheres, e homens também, quando estão na cama estão pensando em muitas outras coisas. No caso da mulher isto dificulta ainda mais obter prazer e atingir o orgasmo. O cérebro é um poderoso árgão sexual!

Renata:

- O corpo humano tem um ciclo de resposta sexual composto de cinco fases distintas: desejo, excitação, orgasmo, período refratário e orgasmos múltiplos. Na primeira fase, o desejo e a sensualidade (estímulo) incitam a pessoa a buscar por atividade sexual. Os homens se estimulam pelo visual e as mulheres pelo toque. Na segunda fase, a excitação é a resposta do corpo ao desejo. Nos homens acontece a ereção e nas mulheres a lubrificação vaginal. O orgasmo, o êxtase, o gozo ou ápice de prazer é a última fase do ciclo de resposta sexual, acompanhado de sensação subjetiva de profundo prazer. Nos homens, observa-se a ejaculação (acompanhada de contração muscular rítmica) e nas mulheres, um súbito aumento de contrações vaginais. Apás o orgasmo, o homem entra na fase refratária, ou seja, é um tempo de relaxamento necessário para que ele possa reiniciar novamente a atividade sexual. Esta fase não é identificada nas mulheres. A fase orgasmos múltiplos sá ocorre nas mulheres! São picos de orgasmos (de prazer) que ocorrem em ondas, uma imediatamente apás a outra sem interrupção alguma. Não é um fenômeno frequente nas mulheres. O orgasmo feminino é complexo e não apresenta um padrão. Pode ocorrer um único e intenso orgasmo, vários orgasmos de menor intensidade ou uma união dessas duas variações.

Lilian (27 anos):

- É bem comum, apás a relação sexual, a mulher confundir a sensação prazerosa como se tivesse experimentado novos orgasmos. É difícil o homem perceber se sua mulher teve vários orgasmos. Por isso é importante que a mulher não finja orgasmos, isto sá atrapalha a relação entre os casais, seja de homem e mulher ou mulher e mulher.

Guto:

- Eu já li que existem muitas mulheres que tem vergonha ou nojo de tocar na sua vagina ou ânus. Eu não entendo isso!

Diana:

- Eu acho que isso se deve a educação que receberam. Também não podemos esquecer que num passado, não muito distante, e até mesmo ainda hoje, as mulheres foram e são ainda reprimidas sexualmente. Muitas famílias, infelizmente, ainda pensam que ser mulher é apenas crescer, encontrar um homem, ter filhos e “cuidar sempre deles”. A maioria das sociedades configura o sexo como sendo algo pecaminoso, incluindo aí a masturbação. Na época da inquisição, mulheres que sentiam prazer eram consideradas bruxas e condenadas a morte. O prazer feminino ainda é velado! Muitos dizem que a mulher que sente prazer é puta ou está com o diabo no corpo. Pessoas ignorantes!

Lilian pergunta para Helena se ela tem alguma dica para atingir o orgasmo. Helena:

- Olha, irei tentar explicar! Por exemplo, na posição papai e mamãe peça para o parceiro (a) se afastar um pouco para que você possa, caso queira, tocar ou esfregar seu clitáris. Incentive seu parceiro (a) a chupar sua vagina, ela não morde, é limpa e permite que você tenha momentos maravilhosos até gozar. Lamber a vagina com a língua toda, não sá com a pontinha da língua. Lambuze-se! Carinhos na nuca, nos cabelos, nos seios, nas costas, sugar os dedos dos pés e mãos provocam fortes excitações. Falar, explicar para o parceiro (a) suas zonas erágenas que a levam ao êxtase. Para explicar como você gosta, é necessário previamente se tocar, se masturbar, se conhecer. Ser íntima de seu parceiro (a), sem medos, sem neuras, sem tabus, sem pudores, sem vergonha! (risos) Acariciar o clitáris antes e durante a relação sexual ou pedir ao parceiro (a) que o faça por ti. Relaxe! Preste atenção nas reações de seu corpo e não apenas de seu parceiro (a). Tentar evitar a penetração rápida, para que a ejaculação não seja o único motivo da relação sexual. Aproveite sempre os momentos sexuais para “trocar prazer” e beije bastante.

Diana:

- A masturbação feminina é um tabu ainda nos dias de hoje. Sem a masturbação, o desempenho sexual a dois fica prejudicado. Um carinho rápido e despretensioso na vagina, todos os dias, é fundamental, independente de seu estado civil. A mulher que toca seu corpo, que se conhece, que se dá prazer, aumenta sua felicidade e satisfação interior. Ela sente-se ainda mais desejada e não fica sempre esperando o prazer do parceiro (a). É fácil reclamar que o parceiro (a) não faz isso, aquilo e etc. Mas porque o parceiro (a) deveria fazer se nem ela faz por si mesma?

Guto:

- É verdade! Bem que alguém poderia demonstrar isso! (risos)

Todas se olham! Fica um silêncio na sala! Tomam um gole de cerveja e comem mais petiscos. Diana, como sempre, candidata-se! Helena dá risadas e todas dizem que já sabiam que ela faria isso! (risos) Diana levanta-se do sofá, abaixa sua calcinha preta e tira. Ela sobe em cima do sofá e senta-se sobre o encosto, apoiando-se confortavelmente na parede. Sem cerimônias, ela abre suas pernas ainda envoltas pelo vestido preto. Enquanto todos olham excitados, ela mexe em seus cabelos, passa suas mãos no rosto angelical, enfia os dedos na boca e lambe-os. Ela tira seus seios para fora do vestido e começa a fazer carinhos. Molha seus dedos com saliva e fica brincando com os bicos excitados de seus seios. Todos ficam loucos por Diana! Os seios dela são lindos! Ela ficou muito sensual com os mamilos fora do vestido preto, realçando com sua pele branca.

Diana é uma menina branca, cabelos lisos, negros e abaixo dos ombros. Tem 1,63 m, 65 Kg, seios médios, quadril ligeiramente largo e pernas grossas.

Os seios de Diana estão inchados (aumento ligeiro do tamanho) e ainda mais sensíveis ao toque. Sua face está mais corada, feminina e sua respiração acelera-se. Ela fica massageando os seios e fecha seus olhos. Desce suas mãos fazendo carinhos pela barriga, vagina, virilha, aperta suas coxas e passa no seu bumbum. Volta a massagear os seios. Leva seus dedos à boca e lambe, molhando-os! Abre um pouco mais suas pernas, sobe seu vestido e revela, para todos naquela sala, sua vagina molhada e depilada. Com a ponta dos dedos, abre seu clitáris e nota-se claramente que ele está maior (aumento de volume e ainda mais sensível ao toque). Diana começa a tocar, com a ponta dos dedos, seu clitáris fazendo movimentos para cima, para baixo e para os lados. Lambe os dedos e volta a fazer carícias nele. Ela geme! Aaaai. Aaaai. Todos na sala estão excitados e olhando-a atentamente. Enfia dois dedos dentro da vagina e mostra a todos como ela está molhada (muco produzido pela vagina e facilita a lubrificação). Mas ela diz, que quando se masturba, prefere esfregar o clitáris ao invés de enfiar os dedos. Ela lambe seus dedos que retirou da vagina e diz que está uma delícia! Todos ficaram loucos de desejos quando ela disse isso! (foi foda) Diana volta a acariciar seu clitáris e gemer ainda mais! Ela começa a se contorcer sobre o encosto do sofá. Suas pernas fecham e notamos claramente que ela estava tendo contrações dentro da vagina. Seus olhos estavam entreabertos. Ela gemia! Esfregava com mais rapidez seus dedos sobre o clitáris! Neste momento, Lilian se levanta do outro sofá, olha para Guto, Helena e Renata e diz:

- Me perdoem, mas eu não consigo apenas ver!

Lilian vai ao encontro dela e fica de quatro, na frente de Diana, e revela a todos seu belo quadril largo, coberto parcialmente pelo seu vestido! Ela está sem calcinha e pode-se ver a fenda que ela tem no meio de suas pernas! Ela empina a bunda e começa a abocanhar a vagina de Diana! Seus seios balançam envoltos pelo vestido preto. Que cena linda! (puta que pariu, fico excitado sá de lembrar) Diana abre seu clitáris e permite que a língua e os lábios da boca de Lilian acarinhem o clitáris e toda sua vagina. Lilian enfia sua língua dentro da vagina de Diana e depois volta a chupar o clitáris! Renata, Helena e Guto começam a se tocar sobre suas roupas. Renata olha para a calça de Guto e percebe o volume do seu membro! Depois olha para Helena e percebe que ela já está com seus dedos por dentro da calcinha. Renata enfia seus dedos dentro da vagina e começa a se masturbar. Guto abre o botão de sua calça e começa a se tocar, sob a cueca, olhando as duas no sofá. Helena beija as bocas de Guto e Renata! Lilian, enquanto chupa Diana, masturba-se enfiando um dedo dentro da vagina. Fica mexendo lá dentro. Todos vêem esta cena mágica! Aquela bunda empinada e o dedo mexendo lá dentro! Lilian começa a gozar! Helena também! Guto goza e enche sua cueca de esperma! Renata não aguenta e solta um gemido de gozo! A sala estava tomada por uma energia de prazer e excitação, deixando todos sem controle! Diana, sentindo a energia de todos e a respiração de Lilian sobre sua vagina, explode em gozo! Sente contrações rítmicas involuntárias e um calor que vem de dentro de suas entranhas e sai pela sua vagina, provocando uma sensação de prazer intensa. Posteriormente, ela relaxa. Lilian, com seus lábios da boca e rosto molhados pela vagina de Diana, a beija. Elas se abraçam e deitam-se no sofá! Guto, Helena e Renata ficam, também, curtindo a sensação provocada pelo orgasmo.

Uns dez minutos depois (03h07m), Renata pede para Helena e Guto a levarem pra casa. Diana e Lilian ficam abraçadas e se curtindo no sofá!

Renata, independente do que viveu naquela noite, ainda não deixou de pensar em seu amor, Márcia!

Lilian e Diana passarão o domingo junto com Helena e Guto, mas isto vocês verão nos práximos episádios.

Este conto é complementar a série “Gatas angelicais a procura de um agarrão”.

Fique em paz e obrigado pela leitura. Beijos.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos abuso policial martaestuprada na frente do marido por 6 homes conto eroticoconto erotico foda com a viuvinhacasada que da o cu aum dotado na frente do marido para realizar fantasias deleTennis zelenograd contocontos eroticos.urulogistaxvideos.com bunda com vida 1999contos eroticos reais minha cunhada me seduziu e eu comiela chupeu monhas bolas a noite inteiraconto gay macho arrogantefodir minha tianovinho da rola grosa comendo ha babacomendo ela de saia com vizita discretamentecontos eroticos pelos pubianos expostosfodida no onibus por coroa contoscontos eroticos gays viagem de ferias para fazenda com dotadocontos eroticos novinha da bunda arebitada https://cheapjerseysfree904.top/celebritysexstories/conto_24128_os-pezinhos-maravilhosos-de-liz.htmlcontos eroticos no cinemacontos hot comeran minha buceta no pique-escondebucetiha tihoContos eroticos mamae e filha gulosa chupando o pauzao do seu filho e de cinco amigos dele em uma putaria na piscina de casaContos : namorada dando pra passarcontos comi a internadaconto o mendigo roludo comeu minha mulherpinto duro pra tu noivaContos eroticos familia sem preconceitoa mae do meu amigo contoscontos porno ajudou marido comer sograSou casada mas bebi porro de outra cara contosver contos veridicos de sogro dotado q pegou nora novinha e emgravidouconto nao queria mais dar mas o negaocomeuPegou o irmao de pau duro e deu pra elecontos com fotos no carnaval levei chifreconto minha calcinhaContos Eroticos traficantewww.contos eroticos mae e filho com videosconto erotico com os minimos detalhesesposa devoradora de garotinhosdei na infacia e não me arrependo contos gayscontos eroticos maduras eu e minha amiga gostamos daquela piça pretawww contos eroticos como minha filha e minha mulherConto com a bucetinha da minha nara e gozei dentrocontos eroticos peluda fedidaconto erotico crente negra velhacontos eróticos encoxada no ônibusContos pornos-esporrei na comida da cegacontos tio no carrohomes gosano cu puta escoreno pora prafora do cuChantageada e comida contosContos na lua de mel o corno lambeuconto erotico confessei para o meu maridocontos eróticos de gay comi a bunda do irmão do meu colegacontos sexo minha mulher sua patroaContos eroticos esposa novinha com marido e amigo pintudocontos eroticos mendigo gays orgiaperdi meu cabaço para o patrao sobre chantageconto erotico comi minha mulher menstruadacontos heroticos minha bbzinha mi chupouconto sexo menino dando por dinheirocontos eroticos boqueteiraasgostosas ticos"anelzinho aberto" gay contocontos eroticos eu transei com meu tio em troca de dinheiroaposta cu conto eróticorelato minha sobrinha colher no copo minha porra e bebeuhomen em purra seus ovos no cu de brunachupei a bucetinha carnuda dela contoscontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anosconto tia velha gostosacontos eroticos minha tia lésbica me chuouminha cunhada casada evangélica que parecia ser santinha eu no meu carro eu levei ela pro motel ela deixou eu fuder sua buceta conto eróticoContos mijada ns cara