Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

APANHEI E GOZEI - SEGUNDO TEMPO

Apanhei e gozei – segundo tempo



Assim que ele tirou o pau do meu cu, escorreu porra pelas minhas pernas. Fui ao banheiro, ele veio atrás. A sensação e estar cheio de porra é muito boa, faz a gente se sentir mulher. Agachei-me e contrai o ânus para expelir o líquido grosso. Escorreu bastante. Que bela visão ver minha putinha mijando porra, disse. Forçou minha cabeça e me fez lamber e engolir a porra dele que saiu do meu cu.



Do lado de fora de Box fiquei assistindo ele tomar banho. Olhando aquele homão atlético, malhado e bonito se esfregando. – Como consegui receber todo esse pau imenso no meu cu?! Senti arrepios, contraindo a bunda, pulsando o coração e pensando o quanto é bom dar e receber prazer do mesmo sexo. Embora estivesse inteiramente saciado, fiquei com muita tesão naquele momento. – Com a mão na cintura e bundinha levantada, perguntei: deixa eu enxugar você, deixa? – Enxuga teu macho então. Deixei todo o corpo dele sequinho, passando a toalha bem devagar no mastro mole. Terminado o serviço, dei um longo beijo na cabeçona. – Ele adorou meu gesto.



Tomei banho e me sequei sozinho. Trouxe outra calcinha e uma camisolinha curta, rosa e com aberturas laterais. Fiquei uma menininha esvoaçante. – Fomos para a cozinha, ele pediu uma pizza. Enquanto esperávamos, ele abriu um vinho e serviu queijo e pão. Bebericamos no sofá da sala, eu sentado no colo dele, namorando e beijando de língua. – O interfone tocou, era o porteiro pedindo autorização para o entregador subir. – Vou me esconder. Fique aí e receba a pizza. Recebi, paguei e moço não entendeu nada.



Almoçamos. Tomei mais uma taça de vinho e fiquei relaxado. Namoramos mais um pouco no sofá e depois fomos dormir agarradinhos, eu com a bunda encostada no pacotão de cueca. Abraçou-me, levantou minha perna e encaixou o pau entre minhas nádegas. Abri bem e me encaixei ali. Ai que delícia, nunca dormi assim com um pauzão no meio da bunda. Durma quetinha aí, disse. Dormimos mais de duas horas agarrados.



Acordei com uma coisa incômoda pressionando minha bunda, pensei que fosse o travesseiro. Assustei-me, era o pau dele que estava duro, mas ele ainda dormia. Não aguentei esperar ele acordar. Comecei a mexer, rebolar a bunda, fazendo movimento para acordá-lo. – O gigante despertou.



Quero dar pra você. Me comi assim de bruços, deitei e empinei a bunda pra ele. É a posição que me sinto mulher, vai, coma assim. Sem creme, quero sentir esse pauzão entrando no seco. Meu cu ta lubrificando sá de pensar. Tou sentindo porra dentro ainda. – Sem creme você não vai aguentar, vou te rasgar toda, meu xuxizinho. Quero dar assim, me rasgue então, assim deitadinha embaixo de você, como uma mulherzinha. Arrebitei, escancarei a bunda, de bruços e bem empinada pro gigante entrar. Meu cuzinho piscava, todo molhado, parece que estava com saudade. Enfiou metade em seguida soltou seu corpo sobre o meu e enterrou inteiro, dilacerando as pregas que ainda restavam. Gemi forte, gritei, me espreguicei todo, abri o cu e recebi com prazer. Estava sendo enrabado novamente.



Ai, ai, que delíciaaaaaaaa, agora quero comer essa pica com o meu cu. Mexi, rebolei, levantava a bunda, entrava até o fundo e voltava, mas eu cuidava para não sair, meu cu estava saboreando uma picona deliciosa e não queria perder um pedacinho sequer. Rebolava, gritava mais, gemia, que pau gostoso você tem meu macho tesão. Estava suando em bicas, mais de meia hora dando naquela posição, gozei pelo cu várias vezes.



Tirou de dentro rápido, gritei e senti um vazio. Venha aqui assim putinha. Deitou de costas e disse suba aqui e sente no meu pau, assim virado para mim e beijou na boca. Pegou minha bunda e puxou para baixo, sentei e recebi toda a pica no cu, aaaaaaaaaaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiaaaaaauuuuuuiiiiiiiiiiiiii, sua pica ta me rasgando toda. Levantava minha bunda e soltava, uuuuuuuuuuuiiiiiiii, meu cu piscava ardendo, mas aguentando aquela as estocadas. – Putinha, eu não gozo fácil, demoro mesmo, vou queimar seu cuzinho inteiro.



Cansado, parei de rebolar. – Ele me deu um violento tapa na bunda, em seguida outro e mais outro, apanha sua puta cadela. Estremeci inteira e gozei profundamente, pelo pau e pelo cu, molhando o a barriga e o peito dele. Pela primeira vez senti o quanto é gostoso e surpreendente apanhar na bunda com um pau enterrado no cu. Minhas nádegas ardiam e eu ali inteiramente submissa para ele, gozando sem parar.



Ele tirou, me apertou bem e metia na minha barriga entre os dois corpos e jorrou um litro de porra. Limpe meu pau e coma toda essa porra aqui. Fiz o que ele mandou, para não apanhar mais.





















VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos esposa amanheci toda meladaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos eróticos gays metrocontos eroticos minha sobrinha adorava mamar minha picaConto eroticos dando pra 2 homenscontos erotico encoxaram mulher do gordinho na frente delechantagiei a negra contosou uma mulher crente mas quero picacontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandroscasada chantageada e submetida aos limites contos eroticosContos duas safadas com um machocontos eroticos com fodaConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zooconto erodico 5 amigos me fuderaocontos eroticos menina perdendo a virgindadeconto heroticom .quero te darContos eroticos fudendo cona virgem pretameu irmão precisava de ajuda conto eroticominha prima me seduziuSou casada fodida contoConto de putinha que adora ser cadela de muitos machosesposa soltinha e seria com amigos em casa contoconto pegei meu marido comendo cu do meu sobrinhoContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorfui fudida ainda de calcinhaconto menage masculinocantos eroticos muitapica no meu cubuceta arrombadacavalo pampo aregasano a boceta da mulher'casada estava sem calcinha e fui comida no ônibus porno conto conto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamenteconto erótico comendo amiguinha do meu filhocumi a bucrtina contos eroticosconto ela deu e se fudeucontos eroticos filha fio dentalContos eroticos de greluda ativaconto o cachorro que fudia a vizinhade tanto insistir em ver minha mulher em cima de outro pau ...conto eróticos com velhinhacontos menino calcinhacontos erotico com foto de mulhe trasado gozado gostosoquero sentir sua porra quente dentro no cuContos eroticos escussao com meu marido banco diferenteconto gay macho arrogantecontoseroticos fudendo o cu do primo no pic escondecasei a força contoscontos erotico uma buceta peludadona Florinda abrindo pernas mostrando calcinha pornprimeira vez sexo hetero cu coroa já contos chupaConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zooenfin comi minha tia contos eroticoscontos eroticos minha sobrinha adorava mamar minha picanunca falei eu falei contos eróticospapai dotado e meu marido contosai para asim vai doer muinto omeu cusinho emuinto grande e grossocarlão socando ate as bolas no cu da vadiaConto Meu Amor é um Traficante parte 3- Contos Do Prazercontos eroticos meu sogro transa com minha mulher em nossa cama com minha permissaoContos Eroticos meu pai me dopouMas que dor horrível conto pornoconvenci ela a me chupar contocontos de gay sendo humilhado pelos pauzudome montei e virei femea. conto gayconto gay macho arrogantedaniela e daniel incesto conto eroticoContos porno de mulheres casada que traem com pau grande e choramteen recem casada contosmamei no peito até ficar vermelhoe produzir leite contoslinha na Rachinha contos eróticosEscrava forcada zoofilia contossogra humilha genro contos eroticoswww.contos de estuprei a gordinha