Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

LIBERDADE EM FAMILIA I

Olá.

Eu sou o Sandro e vou contar até onde uma liberdade ingênua pode te levar....



Tenho 35 e sou casado a 19 anos com a Sandra (muita coincidência). Uma mulher muito bonita de 32 anos, morena clarinha, cabelos escuros, não muito alta, e dona de uma corpo bem atraente, seios médios mas bem empinados, pernas lindas e uma bunda média e muito, muito bonita. Temos 2 filhos. O Pedro de 19 anos e a Rafa de 13.



Apesar de casarmos muito novos sempre fomos muito bem centrados. Somos daqueles casais bem equilibrados que chegam a ser exemplo para os outros, somos bem aceitos na convivência com a nossa parentela e nossa comunidade... Nossa imagem de família bem estruturada, feliz e normal, esconde um segredo que hoje adoramos e completa nossa felicidade, mas não nos faz uma família normal.... hahaha.

Bem, nomes fictícios, e apresentações verdadeiras aparte, vamos ao ponto.



Eu e Sandra sempre fomos muito carinhosos e muito brincalhões entre sí e entre os familiares. Não éramos vulgares, mais sempre brincamos na frente dos nossos pais, tias e alguns primos mais novos. Tínhamos limites, mas as vezes deixava-mos alguns sem graça com as brincadeiras... Sempre falamos besteiras, alguns palavrões e insinuações que por vezes eram provocantes.



Minha esposa nunca teve modos, sentava sempre com as pernas abertas, deixava a calcinha a mostra. Quando dormia no sofá, colocava uma das pernas em cima do encosto e a outra perna ficava esticada deixando sua calcinha toda a mostra, as vezes a peça era pequena e deixava parte de sua buceta aparecendo; Seus pais e irmão ou minha mãe, ou alguma tia, entrava lá em casa e dava de cara com aquela cena.... e eu não fazia questão de esconder, afinal, somos família...



Eu por minha vez, trocava de roupa sempre com a porta aberta, ao sair do banheiro deixava a toalha cair no meio da sala e todos riam muito...



Uma vez, estava na sala o meu sogro, minha sogra, minha mãe e minha cunhada que tinha uns 19 anos.... minha esposa brincava com minha sogra dizendo que o pinto do seu pai era maior que o meu, ao passar pela sala de toalha todos riram e minha mãe falou:

- Ai Sandro, sua esposa falou que seu pinto é pequeno, e seu sogro está dizendo que até o pinto dele é maior que o seu...

Todos nás caímos na gargalhada, e eu surpreendi a todos.

Eu disse:

- Meu pinto é pequeno né... então olhem...

Tirei a toalha no meio da sala... Todos se assustaram e riram... minha sogra brincou ameaçando pegar nele, meu sogro olhou e disse:

- É mulher sua filha sofre igual a você....!

Catei a toalha a sai correndo..... sem um pingo de constrangimento, coloquei a roupa e voltei pra sala e ficamos conversando e rindo do meu bilau !!!



Mais ai nasceu o Pedro, e um ano depois a Rafa.

Eu minha esposa combinamos que não mudaríamos nossos jeito com a chegada do nossos filhos...



Preservamos nossas brincadeiras e liberdades de solteiros, e mesmo na frente das crianças brincávamos.



Daí ocorreu algo que me chamou a atenção...



A nossa sala é de frente para nosso quarto. A Rafa estava com 5 anos e dormia do quartinho dela, o Pedro assistia a TV na sala sentado no safá, eu e Sandra deitados na cama. Onde estávamos víamos o Pedro e ele nos via, a Sandra usa um vestidinho desses de ficar em casa e estava sem calcinha, e eu apenas de cueca. A conversa ia bem, a Sandra estava lendo e eu comecei a passar a mão de levinho em seu peito, logo ele estava a mostra, eu estava de barriga pra baixo na cama e estava meio atravessado e com a cabeça na altura dos peitos da Sandra. Com o carinho gostoso ela puxou uma das pernas pra cima deixando a buceta toda a mostra... o Pedro que estava vidrado da TV, viu entrou no quarto e parou ao lado da mãe...



- Ei meu filho !? falei..

- Ei pai... ..



perguntei pra ele.



- O que vc está olhando ?



Minha esposa ficou me olhando, estava toda exposta, mas não se recompos, acho que não achou necessário, estava acostumada..

Meu filho não disse nada, ficou com um sorrizinho safado e inocente. Então resolvi brincar...



- Filho você já viu a mamãe pelada ?

- Já sim pai... quando agente toma banho...

- Hum... então você já tinha visto a buceta dela antes ?



Minha esposa olhou meio atravessada mas nada falou...



- O que você achou filho ?

- A boceta da mamãe é bonita.....



Eu ri, e minha esposa ficou vermelha, mas estava gostando pois abriu um pouco mais a perna.



- Bem, se você já viu a boceta, deve ter visto os peitos também né ?

- Sim...(risinhos)

- Você já encostou nela ?

- Não... (risinhos)

- Sandro ! Tá doido ? (risos)

- Calma ai, sá um pouquinho...

Vem aqui muleque, passa a mão aqui, de levinho ....



Olhei pra cima e minha esposa olhou pra mim, mas nada fazia e se ajeitou levemente ....

Vi que sua buceta inchou e ficou molhadinha com os carinhos do Pedro...



- Enfia o dedinho aqui... assim.. devagar, agora o outro, e o outro.....



Vi a Sandra rebolar bem devagar, o Pedro continuou enfiando os tres dedos... Sandra segurou seu peito com força, mordeu os lábios e gozou, seu corpo estremecia e sua barriga se contraía, e teve um segundo orgasmo na mesma hora....

Assim que ela parou eu puxei a mão do Pedro, mandei ele dar um beijo na mãe dele.... ele deu uma beijinho normal como de costume e ela retribuiu docemente...

Mandei ele pra sala, ele esitou, mas eu disse que agora era a vez de papai, mas ele não poderia ver.... ele saiu rindo e foi pra sala...



- Você é maluco, mandar meu filho mexer na minha buceta....

- Você gostou, gozou duas vezes...(risos)

- Que doideira (risos)... não faça mais isso (risos)... agora vem aqui que eu quero foder de verdade......





Continua.....































































































VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Meu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,contos de sexo minha irma me enganoucontos eroticos congresso medicomeu pai um negro pirocudo contoscontos eróticos pai e amigosContos eroticos noviça virgemminha irmã vadia conto eroticocontos erotico irmao cafetao da irmaConto Erotico Gay a primeira vez com meu tio imagenscontos eroticos meu avô esfregavaconto erotico de gravida com consolowww.contos erocticos viciada em ser masturbadarelato erotifo meu filho gosa muto nas minhas calcinhasContoseroticosdecaronacontos picantes esperei minha mae sai e seduzi meu padrastocontos trai meu marido com um cara do pau grandevedio de puliciais revistando os bonitois e chupando o pau delisConto erotico peguei.minha filha novinha arombei elaContos de putas fogosas co.tados por mulherescontos erotico na praia de nudismo com meu sobrinhocontos de strayxconto erótico de mendingocontos incesto mae gorda de camisola transparenteconto erotico do garoto ricardo fodendo titioconto carona com caminhoneiro minha bucetaO Sítio, O Andarilho e o Marido Feliz! [parte7  CONTOS EROTICOS DE.BUCETAS ARROMBADASvi outro gozar na boca de minha mulher contosJoão e chupando piru mesmo temporoubei sua esposa conto etoticopolicial casada trai o marido com os presos e colegas sem ele saber porno contoviadinho boquete na escola contocontos eroticos de cornos e veiascontos meu primo me estrupo quando tinha oito anoseu trinquei o meu pau na mão dela contos eróticosescravo fodido nua amarrado aforsa matocontos como virei crosdresescontos eróticos esposa com sonobundasgrandecontoscontos vendo minha prima sendo fodida pelo namorado acabei dando tambe betinhaminha sobrinha chupa leu pau enquanto eu durmi conto incestocontos eroticos embebedou e comeu a casadinha carentecontos eroticos adoro o leite deleswww. brasileiras provocando com olharesde safadas pornoconto erotico adoro da pro meu filho com a buceta sujaminha nora gostosa+contosnamorada sem calcinha no sofá mostrando a b***** para o namorado e f****** com elerelatos de anã transandoconto erotico fraldario do mercadogarotinha de 9 aninhos me deu a xoxotinha dela contoscavalo transandoconto gay gozei na janelacontos eroticos de se masturbando nas sandalias da sogracontos eroticos de corno depois que voltaramcontos eroticos minha esposa minha cunhada e eucontos eroticos com dedadas violentss e chupadas brutascontos eroticos meu primo mauricinhocontos eroticos primeira gozadavelhas da bucetarapadinhasXVideos um gay viu uma mulher rabuda e ficou tensocontos ex namoradahttp://transei com filho do professor gay contos eroticos gayconto porno teen gay free mulato favelatocou meu seio sem querer incesto contoempregadinha rose contos eroticosum romance com minha maninha-contos:eroticospono de minino africano comendo maé do seu amigogaviao do progama malucos molhado pelado de rola duracomtos erotico sou casada mas o marido ta preso to dan de maseu trinquei o meu pau na mão dela contos eróticoscontos eróticos marido e Cida tudo para esposa e esposa