Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AMIGO MALVADO

Eu sempre fui uma pessoa muito discreta, ao longo de meus 32 anos, raramente desconfiaram da minha opção sexual. Meus amigos héteros, sequer desconfiavam de que eu era gay.

O dia estava ensolarado e resolvi ir à praia tomar cerveja e ver os garotos de sunga. Cheguei no quiosque e pedí uma cerveja, quando olhei ao redor, notei que um rapaz muito bonito estava numa mesa práxima à minha, ele me olhou, dei um sorriso e ele retribuiu meio sem graça, fiz de tudo pra puxar assunto até que ele comentou a respeito de uma garota que passou, daqueles tipos, periguetes do funk. Que decepção, ele era hétero ! mas deixei a coisa de lado e não mais falei com ele, até que ele pegou seus pertences na mesa e se aproximou de mim pedindo para que eu os segurasse enquanto ele usava o sanitário. Na volta eu o convidei para se assentar na minha mesa e ele o fez, começamos a conversar e ele me contou que estava em minha cidade à passeio, com a noiva, mas que naquele dia ela estava no hotel e não aceitou sair. Conversa vai e vem percebí que meu dinheiro estava no fim, decidí convidá-lo a ir até minha casa, ele aceitou. Logo que chegamos, ele pediu pra usar o sanitário e obviamente permití, para meu espanto ele, enquanto urinava me perguntou se eu tinha namorado, levei um baita susto, principalmente porque o rapaz já foi saindo do banheiro e para meu espanto, excitado, o enorme pau muito duro. Ele me segurou pelo braço e disse: "Saquei qual é a tua, tu é viadinho cara... eu não gosto de homem mas como cu, e hoje o teu será o meu banquete..." dizendo isso, ele já foi logo abaixando minha cabeça e me obrigando a chupá-lo, abocanhei aquela delícia de pau, e num misto de medo e tesão, me deixei levar, ele socava a vara na minha boca e dizia: "Tá vendo essa rola na sua boca, vou te rasgar o cu com ela, mas antes, vou dar uma amaciada na carne... tira essa porra de cueca e fique de quatro, vou brincar com esse seu cuzinho...", dizendo isso já foi logo cuspindo nos dedos e socando logo dois no meu cuzinho, ele socava os dedos na minha bunda, até que sugerí pegar o lubrificande, pois meu cuzinho tava doendo. Para meu espanto, mal terminei de falar e ele me deu um bofetão, e disse : "Tu não tira onda de macho ? vai querer lubrificar a bunda pra quê ? heim, me responda seu puto, vai usar lubrificante não, vai levar pica à seco !", dizendo isso foi me colocando de quatro e enfiando a vara no meu cuzinho, seguindo de estocadas violentas, porém cadênciadas. O desgraçado sabia dominar um viado, eu tremia de medo, dele resolver me matar, poderia ser um psicopata. Ele estocava meu cuzinho, e ao mesmo tempo me dava fortes tapas na bunda, até que me lembrei, ele não havia colocado preservativo, mas o tesão era muito grande. Ele metia e me dizia palavras que, quase me matavam de tesão. Em determinado momento ele tirou o pau do meu cu, e me disse: "Tu quer pica viado ? vai ter que implorar agora, vou parar de te foder". Eu, ajoelhado no chão da sala, doido pra continuar levando pica grossa no rabo, me ví na humilhante situação de pedí-lo: "Não páre por favor, quero te dar mais minha bunda", outro violento tapa na minha cara, e logo apás este tapa, ele me fez tirar o restante da roupa e falou, "Tu vai pra varanda, que teus vizinhos vão ver tu dando o cu...". Estremecí, mas ele me obrigou, sorte que havia pouco movimento no prédio em frente, e ele me botou apoiado na grade e me enrabou novamente, meteu na minha bunda quase meia hora seguida, até que gozou abundantemente dentro do meu cu... me ví humilhado, na varanda da minha casa, no sexto andar, com porra de um desconhecido escorrendo pelas pernas, e vendo o garoto do sexto andar do prédio em frente me observar com um bináculo, o rapaz se vestiu, chegou até mim e disse: "Olha sá, amanhã te arrombo novamente, me espere até meio-dia, que vou voltar e trazer alguém comigo, tu vai ter overdose de pica e porra, seu passivinho safado... tu achou que ia me cantar, que eu seria teu namorado ? eu gosto de cu e tu tem um pra mim até o final da semana... ". Disse isso e saiu, com ar ameaçador... me assentei no sofá cheio de medo, vergonha dos vizinhos, cu dilatado por pica de um cara desconhecido que ainda gozou dentro de mim... mas uma sensação deliciosa, de ter sido dominado e currado quando menos esperava... No outro dia lá estava ele, com outro rapaz, pra cumprir a promessa que havia feito, de me dar uma overdose de pica...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos de safadas casadas q traicoroa grita tica doida paue safadinha é bonitinha ela chegava lá que é grau grau grautransando com a minha ex e a minha atual esposa contos eróticoscasa do conto erotico filha da patroa em reforma do aptcontos eroticos camisolacontos de engates gays madurosconto erotico nenhum pelinhoconto menor me comeufilho fudendo sua mãe na freeti de seu paicontos eroticos de enteadasno motel com o amigo do meu filho contosconto erotico eu não queria ser cornoComto pego em fraganteeu adorei gozar no rabo da minha sogra e ela esta visiada em dar o cuzoofili negao magro com umaacontos erotico encoxaram mulher do gordinho na frente deleconto eu e minha babaDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos meu irmão e eu betinha vendo contos eroticos garotas na escolaquero comer minha tia mais quando peguei no priquito ela tirou minha mao pqcontos eróticos de estuprando uma anã a força sem ela quererconto erotico gay idosomeu maridinho gozar antes de penetra na buceta e o negrao me come contoconto erótico velho humilhadaconto eroticoeu namorado me apostouconto erotico comi minha irmã e minha primamullber mostrando cabasinhocontos eroticos de estrupamendoconto erotico mãe flagra filho dando cu contos eroticos, dei para meus alunosesposa bebada se abrindo apos a farra no bar contoContos heroticos esposa quer muitas picascontos eroticos comi a casada carenteconto erotico com pedreiro velho coroa grisalho peludohetero batendo punheta conto gaycontos incestuosos - mãe e filho no forró terceira idadecontos corninho obrigado a usar calcinhacontos eroticos a menina nen peito tinha ainda contos eróticos putona do touroContos de coroa sendo chingada e adorandocontos eróticos de incesto minha mae no meu colodei a buceta pro catador de lixoconto erotico gay florestafotos derabudas na academia roupa brancaconto porno eu comi minha cunhada coroa de 69 anoscontos eroticos basquetecontos flagrei meu marido me traindomulher do gelou grande fudedocontos eróticos de bebados e drogados gaysTennis zelenograd contoxxvidio pai fudend afilh afrentconvenci ela a me chupar contona lua de mel contoseu confesso caso de incestocontos eroticos dando a buceta para o anãocom amigo na praiaconto eroticocontos eroticos tira a rola do cuContos filha fica de calcinha perto do paiContos eroticos sem calcinha estuprada pelo sadomasoquistaconto gay "punheta pro seu macho"historias de afilhdas trepano com padrinhocontos devassos meu marido geme para eu chupar seu cuzinhofestinha no.ap contos gayContos eroticos esposa novinha com marido e amigo pintudocontos sem calcinhaContos eroticos cofrinho pique escondemamae beija filhinha contosPedindo no cu contoscontos crossdress minha mae me transformou em uma meninaboqueteira gaucha contosendo chatagiada a fufer contos por amigoconto o inimigo do meu pai me comeu contos de homens bi no consolo cm ftscontos eroticos meu cunhado piça de burro Contos eroticos minha avo e mamae foderam com os mendigosconto com tio e tiacontos eróticos de gay comi a bunda do irmão do meu colegacontos gay cu arrombadocottos. curmir minha enteada novinhagosto de ser corno eu confessocontos o patrão me engravidouContos eróticos garotinha com garotosconto erotico gilha depiladadona redonda arreganhado o cuzaocontos eroticos comendo cu da amiga e da mae delaconto erotico lesbicas com caminhãowww.contos de a primeira gozada no incestocontos eroticos com a vovóconto novinha amigos do papaicontos eroticos amigo gay iniciou