Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GANHARAM MEU CU NUMA RIFA I

Oi me chamo Bianca, sou morena queimada de praia, tenho 19 anos, moro no Rio de Janeiro num conhecido condomínio da Barra da Tijuca. Eu esta com 19 anos e estudava num colégio tradicional da Barra. Tinha acabado de me transferir como sou extrovertida logo fiquei muito popular tanto com as meninas quanto com os meninos. Todo ano a época dos trotes terminava com o tradicional baile dos calouros como caloura eu tinha que participar e arrecadar fundos para o grêmio minha turma então teve uma idéia inventou uma rifa e o premio da rifa seria eu. Não adiantou eu protestar, estava sendo disputada pela galera. Como o objetivo da rifa eram os fundos para o grêmio o bilhete não era barato custava 30,00 cruzados. Como qualquer aluno(a) podia comprar foram vendidos mais de 150 bilhetes marcaram o sorteio para a véspera do baile. Baile em que eu seria entregue como premio ao vencedor ou a vencedora. Minha irmã como ex-aluna junto com a Andressa compraram 5 bilhetes e perderam a rifa saiu para um bilhete sá. Eu nem dormi direito de tanta ansiedade pra saber quem tinha ganho. Já no intervalo do baile momento em que o dono ou a dona do bilhete premiado teria que reclamar o tão esperado premio. Eu quase cai dura porque 5 alunos se apresentaram como donos do bilhete... eles tinham feito varinha para comprar. O cabeça dos 5 teve uma idéia ... que tal trocarmos o baile por ir pra minha casa ouvir musica já que meus pais tão viajando. Essa idéia foi imediatamente aceita.

Fomos caminhando mesmo porque era perto. Todos os garotos passaram a mão na minha bunda enquanto caminhavam. Chegamos na casa do garoto não era muito grande mas parecia ser confortável. Colocou um disco na vitrola, pegou refrigerante e uma garrafa de vodca colocou tudo sobre a mesa junto com um monte de camisinhas. Eu perguntei pra que era aquilo. Ele perguntou de volta “ adivinha”. E começaram a tirar as calças, em dois segundos estavam todos nus e me apresentaram seus caralhos. Fizeram uma roda envolta de mim para que eu os chupasse. Ai primeiro eu tirei minha roupa para que não ficasse amarrotada, voltei pro mesmo lugar no meio da roda e fui chupando cada um pouco quero que gozem praticamente juntos e me encham a boca. Eram 5 paus diferentes em cor e tamanhos, tinha 1 branquinho com pau fino mas comprido, 2 moreninhos com paus razoáveis em tamanho, 1 mulato co uma pica bem avantajada e u negro com uma pica colossal devia ter perto de 24 centímetros por uns 8. Quando eles avisaram que estavam perto de gozar eu abri a boca e fiquei esperando, eu contei foram ao todo 24 jatos de parra acumulando e enchendo minha boca. Quando o ultimo terminou de gozar eu estava com boca tão cheia que tava perto de transbordar. Sá então eu engoli tudo e mostrei a boca vazia no final.

Quando um dos meninos ia colocando a camisinha eu pedi que parasse e falei que se algum deles tivesse doença eu já teria pego e que não era sá na boca que eu gostava de porra. Eles riram muito, mas acabaram concordando.

O dono da casa disse não são 5 são 6, e explicou que a contada da irmã dele tava muito triste porque tinha gasto toda mesada dela comprando um bilhete e tinha perdido. Daí perguntou se eu me incomodava se ela participasse também. Como eu não me opus, ele chamou sua irmã ela já desceu peladinha e quando chegou perto me deu um delicioso beijo de língua. Ela era linda devia ter uns dois anos a mais do que eu também tinha o corpo queimadinho de praia, olhos verdes e cabelos cor de mel. Deitou no tapete, no meio da sala e me chamou para fazer um delicioso 69. Eu sá tive uma exclamação “que delicia” e deitei em cima dela ficando com a bunda bem empinada. Pedi pra colocarem uma almofada pra que ela usasse com apoio e alcançasse minha buceta com a língua. Também entregaram um vidro de áleo de amêndoa doce pra que ela passasse na minha bunda com fartura.

O dono da casa foi o primeiro a se colocar atrás de mim encostar seu cacete no meu cu e ir empurrando ate o talo enquanto os demais assistiam do sofá.



(continua)

Se você gostou de sua nota e entre em contato comigo pelo email [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos colega gostosa do trabalhoconto fazenda com mamaecomo roçar a bunda de uma minina sem ela reaguir?fizemos sexo bi com um estranho contotouro estrupado uma. gostosa e ela fica muito esitadaapalpadinha na bunda.contocontos exoticos de bebado velhoContos eróticos mão inteira dentroConto erotico agachamento no paucontos perdeu a virgindadeconto eroticocorno me ligou na horacontos eroticos enganoconto erotico viadinho com shortinho e calcinha é estupraadonoite maravilhosa com a cunhada casada contoschantageei e comi a empregada contoMeu sobrinho me confessou que ele e gay e tem vontade chupa no meu peniscontos eroticos de nivinhas transando com cachorropapai descobriu contos eroticosContos de ninfetas dando o rabo no trabalhocontos comeram a.bunda do marido e esposaprimo fagendo sexo com a primacontos eroticos meu dono mama meu leitecontos perdeu a virgindadecontos minha enteada minha amantesou uma putinha gostosa da familiaSobrinho gozando no cu da tia cazadaMinha irma adolecente taradinha em conto eroticohistórias e contos eroticos mae perde aposta pro filhobuceta virgem sendo chupada e descabaçada por coroas contosconto pai comprado calcinha para filha virgemGarotinha do papai conto eroticocontos minha mae se exibindo para mrelatos eroticos/pisar na carataras de ficar olhando outroa fuderofereci meu filhinho pro vizinho contos eroticosconto erotico afeminado esposa dedos no cu consoloconto dei sonifero pra minha mulher dormir e outro comer elafreira sedutora conto eroticocasada aguentando um pau enormeconto erotico professora de reforçovideo porno minha vizinha mim vizitou aki em casacontos de incestoMinha mãe e eu no carro 2titio pedia q eu sentasse no seu colo e fazia cariciasConto mae solteira mulher do papai em segredo sem saber que era travestis contoconto erotico incesto casal estupra cunhadinhacontos erotico fui concertar s torneira da vizinhaContos freira taradacontos porno dei boa noite cinderela para meus pais e comi minha maeconto minha fulha e seu namoradoconto gay metemos todo diaconto comendo a dona do barSou casada fodida contoCazada deu para o cu para opedreiropiroquinha despertando contosFui estrupada pelas empregadas contos eróticoscheirei a bunda da gorda conto eroticocontos eroticos amigo gay experimentou meu biquineporno de mae e filho em cradrinho fliperamacontos porno gratis evangelicas submissas e chantageadasporno contos eroticos encerto descobri que meu marido que ser cornotodos os contos eróticos de amor com Netinho f******contos/ morena com rabo fogosofotos de coroas branvas.dr sutian e.causinha na camspodolatria entre famililia contos eroticocontos de menina crenteconto erotico com o velho padrinhoqueria ser cornobundinha com calcinha sensual da virgemp****** do papai contos eróticosContos erroticos de prinos e prinas sexosogra contosfisting a mao no reto contos eroticoscontos eróticos com homens de pinto muito muito grande fora do normalprofessor nao aguenta e transa com o aluno gay-contoeroticogaycontos eroticos comi o cu da minha avogay sexo contos novinhos revistasContos erotico me exibi pro taxistacontos eróticos namorada escola amigoscontos a devassa do analdeixei a nifetinha me mamar contoscontos na roça coçando a rolaSou casada mas bebi porro de outra cara contosmeu filho me comeuconto erótico encoxada roçando a glande seios lindos rebolando gostoso