Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

RAFAELA MINHA PRIMA

Rafaela a minha prima preferida.

Sá ela sabe como fazer.





Bem, tudo o que aconteceu aqui tentarei descrever para assim vocês tirarem as devidas conclusões. Me chamo Rodrigo e me lembro-me que na época eu estava com meus 9 anos e minha prima Rafaela com 19 anos, ela sempre foi muito ousada em tudo o que fazia e sempre procurava chamar atenção, era uma garotinha muito sapeca para sua idade. A nossa avá morava um pouco distante de minha casa, e sempre que minha prima vinha passar as férias em minha cidade, era na casa da nossa avá que ela ficava, ela era filha da irmã de meu pai. Como de costume sempre se reuniam muitos primos e primas em época de férias, eu adorava muito isso. Nás durante todo o dia queimávamos muitas energias com as nossas brincadeiras e à noite deitávamos todos em um enorme quarto, e eu sempre me colocava ao lado de minha prima, e na maioria das vezes dava certo. Eu tinha uma afeição muito grande por ela, eu lutava contra meu sono e ficava esperando ela dormir e assim que ela dormia, eu logo que começava a bolinar ela, eu começava sempre pelos cabelos e em seguida ia descendo minhas mãos até a boca, pescoço, acariciava sua barriga e quando estava todo excitado com a situação, eu sem pensar logo levantava a camisolinha dela e com muito cuidado passava uma de minhas mãos sobre a calcinha dela e quando percebia estava com os dedos na vagininha dela, acariciava por cima da calcinha e com cuidado bem devagarzinho eu afastava um pouco a calcinha e assim podia colocar meu dedo naquela vagininha lisinha sem pelos alguns.... Eu mesmo com meus 9 anos me excitava muito e já ficava com meu pintinho duro, não sabia fazer direito, mas procurava fazer igual ou parecido como eu via nas revistas e em filmes da época, enquanto acariciava a vagininha dela, com a outra mão eu me masturbava e também pegava a mãozinha dela e fazia ela me masturbar dormindo. Eu adorava muito tudo aquilo. E assim os anos foram se passando e nás fomos crescendo mas nunca deixávamos de brincar nas férias. Nos dias de hoje, minha prima esta com seus 43 anos e eu com meus 41 anos. Sempre que nos encontramos nunca tocamos no assunto das brincadeiras das férias, pois sempre achei que ela se fazia de que estava dormindo, pois inúmeras vezes eu sentia que era retribuído com as caricias por parte de minha prima. Teve uma vez em que estávamos todos dentro do quarto e então resolvemos brincar de cabaninha, nessa época nossas idades eram eu com 19 anos e ela com 19 anos, e minha prima foi muito descolada com assuntos de sexo ou coisas do tipo. Em certo momento da brincadeira quando estou entrando debaixo dos cobertores, sinto alguma coisa pontuda encostar em minha costa, me assustei e virei rapidamente e para minha surpresa estava minha prima sem sua camiseta e sem o sutiem, pude ver através de toda penumbra daquele quarto toda a silueta de seus seios, seios estes que estavam ainda crescendo, pois eram pequenos e bem durinhos. Fiquei sem jeito e ela logo me disse que eu poderia estar tocando neles mas sem apertar, pois estavam doloridos devido seu estado emocional ou algo assim do tipo, pois ela não me disse nada. Foi ai que mesmo tremendo todo eu comecei a tocar em seus seios e podia perceber ela toda arrepiada, eu contornava com meus dedos os biquinhos dos seios de minha prima, eu enchia minhas pequenas mãos com aqueles peitinhos durinhos, e logo quando percebi estava com meu pinto todo duro e ela também percebeu, pois em certos momentos ela se esquivava de meu corpo quando ia ao encontro do seu. Não forcei nada naquela noite, apenas ficamos ali muito tempo e eu a acariciar seus peitinhos . depois nos deitamos e dormimos muito. Quando pela manhã acordamos e apás cada um ter ido ao banheiro, fomos tomar café e depois conversar um pouco, falamos sobre o ocorrido e ela logo disse que seria diferente depois desta noite. Fiquei abalado pelo fato dela ter me falado, mas ao mesmo tempo gostei muito. Fiquei muito ansioso por chegar logo a noite e assim brincar novamente com minha prima, já durante à noite estávamos assistindo TV todos na sala e quando minha prima se levanta e diz para minha avá que estava com dor de cabeça e que iria pro quarto dormir mais cedo, fiquei chateado e perdi o rebolado com a situação, ali fiquei a terminar de ver TV e quando percebi minha avá estava dormindo no sofá e então acordei ela e ela se levantou e foi se deitar no quarto dela, desliguei a TV fui ao banheiro, tomei um copo de água na cozinha em seguida e fui para o quarto me deitar, abri a porta do quarto e vi que as luzes do abajur de cabeceira de minha prima estavam acessas, então fui em direção e apaguei as luzes do abajur e sem querer enrosquei meu chinelo em uma das pontas do lençol que estavam caídas pelo chão, e num movimento rápido descobri um pouco minha prima, quando percebi ela toda deitada praticamente nua, ou seja apenas com uma calcinha fio dental que demonstrava todo potencial de sua linda bundinha, fiquei impressionado com a cena e então logo meu pinto ficou duro e então retirei ele de dentro de meu calção e comecei a me masturbar ali mesmo aos pés da cama de minha prima, ela com aquela bundinha voltada pra cima e aquilo me deixava muito louco de tesão, fui me aproximei dela e me abaixei e dei um beijo de leve naquela bundinha e foi ai que percebi que estava perto de gozar, estava tão alucinado de prazer e tesão que nem pensei em evitar que o jato de porra saísse sem rumo, e para minha surpresa e azar ao mesmo tempo, o jato de porra caiu sobre as pernas e um pouco sobre a bundinha de minha prima, fiquei com medo dela acordar, fui até o banheiro e peguei um pouco de papel higiênico para limpar minha prima, ao retornar no quarto tive uma outra surpresa, minha prima estava acordada e sem roupas ou seja tinha retirado a calcinha fio dental e de frente para mim ela veio em minha direção e eu sem saber o que fazer, foi quando ela me disse nos meus ouvidos de que estava todo tempo acordada e sentiu muito tesão em saber que alguém estava olhando e se masturbando vendo ela deitada e com a sua bundinha a mostra, em seguida ela se abaixou e retirou novamente meu pinto de dentro do calção e começou a manipular com movimentos de vai e vem e quando ela percebeu que ele já estava todo duro novamente, ela o colocou na boca e começou a me chupar... foi o boquete mais gostoso que recebi na vida até hoje, vindo de minha prima, ela se contorcia e ao mesmo tempo com uma das mãos ela se masturbava e eu ali em pé sem fazer nada... foi quando num gesto muito rápido por parte de minha prima , ela retirou meu pinto duro de sua boca e me puxou para a cama, me deitei ficando de barriga para cima e ela logo deitou sobre mim na posição invertida e colocando aquela linda vagininha em minha cara, lembro me de que tinham poucos pelos e a pele era toda rosadinha. Lembro que foi a melhor coisa da época em minha vida... ficamos ali a nos chupar um ao outro por várias horas, ela me chupava com muita vontade e sabia como fazer... eu já era um pouco inocente, mas procurava fazer direito, eu podia sentir todo o tesão de minha prima em sua vagininha que estava ardendo de tanto prazer e tesão mesmo pois a cada passada de minha lingua em seu clitáris ela soltava um gemidinho e me segurava forte... Ficamos ali a noite toda e tivemos muitos orgasmos.... os dois juntinhos... já quando estava prestes a amanhecer o dia saímos do quarto e fomos tomar um banho os dois juntinhos...não tivemos penetração, mas ali no chuveiro rolou outro boquete em baixo do chuveiro, foi muito bom tudo o que aconteceu naquela noite. Depois dessa noite tivemos outros momentos de prazer, mas estarei a contar em outros relatos. Pois foram muitos momentos de prazer entre eu Rodrigo e minha prima Rafaela. Sá lembrando de que estou hoje com 41 anos e minha prima com 43 anos e ainda temos muitos encontros maravilhosos... mas nunca tocamos no assunto de encontros anteriores... principalmente os de nossa infância e juventude... época maravilhosa essa que passou... agora são sá recordações e aqui estarei a dividir um pouco com vocês...



Bem, espero que tenha gostado de mais um relato aqui descrito por mim e lembre – se de que fazer sexo seguro é fazer sexo com cuidado, ou seja desde a escolha do parceiro ou parceira e sempre estar a usar o preservativo como forma de estar evitando as doenças sexualmente transmitidas durante as relações sexuais...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erotcos de estrupo de virgemconto erotico esposa come marido com cenouraconto erotico viadinho usa calcinha na borrachariaContos erotico ksada de mini saia cuzinho no buzao contos eróticos eu comi a secretária do meu paimenina cabaco ralando a calcinha no pau do amigotarado.tira.vigidadi.da.entidas.novinhas.come.o.cu.elas.gritaentão toque consulta paciente e chupa b***** no pacientebebadas na piscina contosMelhores contos eroticos sobre bem.dotadoTennis zelenograd contoconto enfrentando um pau grossoconto gay dopeibosque conto heteroContos eroticos podolatria no hospitalconto erótico dominando casada bravacontos erotico frentistacomendo minha sogra ruiva de 52 anos coroa mais gostosa do brasilconto conto erótico e história comendo a mulher do meu amigo analdei a xana contos eroticosdei o cuzinho para varios conto eroticoscontos eróticos funcionáriacontos de menininhas sentando no colo de homenscontos er gozando na boquinhaconto eroticoeu pai me estuprou gaycontos com fotos flagrei meu marido com a viúva do vizinhoContos eroticos tetas roxasconto erotico rosadinho troca trocacontos amante da sogra desde antes de casarcontos eroticos familia camping nudistacontos eroticos crente coroa peidando no paucontos eróticos dezoofilia menina mora no sitio real amadoConto de homem de deu para Fabiola voguelcontos eroticos - isto e real - parte 2contos eroticos pegei meu vizinho cheirando minha calcinhaconto erotico o negao deixou eu brincar com seu pausaomimi apaixonei pelo novinho de pau grande contos gaychupando pintaoooalgus dono de escravos estrupavão escravasmeu amigo viu o bucetao da minha esposa contocontos eroticos bumda arebitadaswww.contoerotico.pai e flha na chacaracontos eroticos de padrinhos iperdotados comendo casais e comadresconto porno gay putinha de váriosconto corno cruelcontos eróticos fragei meu tio comendo minha tiameu grelo est louco de tesaocontos a foda com objetosContos incesto a vadia puta do vovôcontos da molecada comendo as meninascontos eroticos fui estupradacontos eroticos fazendeiras europeias fodendo com pretos em africafudeu e gozou dentro do cuzinho do barbeirosentei na rola do padrinho contos eróticosesposo liberando a esposa para viajar contocontos erotico de mulher traindo marido n onibusPutinha desde a puberdade contos eroticosconto jogava video game dando o cuEnsinando minha soblinha bunda grande a andar de carro contocontos eróticos esposa e um amigo gaypadrinho comer afilhada cem pentelhoContos erótico minha enteada meu colo .contos porno esposas estuprados submissoscontos Eroticos com 3Homems e uma mulherMulher quadril fino buçeta arreganhada suco de uma magrela trepando em pornô famíliacontos com fotos no carnaval levei chifrecontos erotico eu minha esposa e meu primoconto gay negao casado deuvelha aqueles tempos do capô de fusca bem rapadinhapornô de Juazeiro meninas gostosinhas na realidade lado da cidade de Juazeiro da Bahiacomi egua nova contoconto erotico chupei uma sobrinha de nove anos q fez xixi na camacontos gay irmao mais velho bebado contos transei com velha e buçetudaComtos eroticos com cumada novinhacontos arrombado por cdpapai no cuzinho de mamãe contosnovinha transando pela primeira vez e goza muito de queixocontos eróticos verídico no escritórioconto erótico de pai fazendo o filho gay patinhaquelegal vouponhaamigas pegao mendigo na rua da banho e depois/punheta/elecontos eróticos de incestoreal