Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMO FOI DIFICIL DAR O CUZINHO

Sempre tive vontade de dar a bunda, me masturbava enfiando objetos e rebolando bem gostoso imaginando que estava com uma rola no rabo, mas quando estava trepando e tentavam colocar na minha bunda eu disfarçava, segurava a rola e colocava de novo na buceta.

Tinha medo de sentir dor, devido a algumas historias que tinha ouvido, mas não conseguia parar de me masturbar imaginando uma rola atolada na bunda.

Um dia, para ser mais exata, num domingo, eu e meu marido (na época éramos namorados) estávamos na casa dele e deitamos no sofá, na posição de conchinha, bem juntinhos, para assistir televisão. Sentia seu corpo bem colado ao meu, sua respiração no meu pescoço e suas mãos acariciavam meus seios.Então comecei a sentir sua rola bem quente crescendo e roçando em minha bunda.

Naquele momento nem me lembrei da possível dor, queria apenas sentir aquela rola em minha bunda, estava completamente tomada pelo tesão,sentia minha buceta pegando fogo e completamente molhada.Não falava nada, gemia baixinho e me esfregava cada vez mais naquela rola quente e tesuda. Nunca tínhamos tentado nem conversado sobre sexo anal e eu mal podia acreditar que finalmente iria sentir uma rola de verdade em minha bunda.

Ele puxou a minha calcinha para o lado e começou a forçar sua rola de encontro a minha bunda bem sutilmente. Ele também não falava nada, apenas me acariciava, gemia baixinho, se esfregava em mim, que completamente tomado pelo tesão me empinava cada vez mais, forçando a minha bunda contra a sua rola. Já podia sentir a cabeça da rola entrando no meu cú, quando começaram a chamar por ele no portão. Paramos na hora, porque como não estávamos sozinhos na casa, sabíamos que não teria como fingir que não tinha ninguém.

De noite quando ele foi me levar embora, ficou um clima de frustração, mas não tocamos no assunto.

Nos dias seguintes não podia acreditar que aquilo tinha acontecido, minha vontade de dar a bunda sá aumentava e eu queria encontrá-lo novamente para terminar o que tínhamos começado.

Por compromissos de trabalho sá pudemos nos encontrar na sexta –feira. Primeiro fomos a um barzinho onde estavam vários amigos dele. Não tínhamos combinado nada para mais tarde, mas tamanho era o nosso tesão fomos de lá direto para um motel.

Nos beijamos, acariciamos, esfregamos feito dois animais, sem tocar no assunto tão desejado- a minha bunda.Tínhamos bebido e eu estava completamente molhada, quente.Ele tinha a respiração bem ofegante a rola dura e percorria meu corpo com a as mãos, até que me deitou de bruços e começou a fuder minha buceta, que como disse estava encharcada . Trepamos de um jeito que nunca tínhamos trepado, gemíamos, suávamos eu rebolava, quando ele sutilmente tirou sua rola da minha buceta e começou a esfregar no meu cúzinho.Eu empinei a bunda forçando cada vez mais o meu cuzinho contra rola dele, até que finalmente senti que começava a entrar.Sentia meu cúzinho se abrindo e uma rola grossa e quente entrando, não sentia dor apenas prazer, queria mais e mais.Ele colocava bem devagar, mas não parava ia forçando me fazendo delirar de tanto tesão,e colocou tudo bem gostoso.Eu estava com uma rola atolada na bunda e rebolava para sentir ela dentro do meu cuzinho, se esfregando na beirada do cú e ao mesmo tempo esfregando meu grelinho contra o lençol.Ele gemia e forçava seu corpo contra o meu.Pude sentir gotas de suor que caíram de seu rosto nas minha costas de tanto tesão que ele também sentia.Eu alternava entre reboladas e empinadas e pude sentir um calor que subia pelo meu corpo, fazendo- me tremer e explodir num gozo que aconteceu junto com o dele fazendo-me molhar o lençol e ficar com o cúzinho cheio de porra.

Trepamos a noite toda, dei a bunda para ele mais 2 vezes naquela mesma noite ficando com o cuzinho doendo de tanto dar.

Então descobri que amooooooooo dar a bunda sim e gozo muito com isso...

Rebeca.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Dei o cu pro policial, quase me rasgacontos eroticos comendo o cachorro da ruacontoa eroticos irmao do meu amigo arrancou meu cabaco gaymimi apaixonei pelo novinho de pau grande contos gaywww.na xota da mamae contominha irmã no meu colo contisesposa safada e bebada liberando na festa de confraternizacao contoContosEroticos.ORG gay sou submisso ao meu pai madurocontos eróticos incesto minha putinha dengosafamilia naturista conticontos-chantageei minha enteada e comi o cúzinho dela virgem e ela gritou de dorconto esposa nua no sitiotravesti putinha passiva de minisaia pornoconto erotico flaguei meu marido masturbando nosso dogContos porno minha noiva bebadaContos eróticos meu cunhado me viu fazendo siriricacontos eroticos gratis de pai mae e filha trepada maravilhosa parte2 contos eroticos de negros na praia de nudismomurhler.abusada.estrupradoconto erotico beijei minha irma dentro do tremminha irma envagelica encestocontos sexo esposa e maeconto gay papai gosta que chupem o pau delecontos sentando no colo novelaporno fudendo o cu da estavaneera menina meu primo batia punheta pra mim olharcobto eróticos. chupei cu do meu maridocontos eróticos gay comendo o cu do garoto oferecidocontos na lua de mel fizemos swingconto chantagem com a patroaContos e fotos de sexo no carnaval mtaputariacontos eróticos de bebados e drogados gaysfui pintar a casa da minha cunhada com ela e minha esposa e o marido dela cantos eroticosPiru grande p titia contoscontos eroticos da iniciacao gaycasa dos contos virei vadia do meu filho e estou amando ele adhome subimisso bebi xixi da rainha Contos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindocontos dei pro pastor alemoChupei Contosmeus amigos me comeram sem do gay contos eroticoscontos eróticos sobre irmã bucetudaconto erotico professoracontos eroticos inseto padrinho molestando afilhadanão aguentei e chorei na dp anal contosirmã a mais gostosa da familia a mais gostosa da sua conto eroticocontos por causa da chuva comi um cutanguinhas usadas da minha mulher contos eroticosdei para um cavalo contos eroticocontos eroticos cu de mulher com bostacontos eróticos de novinha dando para garanhãocontos com fotos travesti xexo com a mae da sua amigaporno doido em cabines chupando e dando a buceta por buracos de paredescontos eroticos trote da faculdade comi o cú da calouravelhinho roludo comeu minha namorada contos iniciantescontos erotico castiguei a buceta da vadiacontos velho comendo novinha casadapeguei minha amiga dando pro meu pai e acabei dando tamb contoscontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoum bode fudendo variss cabritinha vigemDona Florinda chupando a rola de Seu Madrugaxoxo-tas carnudas pedindo pica no rabo gordoconto erotico de esposa eu nao queria ser cornocontos fudi minha cunhada emplena lua de melcontoseroticossandybuceta gegadecontos não aguentei o pau do meu pai inteiro dentro de mimconto zoofilia fazenda a forca sexochefe e demissao conto eroticotia bate no casa sobrinho contoaventuras com travesti Portugal contoconto erotico corno mi ajudouconto erótico como chupei pela primeira vezmulher se esfregandono travesseiro conto