Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

APRENDENDO COM O TIO CARLOS

Bem essa histária é real e aconteceu comigo. Me chamo Daniel e hoje tenho 19 anos, moro no interior de Goiás com minha mãe, hoje somos sá nás dois mais a uns cinco anos atrás morava um irmão dela conosco, o tio Carlos, ele tinha 26 anos, 1,75 de altura, 65 quilos, loiro, lindo, um verdadeiro deus grego e além de tudo com uma cara de safado que sá ele.

Eu apesar de pouca idade já me via louco de desejos por homens e com um desse dentro de casa era uma loucura. Meu tio povoava minha imaginação, eu chegava a sonhar mamando o pau dele, embora sempre o visse de cueca, eu imagina como seria aquela ferramenta, eu sempre o observava disfarçadamente.

Um dia, cheguei da escola e não tinha ninguém em casa, pois minha mãe e o tio Carlos trabalhavam fora, fui direto tomar um banho e como estava sá deixei a porta do banheiro aberta como sempre fazia, alguns minutos depois senti que estava sendo observado, fiquei com medo e me virei aos pouco para a porta e vi o meu tio Carlos lá parado, sem graça eu disse a ele:

-Ô tio você me assustou- e ele respondeu:

– Desculpe Daniel, mas é que não resisti em dá uma olhadinha nessa sua bundinha nua- dizendo isso ele foi para o seu quarto e eu fiquei paralisado, pois não imaginava que meu tio observava minha bundinha, que apesar de virgem era louca pra guardar a sua vara.

Quando saí do banheiro fui direto pro meu quarto ao passar pelo corredor vi meu tio sá de cueca branca alisando o pau aí foi a minha vez de parar para observar, fiquei babando quando vi o imenso volume dentro de sua cueca, eu não conseguia me mover ele viu que eu estava olhando e me chamou, eu fui, aí ele começou a me dizer que tinha vontade de me ensinar um monte de coisas sá que eu não poderia contar nada a ninguém, principalmente pra minha mãe, eu disse que não contaria e que queria aprender o tudo que ele quisesse me ensinar, ele então disse:

- Bom garoto você, gosto de garotos obedientes se você me obedecer vou te ensinar muito, agora se desenrola dessa toalha e vem abraçar o titio, vem. Eu o abracei e ele então começou a beijar o meu pescoço e isso me arrepiava e me deixava louco, ele então pegou a minha mão e colocou dentro da cueca dele aí é que eu tremi, a pica dele estava tão dura e era tão grande e grossa que parecia uma tora eu tremia de tezão num misto de medo e desejo.

Ele pediu pra eu mamar aquela vara imensa e eu disse que nunca tinha chupado aí ele então começou a me dizer como fazer e eu fazia e ele gemia tanto que eu ficava cada vez mais louco de tezão, o pau dele mal cabia a cabeça na minha boca virgem, deveria ter uns 24 cm e muito grossa uma verdadeira madeira de lei, o meu apesar de mau ter pentelhos já media uns 19 cm, de repente ele me levantou e começou a me beijar na boca me virou de costas me forçando a ficar de quatro em cima da cama e começou a passa a língua em minha bunda e em meu rego, isso me deixou em estado de êxtase, era um prazer que eu nem imaginava que existisse, quanto mais ele lambia o meu rego mais desejo eu sentia por ele, até que ele então começou a roçar aquela verga gigante em meu rabinho que piscava loucamente pra recebê-la, ele conseguiu empinar ainda mais a minha bundinha e começou a forçar sua vara em meu rabo, como eu era virgem e bem apertado começou a doer um pouco e eu pedi pra ele parar e ele disse:

-Parar não! você disse que iria me obedecer, então relaxa esse cú pra meu pau entrar direitinho nesse rabo gostoso.Eu então comecei a forçar também, afinal, eu queria aprender o tudo que o meu tio Carlos gentilmente se dispôs a me ensinar, aí começou a entrar e parecia que todas as pregas do meu rabo estavam sendo quebradas, dilaceradas e doía muito e eu pedia:

-Por favor, tio Carlos ta doendo e ele dizia:

– deixa de ser mole viadinho, porque a partir de agora você será minha putinha, vou comer esse seu rabinho gostoso todo dia, sempre desconfiei que você gostava de rola, já te peguei me observando algumas vezes, agora você é minha bichinha, a putinha safada, que vai fazer o titio gozar todo dia.

E falando essas coisas aumentava a intensidade das estocadas em meu cú e a dor começou a sumir porque o tezão voltava ao ouvir aquilo tudo, quando comecei a não sentir mais dor, comecei a rebolar bem gostoso com aquele cacete imenso dentro de me e meu tio ficava cada vez mais feroz, me colocou na posição de frango assado e tirava e metia sua pica de dentro de meu rabo. Depois de mais ou menos 30 minutos de estocados em meu buraquinho meu tio Carlos começou a bater uma punheta pra me e me dizia:

-Quero que você goze junto comigo putinha do titio. Eu me contorcia de tezão e já não me aguentava mais quando ele começou a socar mais forte e a me apertar mais, sua respiração foi ficando mais pesada e seu gemido mais ofegante, então sentir seu pau latejar dentro de meu rabo e me encher com sua porra quente e nesse momento meu corpo começou a tremer e eu também gozei como uma nunca tinha gozado em minhas punhetas. Gozei com a rola do meu tio Carlos no rabo e sentia suas estocadas mais fundas, o meu tio estava gozando no meu rabo,me enchendo com a sua porra quente e abundante, fui sua putinha mais novinha. Ele caiu sobre me, suado do esforço da foda e me disse:

- É sobrinho, você nasceu pra dar esse rabo gostoso pro titio, se prepara que todo dia no horário de almoço venho te ensinar mais coisas. Levantou-se, tomou banho e voltou pro trabalho e eu fiquei em frangalhos, mas feliz e saciado do desejo de conhecer a rola de meu tio Carlos. Desse dia em diante o meu tio passou a almoçar em casa todos os dias e o prato preferido dele era a minha bundinha.





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos namorada arrombada assaltantescontos erotico-você me deixa safadaconto erótico policial e a virgemhoje dei pro meu compadre - eu confessoconto erótico incesto meu cunhado minha irma gravidaomem chupando a bucetas das mulheresPerdi meu cabaco o com meu pai e arrobadodando.para irmaos contosHomens casado trocando os cuconto eróticos c afilhadacontos de sexo com novinhas trepando com advogadosassalto virou incesto c. eroticocontos eroticos cadada e puta do paiContos eróticos estuprada na academiaporno conto relava aquele peito em mimhotel com um amigo e ele comeu minha esposa contos eroticoscontos eróticos lua de melCONTOS ESPOSA CORNO ANDREAcontos gozando pelo cucontos colega safadinhacontos eroticos comi o cu da minha avocomi minha professora na infancia contos eroticoscontos erotico comeram minha bunda na festamulher chupando o pau do Felipe e as outras olhandopolicial peludo conto etoticoC.eroticos a namorada do meu filho chorou na pica delechorei mas aguentei tudo contos eróticoscontos eróticos mulheres da b***** grandeContoseroticosdecaronaContos eroticos de negros roludos no busaoContos eroticos fudendo gravidabaile funk só mulher e homem dançando agarradinho juntinhocontos fode-me paicontos eroticos negrinha inocentecontos eróticos gay com monstrosconto minha esposa nadando nua em casacontos eróticos adicionei o menino e deicontos de cú de solteironaquero seducir minha sogar para fudelaconto de genro enrabei minha sogracontos eróticos sou hetero mas deubêbada conto eroticotransei com meu namorado sob a luz da lua,conto eróticocontos eroticos troca de casal no matoconto sexo com filhocontos de incesto por chantagem do filho com a maewww zoo porno filha brecado paiconto gay dei para meu filhocontos com sobrinha dormindo lingeriecontos com teen fodida aos onze anos por tres roludoscontos eroticos o menino de oito anos e minha mulherwww.goroa nis Sogra fudendodescabacei a namoradinha de 13 aninhoscontos eróticos Paula vizinha casada gostosacontos eu era virgem edei pro travesti bem dotadoisso cacete passa chocolate nessa buceta contofudeno guei de saiacontos ela punhetava todoswww.contos eroticos no assalto os bandidos violentaram minha esposa ela me contou que gozou..comdeixei a nifetinha me mamar contosesposas depiladas na picina contosContos eroticos submisso amarrado engravideisafadezas da adolescência contosminha namorada perguntou se eu era gay contonoite maravilhosa com a cunhada casada contoscontos eroticos piscina peitos fartos seduzio guia turístico me comeu contocontos dormimos na barraca eu marido e sogro e o sogro me rabou noite interacontos gay eu meu pai e meu irmãocontos eróticos me arrombaram no incesto contos assalto de calcinha e sutiarealisando meu sonho de enrabar minha sogra e minha esposa juntas contos eroticosContos eroticos dei na festa em macaxeirahistoria eroticass papai mum chupou conto erotico gay foi obrigado a usar calcinhaContos casal pelado na praiasozinha com meu sobrinho deixei ele me foder Incesto com meu irmao casado eu confessoconto erótico da mulher q pedia pizzalésbicas castigando o rabo da parceriacontos novinhosoxo com umanoivinhacontos gozando pelo cu