Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

LUA DE MEL NO RESORT III

Fomos em direção á praia, caminhando na noite escura, em silêncio. Eu tinha muito que pensar e reavaliar, afinal estava em lua de mel há quase 72 horas e tinha permitido e visto

mais de 5 homens a transar com a minha esposa. Sendo que um deles já estava “namorando” ela.

Paramos num quiosque e a Miriam sentou na mesa encostando no apoio do gurda sol imenos que nos abrigava da garoa fina que caia. Batia uma luz distante sobre o corpo da Miriam e não pude deixar de reparar de como ela é linda. Sentado na frente dela numa cadeira ela suspirou exausta e sorriu;

- Amor, tenho que te agradecer.

- O que ? meu bem.

- Quero te agradecer por você deixar eu ser o que sou. Mas primeiro quero te perguntar se

você está gostando de me ver transando com outros homens ? Está ? Quero que você seja

totalmente honesto e me responda se gosta de ser corno ?



- Bem, sim (encabulado e meio incomodado com a direta dela).



- E porque gosta de ser corno, meu amor ? Te excita saber que quando trepo com outros homens eu gozo gostoso no pau deles ? Te excita saber que fico toda arrepiada quando um macho enfia o pau dele no meu rabo para esporrar ? Enfim, te excita saber que a sua esposa é na verdade uma putona, piranha desavergonhada ?



Fiquei em silencio por uns segundos, mas o mundo passou pela minha cabeça. Ali estava a mulher mais linda do mundo, a minha mulher, se abrindo e se mostrando como ela realmente era. A beleza estonteante do corpo perfeito, a perfeição dos traços faciais, o cabelo lindo e um sorriso perfeito. Me senti dominado e sem qualquer poder de resistir.



- Sim, amor, acho que sim, respondi apenas para quebrar o silencio.



- Porque então você me permite ser o que sou ? perguntou ela.



-Ser o que meu amor ? perguntei.



- Ser Piranha, Puta, ser alguém que satisfaz outros homens mesmo sendo casada com você !



- Olha, já pensei em muitas coisas mas acho que é porque quero ver você feliz e satisfeita. Isso me satisfaz plenamente. Respondi.



- Então ta bom, disse ela. O fato de eu gostar de fuder com outros homens não te incomoda então ?



-Não amor, não me incomoda.



Ela levantou um pouco e tirou o vestido e disse;

- Olha bem para o meu corpo, olha os chupões e as marcas das mãos dos machos que me comeram hoje.



Olhei e realmente a pele dela tava toda marcada, Os bicos dos seios estavam avermelhados e inchados, o pescoço cheio de chupões, havia ainda restos de porra pelo rostos, no peito e nas coxas.



Ela sentou na borda da mesa e disse:



- Corninho, guardei uma coisa para você, tô cheia de porra ainda e você vai lamber tudo. Ta saindo muito da minha xoxota e do meu cu. Mas quero que quando você esteja sentindo o cheiro e o gosto da porra na sua língua e no nariz, você lembre do visual da sua esposa, de quatro sendo enrabada por uma piroca imensa enquanto chupava outra.



Ela puxou a minha cabeça para o meio das coxas e me mandou chupar. Quando coloquei a língua na xoxota dela, essa se abriu e começou a despejar uma quantidade enorme de porra na minha boca. A boceta dela estava inchada e vermelha, mas o que impressionava era a quantidade de porra ainda guardada. Ela levantou as pernas um pouco e disse;



- Agora o meu cuzinho. Limpe toda a sujeira que os machos deixaram lá. Deixe a sua mulherzinha limpinha !



Enfiei a língua no rabão da Miriam e mais uma vez a minha boca se encheu de porra. Ela mandou limpar as coxas e os peitos “para ficar limpinha”. Meu pau parecia explodir no short. Ela levantou e correu para a água, mergulhou e voltou em seguida. Pediu para a chupar novamente porque o sal estava queimando a genitália castigada.



Depois ela me mandou ficar de pé e tirou meu short. Colocou meu pau na boca e chupou, mas para variar eu estava hiperexcitado e esporrei em menos de 3 minutos. Ela levantou e me segurou pelo pescoço. Em seguida me beijou, colocando minha porra na minha boca.

As nossas línguas dançavam, lubrificadas pela porra e logo os lábios e o rosto de ambos estavam completamente cobertos. Meu pau ficou duro denovo e já transtornado pelo desejo, coloquei a de costas e penetrei aquela bunda maravilhosa. Consegui ficar uns bons 19 min metendo até que senti ela gozando e não tive jeito. tive que gozar também.

Ela colocou o vestido e disse que estava com fome.

- Vem meu corno, a sua puta tá com fome, disse ela !

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico meu marido gio o pau enorme do seu cunhado para meu cu e minha buceta eu fiquei toda larga e arrombadacontos eroticos corno meu marido nao viucontos eroticos comecei bem novinhaConto Erotico Sou Morena A Gostosona Da Favela E Dei Minha Xana Pra Um Branco Do Pau Grandeloira cris casada fode com negao contos eroticostravesti bem dotado chupando o c****** da mulher do cumolicescontos eroticos comi o menino mais novoeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestocontontos eroticos fui levar meu amigo bebado en casa tracei a mulher escandaloza delecontos eroticos fui com meu sobrinhoconto erotico amigo pauzudo do marido comeu eu e minha filhacontos eroticos de novinhas sem calcinhacontos eroticos minha esposa minha cunhada e euesposa e filha de fio dental e eu contoscontos eroticos gay o velhinhocontos eroticos menininha na viagemmeu gringo gostoso me chupoucontos o pau do enteadocontos enquanto dormiacontos eroticos peguei meu marido chupando os peitos da prima deleporno babalu pede pra não gozar antes do tempoconnto erótico irmãos gêmeoscontos erotico comi cu da tia no conventocontos eroticos safadinhaassistir vídeo pornô travesti da rola Gabs cabeça de graçaContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar os pes bonitos de primascontos eroticos transformei meu namorado na minha putinhapegando a amiga camila com rabao empinadocontos prima coloContos comendo professoras do ecino fundamentalConto meu sogro cumeu minha esposa na cachoeiraele.a.comeu.contoscontos me faço de recatadacontos..... chorei quando uma mulher me chupoucontos eroticos humilhadaconto erotico samuelSebastião, o vaqueiro que gostava de cavalgar 2cdzinha feminizadacontos eroticos comi o gay e virei namoradomarido chupando a x*** delaporno contos eroticos fui enrabada pelo meu irmaoXvidio irmã sozinha paiminha sobrinha pediu para mim gozar na calcinha dela contos eróticoscontos..... chorei quando uma mulher me chupoucomo o magrinho me arrombou a buceta contoscontos eróticos cheirando a bunda de minha sogracontos/ morena com rabo fogosovideo de cunhadoxcunhadatraicao engravidar porn contosdevolvendo esperma no pau do bem dotadoenfiado a buceta na grafi de cama xvidiocontos de Huum Pauzao papai ..ai mete vaiArrombei a casada crente contosficando com o hetero safadoconto gay video porno juazeiro-ba dei carona a preta e comi ela no carrocontos enrabado na saunacomtos eroticos...mulher trai porcausa di sexoContos de metidas nos cuzinhos inocentescontos eróticos gay meu macho peludo do caralh grosso e cabeçudo me arrombou todo no carnavslwww XVídeo pornô o tio f****** a sobrinha foi bonita e de Menorconto gay dei para meu filhocontos de strayxFodida no cú por um pau preto e grande Conto erótico heterossexual.Sentir tezao por tênis feminino e normalsendo putinha do papai e dos tiossexo gostoso contoswww.contos encoxadas na pescariaMe comeram ao lado do meu namoradocontos fofinha menina de dez anosTennis zelenograd contoconto casa de praia estouro cabaçohome pega amulher de com o melho amigo transano e fi loucocontos eroticos gay meu tio queridocontos.eroticos.de muleres bem.velhas.transando.cm legumesContos de sexo virgem dor extrema membro grosso teen incestoconto erotico estuprada de biquíni