Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EXPLORANDO UM MENINO PELO OUTRO LADO

Olá a todos. Me identificarei como Circe e decidi vir aqui contar como comecei meu hobby de caçar meninos, pois imagino que mais pessoas têm tesão na mesma coisa. O site tem muitos relatos com "lolitas", mas poucos sobre o outro lado.



Sou branca, morena, não tenho corpo de mulherão mas até que tenho minhas curvas. Nunca fui de manter namorado, e minha vida sexual era ocasional... até este dia. Quando aconteceu eu tinha 21 anos e um emprego bobo no balcão de uma papelaria. Era muito comum que a dona saísse e me deixasse sozinha, muitas vezes o dia todo. O movimento era escasso e eu aproveitava para ler revistas de graça (ninguém nunca reclamou).



Num desses dias estava eu lendo sossegadamente uma Superinteressante (que na época ainda tinha textos com um mínimo de inteligência), quando percebi um barulho estranho e repetitivo vindo das estantes de revistas. Eram duas, e do balcão você não consegue ver direito quem está entre elas. Levantei e quando cheguei lá fiquei chocada: um menino mulatinho, sem camisa, havia colocado o pintinho para fora e estava batendo uma sem o menor pudor, a despeito de estar totalmente visível da rua, e com bastante proficiência apesar de aparentar uns sete, oito anos. "O que é isso, menino", eu disse exasperada, e ele retrucou: "Vamos trepar tia". Na hora meu rosto ficou vermelho de raiva. Quem aquele pivetinho pensava que era? Eu falei pra ele erguer o calção e ele: "vamos trepar tia". Nossa, eu fiquei mordida. Falei, ah, é?, e não sei bem como ou por que, mas decidi ensinar aquela criança mal-educada. Peguei ele pela orelha e levei para os fundos, fechando a porta (e deixando a loja aberta sem ninguém mesmo). A verdade é que já naquela hora eu estava perturbada com a situação, embora não fosse admitir pra mim mesma ainda. Aquele menininho praticamente pelado masturbando o pau do tamanho de um dedinho, falando que queria trepar... Eu tinha pensado em deixar ele de castigo, chamar a mãe, mas comecei a ficar com vontade de brincar de algo mais risqué.



Falei pra ele abaixar o calção. Coitado! Ficou todo feliz. Aí disse: "você foi muito malcriado e criança malcriada tem que apanhar na bunda". Ele fez uma cara de choro que eu quase perdi a pose e desatei a rir. O moleque estava se achando e agora não tinha como escapar. Falei "vem cá", firme. Ele veio. Botei ele no meu colo e ele ainda quis ficar de frente, mas o peguei pelos ombros e virei de uma vez. Ergui a mão e dei um tapa. Nossa! Aquela bundinha. Sá naquele momento entendi o quanto estava excitada. A pele dele era lisinha e suada, e a bundinha redondinha como a de uma menina. Dei outro tapa e senti minha xana escorrer. Estava morrendo de tesão. Nunca tinha sentido nada parecido. Fui batendo e a cada tapa eu quase gozava. Não resisti e comecei a demorar a mão, depois de bater ia alisando aquela bundinha até que fiquei sá nisso. Separei as nádegas empinadinhas e bolinei o cuzinho dele com o indicador. Seu pauzinho na hora deu sinal de vida. Eu não aguentei e comecei a me masturbar, enquanto brincava com seu cu. Comecei a falar bobagens: Então você está gostando do castigo, safadinho? Queria me comer e agora tá dando o cu pra tia? Bate punheta pra eu ver... Rebola a bundinha... Você é viadinho, isso sim... Eu pus ele no chão de joelhos, de quatro pra mim, enfiei o dedo sem dá, segurei seus quadris e insinuei um movimento... Ele não falava nada mas começou a rebolar bem bonitinho, enquanto mexia no pintinho... Aquilo me matou de tesão de vez, perdi a conta de quantas vezes gozei com aquela cena maravilhosa, sá de lembrar agora fico totalmente molhada... Até que ele gozou, sá um pouquinho de porra rala e transparente...



Eu não sabia o que fazer então disse pra ele sumir dali senão ia contar pra todo mundo. Depois fiquei super encanada, mas ele nunca contou pra ninguém. E foi assim que descobri meu fetiche. Votem se gostarem, se houver interesse eu conto de como conseguir fazer dois meninos se comerem... Foi a coisa mais bonita que já vi na vida...



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Amamentando os velhos contos eróticosconto erotico.de novinha gosando com o paiEla nem sabia oque era mas adorava os carinhos do papai conto eroticotrai meu marido e ele ainda me chupou contocontos meus filhos tranzandosexo contos eroticos titio e aninhaMamando rola na escola contoseroticosesposas de fio dentalsexocontos eroticos gays come meu pai bebado mais o meu amigogozei na minha sobrinha conto erotico"Deflorada pelo titio parte i"contos eroticos meu corninhocontoseroticoscomendo a baba e minha sograconto erotico minha mulher ficou de frango assadominha sogra viúva ela tava comigo no meu carro ela disse pra meu genro vamos pro motel conto eróticocontos eroticos paulo e bruna parte 2conto lesbico com namorada do irmãosobrinha sapeca tomou no cu contoCONTOS EROTICOS REAIS EM VITORIA ESconto erótico da b******** Doeu muitomeu primeiro swingconto erotico/viadinho da mamãecontos esposa vibrador grossocontos eroticos meu sogro comeu o cu da filhacontos eroticos acordei sendo chupada pelo meu paiCuidando do meu pai acidentado contos de incesto femininoContos.encesto.so.com.mae.cu.com.batatacontos fazendo vovô gozarcontos eroticos esposa pega o marido fudendo a vizinha e entra na brincadeiraTive q dar contos eroticoscontos de aquele caralhão grande e grosso rasgou o meu cu virgem contos eróticos com fotos de casadas fazendo zóofiliaConto minha irma e um travestiArromba essa puta soca essa rola na minha buceta me fode contosLer conto erotico de mulheres meteno com cachorrocontos eroticos priminha rabuda no coloConto casada traiu em confraternizacaoMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contossequestro e muitas lambidas no grelosobre lamber e chupar a vaginacontos eroticoscontos erotico com mim colega sem calcinhazofilia homem fodendo forte acadela ela chora sentido dorvideo porno cu virgem pau grande grosso aiiiii tira ta doendo sai paracontos marido quersua mulher com outrocontos eroticos camisolaesposa no motel com amigos contocontos eroticos lingerie brancanovinha de shortinho curto mostrando os pelinhos das nádegascontos encoxada pelo avocontos ajudei meu marido a comer minha sogracontos irma da o cu pro descolhecidoDeusa mulata levando pica branca na bucetafilhos gay moleque novinho trepando pela primeira vez cantando muitocontos meu marido dxou o amigo dele me massagiarconto gay filho ve o pai com o pau duro e perguta o que a quinlocontos eroticos primeira vez brincando de sacanagemdopei o.garoto contos gayscontos dei pro meu genroconto esposa se transforma na casa de swingcontos no cu da esposalua de mel da esposa do corno e o amante contosmenina abrindo a buceta saindo gosoconto erotico japonesinhaconto erotico mae nao aguenta a rola do filho no cu porque a buceta e do seu maridocontos erotico banho quintalcumemdo o cu da minha cunha dormindodei cu para o amigo da mia mulhecontos: sentei no colo do velhoconto erotico pequena incerto infanciqvídeos porno metendo na minha tia depois do carnavalContos eroticos deixei ele me comerchantagem contos eroticoscontos eróticos pagando dívida de maridocontos eróticos mulheres da b***** grandecontos eróticos mulecadacasa dos contos eroticos adoro levar ferrogozoo na bucetakcontos eróticos encesto mãe contos eroticos adolecentes brincando de esconder comessaram a dedar meu cu nao demorou e me comeramconto sexo menino dando por dinheiroConto comseguir comer a patroacontos eróticos contei que fiz dp com negroscontos eróticos adora comer meu cuconto gay fodeno o caminhoneiro bebado do nordestesai do nordeste e virei puta pra dar o troco no meu maridocontos eroticos sou coroa e gosto de garotaohome afuder mulher com penis mais grandeComi cu claraContos eroticos namorado com vontade de me comerele ela conto erotico japonesa casada e a reforma da casacontos vi pau enorme cheio de veiascagando na cara contoconto gay comi o vizinho drogadocontos hot festa no iatecontos eroticos de casada levando jatos de porra do comedora viuva amante conto eroticocontos erotico maridos camaradacontos das danadinhas perdendo cabaçinho