Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

POLICIAL DO ôNIBUS

Sou Pedro, 19 anos, 180cm de altura, branquinho, olhos claros, cabelos pretos e em forma (nem gordo e nem sarado). Estava voltando pra Viçosa-MG, cidade em que estudo, de ônibus normalmente, quando entra um policial fardado. É comum que policiais entrem como caroneiros em ônibus, por isso ele ficou em pé, bem ao meu lado.

Assim que ele parou eu percebi a mala dele. Dei uma checada em seu rosto e seu corpo. Era bem saradinho e com uma carinha não muito atraente, mas qualquer pessoas com farda fica bem, não é verdade? Com a sua mala na altura do meu ombro e quase do rosto, ficava secando a todo momento. Até que o primeiro passageiro passa atrás dele. Meio que sem querer, creio eu, ele encosta sua mala no meu ombro. Olho pra ele com cara de aprovação e ele corresponde. A partir desse momento, toda curva e todo passageiro que passa é motivo para que ele esbarre a mala em mim “sem querer”.

Depois da terceira ou quarta vez, sinto que o volume começou a dar sinal de vida. Fiquei ainda mais empolgado e mais malicioso nas ocasiões em que acontecia mala e ombro. Umas três cidades antes do meu destino final o tal policial desce, mas não antes de fazer sinal para que eu o acompanhe. Normalmente seria uma loucura fazer isso, afinal de contas eram três cidades antes do meu ponto. Porém não pensei duas vezes e fui atrás dele. Ele andando pelas ruas, mostrando o caminho, e eu atrás, carregando minha mala e tudo mais. Umas quatro ruas depois ele para em frente a uma casa, me mostrando onde eu passaria a noite. Ele abriu a porta, entrou e esperou que eu entrasse também.

Não esperou nem que eu deixasse as malas no chão e já me agarrou em um beijo dos mais quentes que eu experimentei até hoje. O cara, acima de tudo, tinha uma pegada fdp. Nos roçamos muito, até que ele foi, ainda sem dizer nada, me conduzindo até seu quarto. Era uma casa bem simples, do tipo que a pessoa sá pernoita, já que mora em outra cidade. Mas a sua cama tinha alguma coisa especial. Talvez a experiência de um dono que sabe fazer as coisas.

Foi tirando a minha roupa enquanto eu ia tirando a roupa dele. Beijos intermináveis e deliciosos. Arrisquei um pouco mais e fui beijando todo o seu corpo. Realmente era sarado. Peitos maravilhosos, um abdômen invejável e um pênis delicioso. Não era exageradamente grande, devia ter uns 1819cm. Era reto e possuía uma cabecinha rosada, linda e grande. Seus pentelhos eram bem aparados, mas ainda com aparência máscula (odeio totalmente depilados).

Chupava furiosamente enquanto ele gemia. Bolas, corpo e cabeça. Era tudo meu e eu estava me deliciando. Ele resolveu fazer o mesmo. Me jogou em sua cama de barriga pra cima e me chupou todo. Tive que segurar muito para não gozar logo de cara. Ele realmente tinha a experiência que aparentava. Depois de dez minutos me chupando loucamente, me colocou de bruços, pegou uma camisinha e gel e veio ferozmente pra cima de mim. Não tinha como resistir àquela ação, e na verdade eu nem queria. Pela primeira vez ouço a voz dele falando “Que cuzinho maravilhoso” e começa a enfiar, pouco a pouco, para que nem eu e nem ele sintamos nenhum tipo de dor.

Trepamos em todas as posições possíveis: quatro, lado, bruços, frango assado, e outras que eu nem sabia que existiam. Ele gozou, depois de algum tempo, em meu peito. Nos beijamos por mais algum tempo e ele pediu que dessa vez eu o comesse. Fui ao delírio. Não esperava que um cara gostoso e machão daqueles pedisse uma coisa do tipo. Na mesma hora peguei a camisinha, coloquei e segui os mesmos procedimentos que ele. Gozamos juntos, dessa vez no peito dele. Nos beijamos por mais algum tempo e eu dormi por ali mesmo, de conchinha a noite toda.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


vem ver meu corninho contoesposa bebada e seria sendo chatageada no churrasco contocuzinho doido por pica cdzinha contoo amigo do meu marido comeu meu cu/contoscolega guspindo dentro do útero da minha esposa contoconto erótico dormindo na casa do namoradomulher deficient sendo arronbada pelo negaocontos eu papai e meu marido na camarelatos reais minha eaposa pediu pro amigo comer o cu virgem delawww.goroa nis Sogra fudendoContos eroticos de mulheres sendo abolinadas no onibus lotadoscontos de sexo anal bissexual com mulheres gordas comendo marcomendo escondido a mulher do meu irmão contosconto com onze anos trepei gostoso com meu padrasto que gozou na minha buceta inchadaContos eróticos puta submissa incestocomtos de fodas com travetis e mai e pai e filhoshomens apanhados a pila na maotravesti arrombou meu marido contoconto a sobrinha da bucetinha cheia de porratrai meu maridono shopping contoscontos encoxada com o maridoanal duplo com travestis conto eroticopegador um boquete a irmã chegar na horacontos como dopar maridocontos de incesto dez anoscontos eroticos estuprada e gemendo gostoso issooo vaiiii nao paraconto erótico dormindo na casa do namoradoContos eroticos louco por seios procadocontos eróticos dfcontos eróticos de pai e filhaconto grelo e pau grossoConto dei para o porteiro velhocontos mãe potrancacontos eróticos lado solteira e sua filhinhaXvideo.com carente se masturbando desfarcadamenteme comeramdormindo contoseróticosconto erotico estupardosobrinho batendo punheta com as sadalia de salto da tia conto eroticocontos eroticos com a velha vizinha cabeludaminha vadia jemendo muito contos eroticosvideornposscontos eroticos extremomeu irmão timido conto oeroticocontos picantes com esposa na praiacomo fazer esposa chupar oitra mulherXVideos um gay viu uma mulher rabuda e ficou tensoconto erotico gay: peguei carona e paguei com o cuzinhocontos eroticos homem casado dando para o primoconto erotico filha mamae me ensinou a ser putinha parte 2relatos eróticos determinada por um negão roludomenina tomando banho de calcinha conto eróticosCasada narra conto dando o cuputa irmão contoolhei aquele pauzao do cara meu marido nao percebeueu gordinha arregacada por um roludo contosconto guey jogador chupa adversário no vestiáriocontos eróticos sou mais p*** das p**** meu marido sabe dissocontos eróticos encaixada viado da bunda grande no ônibuscasadas piranhudas e cornos submissosdeu pro vizinho trans e ficou grávida contosporno gay filho do patraoConto erotico novinho cdcontos eroticos minha mulher com roupa curta e decotadacontos erótico pequenaconto erotico espos e o coroa pauzudoconto comi minha amiga peludaminha namorada fudeu com o primo dela contoscontos eroticos homem casado dando ocuvaselina conto héteroconto erotico cadelinha loiraconto erótico homem gordo nojentoPerdi meu cabaco o com meu pai e arrobadovideornpossMeu+padrasto+me+comeu+quando+eu tinha+oito+anos+conto+eroticocontos eroticos de namorada fazendo sexo pelo celular com o namoradoCaso canto erotico pau grossoContos gays meu tio coroa caminhoneiro de jeba tirou meu cabáço.Sou casada e chupei dois caralhos ao mesmo tempoContos gays meus caminhoneiros coroas de jeba enorme no parque.contos eroticos traindo o marido no onibuscriola no cuinho nao e nao guentoconto gorda restauranteverdade ou desafio com as primas novinhas contos contos erotico meu marido nao dava no courodei cu de fio dentax coroa tranzando com entisdochupando até ela gozar dirá cx aodamigo andre me comeu conto gayContos eroticos de gravidas mulatasenrabada no intercambio contosconto erotico de medica lesbica da bucetona e o grelao comendo sua enfermeira do cusao e peitudachorei mas dei o cu contoscontos na roça coçando a rolacontos sexo a papai vai doer não cabeconto erotico mulher de 65 anoscontos meu marido ajudou amigo dele me comerrelatos eroticos de traicao consentida