Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRAINDO O MARIDO SEM CULPA

Sou uma mulher casada há 25 anos...

Apesar de ter mais de 40 anos, ter filhos, e de nunca ter me cuidado, tenho um corpo em forma ainda. Sou clara, 1,65m 58 kg. Uma bunda considerada bonita, pernas grossas.

Sempre fui fiel e nunca havia olhado pra outros homens...

Mas de uns tempos pra cá, venho imaginando como seria transar com outros homens...

Comecei a ler alguns contos eráticos, assistir filmes... Ficava tentando estimular meu marido a ser mais criativo, a variar um pouco as relações, afinal 25 anos é muito tempo!

Mas por mais que eu tentasse ele não colaborava. Quase sempre do mesmo jeito.

Minha imaginação estava cada vez mais ousada... Pensava numa trepada bem dada... Queria um sexo mais selvagem...Com um homem que soubesse me dominar, que me pegasse com força e com vontade... Ah!!! Como eu sonhei com um homem assim.

Tinha ele na minha imaginação. Fechava os olhos e pensava como seria...Muitas vezes ficava tão excitada que tinha que me masturbar.

Perto do meu trabalho tem uma praça por onde costumo passar, quando volto pra casa.

Há uns meses, eu vinha pela praça com uma amiga, quando ela me mostrou um policial que estava sentado num banco. Me disse pra olhar porque ele estava olhando pra mim...

_Imagina!!! Ele não está olhando não!

_Ele te olhou sim. Você não vê nada?

Continuamos caminhando e rindo da situação.

Eu gostei daquilo. Um homem me olhando!!!

Mas achei que era coisa da cabeça da minha amiga.

No dia seguinte passei de novo pelo mesmo local, e lá estava ele.

Quando eu me aproximei, ele se levantou e veio em minha direção.

Era um homem negro de uns 40 anos, 1,90m com um corpo em forma, que dentro do uniforme ficava mais atraente ainda.

Ele me olhou com um sorriso, eu fiquei sem jeito. Baixei a cabeça e senti meu rosto corar.

Mas aquele sorriso ficou na minha cabeça.

Todos os dias eu ficava na expectativa de encontrá-lo.

Depois de alguns sorrisos, olhares, ele finalmente puxou conversa.

Conversamos sobre banalidades... Me perguntou onde eu trabalhava, se era casada...

Me disse que ficava sempre me esperando passar, porque gostava de ficar me olhando...

Continuamos naquela até o dia que me convidou para irmos para um lugar mais tranquilo...

Fiquei com medo, mas eu queria viver aquela aventura.

Eu inventei um curso pra fazer, e fui me encontrar com ele.

Marcamos no apartamento dele, porque era mas seguro para mim.

Ele morava sozinho, o que facilitava muito pra mim.

Entrei no prédio sem ser vista, toquei a campainha...

Luis me recebeu com uma cara de safado... Foi me agarrando e me apertando com força, o que me fez gemer de tezão.

Seu corpo era firme, seus braços fortes me seguravam me deixando sem movimento.

Arrancou minha blusa, deixando meus seios livres para serem sugados por aquela boca que queria engolir tudo.

Sem nenhum constrangimento arrancou um pau enorme e enfiou na minha boca, me fazendo chupar tudo... Enquanto me chamava minha branquinha gostosa...

Abriu minha calça, me jogou de costa na cama, levantou minha pernas e arrancou de uma vez... Ficou segurando minhas pernas abertas foi se abaixando beijando e mordendo minhas coxas até chegar na minha xoxota que pulsava e babava de vontade de levar pau.

Lambia e enfiava a língua, me fazendo tremer... So parou quando gosei na sua boca...

Sentou numa cadeira, eu fiquei de joelho e comecei a chupá-lo de novo, até que derramou o leite na minha boca. Continuei mamando aquele pau até que ficasse duro de novo, me levantei esfregando os seios em sua cara, fazendo ele morder os biquinhos, e mamando deliciosamente... Montei nele, sentido seu pau me rasgando... Era tão grande e tão grosso que tive que ficar rebolando bem devagar para que coubesse todo na minha buceta. Eu rebolava feito louca, enquanto ele apertava minha bunda, pressionando mais ainda. Gosamos juntos num frenesi delicioso. Eu estava com a boca seca, o coração acelerado.

Nunca havia tido uma trepada tão gostosa. Ele foi buscar água e trouxe uma garrafa de vinho. Bebi a água, enquanto ele enchia dois copos de vinho. Brindamos nosso encontro e bebemos um pouco. Começamos a nos beijar, ele começou a pingar vinho nos meus seios e a lamber. Deixou escorrer mais, e lambia me enlouquecendo, Me virou de costas, deixando cair vinho na minha bunda e lambendo. Foi alisando minha bunda até enfiar o dedo no meu cú. Eu fiquei de quatro deixando as pernas bem abertas, me oferecendo toda pra ele. Ele me comeu por trás, enfiando com força o pau na minha buceta, me fazendo gosar de novo. Pegou um oleo e esfregou no pau, e foi enfiando na minha bunda bem devagar.

Eu sentia que estava sendo rasgada, mas o prazer era maior que a dor.

Fui rebolando ate acomodar aquele monstro no meu cú, ele socava enquanto enfiava os dedos na minha xoxota... Gosei como nunca.

Foi a melhor trepada da minha vida. A primeira de muitas... Continuo me encontrando com ele, e cada vez é melhor.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


adoro usar as calcinhas da minha esposatransando com a interna contosconto amasso proibidoContos erotico loira casada filho do jardineiro negrocontos eroticos tia no casamentoContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorconto corno calcinhaConto porno eu queria entrar em casa, minha mae abriu a porta toda suada, chefe do meu paivideornposssobiu no cu delacomtos eroticos meu.marido. me fez ultrapassar.todos.os.limitescontos eroticos-estuprei minha irmabucetinha esposa ccbcontos com fotos de zóofilia de casadas que curte sexo com animaiscontos erótico fudi uma cabritinhafilme pornô da mulher do Suvaco Cabeludo Vem homem do pau mais grande e g************* delaContos eroticos fudendo gravidaconto erotico gay colo tiomulher chama homem pra chupar sua b***** dela já foi gozar e alguns amigos queridoscontos eroticos eu feia e gordaBoquete sebo contosmeu meu irmao me viu olhando o penis deliconto erotico seminarista gacontos de estupro nao resiste minha enteadacrente viciada em engolirconto erotico adoro da pro meu filho com a buceta sujaconto erótico estrupei minha irmãcontorelatoeroticosContos eróticos com jeitinho tirei o cabaço do cuzinho da minha vizinhacontos de cú de coroa religiosanao tira papai deixa que eu vo gozarsegurando o pingelo delamamaedeixou gozar no seu cucoroa vizinha vagabunda folozadaconto fui com minha familia visitat vovo e um negro tirou meu cabaçocotou eroticou gay meninoconto erotico minha filha no computadorcontos eroticos o muleque comeu meu rabofoda gostoza mulher caszada tro cano omaridoMe encontrou a dar cu no quarto Contos simone crentecontos eroticos seduzi meu cunhado e tomei sua porracontos eroticos espindocontos eroticos sogra de 65anosmulher.soll.na.fazenda.chupa.opau.do.cavalonegra atola a rola e ela da pidoRelato picante comi minha esposa no estacionamento do shoppingcontos eróticos com mulher carenteConto erotico Menininha chorando e cagandocontos eu marido na prai de nudismomulher sentando na embragem com o cu e buceta o negão comeu o meu marido contos eróticosmeu vizinho casado me comeu mestruad contoacontos eroticos de primos com primas que engravidamelagozouquedesmaiouContos tia de saia curtaContos gays estrupados na obraconto com teens fudrndo as duas sobrinhas de dez e doze anoscontos eroticos violentadas ao extremocontos de sexo com vendedoras da avomGozando nas tetinhas contos eróticosporn contos babesitter em casa familiacontos eroticos me fizerao meninavirei puta assumida eu confessoecotra coroa que.evie vido sexo avivoconto erótico sonífero pra pode comer a esposa gostosa do meu amigocontos.erodicos.de.meninas.peitudas.e.mulequinhoscontos apostando uma encoxadaeu i a neguingo do pornoconto erotico flagracontos sado marido violentosconto erotico com vendedoras ambulantescontos eroticos namoradoconto erotico incesto irmao mais velhocontos erotivos de corno de porto alegreadoro menino sacudo contosContos eróticos meu marido virou putocontos eroticos basqueteConto Meu Amor é um Traficante parte 3- Contos Do Prazerfingi dormi e ... me comeu contos eróticosfui consolar a cunhada carente comi ela contosboqueteira gaucha contocontos eroticos a.xasada dot trabalhoconto erótico gay acordando com carinhosocontos eróticos comi ela na escoladisvirginei a minha professora contos erodicoswww contos eróticosdesejos profanoscoonto erotico com foto comendo curemedio para durmi contoseroticoscontos eroticos mamem fudendo com filho na fazendacontos eroticos padrasto me estuproucontos de humilhada ns depilacaocontos minha madrasta pegou no mercado peniscontos esposa foi dançar e passou buceta no pau do amigorelatos minha esposa dando a bundinha eu chupando a x******calcinhas sujas contos eroticos da tia safadacontos de incesto esposa marido e cunhsdaContos eróticos-chupei o cuzinho da empregada