Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMO COMI A GORDA DA RUA DO MEU TRABALHO (REAL)

Ola me chamo Leandro tenho 25 anos, 1,72 de altura, 85 kl olhos e cabelos castanhos, trabalho em uma loja de carros, e na rua em que eu trabalho, trabalha também a Ana, 20 anos, cabelos castanhos com mechas loiras, 1,65 de altura, mas o que me atraio na Ana foi o fato dela ser gorda, ela com certeza pesa mais de 100 kl, distribuídos em muita bunda, barriga e peitos.

Todos os dias que ela passava na frente da loja eu ficava admirando aquela delicia de gorda, ate que um dia o meu olhar foi retribuído com o olhar da Ana, no dia seguinte logo de manha eu dei bom dia pra ela, ela respondeu com um sorriso lindo, perguntei seu nome e dei um bom dia pra ela, e ficamos assim por uns dias, somente no oi tudo bem. Em uma sexta-feira, resolvi chamar ela pra sair.

Ela aceitou, peguei o tel dela marcamos hora e lugar pra eu ir buscar ela.

Na hora e lugar marcado lá estava eu todo ansioso esperando pela minha gordinha, liguei no cel dela avisando que já tinha chego. Alguns minutos depois vem Ana, com uma calca bem apertada, que marcava bem sua bunda, e também pude perceber que ela estava usando uma calcinha minúscula, sua bunda grande quase engolia toda a calcinha.

Meu pau fico duro na hora, ela entrou no meu carro e meu deu um beijo, quase que na boca.

Fomos para um bar, quando chegamos procurei a mesa mais escondida possível, pedimos nossas bebidas, e em pouco tempo de conversa já estávamos nos agarrando como animais, como beijava gostoso a minha gordinha, ela tiro meu pau pra fora por baixo da mesa, e começou a bater uma pra mim... nossa que delicia de mão gordinha, abraçava meu pau inteiro.

Não aguentando mais falei pra ela para irmos embora, paguei a conta e fomos embora.

Dentro do carro a Ana não aguentando mais de tesão, tirou meu pau pra fora e começou a punhetar de novo, peguei ela pelos cabelos e puxei ela em direção a minha rola. Ela começou a me chupar deliciosamente.

Chegamos no motel, entramos nos beijando feito loucos, joguei minha gordinha em cima da cama e pulei em cima dela, já fui tirando sua blusa fui beijando seu pescoço e descendo para os peitos da minha gordinha, tirei um deles e quase não acreditei no tamanho do bico daquele peito, nossa como era grande, não pensei muito e comecei a lamber o bico do peito dela, ela gemendo, tirei seu sutiã e deixei seu dois peitos pra fora, enfiei minha cara no meio deles, chupava seu peitos como louco, lambia enquanto ela gemia.

Depois fui descendo e beijando sua barriga. Tirei sua calça e pude ver o quanto era pequena sua calcinha em meio a tanta bunda, continuei descendo e beijando, cheguei ate seus pés, e fui subindo beijando agora por dentro de suas pernas, subi ate chegar na sua buceta, que de longe eu já senti o cheiro delicioso dela.

Abri bem suas pernas e comecei a beijar sua coxa, depois sua virilha, ate chegar na sua buceta, que lambi ainda por cima da calcinha, Ana gemendo alto, apertando minha cabeça contra sua buceta, coloquei sua calcinha de lado e pude ver sua buceta gorda, toda raspada, bem rosinha, nossa que delicia, fiquei admirando aquela buceta gordinha por alguns minutos enquanto brincava com seu clitáris com meus dedos. Abri sua buceta com a mão, e comecei a chupar, como se fosse a ultima buceta que eu iria chupar, nossa como eu chupei gostoso aquela buceta, revesava entre chupar seu clitáris e enfiar minha língua dentro da Ana, sá parei de chupar quando ouvi Ana dar um gemido bem alto e pude sentir sua buceta apertando minha língua com sua buceta.

Depois coloquei ela na beira da cama, com minha rola dura feito pedra, segurei seus peitos e enfiei meu pau no meio deles, fazendo uma espanhola maravilhosa com aqueles peitos, enquanto ela chupava a cabeça do meu pau, ai Ana começou a me chupar de novo, nossa que delicia de gordinha como chupava gostoso, sua boca abraçava toda minha rola que engolia ate o final, deixando minhas bolas todas babadas, ela ficou me chupando por um tempo, ate quase não aguentando mais e quase gozei na sua boca.

Pedi pra ela ficar de quatro pra mim. Ela se posicionou na quina da cama jogando sua cabeça pra baixo e deixando bem pra cima, aquela bunda imensa que na aquela posição parecia 4 vezes maior, abri sua bunda e pude ver seu cuzinho rosadinho e bem apertadinho, na hora que ele piscou pra mim, não resisti e lambi aquele cu deliciosamente, fazendo Ana dar um pulo pude ver que ela se arrepio toda, ela olhou pra traz e deu um sorriso bem safado pra mim, posicionei meu pau na entrada da sua buceta, dei umas pinceladas no seu grelo, e comecei a socar minha rola, meu deus como era apertada aquela buceta, senti ela engolindo meu pau cm por cm, abri sua bunda pra me encaixar melhor por traz dela, e comecei a socar gostoso na buceta da Ana, que gemia alto, quanto mais alto ela gemia mais forte eu fodia ela, puxava seus cabelos e socava com mais força ainda, dei uns tapas na bunda dela depois de algum tempo fodendo ela com muita força e senti que meu pau fico mais apertado, e ouvi ela gritando pra não parar que ela tava gozando.

Ela deitou na cama e se virou de frente pra mim, virei ela de lado, colocando uma de suas pernas pro lado e coloquei novamente minha rola na entradinha da buceta da Ana que nessa altura já estava escorrendo de tão molhada, e soquei de uma so vez dentro dela fazendo ela dar um grito, ela sorrio e me chamou de cachorro, ficamos fodendo nessa posição ate ela gozar de novo no meu pau.

Como já não aguentava mais de cansado pedi pra Ana vim por cima, ela subiu por cima de mim, pegou meu pau aponto pra sua bucetinha, e com o práprio peso do corpo engolio meu pau de uma so vez, ficou assim por alguns segundos, ate começar a rebolar em cima de mim, indo pra frente e para traz, nossa como ela pulava gostoso, ela se apoiou sobre meu peito, e começou um vai e vem frenético quase me fazendo gozar, depois ela se virou de costas pra mim, e novamente voltou a sentar no meu pau agora deixando aquela imensa bunda virada pra mim, ai começou a cavalgar fazendo com que sua bunda pulasse na minha frente, eu podia ver seu cu piscando tamanha era a vontade que ela sentava no meu pau, não aguentei por muito tempo aquela visão,e avisei que iria gozar, foi quando ela gritando, pedindo pra eu gozar, ate que não aguentei mais e gozei como um cavalo dentro daquela gorda deliciosa, e sentindo na mesma hora sua buceta apertando meu pau como se fosse com a mão, ela caio sobre meus pés toda suada e quase sem ar.

Fomos para a banheira, tomamos um banho bem gostoso. Começamos a nos beijar, ela beijando meu ouvido falou que eu tinha deixado ela com vontade de dar o cu pra mim. Meu pau ficou duro na mesma hora ela sentiu e sorrio pra mim, se levantou e me puxou nos secamos e voltamos pra cama, ela se ajoelhou na ponta da cama e ficou com a cara atolada na cama, e com as duas mãos abriu bem sua bunda, não perdi tempo e cai lambendo aquele cuzinho rosadinho, lambia por toda a volta dele passava a ponta da linha na entradinha do seu cuzinho, enfiei minha língua dentro do seu cu, ela já não aguentando mais de tanto gemer pediu pra eu foder seu cuzinho, peguei um saquinho de gel que tinha no motel, passei no seu cu, deixando ele bem melado, lambuzei também todo meu pau.

Posicionei ele na entrada do seu cuzinho, senti ele piscando na ponta do meu pau, e comecei a enfiar bem devagar, Ana no começo gemeu um pouco de dor, mas assim que entrou a cabeça eu esperei um pouco pro seu cu se acostumar, depois que parou de doer um pouco ela pediu pra colocar o resto, que como estava todo lambuzado pelo gel, entrou fácil, senti minhas bolas batendo na sua buceta, esperei mais uns segundos, e comecei a foder o cuzinho da Ana bem devagar, e fui aumentado a velocidade e a força.

Ana olho pra traz e falou pra foder ela gostoso, que estava uma delicia dar o cu pra mim, senti que ela forçou seu corpo pra traz, e começou a rebolar, segurei ela pelos ombros e comecei a socar com força, enquanto Ana gritava de prazer, soquei com toda a minha força no cu da minha gordinha, depois coloquei ela de lado deitada na cama, abri uma de suas pernas colocando quase no meu ombro,ela apesar de gordinha tinha muita flexibilidade, coloquei meu pau novamente na entrada do seu cuzinho e fui enfiando cm por cm no cuzinho dela, ela gemendo, enquanto socava no cu dela, comecei a passar meu dedo no seu grelinho fazendo ela gemer ainda mais, enfiava um dedo e depois massageava seu grelinho, ate que avisou que iria gozar, eu também já não aguentando mais gozei logo depois que ela gritou.

Cai por cima da sua bunda, todo suado ela também. Sem tira meu pau de dentro do seu cu eu senti que escorria porra pela sua bunda.

Voltamos para o chuveiro, e fomos embora.

No caminho para sua casa ela ainda me chupou mais uma vez no carro.

Chegamos na sua casa, nos beijamos ela falou que a noite foi maravilhosa e que não via a hora da práxima.

Fui embora feliz da vida. Afinal não e todos os dias que se consegue uma mulher tão boa assim ne.



Mulheres gordelicias que querem conhecer um homem interessante, e sem preconceitos com idade, muito menos peso. E sá me add no MSN ou me mandar e-mail.



[email protected]





bjos



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


transa shopping Interlagos contoconto erotico mulher interesada na porra na bucetacontos eroticos barney comendo bethyconto erotico madrinha pediucontos eroticos coloEnrabei a sobrinha da minha esposa contosContos eroticos casada na excursãoConto da mulata com velhocornosubmissocontotoquei sem querer na bunda de minha sogra contos eroticoscontos eroiticos de gente que participou do d4swingcontos eroticos de incesto dormindowww condos erotiscos garotas mastubandocontos eróticos incesto/dava por dinheirocontos eróticos sobre sobrinhabucetudaContos entiadas apanhando para submeter ao sexowww.porno cuahada virgem estupadalena beijando sua amga gostosomae e filha de fio dental na praia e do padrasto contoconto madrasta fudida a forçacontos gay comendo o muleke do orfanatohttps://cheapjerseysfree904.top/celebritysexstories/conto_2228_com-08-anos-fudido-pelo-irmao-mais-velho.htmlminha esposa ficou toda melada quando pegou outra pica pela vez contos eróticoscontos eroticos gay meu tio de dezessete anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos eróticos com fotos. sou uma mãe rabuda e adoro roludos.conto mulher conta que que dois predeiro comeu seu cuzinho a força contos eróticos minha esposa trouxe sua sobrinha para morar com a genteContos Eroticos fudi amiga da tia choronadei a xana contos eroticoscusudalesbicaCont erot velha viuvacontos gorda feiaRelatos gostosinhos de homens casados mamando cu de boiolinhasporn dpois de ir a padaria com o visinhoCanto erotico do travesti com menino10conto.erotico.tia.sogra.cunhadaVilma metendo dos friston sem ser em desenho o vídeo erótico metendo sem ser em desenhoContos er meu que pitao peludocontos eróticos a mulher do pastor safadacasadeconto heterocontos comi a bunda da minha maeComo ter pernas grossas e quadril largo em 1 mêscontos eroticos padrasto pausudo com menininhashumberto de pau duroconto erotico calcinha neguinhocontos eróticos eu e minha esposa com um casalmelhorescontos eróticos gosando pelocucontos eroticos de patroa velha pegando empregada chupando boceta ate gozar na bocavideo porno lanche na boca. deitada no colo do sogroconto o borracheiro fudei minha esposadespedida de solteira com negros contoscontos eroticos subrinhas virgemcontos sou puta e insaciável por rolacontos incesto engravidando a propria tiaconto o jumento comeu minha esposaContoe d orgias cadelinha e seu donocontos eroticos esposas adora pau grande e muita porra levei ela pra dar pum cavaloconto erotico imcesto gay sexo familia bicontos eroticos de pregadores de seiosprato negra castigando a empregadahumilhaçao viado contos eroticoscomparando paus contosconto porno gay cinemaconto erotico neide safadinhafui na casa de massagem e fui enrabada contos eróticosonto de encesto fui pega minha filinha no preconto erotico negra a cabou com a buceta na siririca regasou a bucetalouca por pica.contoscontos eroticos gozando no cu da coroaconto erótico mãe sapataoMinha cona molhada relatosconto lesbica professora dominadabolinei minha cunhada por baicho da mesa videocontos eroticos amigas ci pegandocontos eroticos eu transei com o meu tio por um celular mais ninguem da familia sabe de nadacontos eroticos meu amante arrombava eu e minha filha e meu marido descubriuchupando mamilos com sofreguidaoDei meu cu gay pro seguraca do meu paisai rápido deixei minha esposa com meu amigo em casa hora que voltei tava até as bolas dele dentro contoContos de pai me banha e enxuga a xoxotamulher sendo forçada a gozar com pirocada de macho amarradacontos eroticos gozei tanto com o meu paiPerdi meu cabaco o com meu pai e arrobadocontos eroticos comendo noracasa dos contos mae e filha xupação de buceta