Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CADELA IMPLORANDO

Senhor estava em sua mesa,sentado,trabalhando,todo concentrado . Cheguei de quatro,nua, de coleira,toda manhosa e safada . Senhor sentiu a minha presença,mas fingiu que não viu,me ignorando totalmente . Fiquei lhe olhando,com aquela carinha de piedade,pedindo a sua atenção apenas com o olhar . Estava ali,de quatro,pertinho de ti,esperando,implorando apenas um olhar e nada .



A sua presença,o seu desprezo,me causava um tormento e ao mesmo tempo uma excitação incrível .



Já estava toda molhada,quente...ansiosa,agitada... os minutos passavam e cada vez ficava mais excitada,nervosa,apavorada, submissa .



Senhor sentiu a minha respiração ofegante,soltou um sorriso me olhando...nossa !...fiquei desesperadamente excitada com seu olhar debochado,firme e ao mesmo tempo,sereno,dominador...



Estava toda boba,feliz,inquieta,excitada,nervosa,envergonhada,agitada e safada!..



Uma mistura louca ...Senhor sorriu,desviando o olhar novamente e espichando os pés... (debochado)...rs !.



Na hora olhei e com aquela carinha de cadelinha manhosa,submissa,obediente e servil,já fui implorando para lhe servir de mesinha,apoio para seus pés .



Mas seu olhar estava totalmente para o computador,não viu meu olhar e estava bem concentrado . Fiquei atormentada,excitada demais....o nervosismo já estava me deixando impaciente,inevitável,comecei a tremer...então,resolvi fazer barulho,baixinho,bem baixinho...gemidinho de cadelinha..rss..Senhor ouviu,adorou....estava amando tudo,mas estava disposto a judiar mais e colocar em prova a submissão de seu bichinho . Fingiu,ignorou....não demonstrou nenhuma reação, até o deboche havia sumido . Sua atitude estava me excitando e ao mesmo tempo me deixando impaciente demais . Não teve jeito,já estava totalmente confusa . Então,resolvi gemer mais alto,necessitava a sua atenção e não estava disposta a desistir . Senhor gostava e sabia muito bem me causar aflição . Continuou me ignorando,não manifestou nada,nem um sorriso,nem um suspiro,nem um olhar,nem uma mudança na respiração,nada! . Ah....inevitável..o desespero começou a bater em minha porta...corpo estava tremendo,estava literalmente molhada,encharcada,quente,louca de tesão e de raiva... atormentada,confusa....fiz gracinha,gemi mais alto...nada...absolutamente nada....comecei a pensar em várias coisas...mas estava confusa demais...excitada....não sabia o que fazer,como fazer...respirei fundo e mandei o desespero embora....não podia e não iria perder o controle .. (falso controle,pq nesse momento já estava sem nenhum)..rss..Senhor estava amando aquele desespero todo causado por ti... e estava disposto a torturar muito mais....queria ver até que ponto aguentaria o desprezo,a pressão... Então,depois de muitas tentativas,resolvi falar baixinho,morrendo de medo de lhe incomodar,mas ao mesmo tempo com a consciência pesada por não estar lhe servindo de mesinha....precisava ser útil...estava me sentindo mal,por estar ali sem fazer nada ... com o corpo tremendo,respiração ofegante,pausas na voz,disse baixinho :



- Donoo.... ( aquele jeito manhoso e submisso de pedir atenção.)..



Hum...mas ainda estava pouco.. (maldade )...Senhor nem se mexeu,fingindo não ouvir nada . Estava realmente testando meu limite,minha submissão,meu controle,minha dedicação,minha paciência .



Respirei fundo,com a boca seca,coração disparado,respiração ofegante,corpo tremendo,lhe chamei novamente,baixinho,implorando o seu olhar,a sua atenção :



- Donooo...



Senhor não manifestou nenhuma reação...ai sim,fiquei extremamente nervosa e impaciente..naquela altura,já estava confusa demais....não sabia distinguir o que era maior : o tesão,o tormento,o nervosismo, a raiva, a aflição,a angústia . Senhor percebeu a falta de controle,estava muito excitado com tudo que estava provocando em seu bichinho . Respirei fundo,tentando controlar o máximo aquela aflição....mas a essa altura já tinha me entregado...a respiração estava ofegante demais,o desespero já havia entrado,claro,as lágrimas foram inevitáveis no momento..tentei controlar...que pânico !...implorei novamente,chamei baixinho :



- Donooooooo....



Senhor sorriu,amou....me olhou,com aquele olhar debochado,com aquela voz tranquila , disse :



-Sim,meu bichinho,diga !.



Ah !...naquele momento não sabia o que era "pior",a sua atenção ou o seu desprezo....rs...pq estava excitada demais.....nervosa....tremendo muito,não sabia por onde começar,como falar...estava quase atropelando tudo,quando lhe olhei...aquele olhar,nossa...!..me acalmava e desesperava ao mesmo tempo...que loucura !...respirei fundo...estava com um olhar aflito,desesperado...Senhor sorriu,me olhando de um jeito debochado...me testando....então,disse :



- Por favor,Dono..( a essa altura quase chorando )...



Senhor fez sinal pra respirar fundo e dizer calmamente,sem desespero e pressa..( fácil,não?..rs..debochado mesmo )....



Não podia desesperar,mas já estava desesperada...rss...nesse momento já estava confusa demais...então,num impulso,falei:



- Dono,por favor,permita-me servi-lo de mesinha !



Bonitinho...Senhor adorou,mas ainda sentiu um fio de "controle"...ah....queria provocar mais desespero..agora estava na hora de ver mesmo até onde seu bichinho era capaz de ir..



E com deboche,respondeu :



- Hum,não...acho que vc não está com tanta vontade,melhor ficar quietinha,descansando...



Poxa,que deboche heim....que descansando.....necessitava servi-lo...precisava daquilo....



Nessa altura já estava absolutamente confusa,sem controle,nervosa e excitada demais....respondi:



- Dono,por favor.. (ajoelhada)..imploro,dê permissão a esse bichinho idiota,que sá serve pra te agradar....permita-me servi-lo de mesinha,imploro....



Que aflição,que desespero,que tormento,que maldade !.



Senhor já estava desviando o olhar novamente,quando...



Desespero tomou conta,me cegando,me deixando totalmente nervosa e transtornada,disse :



-Dono,por favor,dê permissão a esse pobre bichinho,que está disposto a lhe agradar,imploro...já estava quase beijando o chão....totalmente sem rumo....chorei...implorei....no chão...pertinho de seus pés,mas sem permissão para tocá-los....chorei muito....implorei,entre choro e soluço.....Senhor resolveu atender o pedido de seu bichinho,com deboche,disse:



-Certo...venha...mas não quero ouvir um choro,um gemido,uma respiração,será que consegue inútil?...nossa !....maldade mesmo...já fui enxugando as lágrimas,respirando fundo,tentando controlar o nervosismo,a excitação...que mistura louca...precisava controlar tudo....tentando controlar,fui pra posição rapidamente ...



Senhor delirou de tesão,quando apoiou seus pés em seu bichinho,sentindo seu corpo tremendo,sua respiração ofegante,seu desespero,sua vontade absurda de tentar controlar,o que a essa altura já estava totalmente,absolutamente sem controle....rs !..mas gostou,sentiu a vontade,a submissão de seu bichinho naquele momento....encolhida,tentando não mexer...( rss.)....totalmente excitada,nervosa,transtornada..



Senhor riu e continuou de onde havia parado,totalmente concentrado no trabalho... ( não sei como conseguia....)..vai ver é por esse e outros motivos que é Dono..rss..tem o controle nas mãos.... ( ai ai ai )...







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico encoxada vizinhomarido todo produzido eróticoscontos eroticos fui chupada ate gozar com os bandidosConto gay muay thaiconto erotico defia um diero comi ela pornonovinhos fodeno apremira veizcontos eroticos amante vs mulhercontos eroticos menina com banana no cucasada amarrada pelos garotos contos pornocontos eróticos virei cdzinha do vizinhoContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindomulheres no salão chupando e se masturbando com dançarinosegurei a pica estranhotexto erotico no inverno com o enteadocontos eroticos cu e bucetaminha coleguinha me chamou pra comer o cuzinho na casa delaconto erotico tia gostosa calcinha atolada no regocontos eroticos chupo pica desde novinhacóntos eroticos eu e minha irmã chupa pau de traficanteConto erotico banho maesocando muinto rapido ate ela gozar tezao monstruoso boa fodacontos eróticos comi minha tiatira tira eu num aguento conto eroticopornodoido dona de casa chifra rapidinha cm amigosexo molhe querendo sexo iumarido vai joga bolaconto erótico podemos a prima da minha mulherliliane sabe quero seu cuencarei 30cm contosbotando a patroa pra gozarcontos eroticos vi a pepeca de minha amigacontos de meninos gays q perderam q deram para dotoda amigo tii prinoconto fui comido por doisvideo de namoradosendo cornoconto eróticos putinha da famíliacontos janaina safadinhacontos eróticos abusada peli médico dupla penetraçãoconto o Pastor me comeuContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de gatinhas no trabalhocontos negao limpando quintal da casadacontos negrinha arrombada e humilhadalekinho pau contosContos eroticos namoradaschantageei e comi a secretariahomens velho gay contoscontos eroticos dei o cu na marra lua de melconto eróticos com velhinhatravesti gozando no próprio sutiãPorno gay conto erotico menino submissocontos eroticos comendo o cachorro da ruaconto de comi o cu de um novinho que chorou com a pica no cucom o mel do gozo na bocacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html homens velho gay contosfiquei de pau duro quando mi.ha esposaCarnaval cerveja mezanino nada conto eróticovideo porno mulher do meu amigo de chotinho na festa casa dele realidadecontos de incesto meu filho me penetrou é eu finjo que estava dormindocontos eroticos vovô e netinhoscache:d8S3mF85a4oJ:tennis-zelenograd.ru/conto-categoria_4_11_incesto.html contos eroticos de padrinhos com afilhadas que engravidamneqguinha gritando ai vou gozarcabelos lisos ate na bunda de dar invejacoroa gorda velha umiha o marido fodendo com outrocontos eroticos trote da faculdade comi o cú da calourahomem deixar você anda mulher toda arreganhada tanto transarPorno conto casa abondonada eu e o viadinhoEnganei e estrupei conto eroticoMamando piroca do filhinho contoseroticosconto esposa assanhada meu pai comeucontos eroticos mae senta no colo do filho na frente do pai cornoconto erótico estuprada usando mini saiaConto de muitos machos para uma puta depravadacontos eroticos mulheres viciadasozadia. e amole. picavoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos cu de esposa vermelho cheio de porra com fotoconto cu esconde-escondeeu conto cunhada casada foi acordar o cunhado de manhã em joelho redondoconto travesti com menina virgemcontos erotico garoto do um copo cheio de porra do irmao gay Sou casada Minhas filhas me viram sendo fodida contovídeos porno negras barriguda caidacomeu a baba madura contosContos eróticos dotadosconto minha cunhada me surpreendeumininas por cabaço travsycontos eroticos as tres safadinhadporra minha secretária tem a bunda deliciaconto erotico minha mulher de calcinha e shortinho provocou o coroa taradosexo contos eroticos na ilhaconto erotico minha mulher nua na frente do paiconto ertico esibicionista bichorei com aquele cacetao grosso e duro entrando em mimsou casada mostri a buceta oeo meninovideos porno ti estrubus ti meninas novinhas